Ela me largou para poder experimentar uma aventura com outro, e agora?!

15

Leitor: Há mais ou menos 1 mês conheci, ou melhor, me envolvi com uma funcionária do banco onde diariamente opero minhas contas. Ela é caixa e sempre que conversávamos pintava um climinha, porém, eu tinha namorada e sempre respeitei isso. Me separei e resolvi investir nesta pessoa e de início deu super certo. Durou apenas 15 dias, mas foram os melhores 15 dias da minha vida. Saimos juntos, viajamos juntos, fizemos coisas que eu nunca teria feito com outras pessoas. Porém, ela tinha um amigo de longa data da qual ela mesma dizia sentir um amor platônico, e este amigo quando soube que ela estava feliz e namorando, resolveu apelar e se declarar a ela. Resumo, ela terminou comigo pq dizia ‘precisar’ viver essa história com ele. Só que ela sempre o teve como irmão, e quando se beijaram, ela mesma disse ter sentido algo estranho. O X da questão é, ela terminou comigo, ficou com ele, saiu mais duas vezes comigo e depois assumiu a relação com ele. Porém, é comum ela me ligar no meio da noite e as vezes pela manhã dizendo sentir minha falta, falta da gente. Quando perguntada se ela está feliz, a resposta é “não, estou me sentindo angustiada”.Eu não sei mais o que fazer, tá sendo doloroso demais pra mim ter que ouvir essas coisas e não poder tê-la.Obrigado.

Na maioria das vezes, quando a gente resolve se relacionar com alguém que ainda não tenha resolvido suas pendências amorosas do passado ou que se sinta frustrada por não ter vivido alguma experiência romântica, tendemos, quase sempre, a acabar sobrando na história. Foi o que parece ter ocorrido com você. Isso porque a pessoa se tornará incapaz de se entregar inteira à nova relação. Haverá sempre aquele ranço do passado ou aquele anseio de experimentar o que, por algum motivo, não foi anteriormente possível. Então, sempre quando surge a possibilidade de a pessoa satisfazer a curiosidade de como teria sido se ela tivesse vivido aquela experiência ou a chance de modificar algo que ficou mal resolvido no passado, resgatando a antiga relação, ela não titubeará e será capaz de abandonar até uma relação atual bem sucedida, pois infelizmente existem pessoas que querem viver a vida real como se esta fosse um enredo de novela.

Ao que tudo indica, essa garota com quem você se envolveu parece gostar de viver no reino das fantasias. Observe que ela trocou uma relação, embora recente, concretamente feliz que tinha com você, para se aventurar em outra onde ela nem ao menos sabia se iria gostar do beijo do outro cara lá. É preciso compreender que existem pessoas que, para se sentirem bem consigo mesmas, têm que experimentar tudo o que gostariam e se não puder ser assim, é como se o que tivessem não valesse realmente a pena. Perceba que, apesar de toda felicidade que ela gozava com você, ela abriu mão de tudo isso para satisfazer uma paixonite que parece ter sido muito mais alimentada pelas fantasias dela do que por sentimentos verdadeiros. Ela demonstra ser impulsiva e incapaz de ponderar suas próprias ações. Ao que parece, ela simplesmente vai agindo para ver no que vai dar.

Ela aparenta ser uma pessoa muito impulsiva e você parece padecer do mesmo mal, embora talvez em menor escala. Você engatou um namoro com uma desconhecida dentro de 15 dias com base  apenas em uma paquerinha de banco enquanto o mais prudente seria, pouco a pouco, vocês irem se conhecendo através de saídas e ficadas, para que assim, vocês dessem a oportunidade um ao outro de irem cada vez mais adiante. Talvez se você tivesse agido com essa cautela, teria percebido esse forte desejo que ela possuía de vivenciar esse amor platônico que nutria pelo amigo e essa personalidade imatura, mantendo-se já em alerta e mais livre para avaliar se valeria a pena investir nessa relação ou não. Isso teria te poupado dessa frustração e sofrimento que sente agora.

Você mesmo disse que fez com ela coisas que você não faria com outras pessoas e que chegaram, inclusive, a viajar juntos, ou seja, você atropelou as coisas, deixando de passar por etapas preliminares e saudáveis a um relacionamento, como saírem juntos para comer alguma coisa em um restaurante para terem a oportunidade de apenas conversar, mandar mensagenzinhas fofas via SMS só para dizer que se lembrou dela e etc. Você viveu situações com ela que os casais costumam vivenciar apenas quando já têm um certo tempo juntos porque, antes disso, eles gastaram seus tempos se conhecendo até alcançar determinado estágio de intimidade para a partir daí programarem viagens juntos e etc, pois relacionar-se também implica tentar conhecer a índole e a personalidade do outro. Sem isso, é tão somente uma aventura, e aventura tem uma característica que lhe é muito peculiar: causar fortes emoções que com a mesma intensidade que vêm, passam.

Essas sensações passaram, o que implica dizer que, para você, a realidade começou agora, ou seja, depois de 15 dias, você descobriu que ela ainda não sabe bem o que quer da vida, que não é capaz de ponderar sobre suas ações e que provavelmente se manterá assim se você continuar alimentando isso (te mantendo em banho-maria, falando que não está tão feliz assim com o outro, enquanto ao mesmo tempo também não fica contigo!). Assim, se você permanecer aceitando sair com ela enquanto ela está com o outro, estará se colocando em uma situação que não te satisfaz, pois você não a tem por inteiro e, de quebra, ainda estará estimulando essa indefinição.

Assim, penso que você deveria deixar de atender aos telefonemas dela e encerrar, durante um tempo, qualquer forma de contato, ainda que isso seja difícil para você. Isso dará a ela tempo suficiente para pensar sobre o que realmente quer e de quem ela gosta de verdade, porque com essa comodidade de namorar o outro e ficar com você quando ela bem quiser, acho pouco provável que ela sinta necessidade de parar para pensar nisso. Além do mais, você acha mesmo que vale a pena namorar alguém tão volúvel a ponto de ficar com duas pessoas ao mesmo tempo sem saber quem quer de verdade? Você já parou para pensar no que é que ela talvez diga ao outro a respeito da relação de vocês? Já imaginou o que ela poderá fazer contigo se vocês voltarem a namorar e aparecer outra pessoa na vida dela?

Ela é muito indecisa e parece ser do tipo que não perde a oportunidade de experimentar uma nova sensação, tal qual uma adolescente. Sendo assim, penso que esteja na hora de você ceder menos às suas emoções e começar a ponderar sobre tudo isso.

Instagram
Share.

About Author

Colaboradora do Pergunte a uma Mulher. 25 anos, formada em Direito, adora assistir a um bom filme, apreciar uma boa música, ler um bom livro em uma tarde ensolarada e fresca, escrever sobre suas impressões do mundo e observar e refletir sobre a vida. Afinal, "sei lá, sei lá, a vida é uma grande ilusão. Sei lá, sei lá, só sei que ela está com a razão".