Por que só atraio homem que não presta?

88

Leitora: engraçado tudo o q li no vosso blog. verdade!!!! pensar em quem nao nos quer? nao nos liga? nos despreza? tantas outras coisas….. estou sozinha a um ano nao estou mal mas sinto me mto mto carente!!!!! acho q deve ser do amor q tenho aqui acumulado para dar a alguem q me trate bem. mas o porque de nao conseguir atrair rapazes honestos verdadeiros e principalmente sem estarem numa relaçao? sera defeito meu?

Coincidentemente, esse assunto era bem a temática que estava falando com algumas amigas que tem “o mesmo problema” que você!!! Uma delas inclusive é super bonita, bastante acessada; não é nenhuma burra chata e, mesmo assim só arruma o que chamamos de “mal partido”. Vou te dizer basicamente o que disse para ela e ela concordou!

Quase tudo que é bom na vida vem em pequena quantidade. Isso significa que gente bonita é raro, gente feia é “comum”, gente muito bacana é raro; gente chata e invejosa é comum, e por aí vai. Ser um “bom partido” também segue a mesma lógica, até porque esse tal do bom partido teria que ter algumas coisas raras em uma pessoa só! No entanto, conseguir um desses não é uma tarefa impossível, na verdade, ouso a dizer que, ainda que em menor quantidade, muitas vezes nos deparamos com eles sem sequer nos darmos conta!

Você já parou para pensar que tipo de homem costuma chamar mais a sua atenção? certamente, vários homens já cruzaram a sua vida, porém, tente pensar em como você tratou cada um deles e, garanto que sua conclusão poderá ser assustadora!!! Convenhamos que, para a grande maioria das mulheres, o tal do bom partido é aquele que é bonito, legal, inteligente, cavalheiro, e por aí vai qualidade, certo? No entanto, não tem como desconsiderar um outro fato que não raramente vem grudado nesse, que é o que diz que, muitas vezes, quando enfim encontramos um cara legal, a gente o descarta, achando que ele é sem graça, “muito bobinho”, ou até mesmo que “não rolou aquela química” e, acabamos indo para o próximo, muitas vezes nos esquecendo que esse carinha super legal sequer existiu! Assim, essa raridade acaba sendo considerada quase que como um zero à esquerda em nossas vidas, como qualquer coisa que não conta.

O oposto do dito acima tende a acontecer quando a gente encontra um cara que nem é lá grandes coisas, mas que nos deixa intrigadas, naquele estado de “ai, será que ele vai me querer?“. Ou seja, aquele cara que muitas vezes nem nos dá muita atenção, costuma nos deixar doidas justamente por isso!!!! O que acontece é que, na grande maioria das vezes, esse cara não é e provavelmente nunca será um bom partido – a não ser que você ache que o bom partido é aquele que te deixa com a pulga atrás da orelha e sempre em estado de alerta. É com ele que você gasta o seu tempo, que você acha que é o interessante e PLIM, ele acaba (e não por coincidência!) sendo considerado como “o tipo de cara que você só arruma”, “que você atrai” – lembrando que o outro, aquele legal lá de trás você nem considera que atraiu, já que afinal você nem quis!

Quero dizer com isso algo que nem sempre é fácil admitir, mas que nem por isso deixa de ser uma realidade: enquanto você continuar perdendo tempo com homens “negativos” (comprometidos, sem caráter, ou seja lá o que for), você não poderá reclamar da sorte. Eu particularmente não acredito que nunca nenhum cara legal aparece na sua vida, mas acredito que, muitas vezes, você não os percebe! – não só por ignorá-los (provavelmente sem se dar conta disso, já que “o que não tem graça” a gente costuma nem reparar mesmo), mas por transformá-los em amigos, companheiros de saída e tudo mais aquilo que os tira da possibilidade de ser um “homem para construir algo bacana”.

Tente ver mais graça nos caras legais, daqueles que te trazem paz. Eu sei que, infelizmente, muitos deles não tem a “tal da pegada”, outros tantos são meio grudentos, e por aí vai. Porém, “defeitos” assim são fáceis de ser corrigidos, coisa que infelizmente não acontece com a falta de caráter. Um cara que não presta dificilmente será “arrumado” e, se for, certamente será por ele e não por você – ou seja, você teria que esperar pela boa vontade dele, o que não acredito que compense porque ela pode nunca chegar! Já o tal do homem bom partido, que para muitas é aquele que é fiel, compreensivo e tudo mais, pode muito bem ter certos defeitos corrigidos. Se, por exemplo, ele é grudento demais, tente dar uma amenizada falando que você gosta dele, mas que não está acostumada com tanta proximidade, e assim por diante. Certos defeitos raramente seriam corrigidos por um mau caráter, ou você acha que, se por acaso você pedisse para, por exemplo, “ele parar de correr atrás de rabo de saia porque isso te machuca”, ele pararia? Enfim, se o homem é de índole boa, adequá-lo a você será uma questão de tempo.

Por fim, te digo que um homem que aparentemente é bobinho e sem charme, pode virar um homem muito mais homem do que esses que te trazem “adrenalina”. O que você precisa ter é apenas foco. Pense no tipo de homem que você quer e, principalmente nos defeitos que você jamais aceitaria, bem como nas qualidades que para você são fundamentais. Depois disso, é só continuar no foco e dispensar todos aqueles que não seguem o “padrão mínimo” exigido por você. Parece um conceito prático, né? E é! basta tentar segui-lo que garanto que “aparecerá” muita coisa boa no seu caminho!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.