Como melhorar meu beijo?

33
Leitor: Tenho uma relação de quase 10 anos. Atualmente estamos bem, entrando numa fase boa. Mas ela não gosta de beijar. É um drama para beijarmos. Na casa tudo bem. O sexo funciona, mas o beijo… Quase uma lenda. O que pode estar havendo com a minha esposa?


Estou me sentindo uma escritora de posts para adolescentes para ensinar como se beija, mas sei que você não é um adolescente, então lá vamos nós!! Não acredito que sua mulher não gosta de beijar, até porque se esse fosse o caso, certamente você nem teria se casado com ela – a não ser que você acreditasse em amor sem carinho, porque beijo é carinho. Acredito que o problema atual dela não é com o beijo em si, mas sim com beijar você. Sei que isso é algo meio duro de se falar, mas pensando pelo lado positivo isso não necessariamente significa que ela não te ama mais, mas sim que provavelmente você está fazendo algo errado. Pensando nisso, te citarei alguns possíveis problemas com respectivas dicas para melhorar o seu beijo. Sei que algumas dicas parecerão meio bobas, e outras um pouco óbvias, porém, convenhamos que o óbvio as vezes é a última coisa que percebemos, hehe:

– Você cuida do seu hálito? Cuidar da boca, as vezes é que nem cuidar da parte íntima: se a gente passou um tempo sem se limpar, é bom limpar novamente antes de usar! Sei que as vezes para a gente está tudo bem, mas para o outro não está, e basta um pequeno “cheirinho” para desanimar até o mais estimulado. Lembre-se que cuidar da higiene bucal não é só escovar os dentes, é também passar o fio dental, porque se tiver algo preso na sua boca pode feder mais do que gambá podre, pode acreditar!

OBS: Nunca se esqueça de usar aqueles escovadores de língua. Pouca gente usa, mas não coincidentemente muita gente tem aquele brancão/amarelão nojento na língua que, entre outros motivos, está lá porque a língua não foi devidamente “escovada”, urgh!! Por sinal, é relativamente difícil encontrar esse apetrecho em farmácias, mas não desista que você encontra! 

– Você usa “balinhas” orais? Aqui entra o famoso halls e todos os seus primos e demais parentes, porém, vale a pena lembrar que ele só mascara e deve ser usado em “último caso” ou para complementar uma boca que já está limpa e cheirosa. O bom mesmo é ter sempre um kit dentário dentro da bolsa, do carro, ou da mochila se for o caso.

– Você já foi ao médico do estômago? Nem sempre escovar os dentes, passar fio dental, escovar a língua, e usar balinhas é garantia de um bom hálito, porque as vezes o problema é mais embaixo, ou seja, lá no estômago! Eu mesma conheço um caso de uma mulher que não queria mais beijar o marido porque mesmo que ele escovasse os dentes, o mal hálito era evidente. Enfim, depois ela pediu para que ele procurasse um médico e ele descobriu que o problema era no estômago, ele fez um tratamento, se curou e dá-lhe beijo na boca depois disso! haha!

Uma outra questão: sabe aquelas dicas bestas de internet para adolescentes que nunca nem beijaram? Pois é, sei que elas são bobas, mas as vezes vale a pena relembrar algumas delas porque vai que você se esqueceu de algo com o passar dos anos hehe? Relembrar não custa:

 Comece com calma, e não tenha pressa em beijar logo.

 Tente se ajustar ao ritmo da outra pessoa: ninguém beija sozinho, ou seja, você não pode simplesmente beijar do jeito que você beija e pronto. Sentir o ritmo do outro é essencial para que você possa acompanhar e fazer o seu (novo) beijo – novo porque ninguém beija sozinho e cada beijo feito a dois é um novo beijo.

 Cuidado com a boca: fora as dicas de higiene que foram dadas no começo dessa postagem, não vá abrir ou fechar demais, porque isso pode assustar a gatinha (usei o gatinha porque acabou de baixar um espírito operário em mim, haha).

 Você não precisa beijar só com a boca: enquanto beija, você pode fazer um carinho no cabelo, ou nas costas por exemplo. Como ela é sua esposa, você pode ousar um pouco mais caso sinta que o beijo pode chegar à outra coisa, mas atenção: isso só se você sentir mesmo, nada de forçar uma situação que não existe.

 Cuidado com movimentos bruscos demais: isso inclui não só boca e cabeça, como o corpo todo, até porque beijo não é máquina de lavar, e nem centrífuga hehe.

 Os lábios são sensíveis: aproveite para tocá-los com cuidado (pode ser com a língua também, uii!)!

– Por fim, fechar os olhos é bom, mas de vez em quando também é bom dar uma espiadinha rápida e discreta para ver se o outro está gostando, e aí sim quem sabe melhorar ou manter o seu beijo.

Como disse, sei que algumas dicas são óbvias, e outras bobas que te faz ter vontade de me xingar (“Está achando que tenho 14 anos, minha filha?” hehehe!), mas mesmo que queiramos nos fazer de “super fodões do beijo e que já beijá há anos”, muitas vezes nos esquecemos do evidente. Não tenha medo de assumir que as vezes o seu beijo ou o seu cuidado íntimo não está tão bom assim. Sei que na hora dói e você se sente péssimo, mas pense que depois que você reconhecer o erro e aprender, você vai arrasar quarteirões, até porque não admitir o erro só te fará ficar na mesmice de sempre, e o pior: sem beijo!

Boa sorte!


Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.