Como fazer meu namorado me procurar mais na cama?

55
Leitora: Poxa, eu queria um conselho, não sei mais o que fazer para meu namorado me procurar na cama, eu venho fazendo de tuudo e mais um pouco e ele foje de mim! Temos 5 anos juntos e antes, com mais o menos 2 anos de namoro, era todo dia ate mesmo a gente passeando na rua ele ficava excitado e agente partia pra qualquer lugar. Hoje temos uma filhinha de 8 meses, mas sou muito bonita, meu corpo é bonito, não entendo. As vezes me sinto um lixo… Nao sei mesmo o que fazer sendo q ele nao gosta de velas no quarto nem rosas sobre a cama. 
Poxa tô muito mal com isso, outra mulher ele não tem se não ele já tinha terminado pq já estamos há 4 meses sem fazer nada e quando a gente faz é super sem graça, é coisa rápida, não tem nem beijos e nem carinhos.. Me ajuda, bjooooo!

           Lendo o seu problema, a primeira pergunta que me veio à cabeça é: independente das velas na cama e das rosas no quarto, que ainda que sejam atitudes válidas não deixam de estar mais para “embelezadores externos”, será que ao ter se casado e tido um filho dele você não jogou o seu lado mulher – ou pelo menos boa parte dele – fora não? Claro que ser bonita e gostosa aliado à um bom ambiente sempre ajuda no clima e na excitação, porém, se você se esquece do seu lado mulher, ele pode acabar te vendo apenas como “mãe”,” mulher de sempre”, ou qualquer outra coisa relacionada a isso, entende? Lembrando que muitas vezes o homem nos vê assim porque a gente “fomenta essa ideia”, e não porque nos casamos ou tivemos um filho de fato…
                                 
        Não tenho filhos, mas tenho amigas mães e noto que, ainda que nem sempre percebam ou admitam, algumas delas ficam tão extasiadas com a maternidade que só querem saber do bebê, e se esquecem de certos detalhes que elas tinham antes e que podem fazer toda a diferença na hora de estimulhar um homem, principalmente no que diz respeito à mostrar o seu lado mais quente e provocativo, por assim dizer. O que quero dizer com isso é que muita gente encarna a mãe literal, e só falta vestir aqueles blusões com chinelos escrito ”sou mãe e me comporto como tal, ok?!”. É como se depois da maternidade muitas delas se sentissem em uma nova vida, e claro que é nova, mas que nem por isso precisa deixar o lado “quente” e “sexual”, porque afinal de contas o dia tem 24 horas e com certeza todo filho adorará ver os seus pais juntos e felizes (mesmo que ele não entenda que para isso é preciso um pouco de sexo hehe)!! 

         Claro que o seu namorado deve ficar feliz em ter uma mãezona, porque afinal de contas, quem é que não quer ver um filho sendo bem criado? Porém, o que você não pode deixar acontecer é que com isso ele comece a te ver quase que como uma santa, como a geradora do filho dele, e nada muito além disso, entende? Não sei se ele é machista, mas se for, isso pode ser pior ainda, visto que muitos homens machistas acham que não só a mulher grávida, como a “mulher mãe” merece muito mais respeito no sentido do “não se pode mais tratá-la como uma mulher comum, porque afinal de contas ela pariu o meu filho!”, sendo que as vezes tudo o que a gente quer é ser tratada como uma mulher “comum”, pelo menos no que diz respeito a um bom sexo com entrega e sem pudores. Sei que muita gente pode achar essa ideia da “mãe santa” algo bobo e ultratapassado… mas que tem muito homem que ainda pensa assim em pleno século XXI, isso tem!!! Lembrando que tem homem que não transa direito com a mulher desde que ela engravidou, tal como já vimos em alguns casos contados aqui pelo blog (Grávidas não despertam desejo sexual?)

         Acredito que você não quer ser vista apenas como uma mulher “boneca de porcelana”, mas também como uma mulher cheia de carne, sangue e desejo (deu até um calorão aqui agora haha), certo?! Pois é, mas se você não mostrar isso para ele, pode ser que ele morra te achando um tédio! É claro que os anos de casamento também podem colaborar – e muito – para a queda do desejo, mas ao mesmo tempo, vejo não só conhecidos, como também leitores desse blog casados há 10, 20, 30 anos e que tem uma vida sexual ativa e feliz até hoje, o que me faz pensar que, ainda que seja difícil, isso é possível sim! 

        Conversando com alguns homens, também descobri que tem coisas que eles consideram “tiro e queda”: de acordo com muitos deles, uma mulher de atitude (sem ser vulgar, ok? muitos deles ainda não se acostumaram com “assanhamento demais” hehe), cheirosa, com uma lingerie bonita (se tiver vergonha não precisa ser aquelas estilo “putona safada”, basta ser bonita e sensual), e com vontade de fazer um bom sexo oral, mata qualquer um!! Muitos homens consideram essa combinação bombástica, dizendo também que tem pouca coisa mais estimulante do que uma mulher “ativa na cama”. Por outro lado, muitos deles também dizem que não tem nada mais broxante do que uma mulher que não gosta fazer agradinhos para eles e só quer receber e ser procurada.

           Por fim, sei que esse papo de “converse com o seu parceiro” é algo clichê e batido, mas nem por isso a importância disso se torna menor. Assim, se nada disso adiantar, vale a pena abrir o jogo com ele e dizer que você sente falta desse lado bom da vida. Se por outro lado você tiver vergonha de falar sobre sexo até com a pessoa que você divide o dia a dia, fica mais fácil ainda entender os motivos da vida sexual de vocês estarem tão incompatíveis, e sugiro a leitura do post “Como se entender melhor com o seu parceiro?“. Mais tarde também pretendo escrever o post “Até quando um homem machista pode atrapalhar a vida sexual do casal?”, que acho legal você ler caso o seu namorado seja um deles!


Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.