Tenho um marido egoísta e desinteressado no casamento

57

Leitora: Boa noite, meu marido faz um ano que não faz sexo comigo. Está difícil já tentei de tudo, sou uma mulher que cuida dos filhos, da casa, da minha empresa, vou fazer 40 anos, estou interessa e nada de ele querer sexo e quando quer é aquela rapidinha, vira para o canto e dorme… E acabou, não tem carinho nem beijos… Ele é uma pessoa egoísta que só pensa nele, ele chega do serviço nem olha na minha cara só fala “oi tudo bem?”, mais nada, nem um beijinho quando chega tem mais… Ele sobe para tomar banho e lá ele fica… Quando vou ver está dormindo e quando procuro diz que está cansado… E sempre diz que está estressado… Até lingerie novas picantes já comprei e mostrei para ele… Sabe o que ele me diz: “isto é para que?” kkkkkkk fala sério eu aqui cheia de tesão e ele nada, o que devo fazer me ajudem gente… Já pensei em até me separar e procurar minha vida, fora outros detalhes que se eu for contar aqui dá para publicar um livro.

É, parece que a frieza se instalou em seu relacionamento e seu marido aparentemente não deseja fazer nada para mudar esse quadro, a despeito de suas tentativas e boas intenções para revertê-lo. Bem, já que ele ainda não percebeu que você está pra lá de insatisfeita com essa relação, a última opção que resta agora é sentar e conversar francamente sobre o assunto, a temida e para muitos inconveniente DR, pois o que não dá é ficar tentando varrer todo o tempo a sujeira para debaixo do tapete.

O ideal seria escolher um local e um bom momento para essa conversa. A casa de vocês não parece ser o melhor espaço para isso, dada a total apatia com que ele chega. Então, que tal ligar para o emprego dele no meio do dia, dizendo que precisa falar com ele com urgência à noite, pedindo a ele para encontrá-la em algum restaurante da sua cidade a fim de que possam conversar sobre isso reservadamente e sem correr riscos de ele querer ir dormir ou propor adiar a conversa para o outro dia, alegando cansaço ou estresse; além do que há boas chances de ele comparecer a esse encontro movido pela curiosidade de saber o que você tanto tem a tratar com ele. Bem, se eu fosse você, jogaria esse verde. No ponto a que o relacionamento de vocês chegou, você não tem muito a perder.

Caso ele aceite, vá a esse encontro cheirosa, muito bem arrumada e sexy (mas sem ser vulgar) porque se a conversa correr bem e ele compreender os motivos de sua insatisfação, certamente  começará a prestar atenção na sua produção, passando a vê-la com outros olhos… Tente introduzir o assunto com calma e de forma amena, sem aquele tom inquisitivo, que põe o outro em posição de contra-ataque, pois a finalidade desse encontro é conversar, fazê-lo entender que, se as coisas continuarem como estão, o relacionamento de vocês poderá restar comprometido e não brigar, o que poderia agravar ainda mais as coisas entre vocês.

Aproveite o jantar para expor de forma serena todas as suas mágoas e insatisfações, enfatizando também que, se ele deixou o relacionamento esfriar por conta de alguma falha sua, você está disposta a consertar isso, fazendo o possível para mudar. Isso fará com que ele se sinta menos acuado e se torne mais receptivo ao que você tem a dizer sem ficar na defensiva, diminuindo as chances de isso terminar em uma briga. Caso você perceba que ele demonstra vontade de resgatar o relacionamento de vocês, proponha que façam uma terapia de casais se sentir que é necessário de acordo com à maneira com que ela reagir à essa conversa.

Agora há pouco saiu um filme com Meryl Streep muito interessante, que traz um casal em situação análoga à sua. Antes de convidar seu marido para uma conversa, sugiro até que assista a esse filme até mesmo para ver se você se identifica com algumas situações trazidas por ele, o que eu acredito que sim, e assim buscar inspiração para solucionar o seu problema. O filme se chama Divã Para Dois. É um filme para casais que eu já até recomendei aqui e que particularmente considero muito interessante e com um marido muito parecido com o seu: ranzinza, acomodado, pouco atencioso com a mulher, que só queria saber de trabalho e sexualmente preconceituoso e careta. A situação entre eles estava tão feia que dormiam até em quartos separados. Tudo entre eles era mecânico, chato e sem graça, até que a esposa resolveu tomar uma atitude radical onde apostou todas as fichas para salvar o casamento que estava aparentemente falido. No entanto, isso só foi possível porque, claro, houve empenho dos dois para que desse certo. Bom, acho que ainda vale a pena você  tentar salvar seu casamento dando essa última cartada que propomos.

Qualquer coisa, estamos aqui para ajudar e, desde já, nossos sinceros votos de boa sorte.

Instagram
Share.

About Author

Colaboradora do Pergunte a uma Mulher. 25 anos, formada em Direito, adora assistir a um bom filme, apreciar uma boa música, ler um bom livro em uma tarde ensolarada e fresca, escrever sobre suas impressões do mundo e observar e refletir sobre a vida. Afinal, "sei lá, sei lá, a vida é uma grande ilusão. Sei lá, sei lá, só sei que ela está com a razão".