Mulheres que jogam com avatares sensualizados tendem a aceitar melhor o mito do estupro!

10

Mulheres que jogam com personagens sensuais aceitam mito do estupro

Gente, mais uma notícia sobre estupro, mas essa é polêmica até o talo! Deve estar tendo muito caso de estupro no mundo mesmo, pois o que tem de pesquisa sobre isso não está no gibi! Bem, se for para o bem da nação e se for para diminuir os casos, tudo é válido!! Enfim, lá vamos nós em uma polêmica que acho que vai deixar muito amante de games de cabelo em pé, ou a depender do caso, indignado(a) rsrs.

Um recente estudo da Universidade de Standford, publicado na revista acadêmica Computers and Human Behavior apontou que mulheres que jogam videogame com personagens femininas sensuais são mais propensas a aceitarem o “Mito do estupro” e se encararem como objeto.

A pesquisa contou com 86 mulheres com idade entre 18 e 41 anos, as quais foram solicitadas a jogar com avatares com aparências sensuais e/ou conservadoras. Algumas das personagens foram customizadas para se assemelharem às participantes.

 Depois de jogarem, estas responderam perguntas de múltipla escolha sobre a personagem, aparência, vestimenta, entre outros questionamentos. Ao serem questionadas se “na maioria dos casos de estupro, a vítima é promíscua ou tem má reputação”, os pesquisadores descobriram que as mulheres que jogaram com versões sexualizadas delas mesmas assinalaram com maior frequência as respostas “concordo” e “concordo veemente”.

 O estudo também mostrou que as participantes agiram de acordo com o “efeito Proteu”, fenômeno no qual o comportamento na vida real das pessoas se adapta às características de seu avatar digital.

Fonte: Games Terra (com adaptações)

*********************************************************

Está aí mais um fator para agregar à antiga e velha polêmica sobre até que ponto os videosgames podem ou não ser uma má influência. Bem, ainda que os metidos a originais de plantão digam que não, sabemos  que o ser humano é altamente influenciável e isso é fato, porém, será que esse caso se aplica aqui?

 

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.