Homem que perdoa chifre é um banana?

59

Leitor: Olá Leitores, minha primeira relação sexual foi com minha esposa, no tempo que ainda namorávamos. Minha esposa, na época minha namorada, já era sexualmente mais experiente, e não sei se por nunca ter visto outra mulher, ela me fascinou e sempre dominou nossa relação. Somos casados há oito anos, e durante esse tempo ela que comanda, inclusive fica com meu ordenado. Há seis meses atrás ela se desentendeu com uma amiga, a amiga irada me ligou e contou que ela estava me traindo, me caiu o chão, forcei e ela chorando confirmou: a carne é fraca, te amo, ajoelhou e pediu perdão. Bem, perdoei, afinal ela é boa esposa, mãe e é trabalhadeira me ajuda muito tanto trabalhando fora quanto em casa e o principal, eu a amo. Só que ontem a noite fui passar uma matéria do Fantástico que gravei, que ela tinha interesse, pro celular dela e vi algumas fotos dela e uma amiga num bar, não era um barzinho, era um bar boteco mesmo, estavam tomando cerveja e vodca com mais dois caras. Ela não me contou sobre isso, não sei se ela estava com colegas do trabalho e também fiquei sem coragem de perguntar. Será que porque eu aceitei o chifre ela me acha um banana?

banana-dormindo

Sei que tem homem que irá falar que se você perdoou uma traição é porque é trouxa e perdeu o respeito, mas eu como mulher digo que um homem parecer ou não um frangote vai muito além disso. Não acredito que ela te ache um banana só porque você perdoou uma traição: se ela for esperta saberá que você perdoou por amor ou por um outro motivo maior, e que poderá não haver uma segunda chance. Pode até ser que ela te veja assim, mas não por ter perdoado um ato isolado, mas sim por todo um conjunto que pelo visto você faz no seu dia a dia: será que você não é “um banana geral” com coisas que inclusive nem tem a ver com a sua vida conjugal? No trabalho? Com amigos? Quem sabe até com a caixa do mercado, hehe.

Se cada um é cada um, sabemos que existem mulheres que respeitariam um homem que as deixa “comandarem”, por assim dizer – até porque em um relacionamento sempre tem um que comanda mais do que o outro, e isso é fato. Porém, também existem outras tantas mulheres que usariam isso da forma negativa, no sentido de usar essa liberdade para fazer tudo o que querem, inclusive coisas que desrespeitem o parceiro. Bem, mas qual tipo de mulher é a sua? Isso só você poderá dizer, mas pelo o que você diz, ela não tem receio nenhum de fazer nada nas suas costas, provavelmente porque sabe que você não irá largá-la, coisa que já dá segurança para que ela ouse e não tenha medo das consequências.

Como anda a sua auto estima e o seu amor próprio? Da forma que você falou, parece que você mesmo se acha um banana, ao mesmo tempo que você fala dela como se ela fosse a última bolacha do pacote e o seu caminho para a felicidade: “ela foi minha primeira mulher”, “me fascinou”. Vamos tentar não colocá-la tanto ao céu, e nem você tanto à terra, né?

Mesmo que ela tenha ido ao bar e não tenha acontecido nada, você que tem que saber o quão grave é isso para você, porque chega um ponto que não importa só se ela ficou ou não com alguém, mas sim que ela saiu para um boteco, sem te avisar, e coincidentemente ou não, de casalzinho – já que era ela, uma amiga e mais dois homens. Se você falasse que ia sair com mais um amigo e duas mulheres, será que ela iria levar na tranquilidade? Pimenta nos olhos dos outros é refresco, né? E se ela quer que você leve na boa as coisas que provavelmente ela não levaria, e desde que você nunca tenha feito nada que afetasse a confiança dela, é porque tem caroço nesse angu e no mínimo ela está sendo muito conveniente. Sem contar que caso ela ache natural, tranquilo e sem maldade sair para o boteco da forma que ela fez, por que ela não te contou ou te mostrou as fotos? Já que estava tudo dentro da normalidade…

Eu acredito que você tem que se dar um pouco mais de respeito, para assim conseguir mais respeito não só da sua mulher, mas também das pessoas em geral. Sabe aquela frase que diz que se você deixar o outro monta, coloca arreio, espora e tudo o mais? Pois é, cuidado com isso. Não quero dizer que você tem que ser grosso, ignorante, brigão ou ditador (até porque gente assim é o fim da picada), mas sim que você tem que impôr os seus limites, saber bem o que você realmente aceitaria e o que você não aceitaria, porque sinceramente parece que tem coisa que no seu íntimo você não quer aceitar, mas acaba aceitando por estar com a autoestima lá em baixo. Isso me lembrou um post aqui do blog: Ter medo de perder é a melhor forma de não ganhar, que recomendo que você leia.

No fim, a grande ironia disso tudo é que se você fica com medo demais de perder, aí que você não ganha nada mesmo, e perde inclusive o seu respeito em casa. Lembrando que você não deve se respeitar e cobrar respeito porque você é homem (pensamento assim fora ser machista é retrogado), mas sim porque você é um ser humano, se valoriza e tem os seus limites como todo mundo.

Boa sorte!

Assista ao vídeo “Você tem medo de ser traído(a)”?! Aproveite e assine o Canal para não perder nenhuma atualização =)

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.