Devo confiar em uma mulher bissexual?

23
Leitor: Estou morando com minha noiva e descobri vários emails dela trocados com mulheres com as quais ela se envolveu sexualmente por mais de 6 anos. Eu a confrontei sobre isso e ela admitiu que eram fantasias que tinha, mas que quer casar e viver só comigo, ter filhos e que não tem mais vontade de estar com mulheres. Nos anúncios dela que descobri, ela se anunciava como casada (como era antes de me conhecer), mas bissexual e que queria só sexo com mulheres e que o marido não sabia e nao participava. Minha pergunta é: devo confiar nela? Será que ela nao se envolverá mais com mulheres? Meu medo é que estamos planejando ter um filho. E estou muito desconfiado. Agradeço desde já.


Acredito que nesse caso o fato de a pessoa ser bissexual ou heterossexual não importa tanto quanto o fato de você saber se pode (ou não) confiar nela. Ninguém é obrigado a ser hétero e cada um tem a sua orientação sexual, mas acredito que independentemente de a pessoa gostar do que gosta, ela tem que ser fiel à pessoa que ela escolheu. Assim, sua mulher tem o direito de gostar de homens e de mulheres, bem como você tem o direito de gostar apenas de mulheres; o que vocês não têm é o direito de trair por sentir atração por outras pessoas fora da relação, e isso independe do sexo delas, entende? Com isso quero dizer que o que está em jogo aqui é se você consegue confiar na sua mulher e no caráter dela, até porque traição é traição e isso independe de orientação sexual.

Nunca podemos ter certeza se nosso parceiro será fiel a vida toda e não tem como haver garantias de fidelidade, porém, o que você pode fazer é ver se você conseguiria viver em paz e tranquilo com a mulher que você escolheu para você. Sempre dizem que mente vazia é oficina do diabo, e costumo falar que a cheia também é!! Já pensou você ficar se preocupando 24 horas por dia se sua mulher irá ou não ficar com outra? Isso seria sofrido, né? E concorda que mesmo que no fim ela não te traísse coisa nenhuma, você teria sofrido um monte (à toa?). Você também concorda que mesmo que você descobrisse que ela te traiu, o seu sofrimento também foi em vão, já que ela teria te traído do mesmo jeito?!! Com isso não fica difícil perceber que neurar e se preocupar em demasia nunca vale a pena, porque acontecendo ou não o que ”prevíamos”, no fim nós nos desgastamos com algo que não iria alterar o desfecho da situação, se é que você me entende.

E fora parar para pensar se você conseguiria viver com essa incerteza, até porque, como disse, mesmo se ela fosse hétero, você nunca teria 100% de certeza da fidelidade dela e nem de ninguém, acho importante você pensar até que ponto esse flagra te machucou, e até que ponto essa atitude dela em ter procurado parceiras pela internet te traumatizou. Isso chegou ao ponto de você ficar mais infeliz do que feliz na relação? Mais preocupado do que tranquilo? Pensando mais abobrinha do que estando em paz? Porque a depender da resposta, não fica difícil entender que: ou você parte para outra, ou procura tratamento, porque viver assim não dá e prejudicará não apenas você, como também a sua mulher que terá que lidar eternamente com um homem traumatizado e desconfiado.

Imagino que não é nada bom ver nosso parceiro procurando por outros, mas aconteceu e já era. Não tem como você chorar pelo leite derramado, e sabemos que o que não tem remédio, remediado está. Agora cabe a você começar a mudar a sua vida, ou melhor, a sua cabeça para começar a ser feliz, com ou sem ela. Lembre-se sempre que uma vez feita a sua escolha, seja ela qual for, não vale ficar chorando depois. Pense agora antes de ter o filho se você conseguirá amar e conviver com essa mulher, e se decidir que sim, corra os riscos como um homem maduro que acredito que você seja, sem se martirizar pela escolha que querendo ou não será sua. Nem tudo na vida são flores, e as vezes temos que tomar a decisão que menos nos machucaria, porque situação perfeita não existe nessa vida.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.