Como lidar com a falta de sexo na maternidade?

24

Como lidar com a falta de sexo na maternidade?

Não é muito fácil passar por uma gravidez, o corpo incha, os seios doem, aliás, tudo dói; a barriga pesa, o estomago fica ruim e nossa cabeça à mil… E depois que o bebê nasce a nossa vida gira em torno dele. Estamos tão desesperadas para sermos uma boa mãe, para ver o tempo todo se o bebê está respirando, está fazendo cocô, xixi, mamando, que não temos tempo nem cabeça para mais nada. Não é verdade mamães?!

Mas me diz uma coisa, e o papai nessa história toda? Coitados, jogados de lado, em algum sofá, esperando o nosso grito pedindo água, fralda, pomada, pizza (amamentar dá fome) e tudo mais o que nós, mamães e bebês, estamos precisando. Porém, chega uma hora que ele cansa e quer a mulher dele de volta, quer ser protagonista na vida dela e tomar as rédeas da casa. Fora as necessidades biológicas que também estão gritando: algumas vezes eles ficam na seca durante a gravidez e ainda tem a famosa quarentena rsrs. “Guenta vontade”!

E nós, cansadas, preocupadas, estressadas, ansiosas e apaixonadas (pelo bebê!! rsrs) não temos cabeça e nem corpo para isso. Verdade! “Não temos corpo”: ele está meio molenga, com algumas estrias, os peitos enormes, as unhas sem fazer, depilação e cabelo nada em dia; assim, a nossa autoestima foi para debaixo do tapete, a nossa libido se atirou pela janela e nossos hormônios dizendo que não precisamos de sexo! Já temos um bebezinho gordinho nos braços, sexo para quê? Para manter um casamento saudável eu te digo, repito e afirmo.

Burle toda essa ordem antes que seja tarde, diga para seu corpo que você quer e precisa de sexo e que você pode acabar sem marido. Vou tentar te ajudar, mas procure sempre conversar com o seu parceiro e o médico que te acompanha.

Você conheceu o maridão e alguma coisa nele balançou não só seu coração, mas outras áreas do seu corpo. O que foi?! Olhe bem para ele – é, eu sei que ele mudou um pouco, pode ter criado uma barriguinha, a gravidade agiu um tantinho – mas ele ainda é o seu amor, ele está ali clamando por um carinho seu, um chameguinho, e agora ele é pai, e ser pai do seu filho é sexy, não acha?! Vocês mudaram tanto, estão se adaptando ao novo, devem começar devagar. Uma música antiga aqui, um sorvete em frente à TV ali, muitos beijinhos e beijões e quando você menos perceber estará tudo normal novamente. Então? Ainda não? Calma, pode ser outra coisa, mas antes, uma outra dica para finalizarmos essa parte: nunca, mas nunca mesmo vá a um motel sem vontade. Você vai achar que “tem” que fazer, que estão lá para isso, vai ficar se cobrando, pode acabar fazendo sem nenhum prazer e piorar muito a situação. Só vá ao motel quando estiver mesmo afim, quando estiver pronta, caso contrário, pode ser um desastre! Muita calma mamãe, as coisas vão voltar ao normal e quem sabe, até melhor.

Uma outra hipótese: os hormônios estão mudando o seu corpo e você ainda teve que tomar outra pílula, pois está amamentando… Quem sabe ela não é a vilã para a sua falta de apetite? Converse com o seu médico, talvez vocês evitem outro bebê com camisinha por enquanto, só para testar. Comigo funcionou, a pílula estava me deixando mais “fria”. Hoje em dia não tomo mais e não há santo que me faça tomar! Funciona, principalmente no período fértil, quando estamos “pegando fogo”. Funcionou? Não? Respire fundo e vamos lá…

Entendo que nosso corpo muda muito, está horrível no seu ponto de vista. E no dele? Quem sabe ele está até preferindo você hoje, com os peitões maiores?! rsrs. Já conversou com ele sobre isso? Já falou o quanto está incomodada com seu visual?

Eu tive muita flacidez, então meu marido falou que se eu não estivesse me sentindo bem, era só fazer uma abdominoplastia, mas que para ele estava ótimo! Já se passaram 10 anos e ainda não fiz a cirurgia. Quero fazer ainda, mas não deixo o meu defeitinho atrapalhar minha felicidade. Simples! Entretanto, não é todo marido que age assim; já vi e ouvi alguns falarem muito mal das esposas e do corpo que não é mais como antigamente. Se for o caso, busque melhorar: com acompanhamento médico, uma dieta e exercícios podem colocar muita coisa, se não tudo, no lugar, e quem sabe no futuro, uma cirurgia? Daqui uns 10 anos! Hahaha!

Ok, você emagreceu ou nem engordou, está se achando bonita, seu marido está se comportando direitinho, mas ainda assim você não está com vontade? Então é melhor procurar ajuda profissional… Existem vários remédios antidepressivos (já ouviu falar em depressão pós-parto?) e terapias. Se nada der certo, o melhor a fazer é conversar com seu ginecologista e pedir que ele te indique um especialista. O que você não pode fazer é se acomodar e achar que a vida após a maternidade é assim mesmo: morna.

Instagram
Share.

About Author

Patrícia

Colaboradora do Pergunte a uma Mulher. 30 anos, já passou por bons momentos em sua vida e tem prazer em compartilhar suas experiências. Mineira, acredita que a felicidade está na simplicidade.