Orgulho necessário?

5
Orgulho

O problema de muitas mulheres (me refiro a mulheres mas MUITAS vezes isso pode ser muito bem utilizado para os homens) é que elas simplesmente não conseguem seguir um meio termo: ou são orgulhosas demais ou não tem orgulho quase nenhum. Claro que tem aquelas equilibradas, mas, são tão poucas que vou ter que me esquecer um pouco ou totalmente delas, até porque, até essas “equilibradas” uma hora ou outra chegam no 8 ou no 80, ainda que com menos frequência.

O ruim de não ter muito orgulho é o fato de muitas vezes aceitarmos muitas coisas em consequência disso. Muitas vezes, não damos opinião por medo de brigar, deixamos de falar algo que não gostamos por medo de contrariar, aceitamos coisas que jamais aceitaríamos por medo de perder, concordamos com coisas que nem entendemos direito porque estamos concordando e, assim, acabamos frustradas ou, no mínimo castradas, ainda que seja difícil admitir isso.

O cara chama pra sair e você vai, chama pra comer e você aceita, você precisa desligar o telefone mas não desliga porque ele ainda não deu o sinal de desligar e mais mil e uma coisas de mulher que tem medo de perder e acaba de panaca que pode acabar perdendo tudo, a começar pelo o orgulho.

Não acho certo quem fala do orgulho como algo negativo, o acho muito positivo e, inclusive, acho que ele safa a gente de um monte de emboscada. O ruim é que ele em excesso pode levar a uma emboscada tão grande quanto e, é ai que chegamos à mulher 80. Essa nunca quer dar o braço a torcer, nunca assume estar errada com medo de parecer burra ou parecer que erra ( estranho não querer ser humana, não?), tem sempre uma resposta na ponta da língua e ai de quem discordar ou querer discutir. Muitas vezes, o parceiro da orgulhosa acaba concordando com essa mulher não porque concorda, mas só pra se livrar da discussão ( constantemente desnecessária mas que a orgulhosa insiste em alimentar só pra não parecer cair do cavalo).

No fim, tudo isso fadiga e estressa os dois lados e, quando não termina o relacionamento, pode acabar o colocando em dúvida. Oras, nem precisa falar que a orgulhosa também tem dificuldade de demonstrar o que sente e, nisso, o outro pode considerar essa omissão de sentimento como falta de sentimento e acabar se afastando cada vez mais (afinal, ninguém aguenta correr atrás do incerto pra sempre,né?). Já a mulher sem muito orgulho costuma ser disponível demais, costuma demonstrar demais (sim, não precisa demonstrar tanto também, né? Um misteriozinho as vezes não mata ninguém hã) e aceitar demais e aí, perde a graça ( ou alguém aqui gosta de sempre saber o que irá acontecer no final do filme?)

O ideal seria demonstrar sabendo o momento de parar. Se, por exemplo, você mandou uma mensagem falando que finalmente saiu aquele filme que vocês tanto queriam assistir e ele não respondeu, deixe quieto e não mande outra tão cedo e, o mesmo serve se você ligou e ele ainda não retornou. Agora, se ele respondeu significa que ele deu um passo, aí talvez você possa dar outro. O bom é que ele dê uns 3 passos enquanto você pode dar um. Homem gosta de conquistar e não adiantar discutir isso e, se por acaso você se lembrar de algum que realmente goste de mulher que corre atrás me fale (digo que realmente goste porque já vi um monte falando que gosta só pra boba ficar correndo atrás dele, não que de fato gostasse).

Assim, já que a tal da mulher equilibrada está em extinção, aconselharia que a orgulhosa tentasse saber a hora de mostrar a cara (ainda que discretamente) e que a sem (ou com pouco) orgulho não fosse tão indiscreta na hora de dar e receber afeto.


Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.