Quem precisa dos homens?

26

Leitora: Não vivo sem um homem por perto, as vezes acho isso irritante porque não consigo me concentrar em outras coisas do dia a dia. Desde que terminei com meu último namorado me sinto uma encalhada.

quem precisa dos homens

Menina, ou mulher sei lá, você mesma disse tudo e nem percebeu: homem demais faz mal! mal porque vicia e você não consegue ficar sem o próximo. Isso funciona como uma droga das mais escrotas que você pode viciar. Aí minha amiga, o que você tem que fazer? DESVICIAR!

Tá, ninguém está falando que é fácil e/ou simples, mas é um mal (ou bem?) necessário e você tem que começar por algum lugar, certo?

Não tem aquele ditado que diz “cuide do seu jardim que as borboletas chegarão até você?” Pois é, é simples assim. Já que seu jardim está caidinho, você tem que dar um up nele, e urgente! Não, não é pra arrumá-lo pensando nas borboletas pintudas não. É antes de tudo arrumá-lo pensando em você que testosterona começará a cair de lugares que você nem imagina! Mas sem safadeza: não vale fingir que se esqueceu deles, tem que esquecê-los de fato, pelo menos por um tempo. Você nunca percebeu que quando você finge parece que eles percebem que você é fake e nada dá certo? Pois é, homens também tem um ótimo radar para essas coisas, sem contar que você ainda paga de boba.

Tem que ser sincera consigo mesma e para isso é preciso ter em mente que é fundamental investir em você, independentemente não só de homens, mas também de amigos e de qualquer outro fator externo porque é só assim que você vai conseguir alcançar as tão sonhadas borboletas – inclusive as másculas – de fato.

Volte a fazer coisas que você adorava fazer até ser uma viciada em homens, como ligar para a coitada da amiga que você abandonou desde que ficou assim ou dar mais atenção aos afazeres de casa (sim, é melhor lavar prato e tirar titica de panela do que pensar em quem que não pensa em você!). Pegue um plano da academia, faça aquele curso nerd que você sempre quis ou simplesmente vá ver TV caso você tenha mais vocação para o ócio, porque mais vale ser uma “inútil” desconectada de machos do que uma admiradora de homens que ficam  rindo da sua cara (é, um monte de homem ri das carentes que vivem doidas atrás de novas borboletas para o jardim, e com razão). Até porque nunca vi borboleta gostar de ser caçada…

Pare de procurar peguete, namorado, amigo, noivo, marido, pai dos seus filhos ou o que seja. Vá procurar sua auto suficiência e acredite que ficar sem ela é muito grave. Até porque, quem gosta de viciadas? Viciadas são carentes, carentes são chatas, chatas são inseguras, inseguras são choronas, choronas fazem mil coisas sem pensar e no fim não sai nada que preste. Assim, se você não consegue viver sem homens é porque não consegue viver bem consigo mesma e isso é mais grave ainda. Então, repense sua vida e decida entre pagar de dependente de mixaria (sim, se o macho dá dor de cabeça já vira mixaria, a não ser que você ache dor de cabeça um bom sinal) ou de independente mega adubadora de jardins, que atrai naturalmente tanta borboleta que o povo até paga pra tirar foto de tanta belezura. Muito chique, hã!

Aconselho a leitura do post “Uma questão de auto estima”

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.