Minha mulher já fez orgias!

129

Leitor: Olá

Preciso de uma perspectiva feminina ao meu “problema”. 
Minha mulher antes de me conhecer fez sexo a três com seu antigo namorado e um amigo, ela costumava fazer esse tipo de orgia e não se importava. Só que agora eu fico muito pensativo em relação a isso, pois como posso pensar em casar com uma mulher que teve relações sexuais com dois homens e até mesmo com outra mulher?

Eu sei que não devia pensar nisso, mas penso! Ainda mais por que foi com ela que eu perdi minha virgindade! E agora o que eu faço? 

Eu olho para ela e lembro disso e de outras coisas que ela já fez antes de me conhecer, e isso me entristece!




         Olha, sinto te informar mas tem mulheres que fazem ou fizeram bem pior do que isso, nem te contam e você jura que é santa! A diferença aqui é que sua mulher contou o “passado negro dela”, e acabou sendo mais uma que deixou o cliente entrar na cozinha e que agora ele fica receoso de comer hahaha. De qualquer forma, você não está se achando um pouco machista conservador, não? Porque cá para nós, (quase) todo mundo acha super normal um homem querer transar com duas, mas a mulher transar com dois que é bom nada! Não que eu seja do tipo que um dia iria querer isso, até porque ter um para mim já é ter demais e muitas vezes mal aguento o que tenho, massssss convenhamos que alguém querer ter tido dois não é nenhum grande absurdo nesse mundo de hoje; e claro que isso também não quer dizer que você tenha que aceitar só porque “muita gente aceita”….

         Acredito que essa decisão virá de você mesmo em pensar se você conseguirá ou não lidar com isso numa boa: se você acha que você terá eternos pesadelos com isso estando ao lado dela, acho melhor você se desvincular mesmo porque ninguém merece um tormento mental 24 horas por dia, e tampouco ela merece uma pessoa que não respeita o estilo de vida passado dela. É claro que ninguém é obrigado aceitar ninguém, mas acho um tanto quanto chato você ficar se martirizando e martirizando ela por conta de PASSADO. Quem é que nunca fez uma besteira na vida? Quem é que nunca teve uma “fase negra” (besteira e/ou “fase negra” na visão do outro, não necessariamente na dela, claro!) ? Duvido que se você contar do seu passado ela também não terá nada do que reclamar de você, até porque cá para nós que a “fase negra” de quase todo homem, não raramente, é por exemplo ter transado com umas bagaceiras que nem o capeta acredita! Acho que uma história estilo essa também não seria mentalmente tranquila para ela. Enfim, não existem mais santinhos no mundo, então não cobre tanto.

     Por outro lado, também acredito que todo mundo tem aquela listinha de meia dúzia de coisas insuportáveis que se você soubesse não conseguiria nunca mais olhar a pessoa da mesma forma. Pois bem, se esse fetiche que ela realizou estiver na sua lista, você tem todo o direito de largar mão, mas um conselho: ou sai da chuva ou se molha, porque ficar nesse vai e não vai só reclamando não irá te levar a nada. Se lamentar apagasse o passado, talvez isso pudesse até te ajudar, mas primeiro que isso não é possível, e segundo que mesmo que fosse, não necessariamente isso seria algo que sua mulher iria querer apagar, até porque se você discrimina essa atitude e ela é mais liberal do que você, o jeito é você conviver com isso.

         Quanto ao caso de você ter perdido a sua virgindade com ela, você está novamente se lamentando por águas passadas: o que que tem que ela que tirou a sua virgindade?!!! Isso te prende a ela? Deixa ela ou você mais sujos? Os dois quiseram e aconteceu, e aí está outra coisa que você se lamentar não te trará nada, tampouco a sua virgindade de volta. Acho que você chora demais pelo leite derramado enquanto poderia estar simplesmente vivendo. Se não der certo com ela paciência, não dramatize tanto os fatos da vida.

Boa sorte!


Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.