Falta de dinheiro atrapalha pegar mulher?

35

Leitor: insegurança por falta de dinheiro.


sou um cara que não trabalho fixo, ganho dinheiro fazendo alguns bicos, tenho 20 anos sou solteiro e n tenho dispensas, consigo me virar bem com o que ganho,mas na hora de se chegar em uma mulher, eu olho logo o “porte” dela, se eu ver que ela ocupa uma classe social superior a minha e ver que ela gosta de sair para lugares caros eu nem tento por insegurança, meus pensamentos logo ficam negativos a respeito de conseguir algo com ela penso logo na condição que vo poder oferecer a ela,o pensamento é,( uma mulher dessas nunca vai querer ficar com um cara como eu, eu não tenho chances com ela e quando ela perguntar onde moro..) e acabo não tentando por isso, e também tem o lance de que um moro em um lugar ruim, e eu n iria me sentir a vontade levando uma garota que é acostumas andar em lugares sofisticados pra minha casa onde é tudo completamente oposto, acho q ela vai me rejeitar por isso. me ajudem.. como acabar com isso?

       Eu poderia te dar como resposta aquele clichê simplista que diz “se a mulher te amar de verdade, nada disso importará“, ou então “se ela for vagabunda ela ligará para dinheiro, se não, não“, mas sinceramente acho que esse tipo de opinião só mascara o problema real de grande parte da sociedade (falei bonito, eu sei! haha).

      Para melhor te responder, conversei com algumas pessoas a respeito desse seu caso; a maioria de classe média, e as respostas foram bem interessantes. Algumas mulheres falaram que não ligam do cara não ter dinheiro, mas ligam se o mesmo estuda, trabalha, e se tem algum futuro. Ou seja, para muitas, se você não tem dinheiro, mas é uma pessoa batalhadora, com objetivos, e POTENCIAL FUTURO, as suas chances com elas aumentariam consideravelmente. Por que isso? O que muitas dizem  é que o problema não é bem o homem não ter dinheiro, mas sim ele não ter objetivos comuns com ela. Se por exemplo o homem não teve estudos e a mulher teve, muitas vezes os objetivos de vida de ambos acabam se afastando por conta dessa “realidade distinta”, por assim dizer. Assim, a mulher poderia, por exemplo, querer fazer uma faculdade, e o homem achar besteira, e por aí vai. PORÉM, se o homem é “pobre”, mas tem o mesmo esforço que a mulher, e também acha interessante muitas coisas que ela também acha, as chances podem aumentar ainda mais. O que quero dizer com isso é que muita gente liga para dinheiro sim, e não, não são todas umas vagabundas interesseiras (quem quiser leia o post Todo mundo é interesseiro no relacionamento), mas sim pessoas que vivem em uma realidade X, e por algum motivo não querem sair dessa realidade, e cabe a nós respeitarmos esse direito delas. Tem gente que só quer namorar uma mulher se ela for bonita, tem mulher que só quer namorar o homem se ele for rico, enquanto tem outros que acham que inteligência é fundamental, e por aí vai. Cada um com os seus gostos e “futilidades”, e cabe a nós não sermos hipócritas em dizer que não somos fúteis em nada, que fútil é só o vizinho e que nós só olhamos a alma das pessoas haha.
                            
     É claro que muitas mulheres – ou melhor, pessoas – ligam para dinheiro, e expliquei no blog alguns possíveis motivos disso no post Mulher também gosta de dinheiro, porém, não é porque você não o tem que você estará perdido na vida e não terá outros méritos a seu favor (tal como um bom papo, inteligência, ou até mesmo uma bela bunda haha). Assim, o dinheiro poderia te ajudar SIM, porém, isso não é uma regra absoluta para todas as mulheres, até porque já cansei de ver casais de classe sociais bem diferentes juntos e FELIZES! Sem contar que o charme de um homem geralmente está presente em algo muito mais complexo do que isso, e que por sinal dinheiro nenhum compra. Não fique cismando apenas com a falta de dinheiro e tente considerá-lo como um acessório, do tipo: “eu não tenho essa pulseira de ouro, mas tenho um belo brinco de prata, e SE eu fizer muita questão de ter mais, irei trabalhar por isso” (exemplo feminino para falar com homem foi ótimo haha, mas acho que deu para entender!)

      Ao que parece, você tem um certo tesão em mulheres mais abastadas do que você ao mesmo tempo que você tem medo delas. Nisso eu só poderia te sugerir duas coisas: primeiramente, se você fica tão inseguro em relação à isso, porque você não tenta procurar mulheres mais próximas da sua realidade atual? Eu mesma faço isso até hoje: se um homem é de um estilo que me deixa muito insegura e isso me faz mal, eu simplesmente mudo o tipo de homem e tento procurar o que quero em outros lugares. Acho que talvez fosse interessante você ao menos experimentar essa tática pelo menos enquanto você não adquire segurança o suficiente para se sentir bem perto de meninas que você acha que irão te “recusar” por ter um ter um padrão de vida mais elevado do que o seu. Muitas pessoas procuram se encontrar em “tribos” por algo que elas sentem que tem em comum, por que você não tenta fazer o mesmo? É claro que nada impede uma pessoa de uma tribo se encontrar com uma de outra, porém, acredito que essa estratégia te ajudará a dar os primeiros passos e a se sentir menos inseguro, para quem sabe em breve se libertar dessas amarras e conseguir falar com a menina que você bem entender, seja ela rica ou pobre, feia ou bonita, etc.

      “Ah, mas eu gosto desse tipo de mulher e não tem jeito”. Nisso te respondo: se você realmente quer isso, converse com essas mulheres, e esteja preparado para todos os prós e contras que TODO MUNDO tem na hora da conquista. Assim, se você levar um fora de uma menina, não necessariamente será porque ela achou que você é “mais pobre do que ela”, até porque fora TODO mundo já levou fora na vida, e os motivos que a gente acha que nos fez ser dispensados nem sempre são os motivos reais do fora. Tem gente que acha que levou um fora porque é gordo e a outra pessoa, que nem ligava para gordinhos, não quis porque o interessado(a) tinha mal hálito haha, e por aí vai! Ou seja, se você quer um tipo de mulher que você considera distante da sua realidade de vida, você terá que se decidir em começar a encarar a situação como homem, conversando, trabalhando ou seja lá o que for que pudesse te aproximar dela, ou então você simplesmente desencana e começa a procurar pessoas com as quais você não se sentiria inseguro em falar. O que não dá é você ficar se lamentando porque ninguém te quer, porque é pobre, ou por isso e aquilo. Se você está insatisfeito com a sua vida profissional, corra atrás dela porque será a partir daí que você começará a ter a sua auto estima de volta, e consequentemente poderá chegar nas meninas que você quer sem nenhum tipo de complexo de inferioridade. 

     As vezes, tendemos a nos lamentar e a nos sentir rejeitados por essa ser a opção mais cômoda, enquanto na verdade o que falta é mais atitude e força de vontade para ser quem gostaríamos de ser. É claro que choverá gente te dizendo “relaxa que um dia você encontrará alguém que te ama do jeitinho que você é”, e isso pode até ser verdade, mas eu sinceramente acho que se algo em você te incomoda, é importante dar um jeito de melhorar isso. Não pelos outros, mas por você mesmo, até porque acho muito cômodo continuar se sentindo mal e reclamando que ninguém nos quer ao invés de ir à luta para tentar mudar isso (e o gosto da vitória é delicioso!!)!

      Por último: talvez, e só talvez, você se atraia por esse tipo de mulher justamente por achar que é atraente ter uma vida boa, etc. Assim, nada mais justo do que você mesmo começar a correr atrás da vida que você gostaria de fazer parte. É claro que nem tudo está exatamente bem distribuído em classes e em méritos pessoais, porém, se você não se acha merecedor de algo bom, tende a ficar cada vez mais difícil você conseguir esse “algo”, e nisso você mesmo acaba se distanciando de pessoas que muitas vezes iriam te querer “pobre ou rico”, né? Acho que a mudança terá que começar por você mesmo, e se ela não for psicológica (em acreditar que você tem outras qualidades e que não é menos pela falta de dinheiro, etc), que seja de atitude em correr atrás do que você acha que é importante para você.

Boa sorte!


Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.