Sexo anal é realmente saudável?

51

Você adora sexo anal ou gostaria de experimentar? Acho que você pode mudar de ideia depois de assistir a esse vídeo!

Ps: ao contrário da palestrante, eu não tenho religião, mas mesmo assim achei relevante trazer o vídeo para que a gente possa debater o que faz – ou não – sentido.

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Marco

    Complicado a coisa né,mas vamos pensar um pouquinho, o órgão reprodutor( a vagina na mulher e o pênis no homem) foram criados apenas com o objetivo de reproduzir,ou seja,procriar, ter filhos, não vou nem entrar no mérito de existirem pessoas que gostem ou não de variantes do sexo,que não o sexo meramente para reproduzir,oque creio, seja a imensa maioria da humanidade, se existe algum risco ou não,e apenas um detalhe, pois sei com certeza absoluta, que varias mulheres sentem sim,e muito prazer nesta pratica, se levarmos em conta,outras variantes de sexo, como o oral, tbm não deveriam ser praticadas, pois tbm tem seus riscos. Então resumindo,pelo principio da doutora ai neste vídeo, as pessoas só deveriam praticar o sexo vaginal e para reprodução,pois estes órgão foram criados apenas para isso. Como disse a própria doutora no vídeo, pensem,não acreditem em tudo que ouvem,inclusive neste vídeo, e tirem suas próprias conclusões, quem achar que isto e fato, que faca então e tao somente, o sexo vaginal,e para reprodução, ja que se trata de órgão criado, biologicamente falando, para isto.

    Eu sinceramente, prefiro, viver feliz, me divertindo e variando um pouquinho mais, afinal, só sexo vaginal,no famoso papai e mamãe( pq segundo o principio dela em outra posição poderia aumentar o atrito e causar traumas), iria tornar o sexo e a vida tao chata, que talvez nem vale-se apena vive-la.

    • Nadaaver

      Não acho que ela quis dizer que é só para reprodução mas sim que o sexo anal pode trazer consequências nada agradáveis. Eu particularmente achei que muito do que ela disse faz bastante sentido independente do prazer ou não. Prazer é uma coisa, riscos à saúde é outra. Marco, do jeito que você falou parece que não gosta de buceta e só vive se tiver cu.

      • Joao Carlos

        Concordo com você. Eu acho que se ele pensasse mais no bem estar da parceira sexual ele não diria que quer “variar um pouquinho”. E o atrito é apenas no ânus porque não há lubrificação aquosa adequada.

      • Marco

        Ola, ela não disse que e só para a reprodução,mas eu acho que foi isso que ela disse,quando falou que o órgão sexual feminino(A MARAVILHOSA VAGINA), sim eu adoro buceta, foi feita para isso(reproduzir), e obvia,que nos sere humanos(gracas a deus), usamos para nos divertir e ter prazer, mas respeitando quem nao gosta, não quer e tem medo, não dispenso um bom sexo anal.

        Grande abraco a vc Nadaaver.

    • Leila

      Desculpe, mas a sua visão é claramente de um “Ativo”, você já foi passivo algum dia? E se foi, depois de ter assistido ao vídeo da professora, não ficou nem um pouco alarmado?
      A grande verdade é que contar a realidade para as pessoas não seria vantagem para a grande fábrica pornográfica e afins. Mas já que há a informação vamos usa-la da melhor maneira possível.

      • Marco

        Cara Leila, falo sim como ativo, e não, nunca fui passivo, alarmado não seria o termo, acho que curioso seria mais apropriado, a grande verdade, ela falou quase no fim de seu vídeo, não acredite em tudo que te falam, e na minha humilde opinião, isto tbm pode ser aplicado ao que ela falou, não e porque ela falou, que isso e uma verdade absoluta, e na verdade, nossas vidas, estão repletas de atos perigosos e não saudáveis, não só no sexo mas em muitos hábitos do dia a dia. Vejamos na alimentação, a raca humana, viveu e evoluiu por milhares de anos sem açúcar e sal na sua dieta, poderia postar aqui, centenas de pesquisas de cientistas que, mostram o quanto são prejudicais a saúde, porem nem eu nem vc, abrimos mão destas delicias em nosso dia a dia, no tema sexo, o sexo oral por exemplo, tbm e objeto de varias pesquisas que mostram,a possibilidade de varias doenças relacionadas a sua pratica. Oque eu quis dizer, e que, primeiro,por mais logico que possa parecer, nunca acredite em tudo que te digam,pois não existe verdade absoluta, mesmo que oque vc ouviu te agrade, ou justifique oq vc pensa, pesquise muito e pense a respeito, segundo, tudo na vida, e uma questão de custo beneficio, em tudo que fazemos, existe ônus e bônus, então pese bem tudo, e faça oq quiser, sempre com consciência e o máximo de cuidado com sigo mesmo e com os outros.

        • Caique Siqueira

          Bom dia !! Minha opiniao é o seguinte !!! Ânus ou simplesmente (cù) como voces conhecem foi feito para defecar (cagar ) e vamos conbinar que é nojento pra caramba , e nao venha dizendo que sou gay nao porque não sou , simplesmente acho errado

    • Marcelo

      Apoiado, a vida sem a diversidade do sexo é apenas sobrevivência, por isso vivo intensamente. Valeu…

  • Lyra

    Primeiramente, parabéns ao blog por abordar um tema tão polêmico e dar a oportunidade para mais pessoas saberem dos riscos da prática do sexo anal. Bem, é verdade que a sociedade evolui, e com ela os relacionamentos interpessoais, etc. O que vale ressaltar aqui é a seguinte questão, “vale a pena?” Considerando que há uma doença decorrente do sexo anal e de outras complicações para a saúde e que realmente não é biologicamente normal e saudável. Acho que a escolha é de cada um em ‘experimentar’ ou não, e praticar ou não. Mas também deve estar ciente das consequências que isso pode trazer para a sua vida posteriormente, porque saúde é preciosa demais para ser jogada no lixo por um sexo gostoso que poderia ter sido feito de outras maneiras, já que há tantos objetos sexuais, brinquedos, vibradores, consolo de diversas formas/tamanhos, etc. Apenas pensem e reflitam se vale a pena, é a minha dica.

  • Maria

    Não concordo qd ela diz que mulher não tem sensibilidade nervosa nessa área ( ânus) e que o sexo anal tem movimentos violentos. Sai dâe!!! Ela nunca fez e ainda é crente.

    • eu

      Ela não é crente Maria, parece que é espírita + o que gostei é que independentemente disso ela usou argumentos científicos e coerentes e não ficou pautada em religião para explicar o que importa. A única parte que não concordei é que mulher não tem prazer anal de resto faz sentido lógico. É claro que o anus é cheio de coisa suja.

      • Marco

        Ela usou argumentos cientificos,pois ela os domina, para espressar sua opiniao, mas citou sim, Deus(nada contra) na sua palestra.

  • Deb

    Olá! o/
    Bem, eu começo por discordar de que a mulher não sente prazer com a prática, porque já está provado que é mentira, a mulher pode sim sentir prazer com o anal.

    No entanto, eu acho que, tanto o sexo anal como o vaginal, se for feito com brutalidade excessiva, ambos podem danificar os tecidos e causar dor, e ás vezes outras complicações. Por exemplo, por vezes, dependendo da força e profundidade da penetração vaginal, pode haver bastante dor no cólo do utero.

    Portanto, eu acho que, se tomados os devidos cuidados (lubrificação e proteção), o sexo anal pode ser saudavel se não for feito com brutalidade. Se tudo for feito de modo correcto, não vejo motivos para desencorajar a prática.

    • nadaaver

      Pena que o maior problema citado não foi machucar e sim uma bactéria que tem no anus e não tem na buceta e essa bactéria pode subir para o coração.

      • Marco

        Se fizemos uma analise o sexo a luz da ciência, nem beijo na boca seria prudente, pois temos bactérias e trocamos com as pessoas ate por aperto de mão o tempo todo, então, a vida iria se tornar tao chata, que nem sei se valeria apena. Mas existe o livre arbítrio né, que cada um proceda como quiser.

        • nadaaver

          Querido, bactéria da boca não é como a do cu, a do cu é muito mais potente e prejudicial a saúde e todo mundo que sabe um pouco de ciência e biologia entende isso. Marco eu sei que você não quer parar de comer cu + você faz umas associações bem forçosas. Beijar na boa é uma coisa, sexo para reprodução é outra (religiosa) e dar o cu com bactérias altamente prejudiciais sem comparação com a da boca é outra. Queria ver se o cu fosse seu e tivesse risco a sua saúde se você daria pq a verdade é que sendo a saúde do outro o povo está se danando e prefere fazer associação incoerente do que pensar um pouco em lógica e ciência. Tenho dó da sua mulher pq está na cara que você está forçando uma associação que não existe só para continuar comendo o cu dela. Tenha um pouco de amor à saúde do próximo e pense se o cu fosse seu se você estaria tão desapegado assim. Se o que vale é o prazer bem que você podia deixar uma mulher que goste de comer cu de homem comer o seu. Tem mil maneiras de ter prazer como beijar na boca e sexo vaginal que ao contrário do que vc fez parecer ser não tem relação e não é prejudicial como dar o cu. Sexo vaginal só colocar camisinha, dar o cu pode ser com camisinha ou não que movimenta bactéria de forma errada lá dentro. Sexo com camisinha pode te livrar de doenças, dar o cu de camisinha vc pode pegar bactéria de você mesmo que se movimenta lá dentro de forma incorreta. Dar o cu de camisinha te livra da bactéria alheia + não te livra das suas. Em outras palavras não tem solução que nem o vaginal que é só usar camisinha.

          • Marco

            Cara nadaaver, acredito que vc seja mulher, pelo que vc postou, pois bem, vamos por partes, pra ver se consigo me fazer entender, primeiro existem sim bactérias extremamente prejudiciais ao organismo humano em todo o corpo e ate fora dele, só que a maioria das pessoas, tem anticorpos para a maioria delas elas (qualquer pessoa que entenda minimamente de biologia sabe disso), e em momento algum eu as comparei, apenas fiz uma associação comparativa usando o tema bactéria. Segundo quanto a associação do sexo exclusivamente vaginal, apenas usei, os argumentos da palestrante, que disse claramente que este órgão e reprodutor e foi feito para isto( fato), porem, se levarmos em conta apenas a biologia querida, nossa boca, biologicamente falando, foi feita apenas para nos alimentarmos e falar, não para beijar e fazer sexo(oral), porem, e fato que a usamos para isso e com muita satisfação. Portanto, minha associação não tem nada de incoerente, pesquise um pouco e vera. Terceiro, não tenha do da minha mulher, pois fazemos sim sexo anal, só quando ela tbm quer, e tenha certeza, que como algumas mulheres ja relataram aqui, sentem prazer com ele, en tempo, praticamos tbm vários outras formas de sexo, o vaginal, oral e beijamos muito na boca tbm, e apesar da opinião da doutora do vídeo, vivemos sim com muita saudê, gracas a Deus. Ainda, e não menos importante, se ela quiser comer o meu,e so pedir direitinho, quem sabe, podemos ate fazer(embora ainda não tenha acontecido).por ultimo, minha cara, o seu cu e so seu, faca oq quiser com ele, de ou nao, problema seu,que trauma vc deve ter não, ou quem sabe, a mente e fraca, e o primeiro argumento que parece minimamente coerente( mas pode ou não ser, pois lembre, não ha verdade absoluta). Vc tem todo o direito de ter sua opinião, eu a respeito, só não concordo, tenho a minha, e sinceramente, sei la que esta certo, mas vivemos felizes, eu e minha esposa, variando no sexo, já a 27 anos, e saudáveis.

            Saudações, Marco.

          • Marco

            AAAAAAAAA esqueci de dizer uma coisa, se vc pesquisar vai ver que o câncer de boca, e da região da garganta, tem um incidência muito maior que o da região do anus e do aparelho excretor, o quanto isto esta ligado a atividade sexual, não e possível precisar, mas alguns especialistas, dizem que e grande a ligação. Então só pra resumir, não acredite em tudo que ouve e tudo que vê, pois como ja disse, nenhuma verdade e absoluta, e cuide do seu, e deixe que cada um cuido do próprio.

          • nadaaver

            Marco acho que você se faz de bobo. Câncer de boca e de gargante tem alta incidência em fumantes e não por qualquer outro motivo e não tem nada a ver com sexo, nem com beijo + sim com cigarro. Depois que eu também acho que mulher sente prazer anal, nunca falei que não sente o meu argumento é em relação a saúde não ao prazer. Por último, o problema não é a boca não ser para sexo oral+ sim que tirando as DST ela não passa bactérias escrotas como no sexo anal, simples assim não complique. Foi uma questão de má sorte do cu e sorte da boca, só isso. A preocupação da palestrante foi resumidamente às questões das doenças que dão em decorrer do sexo anal só isso. Também me choca depois de você ver o vídeo não ficar minimamente preocupado com a sua mulher. Se ela quiser fazer tudo bem só me chocou você se enganar ignorando coisas óbvias e fazendo comparações sem sentido só para parecer que está certo e se enganar que comer o rabo dela faz tão mal quanto beijar na boca ou fazer vaginal com ela. Riscos temos só em estarmos vivos e o que a palestrante quis dizer foi só que desse jeito o risco é maior + acho que para você é muito difícil entender essa parte. Um risco não anula o outro pois riscos temos até em tomar um copo de água ou respirar, ela só falou de probabilidades infinitamente maiores para essa área. É como se sexo vaginal tivesse um risco, oral outro, beijar na boca outro e o anal fosse um infinitamente maior.

          • Marco

            OK cara nadaaver, percebo que vc deve ser destas pessoas donas da verdade,que ai de quem se atreva a contesta-la, não sou e nem me faco de bobo,apenas, contestei,algumas das informações, que esta senhora, epos no vídeo, e consequentemente, sua opinião tbm, desculpe contesta-la, ter minha opinião, e não concordar com vc, cude do seu, e seja feliz, não vou continuar, pra não baixar i nível e por acreditar que infelizmente, sua cabeça parece ser muito fechada para um debate como este. Seja feliz, e faca oq quiser com o seu.

            Abraco.

          • José Antonio

            Conselho para você Marco:
            Estude um pouco de BIOLOGIA E ANATOMIA HUMANA.
            Depois disso, reflita se o que a professora falou no video tem algum erro. BIOLOGICAMENTE FALANDO, sexo anal é uma prática muito perigosa a saúde.
            Ainda não convencido? Imagine se fosse você dando o cu e pegando diversas doenças. Abraço.

          • Marco

            Caro Jose, não disse( e nem poderia) que a doutora falou no vídeo, esta ou estaria incorreto, tenho certeza( apesar de ja ter estudado um pouquinho biologia) que ela domina muito mais que eu este assunto, oq eu contestei foi a forma de abordagem do tema sexo anal, achei a abordagem que ela fez(apesar de biologicamente ela ter algum fundamento, principalmente co relação a bateria) tendenciosa, pois trata-se de uma pratica milenar, e citei tbm, claro guardando a devida proporção, outras praticas sexuais, que a luz da ciência, seriam tbm muito contaminantes.

            Saudações Marco.

        • Ana

          kkkk verdade

      • Deb

        O problema é quando essa bactéria entra dentro do organismo, quando, por exemplo, devido à falta de lubrificação e/ou excesso de brutalidade é feita uma laceração nos tecidos do recto.

        Se houver lubrificação suficiente, e não houver uso excessivo de força, as lacerações não acontecem, e a infecção não se dá.
        Para além disso, não se deve penetrar a vagina após o anal, sem que haja limpeza ou a troca de preservativo.

  • Thomaz Aquino

    As mulheres e gays que fazem sexo anal, tem alguma disturbio sexual ou psicologico.. ..ou não precisariam dessa alternativa de risco, questão de lógica , uma compensação de algo que não conseguem numa relação natural.Relação usual e o método , não posição ou situação…tipo já transou com a namorada na porta da sala com pai dela do outro lado no sofá..ou num banheiro de avião , ou na rua encostado numa parede ,debaixo de 4 metros no mar, quer aventura , emoções , pegada..pode ter em uma relação usual.. só é preciso uma seja maravilhosa e a melhor coisa do mundo..uma coisa que falta a maioria , estarem apaixonados.

    • JTW

      Não quero tomar o lado do Marcos ou da nossa colega Nadahaver. Mulheres sentem prazer no sexo anal. Eu sinto oras. E o que a Dr deixou bem claro é que cria se o problema cardio vascular qdo ocorre rompimento dos tecidos e sangramento fazendo q a veia X carregue a bactéria ao coração. Conclusão: Usando lubrificantes e os devidos cuidados pq não?Fica a dica…

      • JTW

        E outra considerando que uma pessoa tenha o intestino preso, dificuldades para evacuar …essa pessoa pode ter sangramento nesta hora e realmente ter problemas cardíacos…Quem nunca na hora de evacuar se machucou que atire a primeira pedra…. Ou seja não é o sexo anal que vai só te trazer problemas…

    • Capiroto

      “As mulheres e gays que fazem sexo anal, tem alguma disturbio sexual ou psicologico”

      É claro. Pra dar o cu tem que ter algum problema mental….

  • Mika

    Não há dúvidas do que o que ela disse faz muito sentido, sim. É científico. Entretanto, concordo com o Marco que devemos aceitar isso com certas restrições. Se sexo anal fizesse tão mal, nenhum de nós estaria aqui hoje discutindo (estaríamos todos na fila do SUS tentando tratar nossas “genitálias podres”… rsrs). E concordo com a Deb e a JTW quando argumentam que sabendo praticar, as chances de lesão diminuem.
    Com relação às DST’s, é uma loteria. Quanto mais arriscamos, maiores as chances de levar o prêmio; como também sabemos que muita gente é premiada com uma única apostazinha de R$2,00… Se fossemos nos comparar às apostas, os homossexuais e prostitutas seriam bolão, e nós, reles apostas de 2 reais.
    Analisemos os fatos:
    Um homossexual jovem e em plena atividade sexual pode se relacionar com diversos parceiros numa única noite. Mais sexo, mais lesão. Maior variedade de parceiros, maior risco e difusão das DST’s.
    Um paciente com baixa imunidade está sujeito a inúmeras doenças oportunistas, inclusive a endocardite, independente de ser ou não praticante do sexo anal.
    O câncer de garganta está intimamente relacionado ao HPV. Pesquisas apontam que entre 60 e 80% dos casos detectados em hospitais brasileiros foi constatada a presença do HPV, transmitido através da prática do sexo oral. A maioria dos pacientes é homem, não necessariamente homossexual.
    Além do HPV, outro fator responsável pelo surgimento do câncer de colo do útero é a alta freqüência sexual. Prostitutas estão muito mais propensas a esse tipo de câncer, mesmo tendo a vagina sido feita pra isso.

    O risco, embora exista, não me parece maior do que qualquer outra prática sexual em que não sejam tomadas quaisquer precauções. O sexo dos tempos modernos precisa ser seguro, na medida do possível e da responsabilidade de cada um.

    • Marco

      Cara Mika, muito abrigado por explanar tao claramente, oq eu tentava dizer, mas acho que não consegui explica. Como sempre, vc se expressa com um clareza, que chega a dar inveja, no melhor dos sentidos claro.

      • Mika

        Obrigada, Marco, mas acho que você conseguiu expressar, sim. É que não podemos esperar que todos pensem da mesma forma. Ainda bem, porque o debate mostra a coisa sob outra perspectiva e amplia nossa visão da realidade.
        Abçs.

  • josé

    No video ela disse que a mulher não sente prazer !
    Poxa mulherada ate nisso vcs fingem orgasmo?kkk
    depois dessa aula ,melhor para de entrar na porta dos fundos e começar usar só porta da frente !rs

  • Giovanna

    Olha, essa doença (endocardite) pode até existir, porem se ela tivesse um indice de mortalidade tao grande atrizes pornos, homossexuais (principalmente homens) e pessoas q sofrem de prisao de ventre estariam todas mortas. Entao chego a conclusao de q, se essa doença realmente for transmitida atravez de cortes no anus infectados com fezes, ela nao deve ser assim tao mortal. Sem falar q existem modos de nao causar dano ao tecido anal durante o sexo. Uso de lubrificantes, relaxamento dos musculos do anus, nao meter com força e fazer lavagem antes do ato (apesar de q os medicos tambem nao recomendam a lavagem, principalmente se for feita frequentemente). Sobre a parte de mulheres nao sentirem prazer com tal pratica, bom acho q ela esta generalizando mt, pois algumas mulheres (mesmo q sejam raras) podem sim sentir prazer com sexo anal (eu faço sexo anal, mas nao sinto prazer somente com a penetraçao, eu tenho q me masturbar tambem)

  • ANONYMOUS

    SEMPRE QUIS SABER MAIS SOBRE ESSA PRÁTICA. GOSTEI MUITO DO VÍDEO, MUITO ESCLARECEDOR. MEU MARIDO TEVE UMA PRIMA QUE FAZIA MUITO O SEXO ANAL, ELA TEVE CÂNCER RETAL (NÃO SEI SE É COINCIDENCIA) E VEIO A FALECER…
    ABRAÇOS

  • Rob

    São ridículos os argumentos dela. Totalmente tendenciosos e cheios de julgamento de valor. Ela não passa de uma religiosinha escrota, que usa de um cientificismo de esquina para tentar valorar suas crenças. E ela não entende nada de sexo anal. Pelo menos não na prática. Haha!

  • Gleice

    Sangrei defecando várias vezes, tomava pouca água e estava com as fezes ressecadas (desde a infância). Acho que corro perigo.

    Se a sua veia romper você tem hemorróidas graves, e a maior causa de hemorróidas nem deve ser sexo anal… já fiz com e sem lubrificante e nunca tive sangramentos. Pedi pro meu namorado ir devagar até os músculos relaxarem completamente, Logo estava indo e vindo como te tivesse K.Y, mas ainda pedi pra ele ir devagar. Nunca sangrei fazendo sexo anal.
    Agora se a pessoa curtir ser sentir sendo rasgada, tem que correr os riscos mesmo. 😛

  • Marcelo

    Ela tem razão no ponto que para a prática do sexo anal deve ser usado camisinha, pois há grande concentração de bactérias.
    Agora, como ela fez Tese, estatísticas e tudo mais acho que faltou ela praticar, ter uma experiência, para ter opinião própria sobre o assunto. Ou fez e não gostou!
    Eu nunca pensava em praticar até conhecer uma mulher que praticamente implorou. Aceitei e gostei, tanto pelo meu prazer e também pelo dela.
    Acho que o corpo humano é uma fonte de prazer, é sensível ao toque. Tudo é válido, desde que ambos concordem, e que haja segurança e carinho.

  • Chris

    Eu acho muito interessante ela falar isso para que as pessoas se cuidem mais, usem camisinha, etc. As pessoas têm que se cuidar, principalmente quando não são parte de um relacionamento monogâmico.

    O problema é que ela generalizou demais: todas as mulheres sofrem com sexo anal? Todos os aidéticos contraíram o vírus HIV apenas através sexo anal? E os que contraíram o vírus decorrente de alguma violência (seja estupro ou algum objeto cortante contaminado) ou através de seringas compartilhadas? Magicamente apresentaram o mesmo problema de quem pratica sexo anal?

    Sexo vaginal traz riscos, sexo anal traz riscos, sexo oral traz riscos, masturbação traz riscos (se o(a) parceiro(a) tiver algum corte na mão e o sangue dele(a) tiver contato com seu órgão sexual). Michael Douglas disse que desenvolveu câncer na garganta após fazer sexo oral na Catherine Zeta-Jones.

    Vamos parar de fazer sexo então? Fazer só pra procriar? Ainda assim existem riscos, pois qualquer relação sexual tem riscos.

    Essa mulher me lembrou uma jornalista do UOL que disse que todos os casamentos estão fadados à traição. Ela afirmou que todos os relacionamentos, em algum ponto, vão sofrer com traição.

    Informar é necessário, mas generalizar é burrice.

    • Sidnei

      Perfeito, Chris.

  • Ana

    Gente essa mulher fala e omite tudo errado! Caramba… vão saber mais a respeito realmente! Uma palestra claramente tendenciosa. Pelamor. Não encontrei nenhum artigo cientifico relacionando endocardite com sexo anal, absurdooo, ela nao embasa isso cientificamente, somente por ela e esse professor(acho). Vão se informar.

  • Elena

    Já viram esse link? http://www.mdsaude.com/2009/08/endocardite.html O doutor Pedro Pinheiro mantém um blog sobre saúde e ele se referiu a esta pessoa do vídeo como “uma pessoa que não tem a menor credibilidade” nos comentários do artigo dele. Enfim, acredito que o melhor seria consultar um médico de confiança em vez de ficar acreditando em tudo que se ouve ou se lê na Net (e falo tanto referente ao vídeo quanto ao artigo do doutor). Em tempo: adoro um anal! rsrsrs!

    • Roberto De Aquino Neves

      Amei. Elena. Só com essa última confissão VC ganhou metade do meu coração e com certeza também de toda a torcida do flamengo,rsss

  • Fabíola Oliveira

    O vídeo dessa mulher é uma verdadeira piada! Isso, para mim, antes de ser um vídeo científico, é uma pregação moralista onde ela tenta a todo custo se apoiar na ciência para dar maior credibilidade ao que ela defende e, assim, aumentar as chances de convencer alguém sobre o que ela está dizendo.

    reparem também no ar arrogante dela como se tivesse defendendo uma verdade incontestável quando, na verdade, a única coisa que está a fazer é impor suas convicções morais e preconceitos aos outros.

    O ponto alto do vídeo para mim é quando ela diz que o sexo anal é uma prática sexual humilhante para a mulher. Só se for para ela! Se ela se sente diminuída com a prática, Ok. Tem todo direito, mas falar isso em nome de todas as mulheres já é muita pretensão. Depois que, embora a maioria das mulheres realmente sinta dor ao praticar sexo anal, existe um certo contingente que diz não sofrer dor alguma com essa modalidade sexual. Então, por aí se observa que sentir dor ou não em uma relação anal é relativo e pode depender de vários fatores como tamanho do pênis, a mulher está relaxada, lubrificação e etc.

    Ademais que, na minha opinião, cabe unicamente ao casal decidir entre si o que quer fazer entre quatro paredes ou não. Não cabe a uma tiazona que, ao que parece, nunca deve ter ficado nem de quatro para ninguém, gravar vídeos ” científicos” para aterrorizar casais com os preconceitos dela.

    • Elena

      Fabíola, concordo plenamente com seu ponto de vista.

    • Giovani

      perfeito! Você é uma pessoa sensata e esclarecida! Parabéns por ajudar as pessoas a entender melhor o que é realmente esse vídeo.

  • Sting

    Não vi o video ainda, mas pelos comentarios posso formar uma opinião: o prazer pode ser obtido de várias formas, não só vaginal ou anal, tudo depende de como são realizados os movimentos, a interação, as carícias e tal. Aí chega uma mulher que teve uma experiência ruim com anal e acha pode generalizar dizendo que sexo anal não dá prazer pra nenhuma rsrsrsrs, sugiro que ela contrate algum gogo boy especialista nessa área pra ela ver se aprende um pouco mais rsrsrsrsrs.

  • Tátia

    Tava pensando em praticar mais o ato e o vídeo me assustou bastante, fiz duas vezes, e o que eu tenho a dizer é que “dói mais é gostoso”, ainda bem que fui para os comentários, o debate me ajudou a refletir e chegar à conclusão de que era pra ter muita gente morrendo de endocardite bacteriana, a medicina está evoluída, se realmente fosse alarmante tinha o dia de combate à doença, campanhas, palestras, artigos e mais artigos… Sei lá, não dá pra acreditar 100%, por via das dúvidas vou fazer com cuidado, com proteção, com lubrificante e com carinho o/ !

  • Rodolpho Dyas

    Pau pode entrar em Cu perfeitamente. Mulher reclama demais. Boa pieacing, faz lipo e coloca silicone. Tudo isso deve doer. PRa dar o cu faz uma cena danada.
    Pau é roliço, cu é orificio. Se fosse so pra entrar em xereca teria formato de peixe!

    • Mika

      “Pau é roliço, cu é orificio. Se fosse so pra entrar em xereca teria formato de peixe!” Kkkkkkkk… pela argumentação, você deve adorar dar o seu, né?!

  • Renato Moura

    Eu nunca fui atraído por sexo anal, nunca tive curiosidade mas não achava nada de mais nele, não critico quem gosta e nem censuro… Mas se o que está nesse vídeo for verdade (vou pesquisar mais sobre isso qualquer dia), fiquei meio assustado e creio que as futuras mulheres com as quais eu venha a me relacionar ficarão agradecidas de eu não pedir isso

  • Darkness Crow

    Não gostava de praticar sexo anal, mas minha namorada gosta e pede para
    fazer. No início fazia só para satisfaze-la, achava estranho e sentia
    certa aversão, mas hoje, quando ela pede, já atendo logo. E que que
    cuzinho gostoso ela tem.