Entrevista com um Crossdresser (CD)

109
crossdresser


** Bom dia!! Gostaria muito de agradecer a entrevista, e de estar me dando a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os crossdressers! Como acredito que muita gente deve estar perdida como um dia fui, gostaria que você se apresentasse e falasse um pouco sobre o que é ser um crossdresser (CD):

Olá sou a Gisele, uma crossdresser, um homem que gosta de se vestir de mulher, de 35 anos, casada e heterossexual que tem o fetiche/ hobby de se vestir com roupas femininas. Tenho uma vida masculina normal, gosto de futebol, carros, etc., mas de vez enquando meu lado feminino toma conta de mim.
** Como você se descobriu um CD? Você acha que em geral os CDs se descobrem quando crianças vestindo as roupas da mãe, ou isso não tem nada a ver? Pergunto isso porque muitos alegam ter se descoberto assim.
Meu primeiro contato com o universo feminino foi na adolescência, quando uma namorada me pediu para eu passar um batom por ter a boca “bonita e bem desenhada”. No principio relutei, mas no momento da intimidade acabei topando. Aquele gostinho do batom nunca mais saiu da minha cabeça.
Outra vez fui dormir em uma casa de outra namorada de improviso e depois de um banho ela me deu uma calcinha de algodão que não era tão cavada e um pijaminha regata com um shortinho cavado, como tinhamos quase o mesmo corpo caiu super bem em mim, o difícil foi esconder a excitação.
Ela brincou comigo dizendo que eu tinha um bumbum bem feminino e que iria contar para os meus amigos que eu tinha dado “sinal de alerta” e gostado de usar a sua calcinha. Eu a agarrei e transamos loucamante. Lógico que ela não contou para ninguém.
** Você acredita que caso nunca tivessem te dado um batom para passar talvez você nunca teria se descoberto um CD?
 
Acho que se não tivesse o contato provavelmente não. Somos educados desde crianças com os papéis masculinos e femininos bem distintos. Não que eu seja contra isso, mas acho que pode refletir um desejo de experimentar o outro lado, sabe aquela coisa do proibido ser mais gostoso.
** Sei que hoje em dia você está certo de sua sexualidade, mas você já chegou a ter dúvidas sobre a sua sexualidade, inclusive por causa desse tabu social de afirmar que CD é sempre no mínimo um gay irrustido? 
 
Antes de conhecer o termo crossdresser, cheguei a pensar: será que estou virando gay? Apesar de nunca ter tido uma experiência e desejo de ter uma relação homossexual. Foi em um programa de televisão que  falava sobre travestis, transformistas QUE OUVI esse novo termo. Quando ouvi, percebi que não estava só e não era uma aberração. Procurando pelo termo percebi que existem milhares de homens na mesma situação. Tenho uma vida masculina estruturada, não tenho trejeitos e não quero deixar de ser homem no meu dia a dia. Só quero ter o direito de curtir meu lado feminino sem afrontar ninguém.
** A propósito, podemos saber a sua profissão?! Vai que você é daqueles bombeiros super másculos cheios de feromônios que deixam as mulheres loucas, hahaha!!
Não sou bombeiro não, sou empresário e trabalho com exportações.
** As pessoas do seu convívio sabem disso? Como elas reagem?!
 
As pessoas do meu convívio não sabem da minha condição, somente minha esposa que ficou assustada quando contei, mas depois com informação me entendeu apesar de achar esquisito.
** Você já transou com a sua esposa vestido de mulher? Como foi? Repetiram a dose? hehehe
 
Sim, uma vez combinamos de nos encontrar em um motel. Cheguei mais cedo e vesti um espartilho branco, salto alto e fiz uma maquiagem caprichada com peruca e tudo. Quando ela chegou, começou a rir, mas depois que comecei a dançar ela entrou na brincadeira e foi muito prazeroso. Já fizemos outras vezes mais não é uma rotina, tenho que respeitar as fantasias dela também.
** Você se sente à margem da sociedade por ser um CD? Como você lida com isso?
 
Não me sinto à margem da sociedade. Algumas CDs até tentam levantar bandeiras tentando conquistar o espaço na sociedade, mas não é meu caso. Não tenho pretensões de ir trabalhar de saia e salto alto, prefiro fazer isso na minha intimidade.
** Muitas pessoas associam um Crossdresser com um gay, e até mesmo um gay enrustido. Você me disse “em off” que é hétero, mas pesquisando pela internet acredito que você deve ter visto que que muitos CD são pelo menos bissexuais. Você saberia dizer se há alguma diferença entre um CD que é hétero e um que não é? Fora o fato de um gostar do mesmo sexo e o outro gostar do sexo oposto, claro, hehe! A diferença pode ser inclusive em relação aos ambientes que frequentam, etc.
Acho dificil a diferenciação. Vai muito de cada um. Acho que você não precisa ser rotulado sobre sua preferência sexual pelo o que você veste. Por exemplo, acredito que a maioria dos homossexuais masculinos não usam lingeries femininas.
Qual é a diferença entre um Crossdresser, uma Drag Queen, e um Travesti? Porque muita gente trata como se fossem sinônimos…
 
O travesti gosta de ser mulher sempre, para isso se hormoniza e faz plásticas.
As drag queen estão mais ligadas aos shows, de forma exagerada e até espalhafatosa e divertida, apesar de serem femininas todos percebem que são homens vestidos de mulheres.
Os crossdressers querem curtir seu lado femino, nem que seja no anonimato, sem abrir mão da sua vida masculina. Quer o melhor dos dois mundos.
** Vi que muitos CDs associam esse fetiche com o prazer em ser submisso, de ser dominado por outra pessoa. Para você, qual é a relação entre ser CD e a submissão?
 
Acho que a maioria das CDs gostam de ser submissas na hora do sexo. Eu por exemplo, gosto de ser elogiada e seduzida como uma mulher. Quando estou de Gisele até gosto de me fazer de difícil, mas adoro ser chamada de gostosa e safadinha. Algumas CDs curtem praticar sadomasoquismo, eu não curto.
crossdresser** Mas a sua mulher te trata como uma mulher? Te chama de gostosa e safadinha? rsrs
 
Quando estou de Gisele sim, ela sempre me pede que eu dance para ela como uma stripper. Adoro procurar por vídeos de pole dance para incrementar a minha performance. Adoramos ir a motéis que contam com esse equipamento.
** Vi que você gosta muito de ser tratado como se fosse uma mulher de fato, você não gosta de ser, ou até mesmo de parecer fisicamente um homem?
 
Gosto de um visual mais andrógeno, cabelos meio compridos e procuro não pegar pesado na academia por exemplo, pois já tenho as costas largas e braços bem masculinos.
** Você pratica outros fetiches que muitos CDs adoram, tal como a inversão?
 
Nunca fiz a tal ponto, o máximo foi o fio terra, mas morro de vontade, dizem que o ponto G do homem é lá.
** O que você sente ao colocar uma vestimenta feminina? A propósito, você sempre está com algo feminino, nem que seja só uma calcinha básica, ou não?
 
Sinto tesão sim. Ao colocar uma fio dental dá um arrepio, não sei se vocês mulheres sentem a mesma coisa. O medo de ser descoberto é muito prazeroso, principalmente de pagar o cofrinho quando você está com uma calcinha de rendinha. Já usei calcinhas fio dental por vários dias seguidos e percebi porque se faz nescessário usar as calcinhas básicas do dia a dia rsrsr. Gosto de vestir calcinhas por ser algo proibido socialmente, além de achar que os tecidos e anatomia de uma fio dental são muito prazerosos. Cuecas são confortáveis, mas muito sem graça na hora do sexo.
** A propósito, como você está vestido agora?
 
Estou usando um conjuntinho de lingerie preto fio dental com um sutiã rendado, um vestidinho preto, meias ⅞ e salto alto, para buscar inspiração.
** Arrasou no look!!! Adoro vestidos pretos e salto alto haha!! Mas você não tem medo de te pegarem vestido de “outra”?!
 
Só me visto assim altas horas da noite para não ser pega desprevenida por alguma visita. A roupa até dá para tirar rapidamente, mas a maquiagem sempre deixa vestigios. Quando era solteira, estava sozinha em casa e meus pais voltaram mais cedo de viagem. Estava montada de cinta-liga e sai correndo pelas escadas de salto para não ser pega em flagrante. Vesti uma calça jeans, tirei o sutiã, mas fiquei com a meia preta. Eles me viram de meia fina, mas acho que não se ligaram.
** Como assim te viram de meia fina “e não se ligaram”?!! 
 
Na pressa botei a calça por cima das meias ⅞, mas não coloquei o tênis, se viram fizeram que não perceberam.
** Dos homens que gostam de CDs, muitos dizem que, entre outras coisas, o que mais gostam nesse fetiche é ver o outro sendo dominado. Por outro lado, vemos que em geral mulheres não gostam de homens muito submissos, o que teoricamente te dificultaria a encontrar mulheres que sentem atração pelo seu perfil. Sei que você é casado, mas o que você acha disso?
 
Sei que as mulheres não curtem, pois sentem que estamos invadindo o espaço delas, mas todas deveriam olhar pelo lado bom, além de terem um homem, podem ter um homem que também pode ser sua melhor amiga:
1) sempre vão te dar lingeries boas, pois entendem do assunto;
2) jamais vão reclamar que você demora para se arrumar;
3) adoramos acompanhar vocês em lojas de sapatos e maquiagens;
4) somos mais calmos e compreensivos por causa do nosso lado feminino;
5) sabemos que vocês tem de andar devagar quando estão de salto.
** Mas você não acha que apesar disso tudo, uma mulher pode se sentir incomodada namorando “uma outra mulher”? Seria quase como algo meio lésbico haha! 
 
Toda mulher vai achar estranho e se sentir incomodada no início. Vai da sua habilidade de demonstrar que o sexo pode ser prazeroso e que fantasias sexuais são importantes para não cair em uma rotina.
** Quanto à sua esposa, foi difícil encontrá-la? Ela já gostava de CDs? Já desconfiou que você fosse gay? Nossa, mil perguntas hahaaha!!
 
Não porque ela se apaixonou pelo homem que sou. Foi dificil de explicar e entendo que as mulheres morrem de medo de serem trocadas por outras mulheres, imagina por outro homem. Isso faz parte da vida a dois. De vez em quando ela me policia e me controla quando acha que passo do ponto. Certa vez em uma loja de maquiagens tomei um beliscão dela, pois tomei a frente e estava explicando os produtos melhor que a vendedora.
** Vou querer umas dicas de maquiagem depois rsrsrs!!! A propósito, no seu dia a dia de homem, você faz aquele estilo clássico de pagar a conta, abrir a porta do carro, e essas coisas?
 
Sim, gosto de ser cavalheiro, gosto de levar minha esposa à bons restaurantes e sempre pago a conta. Gosto de enviar flores e comprar lingeries para ela. Afinal, meu lado feminino sabe como as mulheres gostam de atenção e de serem bem tratadas.
**Então sua mulher tem um príncipe que entende como tratar uma princesa, o que é uma maravilha!! Você acha que sua mulher sente tesão em te ver vestido de CD, ou apenas respeita o gosto do homem que ela ama?
 
Eu sei que ela respeita mais o meu gosto do que sente tesão por mim vestido de mulher.
** E antes de se casar, como você contava para as mulheres que você é um Crossdresser? Como elas reagiam?
 
Para algumas eu comprei revistas femininas que abordavam os temas sobre crossdresser e inversão de papéis, para preparar o terreno e não assustar tanto. Mas tem que ir de leve, não se pode contar para qualquer uma. O anonimato faz parte da vida do crossdresser.
Teve uma vez que fui viajar com uma namorada para uma praia meio deserta. Eu esqueci de levar minhas cuecas de propósito hehe. Como o lugar era meio afastado e não tinha lojas para resolver o problema, ela disse que tinha trazido calcinhas suficentes para me emprestar, só que só tinha trazido lingeries sedutoras. Não me fiz de rogada e botei logo uma fio dental vermelha. Ela adorou…
** Hahahahahaha!! E se ela falasse para aproveitar que a ilha é deserta e ficar sem cuecas mesmo? Você ia morrer de tristeza, né?!
 
Com certeza.
** Onde você costumava encontrar pessoas que dividem o mesmo gosto que o seu? Internet, algum ambiente fetichista, ou alguma comunidade específica para os CDs?! Bom que já fica de dica para os CDs solteiros!! Hehe!
 
Somente pela internet. As redes sociais estão repletas de CDs. Há também CDs que marcam encontros físicos e tem até um clube, o BCC: Brazilian Crossdresser Club, que promove até viagens.
** A propósito, você acredita ser mais fácil para um crossdresser gay (ou bi) do que para você que é hetero encontrar parceiros que dividem o mesmo fetiche? Por quê?
 
Acho que a chance é a mesma. Não tenho muito contatos com crossdressers gays, mas acho que nem todos os gays gostam de caras afeminados.
** Qual é a sua estratégia para contar sobre o seu fetiche para amigos e familiares? 
 
Não tenho pretensões de contar, é algo muito íntimo.
crossdresser

** Você já tem uma desculpa bolada para o caso de te pegarem no flagra, do tipo “estou indo em uma festa à fantasia mãe, me empresta aquela sua meia?!” hahaha

 
Acho que diria que estava escolhendo a fantasia para o próximo carnaval, o duro é se estiver muito distante da data rsrs.
** Você considera vestir roupas femininas algo essencial para o seu prazer sexual, ou você conseguiria ser feliz sem isso?
 
Acho que é uma fantasia que quanto mais você evita, mais sente vontade. Não é toda vez e por isso é especial.
** Para você, usar roupas de mulher se restringe apenas à hora do sexo, ou você usa no dia a dia também?
 
Não uso no dia a dia.
** Reza a lenda que muitos homens se vestem de mulher em festas à fantasia e no carnaval por um desejo “enrustido” de ser um crossdresser, ou até mesmo porque são mas tem vergonha de contar que são, e nisso acabam aproveitando essas datas para aparecerem assim. O que você acha disso? Você já aproveitou alguma data como essa? Se eu fosse CD não iria achar a ideia de todo mal e iria vestir a minha melhor roupa, “porque afinal de contas é carnaval e tem muita gente assim” rsrsrs.
 
Já sai vestida no carnaval, mas não é a mesma coisa. Usei só um vestido e com cueca por baixo, pois não dá para usar calcinha marcando a roupa no meio de seus amigos. Fui até com a barba mal feita, não dá para dar muita bandeira rsrsr. Acho que a maioria é só curtição e brincadeira mesmo. Mas que todo homem devia experimentar pelo menos uma vez na vida os perrengues que as mulheres passam, deviam. Vocês passam horas no salão para se arrumar para os homens que muitas vezes nem percebem a mudança no visual.
** Por falar nisso, você já fez algum tratamento estético para ficar mais feminina?
Eu corto meu cabelo num salão feminino. Acho o máximo esse ambiente cheio de mulheres falando de tudo com aqueles papéis alumínio na cabeça e tinturas. Dá um trabalhão ficar bonita, né? Mas lá fico na moita, me sinto até meio intruso. Costumo ir ao dermatologista atrás de uns creminhos para o rosto.
Meu sonho de consumo é ter um daqueles “dias de noiva” sabe, passar o dia com massagens, tratamentos, fazer o pé e a mão, arrumar o cabelo e ser maquiada por uma profissional.
 
** Mas com vestido e tudo?!!
 
 Hum porque não?!! Seria divino, já pensou com direito a sessão de fotos e tudo haha.
** Acho que a noiva ia ficar com inveja: já pensou duas mulheres arrasando no mesmo pedaço? haha. A propósito, você já fez alguma loucura relacionada ao seu fetiche? Conte pra gente!!
 
Já sai de saia e salto e fui dar uma volta de carro. Parei num drive thru de uma lanchonete com o coração na boca.
Também já fui comprar um vestido numa loja de departamentos no shopping. Escolhi e fui ao provador. Na hora de pagar pedi para embrulhar para presente e nem perceberam que era para mim.
** Você já pensou em ter um corpo feminino? Tipo colocar um peitão, essas coisas de mulher, ou 
isso já entraria em uma outra área que não tem a ver com ser um CD?
 
Quando estamos na frente de um espelho dá vontade de colocar um peítão e aumentar o bumbum, também achamos defeitos em nós mesmas como qualquer mulher nesse momento de intimidade, mas tenho que me contentar com sutiãs push-up que quebram um galho viu.
** Mas se você colocasse um peitão de verdade você nunca mais seria um homem 100% fisicamente, porque peito de silica não dá pra tirar e guardar kkkk, e aí, você trocaria ser homem por ser uma mulher 24 horas por dia? rsrs!! 
 
Não quero ser uma mulher 24 horas por dia. Acho que se colocasse silicone ou tomasse hormônios deixaria de ser CD e passaria a ser uma transsexual. Gosto da minha vida masculina também.
** O que você aprendeu de bom na vida que você só aprendeu depois de ser um CD? E de ruim?
 
De bom, aprendi a ser mais paciente e delicado com as mulheres. De ruim, preconceitos e que não é fácil nem barato ser mulher rsrs.
** Vejo também que muitos CDs tem vergonha de se assumir. Que conselho você poderia dar para essas pessoas?
 
Que tenham paciência, pois não é fácil encontrar alguém que te compreenda.
** Tem mais algo que você gostaria de acrescentar?! Informação nunca é demais!
 
Queria agradecer o espaço, principalmente para poder explicar para as mulheres a nossa condição. Sei que não é fácil e uma mulher precisa de muito esforço para compreender a nossa situação. Caso aconteça com uma de vocês de perceber que suas maquiagens estão acabando mais rápido, não se desesperem e conversem com seus parceiros. O diálogo é a melhor forma de se acabar com preconceitos e vocês podem rir muito juntos desse segredo. O grande segredo para se manter um relacionamento é a cumplicidade.
** Muito obrigada pela entrevista, e espero que os leitores, bem como muitos outros CDs, possam ter aprendido algo, e até mesmo se identificado com o seu caso! Grande beijo!!!!

***************************
Para quem se interessa pelo assunto, temos o post “O que as mulheres acham de homens que usam calcinhas?” e “Minha mulher quer que eu fique usando calcinhas”.
Tem também o vídeo falando sobre o leitor que curte usar calcinhas femininas. Nem todos consideram um CD o fato de usar apenas a calcinha, mas está aí:
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.