Namoro ou religião?

63
Leitora: Namoro a 5 meses com o homem dos meus sonhos. Porém ele não aceita a minha religião. Sou evangélicae respeito muito a opinião e a religião de todos. Ele crê muito em Deus mas não suporta igrejas e diz sempre que é uma forma de enganar inocentes e roubar dinheiro dos fiéis. Sempre que ele critica eu ouço todas as opiniões calada, porém quando vou expressar a minha ele não aceita de nenhuma forma e acabamos brigando. Ele já terminou um relacionamento por causa disso, e disse que por me amar acabou quebrando a promessa que tinha feito de nunca mais namorar menina evangélica. Fizemos um pacto para não falarmos mais desse assunto para não brigarmos, e até agora estamos indo bem. Porém, ás vezes deixo de ir a igreja para ficar com ele, o que acaba fazendo com que eu brigue com minha mãe em casa, ela não sabe da opinião dele mas me critica dizendo que estou abandonando tudo pra ficar com ele. Eu amo servir a Deus mas também gosto de estar com meu namorado. Estou dividida pois de um lado estou bem com ele e de outro acabo brigando com minha familia. O que devo fazer? Não quero terminar com ele mas também não quero viver intrigada com minha familia, eu os amo muito. Me ajudem!!! 



              Quando seguimos uma religião, temos muita crença nela e quando conhecemos alguém que não compartilha   dessa mesma realidade, fica muito difícil lidar com as duas coisas mesmo e, estranho seria se mexer com lados tão diferentes não desse problema!!
          Pelo o que percebi da sua pergunta, você quer agradar todo mundo e, sinto te dizer que isso é impossível. Já que você é religiosa, vou usar aquele ditado: “nem Jesus agradou a todos”, quem dirá você?! família e namoro é algo que nem sempre vive em plena harmonia, namorado e namorada é outra dupla que definitivamente não vive 100% do tempo bem e super feliz, aí, você aparece querendo conciliar todos esses grupos em um só?! loucura, não é não? 
           Eu acho difícil alguém não sair nem que seja um pouco cortado dessa: porque se você ficar com o namorado a mãe vai ficar brava porque você larga as coisas, se você for na igreja vai sentir falta do namorado, e por aí vai. O conselho que te dou é: não tente fazer as coisas com a mesma frequência de antes, porque só se você fosse uma super heroína para poder estar em todos os lugares ao mesmo tempo igual quando você era solteira. Porém, tente deixar todas as coisas em equilíbrio. Assim, se você se sente bem na igreja e se sente bem com o namorado, que tal programar os dias na semana que você irá fazer cada coisa? A igreja mesmo, você pode ir em um dia que geralmente o seu namorado está ocupado, não que a igreja fosse ficar para segunda opção, mas, como ela está disponível para você todo dia (as igrejas costumam ser assim, pelo menos) você acaba tendo essa flexibilidade de horários em relação a quando frequentá-la. Agora, se o que acontece é que apenas em um dia específico você gosta de ir à igreja (no dia que tem o pastor que você gosta, evento tal, etc), converse com o seu namorado sobre a situação de você ficar com ele “todos os dias” (não se esqueça nunca dos dias para você mesma), menos esse em específico, ou até mesmo chamá-lo para quando parar de odiar tanto as igrejas ir contigo, OU também daria para ficar de ver ele mais tarde, depois de seu culto (ele não deve durar o dia todo, certo?)
          Quanto a sua mãe, ela tem que entender que você ama sim Deus, mas que também ama o seu namorado e, para evitar maiores brigas, você pode até mesmo perguntá-la sobre uma possível solução para esse seu problema. Tal como você fez em nosso blog, você poderia expor o seu caso para sua mãe e perguntá-la o que ela faria no seu lugar. Fazer isso com certeza a faria se sentir mais especial, importante para você e, mais do que isso, ela seria obrigada a pensar sobre o assunto, já que teria que te aconselhar e nisso você ou ela poderiam se surpreender: ou sua mãe poderia dar uma solução melhor ainda do que a que a gente encontrou, ou ela poderia, de tanto pensar, chegar na mesma conclusão que a gente e, como ela também teria participado da possível solução para o problema, a chance dela encrencar com isso diminuiria consideravelmente. Inclusive, você pode também utilizar dessa tática com o seu namorado: fazer a pessoa se sentir importante ajuda muito na hora de chegar a uma conclusão. Quando a sua mãe ou seu namorado falar alguma coisa que você não concorda, é só você colocar o seu porém, ver se a pessoa rebate (tudo isso na calma e na maturidade, claro), até na hora em que vocês chegassem a uma conclusão. 
             Parece algo fácil, não é? E é!! Desde que ninguém seja infantil e saia gritando que quer porque quer ver o seu lado atendido e não quer entender o do outro, a solução do seu problema virá mais cedo do que você imagina. Já que eles são tão importantes assim, deixe-os fazer parte da construção da sua nova agenda e, claro que você terá que aceitar apenas o que tem sentido aceitar, nada de fazer coisas contra sua vontade só para agradar que isso sempre termina em besteira, ok?


Boa sorte!



Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Gostei do site, o template é ótimo…

    http://temtudomega.blogspot.com

  • Vinte e Três

    Já vivi isso.E eu partilho da mesma opinião do namorada da guria aí.Mas por questão de respeito,eu ia à igreja com a minha ex-namorada.Sou temente à Deus,só não gosto da humanização das igrejas.E como ela ia apenas 1x por semana,não custava nada eu fazer essa forcinha.

    Belo blog,parabéns!

    http://balaobrancoblog.blogspot.com.br/

  • Só não deve ter exageros religiosos aí sim não atrapalha os relacionamentos , o fanatismo pode destruir tudo seja na religião que for …
    http://andyantunes.blogspot.com.br/

  • Alan David Gomes Ribeiro

    Tenho que dizer uma coisa: Essa menina, na sua pergunta, expõe o seguinte no trecho “Estou dividida pois de um lado estou bem com ele e de outro acabo brigando com minha familia”.

    Na verdade ela está dividia entre Deus e o namorado, isso sim.

    O cara não gosta de garotas evangélicas, que futuro ela vai ter com este cara?

    Ela tem que procurar alguém da mesma fé que ela, pois senão vai sempre sofrer com ele ou qualquer outro.

    E essa história aí de amar a Deus, mas não ir a igreja é totalmente errada. É como se a pessoa dissese: “Eu amo meu pai, mas não vou na casa dele”.

    Eu só tenho certeza de uma coisa: Essa menina tem que terminar com este namorado antes que sofra muito no futuro.

    Pois é melhor sofrer agora 2 ou 3 meses, do que acabar casando com ele e sofrer pro resto da vida.

    Se quiserem, visitem meu blog: http://www.sobrerelacionamento.com

    • Anonymous

      concordo !

    • Anonymous

      Parabéns pela resposta…

      A bíblia nos diz : Buscar PRIMEIRO o reino dos céus que as demais vos será acrescentada.

      Ficar dividida entre NAMORO E DEUS(SALVAÇÃO) e sua alma, é de se pensar o que quer no futuro.

      Que Deus a abençõe para fazer a escolha certa.

    • Euu

      Ela explicou porque ele não gosta de ir às igrejas.
      Ele não gosta porque muitas se aproveitam do desespero mental das pessoas e pedem seu dinheiro em troca de conforto.

      É uma escolha dele, é mais fácil duvidar da palavra do cara do que entender o motivo por traz certo? É sempre assim…

  • Uiran Porcincula

    Eu já vivi algo muito parecido VÁRIAS VEZES.
    Meu relacionamento anterior foi igual.
    Bom, a família dela INTEIRA é evangélica…
    No começo ela pedia para eu ira com ela e tal…
    E eu negava. Eu também era da igreja dela, a alguns
    anos atrás. Mas saí. Aí ela sempre vinha com
    alguns papos de voltar pra igreja, que é legal
    e tal… Mas eu sou MUITO impaciênte a respeito
    disso. Depois de alguns anos voltamos a ficar, mas
    dificilmente ela me chamava para ir na igreja.
    Só que aconteceu uma coisa muito ruim…Ela começou
    a deixar de ir pra igreja para ficar comigo. E isso eu
    não admito. A fé é boa, se você tem fé na igreja então vá!
    Eu não tenho fé na igreja, por isso não vou!
    A familia dela até comentou e tal…que ela deixava de ir
    pra igreja pra ficar comigo. Eu não tinha tanta culpa,
    afinal eu nunca pedi pra ela faltar!!!
    Se ela quer ir vai! O que eu posso fazer, acorrenta-la??

    http://www.meudentedeleite.blogspot.com

  • Monique Goulart

    É muito complicada essa coisa de religião. Em alguns casos, a religião afasta mais que une as pessoas. Respeito pela crença do outro é fundamental.

  • Thiago Matos

    Selo pra vc la no papo gauderio (http://papogauderio.blogspot.com.br/)

    Parabens! ahh ainda falta a minha pergunta aki neh! Kkk bj

  • Cururim!!!

    Ele tá certo, Deus está em todas as coisas. Religião boa não cobra. Por outro lado ele tá sendo intolerante com você, pense nisso: eu sou mais eu ou você aguenta a vida inteira dele não deixando você falar?
    Vc já tem sua resposta para a intolerância dele, aguenta isso uma, duas, três décadas? Se sim vai fundo, se não já sabe sua resposta.
    Só toma cuidado pra ninguém acabar com sua auto estima.
    Eu só não concordo com religião que aceita dinheiro, se fosse ainda pra caridade. A sua igreja faz caridade?

  • Verdade, na maioria das vezes a religião afasta as pessoas, já vi alguns casos assim…

  • Fabíola Oliveira

    Sendo bem sincera, eu estou achando o namorado dessa leitora muito intransigente. Ela, apesar de ter a fé dela, consegue respeitar até o fato de ele tratar de forma genérica a corrupção nas igrejas quando diz que elas funcionam como uma máquina cassa-níquel, colocação que pode não ser ofensiva para ele, que não está vinculado à nenhuma igreja, mas que pode ser extremamente ofensivo para um fiel.

    Antes de namorá-la, ele já tinha conhecimento de que ela era uma pessoa religiosa e, a meu ver, ele não está demonstrando prova de amor alguma por ter quebrado a promessa que tinha feito outrora de mais nunca voltar a namorar uma menina evagélica. Demonstração de afeto ele estaria dando se, a despeito de toda convicção negativa que ele tem em relação à essa instituição, ele respeitasse a crença da leitora. Ademais que em todo relacionamento é salutar que a individualidade do outro seja preservada e, acima de tudo, respeitada.

    Então a sua crença religiosa é algo muito particular, é algo que compõe esse todo que é você, uma vez que crença tem a ver com as nossas experiências(experiências estas que podem não ser a do outro, sendo, por isso, algo extremamente particular), com nossa estrutura psicológica e influencia diretamente na nossa personalidade até, uma vez que integra o nosso arcabouço de crenças e tendemos sempre a agir no mesmo sentido de nossas convicções.

    Diante de todo exposto, penso que esse rapaz esteja desrespeitando a sua pessoa e, a meu ver, você não deveria se sentir nem um pouco lisonjeada quando ele diz que quebrou a promessa que tinha feito a si mesma por amor a você, pois ao que parece, ele quebrou essa promessa porque deve ter visto algo de muito bom em você que o fez relevar o pacto que tinha feito consigo mesmo e também porque, ao que parece, você se mostra muito resignada em relação à opinião dele no que tange a sua fé, pois ele aparenta estar completamente enclausurado nessa ideia de que igreja é, por sí só, a expressão máxima da corrupção.

    Quando ele diz isso, já demonstra que ele não entende qual o verdadeiro significado e objetivo de uma igreja. A meu ver, igreja é o local criado especificamente para que os fiéis lá exercitem sua crença juntamente com outros membros e assim se robusteçam na fé, independentemente do que seja ou tenham deixado de ser o líder daquela instituição, uma vez que fé é algo intrínseco e que, por isso, não está condicionada à probidade ou improbidade religiosa do seu líder, vez que ele é tão somente um administrador da instituição e não o própro Deus. Existem igrejas clarlatãs sim. Mas, com certeza, também existem igrejas sérias.

    Seu namorado tem direito de pensar o que ele bem entender sobre as igrejas. O que ele não pode é querer impor o que ele pensa a você até porque ele não é dono da verdade e as convicções dele derivam-se das experiências dele, o que, por si só, é algo muito pessoal.

    Não sou evangélica, mas sei que a Bíblia considera julgo desigual alguém namorar outro que tenha tradição religiosa diversa da sua e até cita que o maior pecado de Salomão foi justamente esse, pois ele se afastou dos preceitos da cultura hebreia por ter se casado com mulheres de uma cultura religiosa totalmente diferente da dele e isso desagradou a Yavé(Deus).

    Acharia interessante você repensar o namoro com esse rapaz e ver se vale a pena abdicar daquilo que você gosta por ele. Luíza disse sabiamente lá em cima que você parece está querendo agradar a todo mundo e a Bíblia diz que é impossível agradar a dois senhores, pois ou se agrada um e aborrece o outro.

  • Anonymous

    Voce de ser muito novinha, pois a expressao “o homem dos meus sonhos”, sugere isso. Minha querida, nao nos iludamos. O amor dos seus sonhos teme a Deus, isso seria o mais coerente, porque senao, nao faria sentido a frase acima, desculpe pois o teclado do meu computador enlouqueceu, mas vou te fazer uma pergunta sem o ponto de interrogacao… Sera que nao e voce que esta perdendo a fe… Lembre-se – “a fe e a expectativa certa de coisas esperadas, a demonstracao evidente de realidades ainda nao observadas”… Se voce consegue visualizar essa realidade, vera que se o seu namoro se tornar um relacionamento mais profundo no futuro, voce pode dizer adeus ao seu RELACIONAMENTO com Deus, pois, se ele (seu namorado) nao te ouve agora, muito menos a ouvira quando o compromisso entre voces estiver mais serio. Fac o que quiser com essa informacao!

  • Anonymous

    Boa noite moça do texto. Entendo completamente o que você tem passado, namoro a 2 anos e 2 meses e passo por uma situação semelhante, sou Católica e meus pais sempre me ensinaram ir a igreja frequentemente e sempre servi a Deus, sempre trabalhei em prol da igreja e tudo mais…Depois que conheci meu atual namorado deixei isso um pouco de lado pelo fato dele não gostar de ir a igreja, não só a minha, mas ele não vai em nenhuma igreja, diz ele que: não que não acredite em Deus, mas nao concorda com a forma de exporem a religião na igreja, e etc…
    Meus pais também nao sabem da opinião dele, e várias vezes fui alvo de críticas por não comaprecer mais como ia antes à igreja. Diversas vezes fico sem reação, vou com ele quando ele aceita me acompanhar, mas sei que o corpo está ali,.. mas a mente vai saber…
    Tente conversar com ele e tentando aos poucos ir mudando a mente dele, e pedindo a benção de Deus para que ele mude.
    Beijos e boa sorte!

  • Anonymous

    Ainda bem que não passo por isso. Eu e meu namorado somos ateus. Se quer ir a igreja vá, mas seu namorado não é obrigado a ir tbm. Pelo que eu li ela não vai pq não quer, não pq ele a impeça.

  • Anonymous

    Se vocês ficarem juntos, como vão ser criados os filhos?
    Imagine você acordando cedo no domingo para ir a missa e chamando as crianças. Ai elas olham o pai na cama ou assistindo a F1. Eles olham pra ele e perguntam, por que eu tenho que ir e o papai não? Sem falar que eu, como ateu, não gostaria que levassem meus filhos a igreja se eles não quisessem. Esse namoro não tem como dar certo!

    • anonimos

      olha na minha opiniao acho que nao deve abandonar as coisas de Deus por causa dele.se ele é tao contra a igreja vai ser contra muitas outras coisas.lenbre-se sempre DEUS EM PRIMEIRO LUGAR.se ele quer te afastar de Deus ele nao é bom p vc.e nao concordo com eu acredito em Deus mais do meu jeito.isso nao existe.na biblia tem ande na compania dos que teme a Deus.se ele nao aceitar é melhor se afastar.se estiver cm medo de fazer isso,pessa o auxilio de Deus,ele estar com voce e se preucupa mais que qualquer pessoa.se ele realmente nao for bom,Deus vai afasta-lo.tenha fé creia nele.nosso melhor amigo pai e Deus.Deus Abençoe.fica com Deus

  • Anonymous

    Olá, bem já passei por esssa situaçao. E lhe garanto é suportável até um certo tempo, porque vai chegar a uma hora que vc nao irá conciliar os dois,e vc vai acabar tendo que escolher entre seu relacionamento com Deus ou seu relacionamento com seu namorado. Não vale a pena largar sua vida com Deus por um namorado, porque qdo vc mais precisar e qdo nenhum homem puder te ajudar, quem te ajudará é Deus,por mais que vc o ame futuramente(casamento) vc irá sofrer muito,e vc deixará de ir buscar a Deus pra ficar com ele? Vc deixará de fazer a obra de Deus porque ele nao quer e nao entende?
    Olha, lhe aconselho a terminar, nao será facil, mas é melhor sofrer agora do que futuramente,mas Deus confortará seu coraçao, tirará o sentimento de amor, e na hora e no momento certo vc encontrará verdadeiramente o homem da sua vida, pois Deus sempre tem o melhor para nós, as vezes nao entendemos o porquÊ das coisas, mas com o passar do tempo vc entenderá e será verdadeiramente feliz.E foi isso que aconteceu comigo, sou muito feliz hj por ter ao meu lado um verdadeiro homem que me completa e tem a msm fé, evitando assim sofrimentos futuros.
    Caso continue com seu relacionamento, acontecerá uma das duas coisas: Ou vc consegue converte-lo e ele busque a Deus ctg (será gradativo e vc sofrerá mto)ou ele te afastará da presença Deus aos poucos te levando ao “mundo”.
    Busque a Deus forças para conseguir superar essa fase de sua vida, nao sofra atoa, busque alguem com a msm fé, julgo desigual não dá certo.
    Fica na pz do Senhor e Salvador Jesus Cristo.

  • Fabio

    Relacionamento, muitas vezes significa abrir mão de alguma coisas em favou do outro. A leitora está abrindo mão de algumas coisas por ele, mas ele não está correspondendo. Só posso dizer que isso não é amor.
    Já que a leitora pode abrir mão de ir a igreja um dia ou outro, o namorado também poderia abrir mão de sua convicção e ir com ela de vez em quando. Isso não significa concordar com a igreja ou com a religião, mas em fazer um esforço pela outra pessoa.
    Como eu já ouvi de vários pastores: se você quer ser feliz, então não se case. Mas se você quer fazer a outra pessoa feliz, então se case (e isso vale para os dois lados).

  • Anonymous

    Saiba separar as coisas… sou espirita e casada com um ateu e a minha escolha pela religião e a dele de não ter nenhuma não atrapalha em nada nosso relacionamento, é só cada um respeitar a opinião do outro…

  • The Iceman

    Desculpe mas ele tem razão. Igreja é lugar de manipulação de fiéis. Vendem cura imaginária para doenças imaginárias…
    Não quero parecer intolerante, mas acho que não se deve ficar enfurnado em igreja…Se você serve a Deus, não precisa ficar bajulando ele e se encabrestando em prédios…Castigar você, ele não vai. Plante altruísmo e generosidade para colher altruísmo e generosidade…Gentileza gera gentileza… Tenha isso em sua mente, e igreja será local dispensável na sua vida…Pare de acreditar em censura, punição e usura em troca de devoção e sacrifício, curta seu namorado e não se preocupe com céu e inferno, porque eles são CRIAÇÕES e JUSTAPOSIÇÕES.

    AME, pois SOMENTE O AMOR vai salvar esse mundo, não devoção e subserviência.

  • Anonymous

    Alan david gomes ribeiro.. sou totalmente contra sua resposta..
    conheço um rapaz de familia, trabalhador q vai 3,4 veses na igreja por semana. Ele n aceita o namoro da filha com o rapaz q n é da igreja..
    o rapaz ama loucamente.. trocou tudo por ela, da carinho, conforto e é fiel a ela, soh nao vai na igreja!!
    Soh q o pai dessa garota q n sai da igreja.. fica ameaçando a familia, em matar a esposa.. do que adianta ser um “fiel a igreja” mais trazer MEDO, INSEGURANÇA, FALTA DE RESPEITO, pra familia??
    o cara banca de santinho na frente dos amigos, dis que eh irmão na igreja!!
    mais na hora q chega em casa se transforma, quer acabar com a felicidade de todos.
    Prefiro mil veses uma pessoa normal, q nao va na igreja.. doque esses duentes q se paga de irmão, religioso e acaba com a familia.
    ponto sem mais.

  • Anonymous

    Namoro a quase 3 anos com uma menina evangelica e em especial da Igreja universal, eu sou catolico, fiel a minha fé, namoramos a distsncia hoje sou noivo dela, vivemos muito bem assim todos os dias nos falamos ela costuma ir duas vezes na semana nesta igreja, este ano almentou mais um dia, eu costumo nunca colocar em nosso relacionamento o termo igreja pois tenho total connhecimento da posicao dela em relacao ao catolicismo é como se eu nao me converter para a igreja dela estarei condenado ao inferno; tenho todas as senhas das contas dela email, face, orkut, twiter etc e ela tem a minha. Um dia descobrir um comentario dela numa pagina da universal perguntando sobre nosso relacionamento resumindo ela quer me levar para sua igreja, tenho medo de um dia ela chegar a mim e fazer uma pergunta se quer ela ou a igreja que frequento, nao pretendo de jeito nenhum abandonar minha fe, pois foi la que conheci a jesus é la que recebi muitas bencaos e umas dessas bencao foi te la encontrado, eu a amo e jamais quero per de la, nunca hei de proibir ela seguir a fe dela nunca irei por entre a gente intrigas por conta de ideologias diferentes, amamos e adoramos o mesmo Deus. Espero que ela tbm pense desse jeito. Pretendo logo logo casar com ela, eu amo esta mulher mais do que ela pensa mas trocar Deus por um grannde amor jamais poderia fazer te isso. (caso um dia vc ler este comentario meu anjo nao tenha medo de falar para mim,jamais irei brigar com vc)

  • Marcelo

    AMIGA É O SEGUINTE: É BEM DIFICIL QUE ISSO DÊ CERTO, OU VC FICA SÓ COM A IGREJA E PERDE O NAMORADO OU SE DEDIDA AO NAMORO.
    SOU CASADO E MINHA ESPOSA NÃO SAI DA IGREJA E SEMPRE ARRUMA MAIS TRABALHOS E AFAZERES NA IGREJA. RESULTADO NÃO TEMOS MAIS TEMPO PRA CONVERSAR, BRIGAMOS POIS ENCARO DA SEGUINTE FORMA: QUANDO SE BUSCA COSNTRUIR UMA FAMILIA, AINDA MAIS HOJE EM DIA, TEM QUE HAVER DEDICAÇÃO, E QUEM DISSER QUE ISSO ESTÁ ERRADO TÁ MENTINDO. SINCERAMENTE ACHO QUE SE VC QUISER TER ALGO MAIS SÉRIO COM ESSE RAPAZ, BUSQUE ESTÁ MAIS PROXIMO DELE. AGORA SE SUA DEDICAÇÃO E PRESSÕES TENDEM Á IGREJA, ARRUME UM MANORADO DE SUA RELIGIÃO SE NÃO AMIGA NUNCA VEI SER FELIZ. NÃO SOMOS OBRIGADOS A PASSAR POR ESSAS COISAS, MAS PODEMOS NOS INSTRUIR PELO EXEMPLO. PONHA-SE NO LUGAR DO CARA, JÁ PENSOU SE ELE REALMENTE PRETENDE TER COM VC UM RELACIOMANETO PRA VIDA TODA, TALVEZ VC E SUA IGREJA NESTE MOMENTO SÓ ESTEJAM ATRAPALHANDO. TODOS NÓS TEMOS O LIVRE ARBÍTRIO, EXPERIMENTE. SE NÃO DER CERTO SE SUA IGREJA NÃO ACEITAR É MELHOR PROCURAR OUTRA IGREJA. INTOLERÂNCIA DA FAMILIA DA IGREJA É ABSURDO.

  • Pingback: online canadian payday loans()

  • Pingback: direct payday loans vancouver kingsway lender()

  • Pingback: drugrehabcentershotline.com alcohol treatment()

  • Pingback: Vanessa Smith()

  • Pingback: Blue Coaster33()

  • Pingback: tv online, online tv()

  • Pingback: watch tv show episodes()

  • Pingback: Amatuer record the own bang-out on cam audio()

  • Pingback: TVPackages.net()

  • Pingback: tvpackages.net()

  • Pingback: lan penge online nu()

  • Pingback: youporn()

  • Pingback: parking()

  • Pingback: laane penge nu()

  • Pingback: alkaline water machine()

  • Pingback: alkaline water()

  • Pingback: YouTube likes kopen()

  • Pingback: car parking()

  • Pingback: paypal loans()

  • Pingback: bottled alkaline water()

  • Pingback: water ionizer()

  • Pingback: electrician 1 job description()

  • Pingback: i was reading this()

  • Pingback: t d locksmiths fullerton ca()

  • Pingback: plumber beloit wi()

  • Pingback: taylor v plumer()

  • Pingback: house blue()

  • Pingback: electricians union()

  • Pingback: a cool way to improve()

  • Pingback: HD Coloring Pages()

  • Pingback: pay day loans()

  • Pingback: loan payment plan()

  • Pingback: alkaline water()

  • Pingback: http://webkingz.camkingz.com/()

  • Pingback: right here()

  • Pingback: see()

  • Pingback: Greg Thmomson()