Sofro de impotência e por isso quero que minha mulher transe com outro:

17
Leitor: Tenho 49 anos, sou casado e impotente há 10 anos. Devido a esse problema quero que a minha esposa arrume outro parceiro para ter relações sexuais. O que devo fazer para ela arrumar outra pessoa? Quando for sair com ela, como devo orientá-la para ela paquerar e ter um outro parceiro?


     Acredito que não seja fácil procurar um médico e que a sensação pode ser desconfortável, porém, é a sua relação que está em jogo! Nesse seu caso, acredito que arrumar um terceiro parceiro só piorará o seu casamento, visto que esse desejo não parece ser por fetiche, nem um desejo mútuo, mas sim por uma “necessidade” sem sentido. Assim, ou você procura um médico – que é a maneira mais rápida e prática – ou você fica tendo ideias que em nada ajudarão a melhorar o seu casamento.

       A fim de responder melhor a sua pergunta, fiz uma pesquisa e descobri o que já desconfiava: muitas vezes, a impotência é de cunho psicológico/emocional e pouco ou nada tem a ver com o fisiológico. Assim, vale a pena tentar entender os motivos de você estar assim. Como está a sua vida financeira? Como tem sido a sua rotina diária? Pergunto isso porque acontecimentos estressantes em nosso dia a dia podem causar transtornos enormes no lado afetivo, e podem inclusive causar impotência, visto que nem sempre dá pra viver em estresse e continuar mantendo a ereção normal. Um outro lado a se pensar é no seu casamento: há quantas ele anda? As vezes, é o seu relacionamento que está em decadência e não você que está com problemas. Você ainda sente tesão pela sua esposa? E em outras mulheres na rua? Pensar em respostas para essas perguntas certamente te ajudará a enxergar mais claramente em que caso você se encaixa.
        Se você chegou à conclusão de que o seu problema é fisiológico, acredito que ainda que seja desconfortável, o melhor que você tem a fazer é procurar um médico. Evite ideias com pouco sentido e que permeiam a cabeça de muitos homens, tal como ter vergonha de contar o seu real problema para um profissional por medo de ele te achar um “macho menos viril”, etc. O que ele mais vê no consultório são homens com o problema igual, e até mesmo mais complexos do que o seu!! Você será apenas mais um a ser consultado, e ele certamente “se esquecerá do seu problema” em poucos segundos, porque afinal de contas ele trabalha com isso e ver um homem impotente para ele é que nem acordar todos os dias: ele está tão no piloto automático que nem terá tempo para pensar coisas que vão além do pensamento profissional e da vontade de ajudar. Sem contar o fato lógico de que um médico está lá para ajudar, não para debochar de você! Ele é um profissional e escolheu trabalhar com isso por profissionalismo, não por malandragem!
         Se por outro lado você chegou a conclusão de que o seu problema é de cunho emocional mesmo, por que você não tenta fazer coisas que te relaxem mais, no que inclui até mesmo procurar um terapeuta? Se o seu problema é de cunho psicológico, você certamente não terá que melhorar nada lá em baixo, mas sim lá em cima!!!! Nessa hora, até livros de auto ajuda te servirão, e se mesmo assim você puder procurar um médico melhor ainda, até porque quanto mais áreas você puder analisar e cuidar, mais chances você terá de melhorar o seu problema, amar e transar à vontade!
        Por fim e como última opção, as vezes é o seu casamento que já deu o que tinha que dar; então, ao invés de você ser egoísta em não querer perder a companhia da sua mulher ainda que não a ame, seria interessante se separar dela em detrimento de pedir para ela transar com outro, e assim liberá-la para ser feliz e amada do jeito que ela preferir, até porque ela tem que transar com outro porque ela quer, e não porque você quer! Se ao contrário disso ainda existir amor de ambos os lados, seria importante mais uma vez procurar um profissional, seja ele médico, terapeuta, ou até mesmo os dois!! Não há porque medir esforços para salvar um casamento que ainda tem amor pelo simples fato de que mais vale deixar o orgulho e a vergonha de lado e partir para a ajuda profissional, do que perder um grande amor e boas noitadas de sexo!!

Boa sorte!



obs: Sugiro ler esse post do Dr,Drauzio Varella que acho que te ajudará bastante! http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/impotencia-sexual/

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.