Fiquei linda, mas continuo com baixa autoestima!

17
Leitora: Fui muito zoada quando criança e adolescente, mas hoje mulher, as coisas são diferentes. Pra quem antes era ridicularizada pela aparência, hoje é bastante elogiada… Mas ainda assim me sinto insegura.



Como me livrar disso? Já estou cheia de tanta insegurança! Peço humildemente que me ajude!

PS: a opinião dos homens tbm é bem-vinda.

Bem, a opinião dos homens deixo para que os caridosos façam nos comentários, mas já vou te adiantando que a opinião sobre esse seu caso não depende muito de gênero, mas sim da interpretação que cada um terá sobre autoestima.


O seu maior problema é a autoestima, e justamente por isso você não consegue parar de ser insegura. Isso acontece por um motivo que, ainda que seja óbvio, pouca gente se dá conta: beleza não tem nada a ver com autoestima e não é porque você é linda e maravilhosa que você a terá! Com isso quero dizer que mesmo que você recebesse muitos elogios, e os achasse justos e coerentes com a sua pessoa, lidar com o lado interno é muito mais complexo do que simplesmente se achar ou não atraente. Você já viu aquele monte de gente feia, chata e sem noção, mas que tem a autoestima super elevada, e que a gente não entende como que essa pessoa “não se toca que ela não é muita coisa?”. Pois é, isso acontece porque a autoestima depende de muitas coisas anteriores ao físico, tais como se sentir capaz e bem com você mesma, independente de você estar com 10 quilos a mais na balança, ou com o dente torto, entende? Naturalmente que ser bonita pode ajudar na autoestima, mas a meu ver isso funciona apenas como um complemento, como o retoque do bolo que antes de ser enfeitado teve que ficar gostoso por dentro para não correr o risco de ser “comido e jogado fora”, entende a piadinha?! haha! Pois é, nós seres humanos somos como ele: feitos em várias camadas que tem que se equilibrar perfeitamente para não ser só beleza, mas também sabor, para aí sim poder agradar o “cliente”

Percebe que no seu caso você está mexendo apenas com o make up do bolo e está se esquecendo do sabor que deve estar dentro dele, que está omisso porque entre outras coisas você não consegue se esquecer do seu passado? A partir do momento que você entender que você já não é mais o patinho feio e  acrescentar isso ao fato de que mesmo sendo um cisne você precisará de muito mais do que isso para ser atraente, você recuperará boa parte, se não toda a sua autoestima.

Por fim, o que mais conheço são mulheres como você, e eu mesma sou uma delas: não que eu seja uma beldade hoje em dia, mas antigamente já fui muito mais feia, e muito zoada na escola, e só consegui melhorar depois que vi que não é só rosto e corpo bonito que a gente tem que ter para se sentir “a tal”, mas sim bons estudos, ser uma pessoa do bem, ter utilidade para o outro, ter simpatia e praticar boas ações aliadas a uma boa estrutura mental. Ok, isso foi quase um perfil de Miss, e depois dessa você já pode se candidatar, haha! Brincadeiras à parte, acho importante você entender que quanto mais qualidades você puder ter – inclusive psicológicas e de equilíbrio mental – melhor você se sentirá com você mesma, e mais bonita você passará a ser vista nos olhos dos outros. Sabemos que o charme tende a chamar muito mais atenção do que a beleza, e sendo brega ou não, boa parte dele está na sua beleza interior que se reflete no externo: ou você nunca parou para pensar porque muitas vezes nos sentimos atraídos por pessoas que nem são tão bonitas assim, mas que tem um algo a mais que nos atrai? Pois é, pense nisso e boa sorte!!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.