Falta de sexo é sinal de falta de amor?

37

Você tem um parceiro que parece não querer mais transar contigo, pelo menos não como antigamente?  Seria falta de amor? Muitas pessoas associam a falta de desejo sexual com a falta de amor sim, porém, a grande maioria diz que isso pode estar associado a outras coisas, que não necessariamente estão ligadas a isso, listemos alguns delas:

Estresse: Todo mundo sabe que o estresse, tanto o físico quanto o mental, pode fazer estragos na vida de uma pessoa. Tem (muita) gente que quando tem algum tormento na cabeça perde completamente – ou pelo menos boa parte – do apetite sexual. Se o seu parceiro anda muito estressado, ao invés de ficar colocando o problema do sexo como mais uma cobrança e mais um fator estressante na vida dele, tente fazer coisas que o acalme e o deixe mais feliz, tal como uma boa conversa descontraída, que não fale de problemas, ou quem sabe uma massagem erótica sem esperar nada em troca? Atitudes assim podem acabar despertando o seu parceiro mais rapidamente do que você imagina!

Depressão: Há quem diga que não apenas a depressão, como também os remédios utilizados para combatê-la PODEM diminuir a vontade pelo sexo. Se o seu parceiro tem algum desses problemas, acho que vale muito a pena procurar um médico para conversar sobre isso, ou quem sabe até mesmo trocar o remédio (tudo com prescrição médica, não vamos piorar fazendo tudo sozinhos, né?!). Falando em remédios, alguns outros medicamentos específicos também podem cortar a libido, inclusive aqueles que nada tem a ver com depressão. Procure saber se o remédio que o seu parceiro toma – seja lá para que problema for- é um desses. Geralmente, é plenamente possível trocar de medicação e, tal como dito anteriormente, basta procurar um médico e JAMAIS parar de tomar a medicação sem a autorização desse profissional que está lá para te ajudar!! Não se esquecendo que parar de tomar a medicação pode trazer mil problemas a mais, e ainda por cima nem melhorar o que você achava que iria melhorar!

Brigas e cobranças do casal: Nem precisa falar que a pressão funciona negativamente com a maioria das pessoas. Se você está em um relacionamento com muitas brigas e cobranças, talvez esse seja um bom motivo para o seu parceiro perder parte do desejo por você. Não é todo mundo que funciona bem sobre pressão, e pior do que isso, muita gente pode acabar tendo um sintoma reverso e fugindo de vez de você!! Tente ver o seu parceiro como um animalzinho, que se você trata bem e dá carinho ele sempre voltará para perto de você e que, se ao contrário disso você só reclama com ele, ele não só fugirá, como poderá passar a ter medo da sua presença. Assim, fique esperto e não banque o mandão da parada!

Cansaço com a rotina sexual: Não raramente o casal se acostuma a fazer sempre as mesmas coisas, sempre do mesmo jeito, e em alguns casos alguém pode inclusive acabar “regredindo no sexo”, não se dedicando tanto quanto antes, e até mesmo deixando de fazer coisas que o parceiro adora. Se por exemplo a mulher adora um carinho, uma massagem, ou outro tipo de preliminar e o homem deixa de fazer isso, é plenamente possível que com o tempo ela acabe desanimando, até acabar associando o sexo com chatice. O mesmo pode acontecer com o homem, que se por exemplo tem uma mulher cheia de “não me toque”, que nunca quer fazer algo diferente, também pode acabar cansando com a mesmisse. Ter boa vontade de sair da rotina sexual pode salvar não apenas o sexo em si, mas também o relacionamento. Se alguém precisa de ideias para isso, basta ler o nosso post de “Dicas para sair da rotina sexual”.

Por fim e não menos importante pode vir a traição: Muita gente – nisso digo tanto homens, quanto mulheres – depois de arrumar um amante pode acabar sentindo menos desejo sexual pelo parceiro, não necessariamente porque não o ama mais, mas sim porque já gastou a energia sexual com a outra pessoa!! Nisso a gente acaba descobrindo que fora os problemas óbvios da traição que todo mundo já sabe, ainda tem mais essa de poder não dar conta de duas pessoas e acabar prejudicando “a que sobrou”. Sem contar que, independentemente do tipo de sexo praticado e com quem seja, o sexo consome energias, que consequentemente podem interferir no libido sexual, porque afinal de contas, uma pessoa “normal” não sente fome o dia inteiro, certo?!

Por fim, antes de julgar e culpar o outro por não querer algo, vale a pena ver o que nós estamos fazendo para melhorar isso. Fazer a própria parte é algo que nunca deve faltar, já que todos nós sabemos que ficar esperando muito do outro é algo que nem sempre dá certo.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.