Meu marido já não é mais bom de cama como antigamente e eu sofro tentação fora!

16

LEITORA: SOU CASADA A10 ANOS ,MMEU MARIOD E DEZ ANO MAIS VELHO QUE EU E JA A DOIS ANOS NOSSA RELAÇAO ESTA BEM FRIA ELE NAO CONSEQUE MAIS MANTER UMA RELAÇAO SEXUAL COMO ANTES E O PROBLEMA E QUE UM EX MEU QUE CONHECI ANTES DE MEU MARIDO VIVE NME PROCURANDO E QUERENDO SAIR COMIGO ELE JA SE CASO TAMBEM MAS DISSE QUE RELAÇOA NA COMA COMO A NOSSA NUNCA MAIS TEVE. EU MUITAS VEZES FICO TENTADA MAS NÃO TENHO CORAGEM,DE TRAIR SO QUE TAMBEM TO CARENTE ,TENTO INVENTAR ALGO NOVO EM CASA MAS E UMA VEZ POR MES E OLHE LA E AQUELE PAPAI E MAMAE, NAO SOU CASADA LEGALMENTE SO MORAMOS JUNTOS E OUTRO LA TAMBEM O QUE FAÇO??


             Situação complicada essa sua, heim? Ficar casada durante muitos anos raramente não desemboca em uma situação difícil (apesar de muitas vezes e felizmente ser passageira!), o que temos que ter é jogo de cintura para lidar com as mil e uma situações que os anos de casamento podem nos trazer e, não importa se você fez a burocracia de se casar no papel ou não, você é casada e ponto final!!
        Vamos dar uma olhada na nossa vida individualmente de 10 anos (ou até mesmo desde que nascemos!) para cá e ver o tanto que ela mudou para melhor (e para pior!) ao longo de todo esse tempo. Agora, é só utilizar essa mesma noção para a vida do seu marido e, por sua vez, juntar essas duas vidas que sofreram tantas alterações (individuais e conjunta) para concluir que só coisa boa que não vai sair daí, certo?!
                O que quero dizer com isso é que, tanto você quanto o seu marido, estão com problemas e, isso é normal, não especialmente por serem casados, mas por serem seres humanos e consequentemente pessoas que estão aqui nessa vida para sofrer muito e superar muitas coisas (e também para ser muito feliz, claro!). O seu marido está  com um problemas e, eu ouso arriscar que ele pode estar sofrendo de algum tipo de impotência sexual (e falo sério!). Você já pensou em ao invés de ficar apenas chateada porque ele não transa mais como antigamente, propor ele de ir ao médico alegando a verdade de que você já não está mais feliz na cama (não deve ser difícil levar esse papo com alguém que você está há tanto tempo junto)? Sabemos que muitos homens têm horror a médico, porém, também é sabido que uma pessoa que ama e está disposta a salvar o casamento aceita (quase) tudo nessa vida! Assim, procure um médico com ele – ou deixe ele ir sozinho, caso fique mais a vontade. Se ele até tenta, mas não consegue fazer um sexo de qualidade, provavelmente é mais culpa externa a ele, do que algo que ele possa controlar e dizer “hoje vou funcionar direitinho!” e isso é o suficiente para exigir certa paciência de sua parte. Não sei a idade dele, mas sei que nem sempre só homens “velhos” que têm problema sexual. Inclusive, a impotência (ou meio funcionamento “da coisa”) pode nem ter uma causa física, pode ser inclusive psicológica (do tipo estresse, depressão etc) e, mais uma vez, um acompanhamento médico se torna essencial para salvar a vida de vocês.
                Acho que vocês chegaram em um ponto que só conversa não adiantará muito. A conversa será mais para convencê-lo a buscar tratamento, depois, quem irá ajudá-lo de fato serão os médicos e, claro que  você também no sentido de tentar não ficar mostrando muita frustração enquanto a coisa não funcionar como você queria (porque aí que ele vai broxar mesmo!). 
             Carinho é sempre bom nessas horas: se você curte o seu parceiro e só está carente pela falta de sexo, acho isso pouca coisa para você começar a se relacionar com o seu ex, até porque ele também é casado e acho que não seria nada legal você e/ou ele perder um grande amor por conta de aventura (fora que acho muito mico quando traimos e somos descobertos!). Agora, se o seu problema com o atual não é só sexo, mas sim também falta de amor, te aconselho a terminar o seu casamento e aproveitar para arrumar outro que não tenha esse problema, já que, quando amamos não podemos escolher muito os problemas (temos que enfrentá-los, já que o amor não deixa outra saída), mas, quando estamos no início da “caça” de um grande amor, fica bem mais fácil de já pescar alguém sem muitos defeitos de fábrica (pelo menos não com aqueles que você não suporta bem). É duro falar assim, mas é a verdade! Enquanto há amor, há esperança, sem amor também há, mas aí a esperança poderia ser em outras gramas!




Acho legal também ler o post “como saber se o amor acabou”, falando sobre alguns possíveis sinais gerais que encontramos em relacionamentos em decadência.



Boa sorte!!



Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.