Podcast Pergunte a uma Mulher #1: Pagar ou não pagar a conta?

102

Agora no Youtube ! Assine o Canal  e receba todas as atualizações!

Aleluiaaaaaa irmão!! Hoje finalmente estamos lançando esse novo recurso de áudio no blog, e para quem ainda não sabe o que é um Podcast, mando uma breve explicação. Obs: Para quem já está careca de saber, ignore essa parte abaixo e pule para ler o resto!!

O podcast nada mais é do que um arquivo de áudio em formato MP3 que você poderá ouvir em nosso blog, baixar para seu computador, ipod, Smart phone ou onde mais você quiser usar. Ele também pode ser ouvido naquela hora tensa do trabalho ou do busão, tenho certeza que ele poderá salvar muitas vidas, hehe!

No nosso primeiro Podcast Pergunte a uma Mulher, eu Luiza Costa, minha querida amiga e grande parceira Ana Artuzi, e nossos convidados André Pereira e o Moita, do programa “Moita Rock” tentamos entender esse assunto tão polêmico: Pagar ou não pagar a conta?

Você homem sabe diferenciar a biscate da não biscate mesmo quando você pagou a conta? Você realmente entende por que algumas mulheres querem que você pague a conta, e por que outras não querem que você pague? Você mulher, sabe por que tem homens que se recusam a pagar a conta? Enfim, juntamos dois homens e duas mulheres para debater e esclarecer melhor a visão sobre esses dois lados, mas já vou adiantando: tem que ouvir até o final para entender de fato o que garanto que você não tinha entendido – ou parado para pensar – até hoje!

Edição: Juliana Donatiello. A partir do segundo Podcast a edição é da nossa equipe, ou seja, do site Pergunte a uma Mulher.

Tempo de duração: 86 min

Assine nosso Feed: http://feeds.feedburner.com/PodcastPergunteaumaMulher

Adicione também o podcast no seu iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/podcast-pergunte-a-uma-mulher/id660246327?mt=2

Para ouvir, clique no botão PLAY abaixo ou clique em DOWNLOAD (clique com o botão direito do mouse no link e escolha a opção Salvar Destino Como):

Reproduzir
Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Bom bom.. muito bom!!!!!
    😉
    Tão de parabens meninas!

  • Meu deus, você não percebe que o ato de ele pagar a conta só demonstra o quanto ele quer se colocar como superior a você? Uma mulher pagar a conta não é questão de se achar independente ou não, é ela se colocar na mesma posição que ele. Essa é a base do feminismo colega, não é “querer se achar independente”, é se colocar como igual ao homem. Proteção? Você procura um relacionamento ou um pai? E po, você precisa disso tudo pra trepar, querida? Você não sente tesão? Se eu sinto vontade de fazer sexo com alguém, não é preciso ser cortejada a moda antiga, normalmente uma relação se faz de duas pessoas, senão é estupro né? E vocês falam tanto de “cara x mulher”, pra vocês não existe casais de mesmo gênero não? Sério, fazia tempo que eu não ouvia um lixo tão grande.

    • BOAAAA!!

    • Anonymous

      Certeza que a Clarissa é lésbica, e ninguém renegou os casais gays. O assunto é sobre héteros, é que nem falar em uma entrevista lésbica que se esqueceram dos gays, ave. O tema é o homem pagar ou não a conta, e não quem é o macho ou a fêmea da relação. Quanto a feminismo vá ler um blog feminista minha filha.

    • Não sou lésbica, sou casada com um cara que nunca precisou pagar minhas contas pra me conquistar.

    • Anonymous

      Acho que você é burrinha e nem ouviu o podcast inteiro, porque elas não falaram que só isso é necessário e nem que precisa disso para transar com o homem. Acho que você está com inveja porque elas são lindas e você é feia e gente feia homem nenhum não paga a conta mesmo.

    • Hahahaahah seus argumentos são emocionantes.

    • Oi Clarissa! Obrigada pela opinião, mas com todo respeito, acho que você não ouviu o podcast inteiro. A questão central não era o dinheiro, mas sim outras coisas que explicamos no podcast (para quem ouviu inteiro, claro). Muito menos falamos que a troca é por sexo, mas já que você falou dele: se você tem tesão e transa que bom, mas eu não sou dessa visão, só transo com quem eu gosto e eu tenho os meus poréns, assim como você tem os seus (e digo que os meus poréns são muitos, que vão muito além do financeiro, e inclusive nunca namorei um homem rico de tanto que ligo para isso =p). Se você acha que pagar a conta nesse mundo mesquinho que ninguém dá nada para ninguém não significa nada, eu acho, e aí debater isso seria que nem debater política porque cada um tem a sua visão e o seu partido kkkk.. Da mesma forma que tenho minhas formas de medir quem gosta de mim, você tem as suas, e no fim acho que cada um tem que fazer o que se sente melhor. Como dito no podcast, se a pessoa se sente mal pagando, não pague, mas não pague MESMO, e vice versa. Só acho que limitar o dinheiro como um bem simplesmente material é coisa de quem não ouviu direito o que foi debatido. Na minha humilde opinião, ceder algo para alguém nesse mundo é um grande feito, e como 90% das pessoas no mundo são inseguras, cada uma tem sua forma de medir, e essa é UMA das minhas (com outros temas vou dizendo minha visão, e por aí vai), e os demais integrantes do podcast tem a deles.

      Você insinuou que nesse caso só o homem dá e a mulher recebe, não acho que seja assim: eu mesma sempre fiz todos os meus namorados ganharem um salário maior e demais outras coisas que não tem a ver com dinheiro. Por sinal, modéstia parte sou ótima em finanças e não sou sustentada por nenhum homem: falamos de conta de um restaurante e pequenas coisas, e não de ser sustentada ou ele pagar o aluguel da casa, porque isso também acho absurdo. Mas se você não quer que ele pague nem a conta de um restaurante e nem considera isso gentileza é uma opinião sua e acho que você deve manter, porque é isso que faz sentido para você, porém isso não altera a minha lógica pessoal. Acho que todo mundo tem que fazer o que se sente bem: se você não se sente bem não faça, mas acho que você tem que respeitar que cada um tem a sua forma de medir as coisas (que pode ser material ou não). Por sinal, medir amor de forma materialista em um mundo materialista faz mais sentido do que você pensa, mas é ÓBVIO que ele não pode ser medido só por isso, mas sim por mil outras coisas. Porém, como o tema do podcast é o de pagar a conta, nos limitamos a esse tema: quando o tema for carinho e coisas “não materiais” aí naturalmente que o foco será outro,e quando o tema for casais gays também (por sinal, falamos muito de casais gays se você der uma lidinha no blog). Quanto a feminismo me desculpa, mas isso nem discuto: acho isso tão ridículo quanto o machismo, então gente feminista ou machista demais nem deveria ler o blog porque só vai esquentar a cabeça e não vai merecer a perda de tempo de vocês, hehe.

      No fim, acho que não precisa de alarde: se o homem não quer pagar a conta não paga, se a mulher quer pagar que pague, e se quiserem rachar, rachem, O casal sendo feliz está ótimo: inclusive, quem lê o blog sabe que o nosso intuito é ajudar, ainda que naturalmente nem sempre seja possível. Tem tampa para todo mundo, hehe, eu fico com a a minha e você fica com a sua e podemos nos respeitar mesmo assim.

      • Baby Lemonade

        Hahaha,muitas palmas pela boa resposta!Ô povinho ridículo e non sense essas “feministas”,tudo é motivo de confusão para essas mulheres.

    • Samuel

      Eita …. shaushuahuhushuhuuhshuahusaa depois desta, nem abro a boca! Hahhahaaaaaaaaa You win, Perfect …

    • Anonymous

      Quem ganhou Samuel?

    • Aleluia irmão! hoje estou inspirada na igreja kkkkkkkkkkk

    • Anonymous

      A luiza ne dert

    • Baby Lemonade

      Minha filha,compre um vibrador.Ah,vá fazer um exame para saber se as suas dosagens hormonais estão “equilibradas”.Feministazinhas grotescas como vocês empobrecem emocionalmente a sociedade e as relações humanas.

      E trabalhe muito para ter bastante grana e pagar sempre as suas contas mesmo.Até por que é muita ingenuidade imaginarmos que alguém vá lhe chamar para sair com essa sua postura soberba,rsrrsrrs

  • Anonymous

    Mulheres gostosas Vs Caras ricos
    Exatamente a imagem comentada. Acredito que pessoas “comuns”, se preocupariam mais com a presença do outro, o quanto importante se torna a presença do companheiro(a). O ato de se pagar uma simples conta de um restaurante ou algo similar é apenas um mero detalhe que com toda certeza é ignorado, se a mulher gostar da presença do homem ela pode pagar a conta, pois a “valorição” da mulher se refere apenas de como o homem irá trata-la e não quanto de dinheiro ele vai gastar com ela.
    E sinceramente a mulher que se sente valorizada apenas com valores, não tem valor nenhum.

    Ass: Pobre burro preguiçoso da silva

    • Anonymous

      Boa assinatura, esse com certeza é duro, pelo menos admitiu parabéns

  • Anonymous

    Luiza, virei seu fan e posso até pagar sua conta linda e inteligente

  • Anonymous

    Essa Ana é top, parece modelo

  • Ana e Luiza. Quando eu disse que existem mulheres que se ofendem se o cara pagar a conta… Entenderam? ehuaeahueae

    • Elas se ofendem mais do que os homens!!!!
      Eu até entendo a lógica de quem não quer pagar, ou quem quer pagar, só que temos uma terceira lógica hehehe

  • Eu pagava quando tinha grana sobrando… e minha mulher pagava quando ela tinha grana sobrando… E sei que ela não é uma biscate pq ela andava de busão comigo !! hahahahaha

  • Olá! Sou iniciante aqui e já estou adorando. Vocês estão de parabéns.
    Posso me considerar uma mulher independente e gosto dessa posição. Mas tenho que registrar que estou de acordo em gênero, número e grau que o HOMEM deve pagar a conta. Como disseram: temos dinheiro, nos sustentamos, podemos pagar nossa a conta, mas queremos que o homem faça isso. Concordo também quando diz que o pagar a conta traduz em gentileza, cuidado, querer agradar… quer uma comparação. Analisem os homens que pagam a conta e os que não pagam e faça suas escolhas.
    Eu nem preciso dizer qual é a minha.
    Beijo grande e estou com vocês.

  • Uma dica para os homens: no fundo nós sempre queremos que vocês paguem a conta. Não tem essa conversa que ficamos chateadas, com raiva… façam a experiência.
    Paguem a conta mesmo “a contra gosto” da mulher.Vocês irão ver o resultado… acreditem!

    • Também sou a favor do teste!!! PORÉMMM, se forem fazer façam sem cara de bunda, porque tem homem que faz uma cara de má vontade tão grande que deixa a mulher desconfortável, e aí nenhuma vai aceitar que ele pague nessas condições mesmo, hehe. E nunca se esqueçam que mulher que saí em troca de um prato de comida deve estar passando fome em casa: se ela saiu com você é porque gostou de você, e se ela quer a conta paga é por mil outras coisas faladas no Podcast que não vou repetir aqui e que não estão ligadas ao dinheiro em si.

  • Sempre me proponho a pagar, mas não é sempre que a mulher “no fundo” quer que o cara pague, não… Olha o comentário da Clarissa Oliveira aí em cima… a mulher ficou possessa com a ideia!

  • Samuel

    Na minha humilde opinião, creio que há duas situações, claro, bem generalistas e que podem ser listadas em tópicos subsequentes:
    1ª, se é uma menina bacana, vc tem intenções sérias com ela e quer investir numa relação, não custa dar um pouco de conforto á moça, desde que ela não seja uma sem noção e aproveitadora.
    2ª, se é uma menina que independente de ser bacana ou não, vc só quer transar com ela e nunca mais vê-la, use as regras de Tom Leykis, ou seja, pra quem não o conhece, gaste o mínimo possível, e se possível, nada.
    A questão não é se você é mão de vaca mesmo ou se é um duro, a questão é pra que gastar seu suado $$$ com algo que não tem futuro? Poupe para gastar com sua futura namorada, ela lhe agradecerá.
    Agora, um pouco de lenha na fogueira, sabem porque mulher tanto exige que o homem pague a conta? Toda mulher tem a necessidade de obter uma certa vantagem social em relações homem/mulher, independente de haver ou não sexo.

    • Zumnupy

      Apoiado.

  • Tirando o último parágrafo, concordo contigo Samuel. Eu quero que ele pague a conta pelos motivos que expliquei, mas entendi o que você disse e também acho que de preferência ele deve gastar com uma mulher que ele vê algum futuro.

    • Samuel

      É, pelo podcast, eu nem diria que se aplica á vc, mas tua amiga tem um pouco desta minha afirma, que cá entre nós é universal. Mas não á estou atacando, e nem vc, afinal, beleza tem preço, e meio salgado. Hahahaaaaa

    • Ana Pavelski

      Nao entendi, Samuel. Tenho um pouco do que? Rsrsrs

    • Samuel

      Ana, não me entenda mal, não estou te criticando garota, o que eu disse é que por alguns comentários seus no podcast dá pra perceber que você exige, mas pra você mesma, talvez como forma de compensação, obter uma certa vantagem social nas suas relações com homens. Não digo que sai por interesse, mas se for sair por sair, apenas pra estar lá, com você não rola, mas pelo que entendi, em casos de reconhecimento de terreno.
      E isto, muitas mulheres tem em si. Nunca ouvi uma mulher descrevendo um encontro, com ar de prazer na cara, se este não lhe trouxe uma boa estória pra contar, e consequentemente, um certo ar de inveja na cara das amigas.
      E cá pra nós, isto é bem natural em belas mulheres, e algo bem que as não tão exuberantes brigam demais pra ter. É uma compensação e muitas até falam, ” Quer minha companhia? Gaste um pouco comigo pra que eu veja se vale á pena…”

    • Ana Pavelski

      Acho que nem tanto pra saber se ELE vale a pena, é mais pra saber o quanto EU valho pra ele rsrs

    • Samuel

      Ana, agora fui eu quem não entendeu sua expressão. Você acredita mesmo que o quanto o cara gasta contigo tem á ver com o valor que te dá?

  • O Samuel disse tudo, o que estamos tentando explicar.
    “quando o cara não quer nada sério ele usa o que mesmo?! A regra de Tom Leykis… gaste o mínimo possível ou nada”. É realmente isso que sinto quando um cara quer rachar a conta.
    Tá vendo galera, a questão não é o dinheiro, mas sim a mensagem que o homem passa quando faz isso. Quando a mulher sabe ler as entre linhas ela também sai correndo.
    Bjos galera.

    • Samuel

      Eu não disse que isto se aplica á todos caras e nem que é válido pra ser usado com todas as mulheres. Pode ser um indicativo de que ele só quer usar teu corpo nu? Pode, mas não é determinante.
      O que eu afirmei é o seguinte, no caso de um cara, e este cara sou eu hhahaha, conhecer alguma mulher, seja onde for, e sair com ela com intenção de apenas uma noite, se POSSÍVEL, gastar o mínimo possível ou nada, mas isto não é fácil de se aplicar, e nem vou dizer como fazer isto, me preocupo com o meu $$$ e que cada um se preocupe com o seu.
      Você está confundindo cuh com as calças, então vou te dizer o seguinte: rachar a conta não se inclui nesta minha idéia de economizar. A minha idéia é o cara gastar pouco, e a garota nem precisa por a mão no bolso. É simplesmen te sair pra fazer um programa básico, onde não há necessidade de muito recurso pra estar lá, e abater a garota. shaushahushauasa Você pode até falar que é pilantragem, mas e daí? É só uma transa, pra que gastar mais que 20 conto? Paga só um dogão pra ela e um Dolly Guaraná kkkkkkk e depois tchau. Mas isto só se ela encher o saco do cara pra comer alguma coisa, porque se ela deixar pra depois, vá comer na casa da mãe.
      Mas agora falando sem tom de humor, rachar a conta, vai do casal fazer ou não, mas pra mim tem de acontecer em algumas situações.
      Josiane, minha cara, imagina a seguinte situação: Você está namorando, bem no começo, e não gasta 1 real nas saídas, só o cara que banca. Vocês vão á cinemas, á baladas, á motéis, á bares, á restaurantes, á teatros, á parques, viajam, vão á praia, e so o cara bancando.
      Bom, cinema á 2 : 80 conto, no mínimo ( Sem contar o valor do estacionamento ); baladas : vc não sei, mas quando estava namorando e ia acompanhado, eram uns 150 ou 200 conto, só os dois; motéis: um decente no mínimo 150 conto, fora o café ou alguma coisa que queiram consumir; bares : coloque o valor de uma balada sem o valor de entrada; teatro : sei lá, faz tempo que não vou, mas coloque uns 100 conto?; parque é de graça, mas se quiser consumir algo, vai uns 50 aí, sei lá … E a conta só vai crescendo. Percebe que o cara está quebrando enquanto você poupa o teu $$$? Acha justo?
      No fim do mês o cara torrou 1500 á 2000 conto e vc nada, no máximo deu um chocolatinho Sonho de Valsa para o cara e disse Te amo Morzão.
      Josiane, abre tua carteira aí garota, deixa de ser mão de vaca.
      Se quer poupar o teu $$ que seja com os casinhos que você arruma, mas com a pessoa que pe parceira, você tem de ser também.

    • Mika

      kkkkkkkkkkkkkk… ri muito do seu coment… Tem que estar muito a perigo pra trocar uma transa por um dogão e uma dolly… rsrs.
      E pra provar que nem sempre discordo de você, concordo com o último parágrafo.
      Com relação aos outros: Assim fica difícil os gêneros se entenderem, meu amigo. Vocês querem comer de graça, descartar, e partir pra próxima. Quem oferece tão pouco não pode exigir muito, concorda?
      No fim, vocês reclamam que está difícil achar alguma que não queira explorar ou que sirva “pra casar”, e elas reclamam que está difícil achar homem que preste. Nossa sociedade reduziu relacionamento a sexo e dinheiro, uma negociata onde leva a melhor quem for mais esperto. Mas onde estão as outras virtudes? Quem pode ver o que o outro tem de bom se cada encontro dura só algumas horas?
      Não me admiro que haja tanta gente sozinha…

    • Samuel

      Mika, foi só uma idéia forçada. Mas com relação á tentar comer de graça, é fato que é assim mesmo, e sempre será. Qualquer cara que puder transar com uma mulher sem gastar, o fará. Desconsidero aqui os que podem ser manipulados emocionalmente, por qualquer motivo.
      E isto é uma coisa com a qual toda mulher terá de conviver. O homem tentando comer sem pagar e sair correndo e a mulher colocando alguma dificuldade e resistência para que ele consiga isto.
      Não sei qual as intenções de todos homens, mas creio que seja ter menos dor de cabeça e trabalho pra ter uma boa transa. Mas se quem oferece tão pouco não pode exigir muito, quem se entrega com tão pouca resistência não pode exigir permanência, não é?
      A sociedade não reduziu relacionamento e sexo á dinheiro, foram vocês e seu instinto hipergâmico e o desejo sexual masculino aliado á sua capacidade de depravar as mulheres. E isto acontece desde á primeira gozada no mundo.
      Esta sua última pergunta é muito válida, e merece um print. Realmente pra pensar …

    • Anonymous

      Tem que tomar cuidado, independente do cara querer somente uma transa ou algo mais sério. Por mais puta que seja a mulher, e ela tem consciência disso, ela não quer que vc jogue isso na cara dela, a chance dela se sentir desvalorizada, brochar e deixar de “dar” é grande. Se quer economizar ou não tem dinheiro, use a criatividade. Use o dinheiro do dogão e do Dolly em algo simbólico, uma saída barata e muito eficaz é o cara aprender a cozinhar e preparar um jantar para digníssima , tanto para uma transa qto para algo mais sério, além da cama já estar bem próxima da cozinha.

  • Thiago

    De início, gostaria de dar os parabéns pelo blog e direi o que EU penso sobre o tema. Nunca imaginei que uma conta pudesse ser tão complicada e muito obrigado por acharem que o homem deve pagar a conta, lindo, ótimo. É muuito chato sair com uma mulher que fica insistindo em pagar a conta, não é questão da mulher ser independente ou ter dinheiro. Entendo que muitas não aceitam e fazem questão de pagar, somente não gosto disso. Concordo plenamente com a “proteção” e “protegida”, tenho um pensamento meio simplista e nem enxergava tantas questões levantadas. Eu não consigo imaginar a mulher pagando a conta em um encontro. Não só pagar a conta, mas para mim, o homem tem o dever de mimar a mulher, presentear sempre e não ter vergonha de mostrar um romantismo, elogiar e,principalmente, prestar atenção nela. Gostei da opinião dos homens no podcast mas achei que os dois seguiram a mesma linha, eles são exceções. A maioria dos homens que conheço esperam sempre algo em troca por pagar uma conta.
    Não concordo quando um dos caras disse que o homem fica em dúvida se a mulher é interesseira; o homem sabe, percebe e é justamente o que a maioria quer. O primeiro pensamento para grande parte dos homens é sexo, depois o cara pensa em algo mais sério. Amigos meus utilizam do dinheiro, gastando fortunas em camarotes de festas e outros artifícios pelo simples fato de encontrar um “corpo”, não interessa se a garota tem conteúdo.Pagar uma prostituta certamente seria mais barato, mas para eles não têm o mesmo desafio e seria menos divertido. Acredito que isso vem do pensamento deles de submissão da mulher, falta de respeito e de achar que a mulher é inferior.Do lado da mulher não sei tanto, mas tenho conhecidas e amigas que se submetem a isso, algumas inclusive vêm desabafar comigo, contando histórias, se sentindo um lixo; outras nem ligam. Sempre digo para essas que não ligam, por mais lindas que sejam, sempre terá alguém mais bonita, a beleza tem prazo de validade. Ah!Não é privilégio só de mulheres isso, existe gente interesseira de tudo quanto é sexo e opção sexual. Muitos homens, conheço alguns, que buscam somente o dinheiro da garota e também se comportam como capachos e enfeites.
    Outro ponto é que se a mulher oferece para dividir a conta hj, a maioria dos caras aceitam haha. Penso que as pessoas complicam muito, pago não só para mulheres que estou interessado mas tbém, muitas vezes, para amigos e amigas; creio que é uma forma de agradecer por uma companhia bacana, um momento agradável. Gosto de andar por diferentes círculos de amizades, vou a todos lugares mas tenho uma predileção por lugares mais “alternativos”, lugares em que as pessoas vêem algo mais que uma “casca”, que tenham pensamentos diferentes, individualizados e que todos são bem aceitos.
    Outra questão, a beleza é muito importante, chama a atenção e é um ponto de partida, falar o contrário é hipocrisia.Gostei da parte que a Luiza disse sobre dinheiro, não é só a mulher que gosta de dinheiro, eu gosto, crianças gostam, adultos, idosos, homossexuais, pansexuais,assexuais, machistas, feministas… Adoro comer bem, viajar, beber bem, especialmente vinhos haha, comprar, teatro, cinema,concertos, shows,dar presentes, ter acesso a um bom sistema de saúde e a todo resto que o dinheiro possa proporcionar; ninguém vive de luz e mesmo que “não ligue” para o dinheiro, vc precisa de um mínimo. Claro que nem tudo é possível ou acessível mas imagino que todos estudam e trabalham para isso tbém. Tem a questão de realização pessoal, profissional?-Claro, mas é outro tema. Apesar de gostar de dinheiro, sou totalmente contra utilizá-lo para compra de sexo, amizades ou tirar qquer vantagem sobre outra pessoa. Tenho meus princípios, minhas verdades e acho que só a aparência física não rola, então nem consigo prosseguir nada se a pessoa for vazia.

  • Thiago

    continuando…Todos temos o livre-arbítrio, pensamentos e idéias diferentes, o importante é sempre o respeito ao próximo, ao espaço do outro, as individualidades e diferenças. Diálogo é importante!
    Muito bom esses temas, debates e ver as opiniões. Nos faz pensar, observar e olhar por outros ângulos.

  • Então, rsrsrs…
    Samuel,
    está na minha cabeça o homem pagar a contar nos primeiros encontros, até a relação ficar séria. Quando parte para um namoro, os dois já tem um conhecimento maior um do outro… e dividir as despesas do momento de lazer quando estiverem juntos será natural e a MULHER irá propor isso. Até por que minhas vontades e desejos eu tenho que dispor de recursos, não o outro, isso é bem claro na minha cabeça.
    Thiago,
    você conseguiu nos entender!!!
    O bate-papó é muito bacana pois, “aprendemos” com a opinião dos outros e exergamos com clareza que era “escuro” aos nosso olhos.
    Beijos galera.

  • Rejane

    PERFEITO!!!
    Bem humorado, inteligente e muito interessante!!!

  • Anonymous

    Ana, não te conheço, mas vc é muito linda, que isso? haha… sei que é um motivo pífio, mas pode me aceitar no seu fcb?

    • Anonymous

      A conversa é sobre o tema e não sobre convite de facebook, vá perguntar nas mensagens do facebook se ela te aceita e se você tiver noção já coloque para assinante para não ter que pedir nada cara. Ainda mais escrevendo anônimo deve ser feio e medroso e aí como ela vai saber se vai te aceitar ikk

    • Anonymous

      Ué, mas para o parâmetro dela quem não é feio/a? De qualquer forma tem razão, vou deixar queto.

  • Anonymous

    E Ana, já te falaram que você se parece com a Leanna Decker? Eu acho.

  • Anonymous

    E eu acho ela interessante por ainda carregar valores familiares, tipo trabalhar e não viver de imagem já é algo de muito relevante, ela não força identidade como várias outras meninas fazem, como essas que “mudam” de opção sexual. Também não “vende” o corpo, pois poderia (qualquer revista “compra”), mas não faz. E tem um rosto naturalmente sexy, isso que é o mais incrível, pelo menos pra mim, do ponto de vista físico. É sexy naturalmente (e isso é interessante sim, quem dizer que não é mentiroso)!!!

    De qqr forma, você tem razão ao me corrigir, mas só a princípio (pois se leu o que escrevi ai viu que não é só imagem física, seria muito ridículo se fizesse isso SÓ por isso), agora, você é um babaca por me corrigir e postar igualmente anônimo.

    No mais, tranquilo, posso adicionar quando quiser, se ela aceitar bem, se não amém. Ou posso nunca adicionar (depois que esse cara me fez passar por ridículo aqui)

    E é verdade, só ouvi o início do podcast, vou guardar um tempo para ouvir inteiro.

  • Pingback: Pagar ou não a conta? | Pergunte a uma Mulher()

  • Pingback: Dicas para mandar bem no primeiro encontro! | Pergunte a uma Mulher()

  • Jairo Vieira (pixelvelho)

    Olá Luiza, tudo bem? conheci seu trabalho por meio de uma postagem do Thiago Miro no facebook. Voce comentou do podcast, e eu fui ouvir! Também sou podcaster (pixelvelho.com.br) e sei o quanto é legal receber feedbacks :). Bom, ouvi o programa (por enquanto somente o primeiro) e gostei bastante da proposta. Tenho alguns comentários técnicos mas não me sinto no direito de falar, afinal de contas, quem é esse cara ai que já chega falando mal né?..rs. Bom, se quiser saber algo sobre, a gente volta a conversar. Mas sobre o programa, site e conteúdo está bem bacana mesmo. Parabéns pelo trabalho e dedicação. Sabemos que realmente não é fácil manter tudo funcionando bem. Abração! Jairo Vieira – pixelvelho.com.br
    t: @pixelvelho

  • Carlos Schneider

    Sempre uso a regra dos 80 reais. Quando convido alguma ficante pra jantar pago numa boa afinal eu que convidei, porém já vou bem alimentado e n gasto em média mais q isso até conseguir oq eu quero(em média 2 saídas). Se a guria for minha namorada aí sim posso pagar bem mais sem problemas, e geralmente elas nunca tiveram problema de dividir conta e até pagar algumas vezes, afinal vc já tem intimidade. Agora bancar uma de ostentador pagando conta de mulheres e suas amigas que vc ainda nem conheceu direito pra agradar e impressionar é assinar atestado de fraqueza e insegurança.

    • Ahhh, sempre desconfiei quando os caras falavam que não estavam com fome, aí quando chegava o meu prato eles queriam comer junto kkkkkk.
      Dica: isso é horrível. Se for para fazer assim, rache a conta. É foda quando o cara fala que não quer comer e fica “dezóio” na sua comida, eu odeio pelo menos. E se ele quer pagar a conta e gastar o mínimo possível, faça uma boquinha em casa mesmo antes e não fique filando a comida dos outros o.o

      • Carlos Schneider

        Pô Luiza o cara sair com fome e ficar secando o prato da guria é demais kkkkkkkkk. Quando eu disse que já saio bem alimentado é justamente pra eu comer menos, tipo um Risotto alimenta 2 pessoas, mas se eu n comer antes só isso n me satisfaz e consequentemente gastarei mais, inclusive nos primeiros encontros a mulher n costuma comer mais que o homem, geralmente vai de saladinha e um grelhado até pra mostrar que cuida da alimentação. Agora o exemplo que vc citou é totalmente constrangedor kkkkkk.

        • Constrangedor mesmo kkk

          ou então saia para um lugar barato, que dá para comer mais!! Mané saladinha, eu como normal. Eu que não vou forrar o estomago com pão se posso comer uma comida feitinha na rua kkk

  • Ricardão

    Acredito que o ideal é dividir a conta ; o costume do homem pagar a conta ,não é por ele se achar superior a mulher , é porque num passado próximo geralmente os homens trabalhavam e as mulheres ficavam em casa , por isso sempre pagavam as contas . Más , hoje isso mudou todo mundo trabalha e os direitos são iguais .

  • Zumnupy

    Se o convite partir de mim, eu pago. Mas espero o mesmo da mulher.

    Desse jeito eu acabo também medindo o nível de interesse da pessoa pelo relacionamento. Acho que se nunca me convida para nada, é porque não tem interesse.

  • sherlock lestat

    Minha opinião? Pergunte! Simples assim. Acredito(e espero) que a maioria das pessoas está “cagando” se deve pagar, dividir, não pagar, etc. Eu estou lá PELA pessoa e não pra ficar de “mimimi” por detalhes. Se ficar de frescura por causa disso, leva pé na bunda na hora. 🙂

  • Zumnupy

    Sexo inevitavelmente custa dinheiro para nós homens. Seja com GPs, Mulheres de redes sociais (Tinder, Badoo e etc) ou em relacionamentos fixos.

    Motéis, passeios e afins, não são de graça. Logo, o que importa, é sempre conseguir sexo da mulher, no menor tempo e ao menor custo possível.

    Uma boa dica, é a combinação Tinder + Groupon. Combina as mulheres com “disponibilidade” da internet e os preços baixos dos restaurantes do Groupon. Essa tática sempre me garantiu sexo em quantidade e de boa qualidade. No mínimo, consigo conhecer restaurantes, bares e pizzarias diferentes gastando pouco.

    Mulher de rede social tem suas vantagens… Se ela topar um encontro, é porque está afim da coisa e se não rolar, vc não a procura mais.

    • “Uma boa dica, é a combinação Tinder + Groupon. Combina as mu lheres com “disponibilidade” da internet e os preços baixos dos restaurantes do Groupon. Essa tática sempre me garantiu sexo em quantidade e de boa qualidade. No mínimo, consigo conhecer restaurantes, bares e pizzarias diferentes gastando pouco.”
      HHAHAHAHAHAHAHAA!! Pobrezaaaaa kkkk

      Não sabia q mulheres de redes sociais davam “fácil assim”!

      • Zumnupy

        O Badoo é só pra isso Luiza. KKKKK!

        Aquelas mulheres mais “coroas” na faixa dos 40 anos são as mais fáceis….

        É sério. O Badoo e o tinder mudaram minha rotina. Não subestime o Groupon, é possível conhecer lugares ótimos sem gastar muito.

  • Pingback: paydayloans()

  • Pingback: drugrehabcentershotline.com residential treatment centers()

  • Gabriela Klein

    PS (que vem no começo, hahaha): To ouvindo e comentando tá.
    -Interessante ouvir um ponto de vista bem diferente do meu. Eu gosto que o cara se ofereça para pagar a conta nos primeiros encontros porque isso realmente mostra que ele tá se importando (não que se ele não oferecer ele não esteja né), mas me sinto um lixo em aceitar. Porque acho que dividir os gastos (apesar de não ser bem isso que é o “pagar a conta”, mas assim que eu trato) uma coisa muito íntima. Ou seja, depois de um tempo junto do cara me sinto mais a vontade de aceitar ele pagar a conta inteira pra mim e eu pagar a conta inteira pra ele em outros momentos. Hahaha Engraçado.
    -Adorei as experiencias e o modo de pensar do Moita, porque é um pensamento que nós mulheres normalmente não temos! 🙂
    -É essa complexidade que me irrita, não tenho paciência. Então prefiro pagar logo ou falar a situação se for o caso e pronto. hahaha
    -Concordo, não deve ter esse sentimento de ficar devendo de nenhum dos lados. É o mesmo raciocínio de comer um doce e ficar com consciência pesada. ahhaha
    -HHAHHAHAHHAH.. “ouve inteiro!” Bem nessa. 😀

    Parabéns galera 😉

    • Obrigada Gabi!! Semana que vem, provavelmente a partir de terça sairá o nosso próximo podcast e o tema será sobre autoestima!!

      beijão e seja bem vinda =))

      • Omagnífico

        Agora fiquei curioso. Certamente estarei ansioso para ouvi-lo.

        • Acho que sairá exatamente na terça mesmo!

          • Omagnífico

            Aguardarei ansioso até lá. È um assunto que muito me interessa, certamente me surpreenderá.

  • sergio

    Mulher so se acha enquanto a carne esta durinha, quando cai tudo ela se retrai igual uma senhora
    Homens nao se preocupem com esse feminismo temporario de cada mulher
    E totalmente temporario!
    Quando elas envelhecem ficam mais humanas com os homens
    A jovem mulher e bem diferente, ela sabe que esta com o poder temporario nas maos
    So basta passar 10 anos para que tudo mude na vida de uma mulher
    E uma questao de tempo!

  • Jhonny Sygnal

    Se ela quer que o hoemm seja a moda antiga pagando a conta, ela vai ser a moda antiga lavando passando e cozinhando tbm?
    u será que elas querem se libertar dos papéis tradicionais delas e manter os homens nos seus? Fazendo assim uma extrema desvantagem para os homens

  • Pingback: how to calculate bmi()

  • Pingback: Blue Coaster33()

  • Pingback: tvpackages.net()

  • Pingback: fue.mobi()

  • Pingback: lan penge online()

  • Pingback: stop parking()

  • Pingback: water ionizer()

  • Pingback: water ionizer machine()

  • Pingback: car parking()

  • Pingback: water ionizer loan()

  • Pingback: alkaline water brands()

  • Pingback: p wilkes electrician()

  • Pingback: locksmith tools slim jim()

  • Pingback: try this web-site()

  • Pingback: plumbers wrench home depot()

  • Pingback: paypal loans()

  • Pingback: house blue()

  • Pingback: electrician vs plumber canada()

  • Pingback: a class electricians()

  • Pingback: plan()

  • Pingback: ionizer loans()

  • Pingback: plan()

  • Pingback: best minecraft maps()

  • Pingback: pay day loans()

  • Pingback: water ionizer payment plan()

  • Pingback: website()

  • Pingback: alkaline water()

  • Pingback: alkaline water()

  • Pingback: here()

  • Pingback: learn more()

  • Pingback: do you agree()

  • Pingback: Deixei de sair com ela por falta de grana e agora não sei se conto pra ela! | Pergunte a uma Mulher()