O que fazer quando você gosta de um cara que é pai e ainda por cima não tem um bom emprego?

15
Leitora: Conheci um rapaz pela net que, já no primeiro encontro, notei nele a firmeza que sempre procurei em um homem e que jamais havia visto nos anteriores. Achei-o sincero. Conversamos por 4 hs e 20 min. Ele foi gentil e me respeitou  e,quase no final desse encontro, contou um detalhe relevante sobre a vida dele que pensou que pudesse me assustar: ele  disse que havia descoberto há 25 dias que uma moça com quem  havia tido um caso há sete meses está grávida dele. Quando perguntei se ele pretendia casar-se com ela,  falou que não, que tinha sido só uma ficada. Minutos depois de ter  dito isso, me perguntou se me envolveria com alguém que será pai solteiro. Continuamos mantendo contato e, dias depois, ele disse que ficou muito interessado em mim e perguntou se eu me relacionaria com alguém que ainda está no início da carreira e, por isso, não tem uma estabilidade financeira ainda e que vai ser pai solteiro. após uma semana do primeiro encontro, marcamos de nos ver na sexta, mas houve um imprevisto e isso não foi possível. Achei estranho ele não ter transferido o encontro para o sábado, dia em que ele tem curso o dia todo, mas larga às 17:00 horas, quase no mesmo horário que nos encontraríamos na sexta(O curso dele é perto do lugar onde iríamos nos encontrar).No FDS ele não me liga, nem aparece no msn. Vão fazer duas semanas que nos conhecemos. Mas noto essa ausência dele nos FDSs  e fico com medo de que ele  seja comprometido. O que acha dessa atitude dele?


            Olha, eu sei que todo mundo erra, que todo mundo tem defeito e que é fácil criticar, mas eu acho esse seu pretendente aí meio complicado. EU particularmente tiro muitos pontos de um cara que tem filho, começando por aí. Tudo bem que criança é a coisa mais linda do mundo, que é tudo de bom,  mas o que eu ouço de gente falando que namora um cara que é pai e a mãe da criança fica inventando um monte de coisa para ver ele (do tipo falar que a filha está doente, para levá-la no hospital, sendo que ela nem está) e reclamando que a “madrasta” não cuida bem do amado filho não me permite ficar muito otimista sobre o assunto, ainda que tudo tenha exceção. Que me perdoem as crianças, mas para muita gente um homem sem filhos é um bom começo (no que inclui não apenas a visão do pretendente em si, mas a própria família dele). Esse negócio de ser mãe de filho que não é nosso não é uma vocação que todo mundo tenha (infelizmente é verdade) e você tem que ver se você se enquadra ou não nesse padrão “genérico”.
         Quanto a instabilidade no emprego não creio que seja algo realmente relevante. Primeiro porque como você mesma disse, você conhece ele há pouquíssimo tempo e não é hora de marcar “casamento”.  Segundo que, se ele é esforçado, tem um espírito trabalhador e competitivo, provavelmente não ficará assim para sempre. Além do mais, você também tem/terá o seu emprego, certo? O ruim mesmo costuma ser  o  homem desempregado e que não estuda. Agora, se ele tem jeito de quem dará alguma coisa boa na vida (mesmo que a gente não pense em casar com o cara, é sempre bom pensar se ele seria um homem descente, não porque você terá filhos com ele, mas porque acredito que perceber isso daria uma ideia interessante de como ele poderia te tratar enquanto vocês estiverem juntos) já fica sendo um ponto a mais e você pode inclusive pensar que essa má onda no emprego é temporária.
            Essa parte de sumir todo final de semana não é algo que soa muito bem. Cuidando da mãe doente que ele provavelmente não está, né? e se estivesse certamente teria 5 minutos para ligar para você (assim como ele tem para comer, beber, sair de casa, etc). Não estou lá para ver, mas eu no seu lugar suspeitaria seriamente que ele tem outra sim. Como assim ele é companheiro só de dia de semana? estranhíssimo isso, ainda mais que final de semana costuma ser tempo de descanso, no qual sobra muito mais horário do que falta. Se ele trabalha é bem mais fácil faltar tempo no dia de semana do que em final de semana e, mesmo assim, ele insiste em fazer o contrário. 
         Por que você não pergunta como quem não quer nada o motivo dele sumir nos finais de semana? só para ele perceber que você percebe isso. Acho complicado homens que fazem coisas totalmente suspeitas e acham que a gente nunca irá perceber e que ficará por isso mesmo. Uma outra opção seria ligar para ele (também como quem não quer nada) em um final de semana a noite, de preferência na casa dele, sem falar que ligou para ver se ele realmente estava lá (claro!), mas sim com alguma desculpa do tipo “liguei rapidinho para saber como é mesmo o nome do filme que você tinha dito aquele dia?”- nisso não pareceria que você está desesperada para falar com ele, ao mesmo tempo em que ele teria a chance de puxar um papo contigo caso ele quisesse (e estivesse em casa!), sem contar que já te daria uma ideia do porquê dos sumiços. Por fim, não seria totalmente sem noção considerar a ideia dessa outra ser a própria mãe do filho dele (mas sem neuroses com isso, ok?) e, se for, que bom será para o menino que não será filho de pais separados e as vezes é até melhor para você.




Boa sorte!



Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • o que importa realmente se ela gosta dele.

    • ainda que seja um bom começo, apenas gostar não é o suficiente para fazer um relacionamento dar certo…

  • Ana Lucia Nicolau

    realmente, situação complicada…
    acho que o melhor a ser feito é viver intensamente o relacionamento enquanto está bom….quando começar a ficar ruim é hora de parar pra pensar em mudar…..

  • Tauã Soares

    se vc gostar dele tudo bem eu acho ;ss

    http://opinioespromundo.blogspot.com.br/

    • Anonymous

      Não dá ouvidos a esse cara. é um daquels coitatos que nem leram a reportagem. olha ai, so sabe colocar links.

      sai fora que o cara tem outra e deve ser mesmo a mãe do garoto. nao caia nessa armadilha. coheceu na net? quantos anos vc tem filha?

  • Helio Filho

    É uma situação bem difícil né. Mas como dizem por aí, o amor é maior q tudo isso. Se você realmente gosta dele e se sente feliz, seja feliz com ele ao seu lado. Dinheiro, emprego se conquista com esforço. Um amor verdadeiro n aparece com tanta frequencia n. Pense nisso!

    abraços

    http://heliofilhoo.blogspot.com.br/

  • Luna, a ruiva.

    Eu tenho uma amiga que ela é noiva de um rapaz que tem um filho de 5 anos. Ela me diz que a mãe do garoto faz de tudo para poder ter a atenção do rapaz, já inventou vááááááárias doenças e até mesmo doença grave que realmente deixa alguém assustado, e tudo só para chamar atenção. Na minha opinião eu não me relacionaria com um rapaz com filho, pois seria muita dor de cabeça, e eu quero ser feliz e não ter problemas com a pessoa que eu gosto. Prefiro me afastar antes de me apaixonar.

    Abraços.

  • As atitudes dele estão meia suspeitas , acho que terá que “investigar” para aí sim tomar alguma atituide , á principio está muito estranho
    http://andyantunes.blogspot.com.br/

  • Moisés Beitum

    Se gostasse de verdade não ia ligar de ele ter filho e estar no começo de sua carreira profissional.

  • Anonymous

    Mas um post do tipo: Quem gosta de homem é viado, mulher gosta é de dinheiro.

  • Pingback: cash loans()

  • Pingback: direct direct payday loan lenders only lender()

  • Pingback: drugrehabcentershotline.com rehabs()

  • Pingback: bmi calc()