Tenho ciúmes da profissão da minha mulher

29
Sou casado e minha esposa é depiladora e terapeuta massagista, porém é unissex.

A cada 10 mulheres vão 3 homens que fazem depilação completa e massagem. Bom, alguns clientes na massagem ficam pelados, na depilação se for na virilha ela acaba tocando e etc… Bem, as mulheres sabem que depois da massagem tem um gel, ou seja, virilha completa, causando em alguns clientes ereção enquanto é aplicado.

Já fiz a proposta de ela mudar de profissão, pois já foram 2 amigos na clinica… CIÚMES o que faço? Obrigado.

Me responda algumas perguntas: você pretende arrumar um emprego melhor para sua mulher? Ela quer mudar de emprego? Você toparia sustentá-la? Ela iria querer/aceitar ser sustentada por você? Enfim, perguntas como essas são necessárias para você se dar conta da realidade, e se no fim você ver que não tem jeito e que ela continuará na clínica do mesmo jeito, sinto te dizer, mas você terá que relaxar e gozar.

Não sei por que o ciúmes do trabalho dela, mas imagino que talvez possa ser porque alguns homens procuram massagistas a troco de sexo, PORÉM, estes mesmos procuram prostitutas massagistas, e não apenas massagistas, tal como é o caso da sua mulher. Se sua mulher não é prostituta, por que você teria ciúmes da profissão dela? Você acha que ela poderia ceder aos encantos de um homem pelado lá na frente dela, mesmo correndo o risco de perder o emprego e de jogar a ética profissional por água abaixo? Acho que não, né? Sem contar que se ela é profissional, isso deve estar bem claro para 99% dos clientes (sobrando apenas 1% dos sem noção que provavelmente ela nunca dará bola haha), que nem pensarão em “putaria” na hora da massagem, e se pensarem acredito que o bom senso fará grande parte deles se conter. Se eu fosse um homem e estivesse fazendo massagem com uma profissional, pensar em ficar excitado seria tão constrangedor que nem tempo de ficar excitado eu teria. E mesmo assim, se um homem ou outro ficar excitado, não quer dizer que eles vão desrespeitar a sua mulher, ou que rolará um sexo por lá: muitas vezes isso poderá significar inclusive uma reação normal do corpo (sim, nem sempre a ereção significa que a pessoa quer transar, e você como homem certamente sabe disso), e tudo bem que muito homem parado alí relaxadão poderá acabar pensando putaria sim, mas não necessariamente com a sua mulher, mas sim com esses sonhos que temos quando estamos relaxados e com tempo para deixar a mente nos levar.

Quanto à depilação uiiii… já me doeu tudo aqui só de pensar!! hahaha!! Você acha mesmo que dá para relaxar fazendo depilação?? Para começar a pessoa já chega lá se sentindo um lobisomem cheio de pelos, coisa que o cliente certamente não acha bonito, até porque se achasse não estaria por lá, hehehe. A partir daí dá para concluir que a pessoa já chega lá se sentindo meio bagaço, e não muito atraente. Mostrar os pelinhos que você tanto odeia não é nada excitante, e muito menos enfiar uma cera quente (ou fria) para depois ser puxada com todos os pelos!! uiiii… Não, isso não é nada exitante!! Sem contar que dói, dói muito, e se o homem não for um masoquista de plantão, ele só irá pensar naquele desconforto horrível. Mesmo que ele seja o tal do masoquista, duvido que ele estará se sentindo sexy nessa situação um tanto quanto constrangedora. Depois que, de acordo com o que muita gente já falou, muitos homens que procuram depilação são gays, o que quer dizer que será mais fácil eles perguntarem para a sua mulher quem é o bofe ao lado, do que perguntar quem é ela, né? É claro que nem todos os homens que se depilam são gays, ainda mais no mundo de hoje em que os homens estão se cuidando cada vez mais (ainda bem!), mas mesmo assim esse não deixa de ser um fator relevante a se pensar. De qualquer forma, te aconselho a ir lá se depilar, e depois me conta o “quão excitante” foi, brincadeira!

Acredito que você tem que confiar na sua mulher, bem como respeitar a profissão dela. Pense bem: se ela for te trair, ela provavelmente irá te trair com um homem vestido mesmo, até porque para grande parte das mulheres até na hora de trair tem que rolar uma seduçãozinha. Dificilmente um homem seduziria uma mulher só porque está lá peladão, e seria mais fácil fazer a mulher sair correndo do que ficar por lá assistindo o homem tentar “pegar ela” hahaha. Sem contar que fazer alguém ficar pelado é o de menos nesse mundo moderno onde está todo mundo cada vez mais facinho, facinho. Ela não precisa – e provavelmente nem irá querer – se envolver com homens no trabalho dela, sendo muito mais fácil ela “pescar gente de fora”. Ou será que ela iria gostar de ser pega dando bola para cliente? Só se ela for muito boba, né?

Desencana porque mesmo que o seu problema seja apenas o de os homens ficarem excitados – independente de ela dar bola -, não se preocupe, pois se a sua mulher for minimamente bonita, ela já ganhou e ganha muitas reações e homenagens por aí, independente da profissão dela! Mulheres atraentes sempre chamarão a atenção e gerararão reação nos homens, e você como homem sabe muito bem disso. No seu lugar ficaria feliz em ter uma mulher atraente, e se ela for a tal da mulher de respeito eu ficaria mais feliz ainda, porque afinal de contas ela seria só minha e os outros homens ficariam “chupando dedo”, como diz os adolescentes da minha época, hehe.

Boa sorte!!!


Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Sinceramente, eu acho que se eu fosse o autor da pergunta, também ficaria com uma certa pulguinha atrás da orelha porque convenhamos, a massagem, por si só, já remete a algo erótico. O momento da depilação pode até ser um tanto desconfortável, mas convenhamos, que os movimentos de uma mulher fazendo seu trabalho de depilação próximo ao órgão sexual masculino pode, sim, excitar o homem, independente das dores sentidas com a depilação, sobretudo se a depiladora em questão for bonitinha, fora dizer que ela também poderá ficar excitada com esse contato. Por que não? Nada impede, principalmente tendo ela um contato tão íntimo com esse homem…

    Na minha humilde opinião, existem coisas que, por mais profissionais que sejam, podem, sim, despertar a libido do profissional. Eu, Fabíola, não consigo acreditar nesse papinho de: “mas ele(a) é um profissional”… Como se antes de a pessoa ser um profissional, não fosse um ser humano e, nessa condição, não estivesse sujeito à tentações da carne… E se alguém tiver lendo esse comentário e pensando: ah, então você não vai a um ginecologista homem. Iria, mas em último caso. Claro que uma ginecologista poderia se sentir atraída por mulheres e eu ficar exposta aos mesmos riscos que poderiam ocorrer com um profissional homem dessa área, mas isso aí já seria uma exceção, uma vez que a ordem natural das coisas é que as pessoas sintam atração pelo sexo oposto. Então,por esse motivo, acredito que estaria correndo menos riscos com uma profissional do mesmo sexo que eu.

    • Ademais que as mulheres têm mais costume e se sentem mais à vontade para ficarem peladas na frente umas das outras.Repare que entre os homens não há muito essa liberdade. Basta observar que em banheiros maculinos, se houver um cara no mictório lá do canto, o próximo que chegar irá no que está na outra ponta, somente para evitar contato com o outro. Quero dizer com isso que as meninas estão mais habituadas a se mostrar intimamente umas para as outras, motivo pelo qual também eu me sentiria mais à vontade com uma ginecologista. Eu tenho certeza de que a maioria das mulheres que lê esse blog não se sentiria confortável para se depilar com um depilador que fosse homem e hetero, mesmo sabendo que ele é um profissional…

      Quando eu me depilava em salão, conversando com uma das depiladoras, descobri que antigamente ia nesse salão um rapaz jovem e bonito para se depilar. Esse rapaz todas as vezes que se depilava com ela colocava o travesseiro no rosto, o que me dá a impressão de que ele fazia isso para não se excitar com os movimentos dela… Esse rapaz era go go boy e de gay não tinha era nada porque a depiladora também me disse que ele havia saído com uma das manicures do salão… Eu honestamente penso que tem coisa que a gente tem que confiar desconfiando e o autor da pergunta tem bons motivos para ficar apreensivo porque, se fosse o contrário, tenho quase certeza de que a mulher dele também sofreria as mesmas tensões que ele. Imaginem, meninas, se vocês tivessem um namorado gato, que trabalhasse em uma clínica de alto padrão fazendo massagem em mulheres belíssimas, como vocês não iriam se sentir…

      A gente consegue se excitar com alguém que está na nossa frente vestido, imagina tocando nessa pessoa pelada… Eu aprendi que a gente deve se livrar da aparência do mal… O que me dá a entender que forte não é quem acha que conseguirá vencer o mal por se considerar forte, mas quem foge dele.

      Quanto ao autor da pergunta, claro que é a profissão da mulher dele, cabendo a ele entender, principalmente se ele já a conheceu nessa profissão. Também não dá simplesmente para exigir que ela deixe de trabalhar com isso. Eu apenas penso que, se ela tivesse um pouquinho de simancol, como uma mulher casada, falaria com a direção da clínica para deixar que os clientes homens fossem atendidos por outra profissional, a menos que tenha apensas ela fazendo isso na clínica onde ela trabalha… Sem contar que ela poderia, enquanto trabalha nessa clínica, colocar o curriculum dela em outras que não trabalhem com depilação masculina. Tem lugar que não faz depilação em homem. Apenas em mulheres… De qualquer sorte, não acho que os ciúmes dele sejam infundados, não.

    • Samuel

      Fabíola, sinceramente, eu não acredito mais em casamento e até tinha desistido de buscar alguém pra tal fim … Tinha, porque lendo teu comentário, acho que ainda é possível manter a fé … Hahahahaaaaaaa Anônimo, você deveria ter buscado uma mulher com o pensamento que esta espécime mui rara do gênero feminino, que é a Fabíola, possui, para se casar, e estaria provavelmente poupando seu coração de um possível infarto do miocárdio.

    • Anonymous

      Fabíola você não acha que está misturando profissionalismo com outras coisas? Tentação todo mundo tem mas eu sou massagista e não fico com tesão nos clientes. Eles até podem ficar porque eles que são tocados por mim + como eu não sou tocada por eles fico tranquila. O problema pode ser o homem não a mulher massagista. Se o marido confiar na esposa não tem motivo para achar que ela seria atiçada. Eu mesma como profissional teria mais chance de querer um homem da rua do que um cliente até porque prezo pelo meu dinheiro no final do mês. Faz quanto tempo que você não transa? porque do jeito que você falou parece que você acha que é muito fácil sair ficando com tesão por aí e isso é coisa de quem não transa ha tempos porque eu como tenho sexo em casa com o meu marido já fico aliviada na hora do trabalho e não é qualquer coisa que me provoca ainda mais sendo bem comida em casa. Só um segredo Fabíola traição também vai de caráter seu namorado pode procurar uma mulher até na internet para transar com ela não precisa ir na massagista. E como a autoral disse massagista não é prostituta.

    • Eu acho que a Fabíola falou isso porque ela é solteira, aí está com o coração livre e desimpedido kkkk. Acho que o mais importante é lembrar que essa mulher é casada, e se ela pelo menos for como eu que só se casa se achar que o marido é o suficiente, acho que não seria tão fácil assim ela sentir tesão por outro (não que ela nunca possa vir a sentir, mas não é tão fácil assim). Mas isso só para quem está amando e feliz no casamento e geralmente só quem é casado ou viveu um relacionamento sério entende. Quem se compromete e ama não vê “o outro da rua” da mesma forma que vê quando é solteiro e está de coração livre e isso é FATO, pelo menos não os felizes no relacionamento. No fim a pergunta que poderia ser feita é: será que a mulher dele é feliz no casamento? será que ela é confiável? Se for realmente acho que não é tão fácil assim sentir tesão por outros, visto que como a anônima disse, tem quem faça um serviço bem feito em casa e ela já tem quem a ame. Quanto a fugir do perigo pareceria uma ótima saída se não vivêssemos em um mundo real cheio de tentações que podem aparecer a qualquer momento. No fim o que importa é se a mulher dele é de confiança ou não, pq essa de ficar fugindo de tudo não adianta de nada para quem já tem o caráter fraco. Assim, se por ex a mulher larga o emprego, ela ainda tem o vizinho, se muda de casa, ainda tem o amigo do amigo dela que com certeza também estará lá para tentá-la junto com vários outros homens mundão afora(quem é mulher e minimamente interessante entende disso e sabe que SEMPRE tem um homem para querer tentar algo, independente da profissão). Sem contar que para muitas mulheres um homem vestido, com um bom papo e umas flores seduz – para amante ou não – muito mais do que um peladão cheio de creme, kkkkk. Isso de “fugir” do perigo só serve se a pessoa não sair de casa e para quem no fundo sabe que o parceiro não é flor que se cheire. No fim vale mais achar alguém de caráter e de responsabilidade do que só ficar fugindo das situações da vida.

    • ps: desculpem os possíveis erros gramaticais, sabe como é pressa do dia a dia kkk.

    • Eu não disse em momento algum que massagista era prostituta, até porque nem acredito nisso. Também não disse que uma massagista teria relações ou cederia aos apelos de todo e qualquer cliente homem. Mas, na minha humilde opinião, é, sim, algo que pode acontecer com maiores chances, até porque existe todo um contexto já previamente preparado para isso. Também não vem ao caso aqui se eu transo com frequência ou não.

      Depois que não é porque uma mulher está sexualmente saciada que quer dizer que ela não vá sentir desejo, tesão ou não vá se permitir se sentir mais atraída por um cliente de quem ela possa vir acabar se aproximando um pouco mais do que pelo próprio marido. Até porque, pelo que você fala, a impressão que dá é que você acha que só trai quem tem um motivo ou quem é mal comido e tem nada a ver isso. Eu penso diferente: as pessoas podem trair sem motivo, sim, apenas por simples tesão, atração. Não tem essa de ” ah, eu sou muito bem comida e nunca vou trair”. Será mesmo? Começa a facilitar que eu quero ver… Claro que trair TAMBÉM é uma questão de caráter. Por isso quem o tem, evita determinadas situações em que sua natural fraqueza humana possa suplantá-lo.

      Seu marido deve se sentir sexualmente satisfeito com você, espero. Mas se ele chegasse dizendo que iria sair só com os amigos para ir para uma balada se divertir, você iria gostar? iria acreditar que porque você dá a ele uma boa assistência sexual a ele, ele não cederá de maneira alguma aos encantos de uma menina mais jovem e mais bonita que você que estivesse ali disposta a sair com ele? Talvez eu acredite mais no contexto do que propriamente na índole das pessoas… Ser humano é absolutamente capaz de fazer aquilo que ele mesmo condena. Basta introduzi-lo em determinados contextos…

      Então,para mim, é absolutamente natural que você, até hoje, não tenha sentido tesão por nenhum cliente. Tá dizendo nada demais para com isso, muito menos provando alguma coisa. Mas você garante que isso nunca irá acontecer? Eu tenho um amigo que, durante muito tempo, foi fiel à namorada, tendo, inclusive, resistido às investidas de várias mulheres, inclusive de amigas dela. Um belo dia, ele conheceu no trabalho uma moça vinda do Rio Grande do Sul, muito bonito e, porque não tinha pessoas conhecidas na cidade, aproximou-se dele e da namorada dele com intuito de fazer amizade. Eu sempre o alertava sobre o fato de ele puder vir a cair em tentação com essa moça. No entanto, ele não me dava ouvidos porque já tinha resistido a tantas investidas de outras mulheres e com ela não seria diferente…. Porém, um belo dia, ele me confessou que tinha ficado com a tal moça e que havia traído a namorada com ela… Ora, isso só aconteceu porque havia todo um contexto para isso: ele saía com ela para barzinho e blá, blá, blá e, em algumas situações, saía até ele, ela e a namorada dele também… Mutatis mutandis, a situação da massagista é a mesma: mulheres que trabalham em qualquer profissão podem trair e se esse tipo de coisa pode acontecer até quando ambas as pessoas estão vestidas, imagina quando uma delas está pelada…

      Não se sinta ofendida pelo que eu disse em outro comentário. Mas eu não confiaria mesmo… É a minha posição. É a maneira como eu penso…

    • Ah e outra coisa: eu não disse para ninguém viver fugindo das situações da vida. Nada a ver! Porque pessoas atraentes e interessantes surgem em qualquer lugar. Agora você se inserir em determinadas situações com esse alguém interessante, acreditando que é muito forte…

      Dizer que eu penso assim só porque eu sou solteira, para mim, serve apenas para enfraquecer o meu discurso. Posso ser solteira. No entanto, vejo exemplos de pessoas que estão em um relacionamento. Já vi exemplos de pessoas que eram felizes no casamento e que traíram seu cônjuge em um momento de fraqueza e depois se arrependeram. Eu particularmente penso que que o arrependimento pode, sim, ser um indicativo de que a pessoa tem, caráter e senso de repúdio pela sua má conduta, pois quem é completamente sem caráter, no meu entender, é completamente desprovido de sentimento de arrependimento.

    • Eu só não concordei com o que você disse Fabíola, e acho sim que o fato de você nunca ter tido um relacionamento sério e duradouro, e nem ter tido experiência sexual com alguém que você ama e mantém um relacionamento faz MUITA diferença na hora de dar esse tipo de opinião, mas isso na minha humilde opinião, né. E de fato no fim isso enfraquece o seu argumento sim pq você falou como se não contasse o fato da mulher ser casada, e nem contou a possibilidade dela estar satisfeita e feliz com o marido que tem, e ainda falou como se não acreditasse no profissionalismo de ninguém. Tudo bem que tem gente que não é profissional, mas na boa, dizer até que não vai em ginecologista homem porque fica desconfiada é um exagero kkkkk. Não é só porque você mostra a coisinha lá pra ele que ele vai querer te comer mulher!

      e de fato concordo com a anônima, isso de achar que qualquer toque já vai atiçar é coisa de quem está muito tempo sem sexo, ou de quem não está feliz em casa.

    • Luíza, o que tem demais a mulher se casada? Até porque o problema reside todinho aí: em ela ser casada… rsrsrs Que fique bem claro aqui, coisa que acho que não ficou quando eu fiz meus dois primeiros comentários, que eu não acho que nenhum ginecologista homem seja necessariamente um tarado. Não! Todavia, eu, Fabíola, por não saber distinguir quem atua com profissionalismo ou não, prefiro tomar minhas precauções e se no hospital que eu for receber os serviços desse profissional tiver uma mulher nessa área, darei preferência para a profissional do sexo feminino. Apenas isso que eu quis dizer. Depois que eu já ouvi algumas histórias com determinados profissionais que me indicam que o melhor caminho para mim é agir com essa cautela pelos motivos já expostos. Acho que agora tá claro para todo mundo o que eu quis dizer. Depois que, apesar de eu ter entrado nesse assunto, a gente nem tá falando aqui de abuso sexual e sim da possibilidade de duas pessoas virem a se envolver consensualmente…

      Importante também frisar que eu não disse que basta tocar o outro para atiçá-lo. Deram uma abrangência muito grande ao que eu disse. Ademais que não é porque alguém fica um determinado período sem contato íntimo que ela vá se sentir atiçada com tudo que é toque. Isso é lenda e se for verdade, é uma verdade que se restringe apenas a algumas pessoas, não se aplicando a mim, até porque não existe nada mais plural do que a manifestação da sexualidade… Então, talvez existam pessoas que, quando passam um longo período sem transar tenham essas reações.

      Também acredito que o gatilho para o sexo não seja necessariamente o amor, mas, sim, o desejo, tanto é que é perfeitamente possível amar e não sentir desejo e já tivemos casos de leitores aqui que enfrentavam esse dilema. A contrario sensu também é perfeitamente possível sentir desejo sem amar. Também é perfeitamente possível sentir mais desejo por outra pessoa do que pelo próprio cônjuge. Por que não? Talvez alguém que seja feliz no relacionamento não traia por motivos morais e não porque essa felicidade seja um impeditivo para uma traição, ou seja, não que isso possa impedir de desejar outras pessoas. Bem, no dia em que eu me apaixonar por alguém, viver feliz com ela, talvez eu pense assim como vocês. Mas olhando racionalmente e embasada no que observo, não vejo sentido nisso…

      Existem coisas a meu ver que não é necessário vivenciar para saber que existem ou são possíveis. Aqui mesmo no blog não raro os consultores respondem perguntas de leitores em situações que nunca vivenciaram.Eu mesma já respondi várias assim e o parâmetro que utilizei foi o senso médio e as experiências de pessoas que já estiveram em situações análogas ou até mesmo o apoio de pesquisas ou opiniões profissionais. Porém eu mesma nunca estive naquela situação… Depois que eu não estou aqui afirmando que a esposa do leitor lhe vá ser infiel. Mas, para mim, é uma possibilidade trazida pelo contexto…

    • Eu nunca estive apaixonada ou em um relacionamento longo e firme com alguém. No entanto, eu não vivo em um casulo. Eu me relaciono e conheço pessoas que, embora felizes e dizendo que amam seus parceiros, o que eu acredito que seja mesmo verdade, têm atitudes sexualmente incompatíveis com as de quem está em um relacionamento feliz e duradouro. Ademais que você anular a hipótese de ela não trair porque está apaixonada e feliz sexualmente com o parceiro é afirmar a contrario sensu que só quem trai é quem não está apaixonado pelo parceiro e se encontra insatisfeito sexualmente, o que a gente sabe que não é verdade, porque já ouvi pessoas dizendo que amam seus parceiros, transam regularmente com eles, o sexo é legal, mas, mesmo assim, sentem vontade de ficar com outras pessoas e alguém pode desenvolver esse desejo a partir de alguma imagem que viu e lhe chamou atenção como uma mulher que trabalha fazendo massagens em clientes pelados e de repente vê um homem com um biotipo de repente lhe chama atenção, seja pelo formato do pênis ou por outra característica física… Então é embasada em casos vivenciados pelos outros que eu não acho que felicidade conjugal seja garantia de fidelidade, ainda mais quando o contexto não é favorável a isso. Eu não acredito na máxima quem ama não trai porque ninguém precisa estar apaixonado para sentir desejo pelo outro.

      Para finalizar, perguntei a três meninos entre 25 e 30 anos aqui de Recife se eles se sentiriam confortável se estivessem na mesma situação do leitor, e os três disseram que não e um deles até respondeu assim: imagina meus amigos indo lá… Bem, mas nordestino tem fama de machista, né. Vamos ver o que os garotos do sul s sudeste pensam a respeito…

    • Oi Fabíola, sou de SC e garanto que aqui o machismo é grande também, acho que em todo o lugar, eu particularmente acredito que a confiança vem em primeiro lugar pois sem ela nenhum casal viverá em paz, se eu estou com uma pessoa é por que confio, se ela nunca me deu motivos, é a profissão que ela gosta, que rende dinheiro para ela, se ela nunca me deu motivos para desconfiar então por que ficar encasquetando???Opnião dos outros??Não ligo pois nunca ninguém pagou minhas contas e se vão lá ou não também não importa, não vou dizer que não ia ter um ciúmes, mas é daquele natural nada doentio, pois como disseram ali em cima, se for para trair isso acontecerá em qualquer lugar; mais cedo ou mais tarde a verdade sempre aparece disso não tenho a menor dúvida.

    • Fabíola, concordo plenamente que nem tudo precisamos viver para poder falar sobre, inclusive 90% das vezes que você fala sobre casos que você não viveu você se sai brilhantemente, até pq dá para aprender muita coisa sem ter vivido a história, mas nesse caso específico e na minha opinião, acho que te faltou ou olhar um pouco mais a história dos outros (dos que foram realmente felizes no casamento, e que tem o mínimo de caráter, e não apenas os “apenas casados”), ou viver a sua para ter sido mais feliz no comentário. Sem contar que acho que você ficou preocupada demais com a profissão da mulher, de uma forma que até pode dar um ciumes sim, mas ainda teria tudo aquilo que eu falei, que a massagista falou, e os demais comentaristas também falaram e que não dá para ignorar.

      Pode ter gente que ama e trai, sim! mas na boa? isso não é por causa da profissão, e continuo com a minha mesma opinião que não vou dizer tudo de novo, até pq se não o bate papo não termina kkkk. Já entendi sua visão e podemos discordar uma da outra felizes e contentes kkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Anonymous

    Cara, de boa… você consegue conviver com a imagem da sua mulher fazendo caricias ( massagem não deixa de ser caricia ) no pau de outro cara???

    Bom, pergunte a ela se ela se sentiria à vontade sabendo que você faz caricias em outras mulheres… passando óleo no corpo delas e massageando peitos, bunda e virilha rs

    A minha opinião é simples, separação é SEMPRE uma opção.

    Esse lance de casados para sempre só existe enquanto houver respeito… e definitivamente, uma mulher CASADA, passando óleo e massageando o corpo de outro homem com certeza esta faltando com respeito com seu marido…

    prostitutas aqui no rio são conhecidas como massagistas não é atoa rs

    Bom, essa é minha opinião, eu não ficaria com ela.

    • Anonymous

      Quem falou em massagem no pau? massagista comum faz massagem nas costas etc. Massagem no pau quem faz é garota de programa massagista, e não massagistas comuns como parece ser o caso da mulher do autor da pergunta. Ele disse que a mulher dele é massagista, não prostituta então não acredito que faça massagem no pau dos outros homens. Só se a mulher dele é garota de programa e ele omitiu essa informação.

  • Anonymous

    Vamos supor que você fosse ginecologista, como ficaria a sua mulher com isso? É a mesma situação!

  • Anonymous

    KKKKKKKKKKKKKKKKKK,só rindo mesmo viu, o/a colega aí acima falou bem, se o marido tivesse por profissão a medicina e por especialidade a ginecologia? Como ficaria a cabeça da esposa dele? Se tiver alguma leitora que seja esposa de ginecologista,responda-nos por favor. e se fora a mulher uma urologista ou proctologista que tenha que examinar órgãos masculinos o dia todo? mas como a moça em questão não tem uma profissão assim tão ¨nobre¨ sugerem que ela mude de profissão e chamam de nomes não muito bonitos. Até as mulheres julgam, triste isso viu. Dizem os entendidos, que as pessoas costumam julgar as outras por elas mesmas.

    Abraço. Marco.

  • Anonymous

    As pessoas confundem trabalho e proficionalismo, com putaria. Fala serio. Pessoas assim, se fossem ginecologistas por ex., ja estavam vendo o sol nascer quadrado a muito tempo!

    • Isso se você estiver pensando apenas em abuso sexual e não em sexo consensual.

    • Anonymous

      😛

  • Manoel Dionizio Neto

    Há três questões que se pode colocar aqui: o ciúme, a erotização humana e o preconceito. No primeiro caso, vale considerar o fato de que o ciumento sempre encontra razões para ter ciúmes; segundo, todo ser humano é desejante, sendo, por isso, capaz de desejar uma outra pessoa, esteja ela nua ou não, exercendo uma profissão ou não, seja esta profissão aquela que lida diretamente com os corpos despidos ou outra qualquer, e o preconceito que leva o ser humano às mais diferentes distorções da compreensão da realidade. Por isso não vejo razão para ter ciúme do cônjuge por exercer esta ou aquela profissão. Em qualquer atuação profissional, é possível as pessoas se interessarem umas pelas outras, assim como elas se atraem não exercendo profissão alguma. A anônima casada disse muito bem o que isso significa, quando disse exercer a profissão de massagistas sem nenhum problema com a sua vida conjugal e sem nenhum envolvimento com os seus clientes. Apenas concordo com quem diz que o não envolvimento não se dá porque ela está satisfeita com o marido, mas porque o envolvimento sexual entre as pessoas não têm que ser tão mecânicos como pensa a Fabíola, de modo que, se lidar com a pessoa do sexo oposto, já há indícios de envolvimento (e se uma das pessoas for homossexual? Neste caso não teria problema o envolvimento? Ou não haveria só por se tratarem de pessoas do mesmo sexo?). Seria ótimo, pois, que todos repensassem seus preconceitos para não perder tempo com tanta preocupação desnecessária, e não ficarem julgando os outros a partir do seu pequeno mundo.

    • Anonymous

      Comentário brilhante, parabéns! Concordo com tudo.

  • Anonymous

    uma coisa eu falo quando um nao quer dois nao fazem
    ja ouviram aquele ditado agua mole em pedra dura tanto bate ate que fura entao uma hora que ela estiver magoada com o marido dela por algum motivo e nesse tempo estiver ali uma cara que ela tem uma afinidade vai rolar voce pode ter certeza que vai…

    • Daniel gonçalves

      Li a pergunta do autor, a resposta e os comentários. Sou hetero e faço depilação na virilha. Não consigo me conter e apesar da dor, fico excitado no momento da colocação da cera quente e nas manipulações, pois em diversas ocasiões a depiladora toca no pênis para realizar a depilação. Resultado, dentro do salão uma depiladora após a excitação e conversas eróticas me masturbou e me beijou e outra disse que gostava de me ver excitado, apesar de nunca ter me masturbado mas já ter me tocado. em ereção. Detalhe: as duas eram casadas. Conclusão, depende muito da índole e do tesão da depiladora, pois entre 4 paredes e com sigilo, tudo pode acontecer.

  • Pingback: no credit check loans()

  • Pingback: direct payday loans sydney ns lender()

  • Pingback: drugrehabcentershotline.com addiction treatment()

  • Pingback: bmi calculator for females()