Como escolher um vibrador (masculino e feminino)?

66

Mediante alguns pedidos de leitores,  tive que investigar e virar uma expert em vibradores! Vou confessar uma coisa pra vocês: sempre quis saber como funciona um, mas nunca tive oportunidade e nem mesmo muito tempo para pensar sobre isso (se gostaria ou não de ter um, etc). Agora que tenho um amigo que é dono de um Sex Shop Online, resolvi pedir ajuda para nos fazer entender um pouco mais sobre esses brinquedos (nada melhor do que a ajuda de um profissional!)

Para escolher um vibrador, muitos fatores devem ser levados em consideração: material, nível de ruído, nível de vibração, design e se é a prova de água.

Material

Os materiais são basicamente três: PVC, ABS, Jelly ou Silicone.

Não vou entrar em detalhes técnicos, mas apenas no que é importante para escolher um vibrador.
O PVC e o ABS – são semelhantes e muito usados para fazer os brinquedinhos. Neste caso, o que interessa saber é que são normalmente rígidos.

Jelly é como uma borracha bem flexível e macia, com aspecto meio “gelatinoso”. Neste caso, é utilizada uma substância na fórmula que deixa o brinquedo com um cheiro parecido com o do látex da camisinha (seria esse cheiro bom?).

CUIDADO! Não se preocupe apenas com o que o brinquedo faz, mas também do que ele é feito!!! Os brinquedos de ABS ou PVC não podem conter ftalatos* na fórmula! Um estudo americano concluiu que esta substância é tóxica para os seres humanos, então, cuidado com o que você coloca dentro de você!

PS: De acordo com o dono da loja, todos os Brinquedos Eróticos vendidos no Sex Shop Online Magia Sensual são livres de ftalatos!

O Silicone – Retém o calor e tem alta flexibilidade, repele a sujeira, bem como as bactérias e não se desfaz com fricção, além de não ter cheiro nem gosto (interessante esse, né?!). A diferença do silicone para o jelly é que esse é muito mais resistente e não tão “gelatinoso”.

Também existem compostos que são feitos para imitar a pele e tem marcas patenteadas (real skin, cyber skin…) e que são feitos com esses mesmos materiais com proporções diferentes dos elementos químicos. O único fator ruim é que eles geralmente são mais caros do que os demais  =/

Nível de ruído e Vibração

Aqui encontramos um problema, visto que a maioria dos sexshop não tem descrições completas sobre essas informações. Geralmente, os vibradores de marcas conhecidas são os mais silenciosos e com vibração potente  (o que pode ser legal para quem mora com a família, tem filhos, etc). Normalmente, quanto mais caro, mais silencioso e mais potente ele é!

Quanto ao design, aqui começam uma enxurrada de dúvidas. Vamos dividir em Vibrador Masculino e Vibrador Feminino:

Vibrador Masculino

Podem ser Anal ou Peniano.

Os anais são vibradores com design próprio para estimular a próstata.

Os penianos podem ser Anel Peniano ou Masturbador Masculino.

Anel peniano – são anéis para comprimir a base do pênis com o objetivo de prolongar a ereção e retardar a ejaculação. Podem ser com vibração ou sem.

Os masturbadores são aparelhos para masturbação geralmente tubulares, podem ter formato de vagina e normalmente possuem texturas internas para maior estimulação, que podem ou não ter vibração.

Vibrador Feminino

Essa é uma categoria com uma infinidade de formatos e tamanhos. Vou dividir em Realístico, Anal, Clitoriano, Ponto G e Rabbit ou Rotativo.

Vibrador Realístico

é o vibrador que tem formato de pênis, pode ter cores diferentes mas com formato de pênis.

Clitoriano – Claro que todo vibrador pode ser usado para estimulo clitoriano, mas os vibradores para estímulo do clitóris são aqueles só para este fim. Eles existem em diversos formatos, geralmente são pequenos e também são os mais discretos. O mais famoso e versátil deles é o vibrador bullet, que é ótimo para a masturbação feminina ou para usar com o parceiro estimulando o clitóris junto com a penetração.

Outra opção para usar a dois é o Vibrador Butterfly, que é um vibrador pequeno preso a umas tiras que posicionam o vibrador no clitóris e que permite a penetração sem ter que segurar o brinquedo!

Vibrador Ponto G

– São os vibradores especialmente desenhados para estimular o ponto G feminino, localizado embaixo do osso púbico, na parede frontal interna da vagina. Existem muitas opções nesta categoria.

Rabbit ou Rotativo – é um vibrador com estímulo duplo.

O vibrador Rotativo é um vibrador com dupla estimulação, o corpo penetrável tem um sistema com esferas que estimulam o canal vaginal com uma rotação extremamente prazerosa, além de ter também um estimulador clitoriano. Na verdade, aqui temos uma pequena confusão iniciada no seriado de televisão “Sex and the City” e aqui vai uma curiosidade: neste programa, uma das protagonistas usou um vibrador rotativo, que é comercialmente chamado de Vibrador Rabbit só porque o estimulador clitoriano tem o formato de um coelhinho – o que não é verdade, visto que o nome Rabbit hoje em dia indica mais um tipo de vibrador do que ele ter ou não um “rabbit” nele! Depois disso, a busca por esse brinquedo foi absurda, todos começaram a chamá-lo de Rabbit e a confusão ficou ainda maior porque no mercado qualquer brinquedo com formato de coelho costuma ser chamado de Rabbit! Há quem diga que esse seria o vibrador completo, pois ele faz as funções de vários brinquedos em um aparelho só!

*Os ftalatos são um grupo de compostos químicos derivados do ácido ftálico, tal como o cloro ftalato, utilizado como aditivo para deixar o plástico mais maleável! Tal grupo de compostos é tido como cancerígeno, podendo causar danos ao fígado, rins e pulmão, além de anormalidade no sistema reprodutivo. Fujam dessa substância!!!

Aconselho a leitura do texto “Meu primeiro vibrador”, que fala sobre a experiência com vibradores!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.