Quando lutar ou desistir de um amor?

19
Leitora: Há uns anos 3 anos atrás desisti de do menino que gostava pois ele não se decidia se queria ficar comigo ou com outra menina, e me arrependia até pouco tempo de não ter lutado por ele como fez a outra menina que tempos depois da minha desistência acabou virando namorada dele por 2 anos., tempoque permanecemos afastados. Porém no inicio desse ano, nos reencontramos e voltamos a ficar. Estava tudo lindo, embora ele estivesse cheio de problemas pessoais, não deixava que nos afetasse. só que do nada ele mudou, e não me atendia mais, nem respondia sms e só voltava a ser meu principe pessoalmente. Fiquei insegura pois ele se afastava cada vez mais, então resolvi conversar com ele e resolvemos parar de ficar, e eu  que afastaria pra poder esquecer-lo, só que quando eu disse isso ele falou ” Como todas as outras pessoas você vai se afastar e me deixar sozinho com meu problemas? Ok Faremos do seu jeito!”, cortou meu coração ouvir aquilo, pois gosto muito dele eu não queria me afastar, mais eu já estava sofrendo muito com o gelo que ele vinha me dando. Mudei a estratégia e no dia seguinte mandei uma msg desejando um bom dia como sempre fazia, pra minha surpresa ele respondeu me chamando pelo nosso apelido carinhoso e foi atencioso o resto do dia, mais ontem já não estava mais assim. Me ajudem, tô muito confusa, já me disseram pra dar um tempo de gelo e aparecer depois, mais não sei se consigo…. Tenho medo de desistir (denovo) e me arrepender!

         Esse negócio de lutar por um grande amor é muito relativo. Lutar para mim é fazer o seu melhor, porém, apenas até onde você pode. É legal se mostrar uma boa namorada/ficante e fazer com que o pretendente veja que ele tem muito a ganhar estando contigo. Porém, isso deve ser feito até certo ponto, até porque um relacionamento é uma via de mão dupla e, se só um faz, fica muito difícil para o lutador que sobrou não desistir. Se você desistiu provavelmente é porque viu que o seu limite já tinha chegado naquele momento e, a outra permaneceu na luta porque ainda tinha gás para isso.
       Você mesma disse que antes ele não deixava com que os problemas dele afetassem a vida de vocês. Por que agora ele deixa? a resposta disso é algo a se pensar porque fica muito fácil para ele ficar confuso entre duas meninas, as duas lutarem por ele e ele ainda por cima ter um monte de problemas e querer ajuda para resolvê-los né. Não que você não possa ajudar, mas é importante perceber até que ponto isso não fica pesado para você.
       Quanto a isso de as vezes ele ser o seu príncipe e outras não também é algo suspeito. Ele te trata bem e depois some e isso provavelmente ocorre porque a prioridade não é você (e essa prioridade pode ser inclusive ele e não necessariamente outra). É claro que você ser prioridade não significa que ele tenha que estar a disposição para você em todos os momentos e 24 horas por dia, até porque ele tem as obrigações dele e você as suas. Depois, que nem sempre temos vontade de ficar “babando” o companheiro, nem mesmo quando o amamos. Contudo, o que vai dizer se ele é suspeito ou não é a constância com que ele faz isso de sumir e reaparecer: se ele faz isso uma vez ou outra até dá para engolir, até porque ele precisa de tempo para respirar e anormal seria se ele tivesse vontade de te bajular e ser príncipe em tempo integral (isso pareceria até meio forçado, já que perfeição não existe), agora, se ele faz isso sempre ou até mesmo com uma constância que te incomoda (e isso quem irá estabelecer os parâmetros é você), está na hora de ver não só se vale a pena para você, como tentar perceber até que ponto ele não está se folgando demais para o seu lado. Se você quer lutar por ele, lute, mas esse lutar  seria fazer algo que fique bom PARA OS DOIS, e não apenas você ficar bancando a boba enquanto ele “banca o indeciso cheio de problemas”. Se ele está indeciso é um direito dele, mas também é um direito seu querer levar uma vida feliz e agradável.
        Acho muito cômodo ele dizer ” Como todas as outras pessoas você vai se afastar e me deixar sozinho com meu problemas? Ok Faremos do seu jeito!”, de forma a não apenas jogar o problema para você, como também ao mesmo tempo se fazer de coitado, como se só ele tivesse problemas. Ele pode até tê-los e, inclusive, é justo você ajudá-lo – já que gosta tanto assim dele, mas você também tem os seus (inclusive essa confusão dele ter ficado em dúvida entre você e outra foi um grande problema para você). Assim, seria igualmente justo ele tentar te compreender e te ajudar a resolver essa situação que tampouco está legal para você.
          Enfim, você pode até lutar por ele, só tente averiguar antes se essa não seria uma luta na qual você estaria jogando sozinha. Tente ser uma boa ficante, uma pessoa agradável, legal. Converse sobre os problemas dele, tente ajudar, mas faça isso até onde você ver que vale a pena. Se você começar a observar que só você faz e ele só recebe e constantemente está em dúvidas e com problemas, talvez seja melhor simplificar sua vida  ficando sem ele até que ele amadureça e se toque que você não pode sustentar tudo sozinha.


Boa sorte!





Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.