Não consigo reatar meu namoro

27

Leitor: Estive olhando seu blog, e achei muito interessante, e acho que posso buscar a solução para meu problema. Namorei por dois anos e meio uma pessoa MUITO ESPECIAL, mas nos últimos 04 meses a coisa acabou caindo, e entramos na rotina. Como ambos eram orgulhosos, e não queriam dar o braço a torcer, dei a infeliz ideia de darmos um tempo, pensando que em poucos dias um sentiria a saudade do outro, e voltaríamos correndo. Mas não foi isso que aconteceu. Dois meses após o tempo proposto, corri atrás dela, para conversarmos, e dizia que estava muito afim de voltar. Mas deu para perceber que ela não queria. Ela foi empurrando essa conversa para mais de um mês, até que sentamos, conversamos, e ela disse que não teria volta. Perguntei se ela me amava. Apenas se limitou a dizer que gostava de mim. Nesse meio tempo, mandei, e mando as vezes ainda, mensagens a ela de amor, carinho, textos relembrando nosso passado (que foi bom, sempre nos respeitamos e nunca traí ela), cartões com buque de flor, etc. As vezes leio coisas de deixar a coisa acontecer, mas essa distância já dura mais de três meses, e não consigo ver nela nenhum arrependimento. Gostaria de saber se estou fazendo a coisa certa, e se não, como devo proceder. Ah, e tenho muita esperança que um dia a coisa mude. 

Começamos bem porque pelo visto, apesar de você gostar bastante dela, ao mesmo tempo você percebe que a coisa não está recíproca (pelo menos não mais). Sendo assim, é questão de tempo até você esquecer essa história. Caso você não queira esquecer e ache que ela pode vir a mudar de ideia, te aconselho a ser menos grudento. Veja bem: se ela já não está ligando muito, aí se você vai lá, manda flores, mensagens e continua vendo que ainda assim ela não te dá a mínima, é porque há algo errado aí. Já ouviu falar que quando a estratégia não está funcionando é bom mudar a tática de guerra? Pois é, acho que você tem que repensar sobre o seu modo de agir porque esse aí está claramente furado e não está despertando nem cócegas nela rsrs.

Nunca trate uma mulher mal, porém, às vezes, sumir um pouco da vida dela pode ser uma boa. Digo sumir de sumir mesmo, sem esperar que ela corra atrás de você ou que se arrependa. Essa ideia serviria para dar um tempo para ela e também para você mesmo, porque pelo o que entendi, nem você nem ela estão respirando direito: você porque fica muito atrás dela e mal olha as gatinhas interessantes a sua volta, e ela porque nem teve tempo de sentir sua falta (3 meses pode ser muito para você, mas não necessariamente para ela). Como sentir saudades de quem está no nosso pé o dia inteiro? Não quero dizer com isso que você tenha que jogar, até porque isso de jogo quase sempre dá besteira, porém, digo para aproveitar a situação de se distanciar um pouco dela para tirar férias de pensamentos que só te fazem mal, do tipo ficar relembrando o passado e pensando em coisas para fazer ela voltar contigo. Tente mudar o foco, olhar outras meninas, cuidar de você mesmo sem esperar algum resultado que não depende mais do seu esforço. Faça as coisas por amor a você mesmo e por respeito a ela, já que creio que ambos merecem viver suas respectivas vidas enquanto o destino não junta vocês novamente.

Se você corre atrás e não percebe nenhum arrependimento, provavelmente é porque a vida dela sem você pode estar melhor do que você imagina. Pensar nisso dói, mas é que nem benzetacil: dói horrores na hora, mas depois você já fica pura saúde rsrs. Se você se esguela e ela continua lá feliz com a vida dela, por que você não pode viver feliz com a sua? Pode até ser que vocês voltem porque do futuro ninguém sabe, porém, tente pensar que as vezes a gente faz tempestade em copo d`água e não aceitamos coisas que muitas vezes vem para o nosso bem, só que como nem sempre reconhecemos o melhor para nós no momento da dor, mas sim a longo prazo, acabamos querendo atropelar a vida e forçando ter por perto uma pessoa que muitas vezes nem é a pessoa certa. Ou será que a pessoa certa é aquela que não te quer?

Boa sorte, com ou sem ela!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.