Homens cafajestes: de onde é que eles vieram?

59

Com esse texto não quero fazer dos homens seres santos ou demônios, mas sim relatar com o máximo de imparcialidade possível uma versão da história que diz muito sobre por que os homens cafajestes estão crescendo tão rapidamente quanto ratinhos de bueiro em nossa sociedade.

De onde vieram os cafajestes?

Quem é que já não está careca de ouvir aquela frase que diz “Ninguém presta”, ou “está difícil encontrar alguém compatível com os meus interesses”? O que mais vemos hoje em dia são pessoas desesperançosas com o amor, e é bem nessa hora que te pergunto: será que você não está sendo vítima das suas próprias escolhas?

Vamos começar falando das mulheres, estas tão reclamonas em relação aos homens no que diz respeito a não haver mais bons exemplares para procriação, rsrs. Mas o que será que realmente acontece? Bem, o que acontece é que, muitas dessas mulheres, mesmo que inconscientemente, acabam dando privilégios para os “malandros”, para aqueles homens que as deixam instigadas, com a pulga atrás da orelha. Isso sem contar as que conscientemente já dizem que gostam mesmo é do desafio mental que só um “cafa” proporciona. Bem, essas últimas pelo menos admitem e acabam sendo melhores de se trabalhar do que aquelas que juram que não gostam, mas que estão sempre apaixonadas e preocupadas com aquele homem que come e vai embora, que não assume, que mal liga e que sempre dá aquele trabalhinho básico, como se elas sempre precisassem ter um desafio para nutrir um sentimento maior por ele. Ah, e quando elas encontram um homem perfeito? Bem, a grande maioria faz como uma imagem que postamos no nosso facebook diz: se torna melhor amiga dele, oras!!

Mas peralá, esses homens não querem ser seu melhor amigo!!! Eles querem é ser seu homem. A propósito, esse negócio de amizade entre homem e mulher só mulher acredita. Eles querem é te pegar de jeito e te deixar molhadinha, por assim dizer. Nisso chegamos ao pulo do gato: se é isso que eles querem e se a esmagadora maioria masculina já está convencida que muitas mulheres não cedem para “homem frouxo”, lá vão eles levar para o lado “80” da história e ser os “cafajestes” que elas tanto querem – ou que pelo menos eles acreditam que elas querem. É claro que há exceções – tanto femininas, quanto masculinas – nessa história, mas as pessoas costumam agir a partir das preferências da regra e as exceções que paguem o pato sozinhas. O resultado disso? Acredite se quiser: tem até curso na internet ensinando homem a ser “malandro e a pegar mais mulheres”!!!! E digo mais: cursos com alta procura!!!

Pronto, é desse parto que nasceram muitos dos atuais cafajestes, com uma subcategoria também chamada de “ex-bonzinhos” (corrompidos?) rsr, que muitas vezes chegam a fazer parte de comunidades e mais comunidades para aprender como lidar com a mulherada. Lá eles aprendem que não podem fazer tudo o que elas querem, que tem que dar um trabalhinho porque mulher “não gosta de homem trouxa”, e pasmem (ou não!): uma quantidade imensa de homens começam a seguir essas “leis” como se fossem o grande segredo masculino! Sim, quem detém esse conhecimento se sente como o grande possuidor “do segredo para atrair lindas mulheres” e deixam de ser românticos, deixam de ser “perfeitos” e tudo mais aquilo que eles seriam capazes de ser apenas para conquistar o seu coração, para não dizer uma outra coisinha gostosinha e quentinha que você tem mais embaixo.

Nisso nem precisa dizer que quem realmente gosta dos “bonzinhos” e dos “românticos à moda antiga” acaba se dando mal por causa dessa nova onda que dita que ser “bad boy” é o melhor jeito de conquistar mulheres. Uma curiosidade engraçada: sabia que para ilustrar esses sites com manuais de pegadores “os professores da arte da sedução” colocam umas turbinadas lindas e gostosas para ilustrar a mulher que esse novos aprendizes de cafajeste vão começar  a pegar quando enfim pararem de serem “trouxas”?! rsrs.

E as mulheres, como ficam nisso? Bem, tirando as que fogem da regra e que não vou falar delas aqui por acreditar que já estão indo “no caminho do bem” rsrs, elas ficam com os cafajestes porque infelizmente a verdade é que muitas gostam, e “quando não gostam” mesmo assim não deixam de desperdiçar grande parte do dia chorando por eles. Sem contar as que acabam ficando com um deles por acreditar “que o mundo já está virado na lama mesmo” e que não teriam outra opção porque afinal de contas: “ninguém mais presta”.

Sejamos sinceras: quem é que não tem uma amiga que dispensou “um bom partido” por causa de um malandrinho que a deixava doidinha (e aí você pega “o doidinha” com a conotação que você quiser). Isso se você mesmo não é/foi uma delas! No fim, conscientemente ou não, se a maioria dá bola e corda para esse tipo de homem, o mercado acaba se aquecendo deles. E aí minha amiga, ou você sai desse ciclo ou prepare os lencinhos para viver uma vida que será tudo, menos de princesa rsrs.

“Ué, mas se elas gostam, que problema tem?”. Não teria nenhum caso elas ficassem com esses “maus partidos” e não reclamassem dos chifres, da indiferença, da falta de trato. Isso para não dizer a grosseria e, pasmem: até mesmo violência de alguns deles. Violência? Essa última parte pode até parecer exagero, mas a verdade é que alguns chegam a esse extremo não porque a mulher quer, mas constantemente por má interpretação de certas lendas sociais. Sabe aquela história de que mulher gosta mesmo é de homem macho, com pegada forte? Pois é, muitos homens levam isso tão ao pé da letra que acabam querendo mostrar um serviço que não sai como o esperado.

Esses tempos  mesmo vi uma mulher na TV participando de um desses programas de paquera e falando que gostava de homem com pegada forte. Até aí tudo bem, mas acontece que quando ela foi sair com um pretendente, a câmera foi filmar o encontro deles e lá estava o cara, todo cheio de toque para cima dela, já querendo partir para o “agarra mesmo” e falando algumas frases que diga-se de passagem, achei “bem boca suja”. Nisso a mulher ficou chocada, falando que “não era assim não”, mas daí não tive como não pensar: “será que ele interpretou mal, ou será que ela se expressou mal e tudo foi parar aí?”. Por outro lado, também não pude deixar de cogitar a hipótese de que esse homem na verdade pode ser como muitos outros, que na essência nem é de partir para o agarro, e nem de falar palavras diretas que chegam a ofender por tamanha diretividade, mas que acabam por fazer assim por acreditar que é isso que a mulher quer, que é isso que a mulher gosta. E aí me pergunto: onde vai parar tudo isso?

Como disse, muitos não ligam se você é a exceção e valorizaria “um príncipe”. Eles já estão cegos demais tentando aprender a sobreviver com a regra.

Será que no fim não somos vítimas de nossas próprias escolhas?

Você já leu o post “Por que é tão difícil encontrar uma mulher puta na cama e dama na sociedade?” que dá voz ao lado feminino da mesma moeda!

Assista ao vídeo Homens Bonzinhos versus Cafajestes:

E minha teoria sobre cafajestes:

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Sebastião Júnior

    Luiza, falando pelo lado dos que foram “bonzinhos” a vida toda, e que só se deram mal. Ainda não virei um cafajeste, e não foi por falta de incentivo.
    Muitas vezes pensei em virar um deles justo porque vi as mulheres que amei/gostei se envolvendo com cafajestes depois de acabarem os relacionamentos comigo.
    Hoje depois do fim de um relacionamento de 4 anos, penso mais fortemente se não é isso que tenho que me tornar para encontrar alguma mulher que me queira de verdade. Ou se devo continuar com minha consciência limpa, sendo fiel, atencioso, carinhoso e dedicado em um relacionamento futuro.
    O que fazer? Será que alguma mulher dá mesmo valor a um homem bom?

    • Alessandro Garçom Sentimental

      Sebastião, será que junto da falta de caráter, esses caras não vinham com “algo mais”, que eu e você não temos, e que as atraía, o que faziam elas tolerarem os defeitos deles? Cara, eu já fiz essa análise, e melhorei como pessoa, sem perder a honestidade, o caráter, e principalmente minha essência. Apenas observava como os clientes do meu bar agiam, e qual era a postura deles na conquista. O jeito de conversar, de se vestir, de se portar. A questão é que, tirando o lado cafajeste, eles ainda seriam muito mais interessantes para uma mulher que eu! E uma coisa que aprendi também, é não mirar nas conquistas alheias. Tenha orgulho das suas histórias, mesmo que elas sejam em números menores, porque com certeza tiveram mais conteúdo que toda vida de um cafajeste.

      • Sebastião Júnior

        Algo mais? Talvez sim, cada ser vivo é diferente de outro. Mas sei do que eu fiz em cada relacionamento e fiz bem feito… Tipo “cama, mesa e banho” ou “casa, comida e roupa lavada”, ou seja, sempre dei o melhor de mim. Tenho meus defeitos também, alguns deles dificeis até para que eu mesmo lide com eles.
        Mas o que reforça a ideia que não é um “algo mais” que falta é que, no meu caso, ao rever as mulheres que namorei, elas me dizem que hoje sabem que não deviam ter me deixado e toda aquela conversa de mulher arrependida.
        Aí me vem outra dúvida: será que elas se arrependeram mesmo, ou só cansaram da mediocridade dos cafajestes e querem paz novamente?

        • Alessandro Garçom Sentimental

          As duas coisas são possíveis, Sebastião. Só que pensa comigo: DEPOIS que não dá certo, e somente depois, é que se arrependeram e viram o seu valor? Aí é fácil, não é? Mas não liga não, amigo. Isso já aconteceu comigo. Eu procuro não julgar escolhas alheias, até porque, a pessoa tem direito de achar que outro valia mais a pena, e ir atrás do que acha melhor, desde que durante o processo tenha sido sincera comigo. A questão nunca é o porque se foi, e sim, porque quer voltar? Porque está sozinha? Ou ela quer daqui para frente fazer algo melhor?

          Mas depois de tudo, você pode até cantar uma do Raul para elas:

          http://www.youtube.com/watch?v=L8BofQpMJmE

          • Sebastião Júnior

            Um outro ponto de tudo isso, é confiar na sinceridade de quem me deu motivos para não confiar mais.
            Prefiro que o passado fique no passado, assim eu não fico na paranoia da desconfiança.

    • Sim Sebastião, isso que você fala MUITOS homens falam. Eles tem o mesmo pensando que você: acham que só vão conseguir mulheres se forem assim, e como nosso amigo garçom disse “O homem fez isso porque em algum momento ele fez isso, e funcionou.”. Eles acham que funciona, muitas vezes funciona mesmo, e aí vira isso aí que vemos hoje em dia: relacionamentos cansativos, pessoas sofrendo, etc.

      O mais difícil ao meu ver é que muita gente não admite do que realmente gosta. Eu mesma tenho uma conhecida que fala que sempre gostou de malandro, mas que é difícil admitir para si mesma que gosta disso, porque na verdade ela não queria gostar (hum, será mesmo que não queria ou ela ainda tem esperança de tirar “o bandidão das ruas”?).

      A minha opinião sobre isso? Muitas mulheres gostam de cafajestes não só por questão de baixa autoestima e por acharem que não merecem coisa melhor, mas também por uma questão de conquista. “Querem conquistar o difícil, querem fazer aquele malandro ser só dela”. Tipo o sonho de tirar o cachorrão da rua e torná-lo um animal dócil rsrs. Nem precisa dizer que é bem aí que a maioria se ferra e acaba sofrendo muito nas mãos do cafa que, ao contrário do que elas pensam, pode até mudar, mas não será por elas, mas sim por ele mesmo (quando achar que faz sentido etc). O problema é que o cara pode morrer sem achar que faz sentido – ou até mesmo que vale a pena – “prestar”. E aí a mulher passa uma vida inteira com um traste e quando se dá conta que ele nunca vai mudar as vezes se passaram 5, 10 anos, já tiveram filhos, e lá vai acontecimento.

      A notícia boa?! É que você não precisa mudar quem você é. Como nosso amigo garçom também disse, tem exceções, isso que falamos são apenas generalizações e as exceções pagam o pato.

      Eu, Luiza, nunca namorei um “cafa”. Gosto de homens gentis, que me tratam bem. Tem gente que fala que mulher gosta de homem gentil só para fazer de trouxa, isso não é verdade. Quem fala isso é porque só arrumou biscate que não é capaz de gostar de um homem bom em sua essência. Ou que as vezes nem acha que merece um “bom partido”. Para essas recomendo ler os posts com dicas para elevar a autoestima aqui no blog rsrs.

      • Alessandro Garçom Sentimental

        Uma coisa que certa vez ouvi de uma cliente, que é uma questão prática acerca do “Gosto por cafajestes x Gosto pelos certinhos”. Ela falou que saía com homem casado, porque com eles rola uma garantia de “discrição”. Ele não vai sair contando para todo mundo! Bem, isso que eu ouvi, até porque não concordo, pois homem casado também conta vantagem para os amigos.

        • Sebastião Júnior

          Essa eu já ouvi também, e já na hora consegui provar que não é bem assim. Esse é um dos argumentos mais fracos.

      • Sebastião Júnior

        Pois é, Luiza, não tive tantos namoros assim, mas cada uma era bem diferente da outra. Ou seja, minhas experiências foram diversificadas, e exceto por uma, todas se envolveram com cafajestes, ou voltaram para cafajestes com os quais se envolveram no passado.
        Sempre tive cuidado de não me envolver com “piriguetes”, ou “pistoleiras” assumidas já pra evitar problemas, ainda assim tive problemas em vários níveis de gravidade.
        Isso me faz pensar se os problemas foram comigo, ou foi com elas.

      • Samuel

        Luiza, parabéns pelo texto!! Muito bem escrito e surpreendente para mim, já que nunca esperava uma mulher atestar a incapacidade de uma considerável fatia do grupo feminino em escolher seus parceiros, e se tratando ainda dos motivos que você apontou, mais surpreso fiquei.
        Realmente, existe este conceito comportamental de se adequar para conquistar, e no caso, mulheres. Os homens percebendo que determinado perfil atrai mais, o copia na tentativa de também obter sucesso e claro, sexo com mais e mais mulheres. Afinal, a mídia influenciou ao longo dos anos, aliado á pornografia e constante erotização masculina, que o vigor masculino consiste em obter o maior sucesso possível na vida sexual conquistando várias mulheres.

        Pobres são aqueles que gastam seu suado $$ só pra descobrirem que a arte da sedutologia pouco funciona por aqui, e lhes trás um ônus emocional que não compensa o comportamento fake.

        Mas há uma parte no texto que eu não posso concordar, quando você afirma que ex-bonzinhos podem se tornar cafajestes. Isto não existe. É o mesmo que afirmar que um bom nadador pode virar peixe.
        Cafajestes são pessoas que nascem com disfunções neurológicas e consequentemente desenvolvem transtornos de personalidade, cujo quadro psiquiátrico evolui ao longo da sua ascensão á vida adulta. Alguns são menos ou mais perigosos á todos, não apenas ás mulheres. Ou seja, são pessoas com transtornos psicológicos/emocionais e na capacidade racional. São doentes mentais, com patologias que pessoas normais não poderiam adquirir nem mesmo por fortes traumas psicológicos/emocionais, á menos que tivessem tal predisposição neurológica e ainda com a associação de uma evolução na trajetória de seu desenvolvimento das fases infância/adolescência para avida adulta que o conduzisse á isto.

        O leitor Sebastião Rabelo Jr. se diz contente por não ter se tornado um cafajeste, já que acredita que ser cafa é apenas ser um pegador e não valorizar mulheres. Ser cafa é muito pior que isto, muito mais.
        E não acredito em mulher se envolver com mulherengos, pelo texto tratados como cafas, por baixa auto estima. Se realmente tivesse baixa auto estima NÃO iriam procurar envolvimento amoroso ou casual justamente com o tipo mais cobiçado pela maior parte das mulheres, iriam sim se envolver com homens sem qualquer destaque social, sem nenhuma oferta de status. Se envolveriam com homens rejeitados e pouco aceitos, como mendigos, cortadores de cana de usina que ganham 10 conto por dia. Entende o que estou falando? Na verdade a mulher que busca o envolvimento com homens ditos cafas, mas que são apenas mulherengos com destaque no meio social que frequentam, querem sim se auto afirmarem pelo que sua visão superestimada de si á induzem. É uma competição na qual estão sempre buscando mostrar á todas as outras sua superioridade na conquista.
        Agora, se no lugar de autoestima você colocar ego, eu concordo.
        No mais, como já falei antes, o texto está ótimo. Vc é a mina guria.

      • Devanir

        Funciona assim, ou você aceita a realidade e se adapta, ou aceita alguém que se interesse por você como você é. Quanto mais atraente uma mulher é, mais ela vai procurar um homem confiante, criativo e desapegado, porque ela vai ter certeza de que esse homem conseguirá sobreviver a qualquer situação sem chorar como uma menininha mimada (como muitos outros vivem chorando por aí, por qualquer coisinha)… Depois de verificar essas características, ela vai procurar carinho e cuidado (DEPOIS). Tendo esse homem, todas essas qualidades, ela o vê como um homem perfeito. Simples assim.

    • José Luiz

      Mas porque ser 8 ou oitenta? não dá para ser 40? O segredo da sedução (e tem diversos trabalhos publicados sobre isso) é manter sempre um frio na barriga do/da parceiro/ra… dá para ser um “bom homem” sendo também um “homem bom”. Experiência própria que relatei em algum ponto deste post…

  • Alessandro Garçom Sentimental

    Bem, vamos analisar detalhadamente alguns trechos:

    “…Quem é que já não está careca de ouvir aquela frase que diz “Ninguém presta”, ou “está difícil encontrar alguém compatível com os meus interesses”? O que mais vemos hoje em dia são pessoas desesperançosas com o amor, e é bem nessa hora que te pergunto: será que você não está sendo vítima das suas próprias escolhas?…”

    Perfeito. Comentei isso recentemente com a Mika em um post passado. Longe de mim querer culpar a “vítima”, nesse caso, a mulher, e como detesto essas generalizações, esse negócio de “Ninguém presta” é a frase do conformismo, e geralmente, de quem faz as escolhas erradas. Eu presto sim, mulheres, e como eu, conheço muitos! Homens fiéis, amigos leais, que respeitam a própria mulher, e quando solteiros, buscam mais que relacionamentos, buscam histórias. E essas pessoas também vão para baladas, para academia, são bem sucedidos e tudo que vocês procuram em alguém. Ah, mas não tem o físico que vocês querem, não são da cor esperada, não tem o gosto musical desejado? São questões importantes, mas eles deixaram de ser opção porque vocês escolheram isso! Eles não deixaram de prestar porque não fazem seu tipo.

    “…Vamos começar falando das mulheres, estas tão reclamonas em relação aos homens no que diz respeito a não haver mais bons exemplares para procriação, rsrs. Mas o que será que realmente acontece? Bem, o que acontece é que, muitas dessas mulheres, mesmo que inconscientemente,acabam dando privilégios para os “malandros”, para aqueles homens que as deixam instigadas, com a pulga atrás da orelha….”

    Agora, defenderei-as! Não se trata de dar privilégio PORQUE eles são malandros, mas sim, APESAR deles serem malandros. BSDM a parte, ninguém quer sofrer. E aliás, por incrível que pareça, dificilmente alguém quer fazer outra pessoa sofrer! Esse último geralmente é o resultado da irresponsabilidade com o sentimento alheio, ou da própria pessoa consigo mesmo! Sim, a própria pessoa pode ter culpa por sofrer. Por exemplo, se o cara avisou que não queria nada sério, e você insistiu e se frustrou, não foi por culpa dele, que foi sincero onde muitos não são. Aliás, sou da opinião que, sem mentiras e jogando com o máximo de honestidade, cada um é responsável por seu sofrimento. Mas voltando a questão: Se a pessoa gosta do “malandro”, não é pela malandragem em si, mas por algo que a pessoa traz junto com isso. A mulher, geralmente, tolera a malandragem, porque enxerga outras coisas no cara que elas acham quem compensarão. Se o malandro além daquele pique sexual, aquele visual de Deus Grego (Ou de Ébano, para as leitoras que gostam daquele bronzeado passado do ponto), da desenvoltura da conversa e do corpo, respeitá-la, ser fiel… Vai virar namorado, marido. Não é a malandragem em si que define essa busca.

    “…Esses tempos mesmo vi uma mulher na TV participando de um desses programas de paquera e falando que gostava de homem com pegada forte. Até aí tudo bem, mas acontece que quando ela foi sair com um pretendente, a câmera foi filmar o encontro deles e lá estava o cara, todo cheio de toque para cima dela, já querendo partir para o “agarra mesmo” e falando algumas frases que diga-se de passagem, achei “bem boca suja”. Nisso a mulher ficou chocada, falando que “não era assim não”, mas daí não tive como não pensar: “será que ele interpretou mal, ou será que ela se expressou mal e tudo foi parar aí?”. Por outro lado, também não pude deixar de cogitar a hipótese de que esse homem na verdade pode ser como muitos outros, que na essência nem é de partir para o agarro, e nem de falar palavras diretas que chegam a ofender por tamanha diretividade, mas que acabam por fazer assim por acreditar que é isso que a mulher quer, que é isso que a mulher gosta. E aí me pergunto: onde vai parar tudo isso?…”

    Sim, e eu digo que PROVAVELMENTE, sua hipótese está correta. O homem fez isso porque em algum momento ele fez isso, e funcionou. Mas que culpa tem essa mulher se as anteriores eram mais permissivas? Por isso, para o homem, é melhor ele assumir uma postura “defensiva”, se essa seria a expressão correta: Não vá para mulher pensando que ela é um pedaço de carne, ou por estar com a roupa x ou y, ou dançando de uma forma insinuante, ela obviamente quer dar. Tente imaginar como foi o dia dela, o que ela está fazendo naquele lugar, mas tomando todo cuidado para não julgar uma pessoa que você nem conhece. Vulgar ou santa, ela é uma pessoa com problemas no trabalho, na família, com relacionamentos passados, como você e eu. Então, em primeiro lugar, CONHEÇA mulher que está na sua frente. E vá de mente aberta, sem conceitos estabelecidos pelo que ouviu falar (As vezes, até dela mesmo), ou pela primeira impressão visual que ela passou (Embora essa primeira impressão definirá o que o relacionamento de você poderá virar). Sim, Luiza, ela pode ter sido mal interpretada, mas isso não livra o homem de fazer o julgamento DELE sobre a pessoa, simplesmente esquecendo o que disseram sobre ela, inclusive, sobre o que ela mesmo disse sobre si.
    Por isso, amigos, apenas sintam a mulher que está com você, e saberão se devem ir com calma, ou serem um pouco mais atirados da primeira vez.

  • Joe Travolta

    Qdo ela ja tiver de mais idade com o corpinho ja caidasso pouco atraente ou qdo cafajeste largar ela com filho…

    Dai sim ela vai querer algo com os bonzinhos…

    Dai o bonzinho q sempre foi esculachado por elas e levou sempre uma vida correta, arruma uma dessas e o coitado vai ser taxado como CSP (Capitão salva puta)

    Como dizem, bonzinho só se fode. (generalizando sim, ainda mais no brasil onde pessoas são ingratas e quer sempre levar mais vantagem, kkkkkkk)

    Paz

    • Mika

      Apresente-me um bonzinho, Joe, e eu lhe aponto mil defeitos nele. Sua “Filosofia” é extremamente simplista e generalista.

    • Samuel

      Meu caro JoeTravolta, você está correto em cada vírgula do que escreveu.
      A quantidadede de CSP que existem está beirando o inacreditável.

      Mulheres rodadas, após se lascarem nas mãos de comedores e perderem o timing biológico, e claro, sua reputação, sempre procuram um trouxa bonzinho pra se encostar. A maioria, pouco experientes nas relações, são mais fáceis de manipular e dá menos trabalho pra induzi-los á paixão, estado no qual o bonzinho tudo aceita, até relevar as guerrinhas de esperma que ela fazia em casas de suing. shauhsauuhuhsuhsuhuhauhssu

      • Alessandro Garçom Sentimental

        Na boa, de onde vocês são? Acho que vocês dois estão é conhecendo as mulheres erradas! Conheço muitas, mas muitas exceções, mulheres decentes, que apenas não se reconheceram nas pessoas que conheceram. E acho que todos tem direito a uma fase de curtir. Se elas são capazes de deixar o passado para trás, e começar uma história comigo que seja boa para mim, vou me importar com um período que elas não tinham compromisso nenhum comigo e nem me conheciam? “fáceis de manipular”? “Induzidos à paixão”? Hahaha… Nossa, que coitadismo! Coitado desses pobres homens nas mãos dessas malvadas mulheres. Eu acho que quem não tem inteligência para separar o joio do trigo, irá sofrer, sendo homem ou mulher. E vou contar um segredo para vocês dois: Sabiam que ninguém obriga ninguém a gostar de outra pessoa?

        • Samuel

          Garçom, aqui nesta mesa de bar, eu te digo de onde sou, sou do povo, um Zé Ninguém. Cara, mulheres erradas? E quais seriam as certas, pela sua teoria?
          Mulher decente que não se reconheceu nas pessoas que conheceu? Isto parece desculpinha que mulher dá para o corno quando é pega no flagra.
          Quando vocÊ diz que todos tem o direito á uma fase de curtição, eu assino embaixo. Mas por outro lado, qualquer homem tem o direito de dar um NÃO nas fuças de tais mulheres quando estas resolvem se tornar ” sérias “, concorda?
          Você realmente acreita em ex-biscate? Não seja tão ingênuo, meu caro.
          Mas o tempo e $$ é teu, viva o melhor que puder com o que te foi dado.
          Garçom, realmente, não deve se preocupar com quantos colos foram conhecidos pela tua princesinha, isto é uma bobagem e não irá interferir na tua relação. parabéns pela tua mente aberta e evolução á uma consciência tão generosa. Teus vizinhos também lhe agradecerão muito, mas de forma bem discreta, talvez apenas lhe pagando uma cerveja no teu bar sem que você saiba o porque.
          Meu caro, se uma empresa, para efetivar um contrato com um futuro funcionário, submete este á uma bateria de testes, escritos e falados, avaliando os menores detalhes pra que não haja erros quanto á esta contratação, e isto para um contrato que pode ser rescindido á qualquer momento, um homem que firmará contrato perpétuo, pra quem realmente preza pela moral e ética é óbvio, não deverá selecionar uma mulher pela sua vida pregressa? Você acredita realmente que nada do passado de uma mulher influi no seu comportamento atual?
          Parabéns, estas mulheres rodadas realmente precisam de homens como você.

    • jonathan

      CSP(CAPITÃO SALVA PUTA KKKKKK)
      ESSA FOI MASSA!!!

    • Cachaceiro

      cara vc está mais que certo, o que mais se ver por aí, é a mulher pisa no cara que ama e faz de tudo por ela por boa parte de sua vida e ela fica com o mau elemento, aí quando ela já tá pra lá dos 30 e poucos anos e esculaxada tanto de aparência como de espírito e auto-estima, ela vem se aconchegando pro lado do cara que lutava por ela, ela ver que o cara construiu uma vida bem bonita e digna aí vem com frase para alguma amiga ou até mesma direta do tipo: “ai, você é um cara tão legal, eu que me enganei dando chance a outro, mas no fundo sempre soube que você é o cara que toda mulher sonha”
      no ferra rapá, depois de quebrar muito a cara é que vem querer usufruir da vida que deixou de viver com o cara por causa de um amor bandido, e digo mais, doido é o cara que passar por isso com a mulher no passado e aceitar a viver um relacionamento com esse tipo de mulher porque o que vai acontecer é: ele vai assumir ela, os filhos se ela tiver e ela vai desfrutar da vida boa que ela vai tá dando, mas ela não vai deixar de se encontrar as escondidas com o CAFAJESTE que segundo a mente e corpo dela, será sempre ele que o dará o prazer sexual dela nas alturas. o cara bom vai ser só o PORTO SEGURO.

  • Mika

    Até parece que o mundo está dividido entre mocinhos e bandidos. Não existem príncipes e princesas fora da realeza. Ninguém é 100% mau, nem 100% bom. O cafajeste pega todas, e quando resolve aposentar, muito experiente, acha-se esperto o bastante pra diferenciar uma santinha de uma periguete. Leva a tal pra casa, e só aí descobre que arrumou uma bisca muito mais esperta do que ele. Aí, o coitadinho fica magoado, vira o bonzinho que foi enganado e diz que mulher nenhuma presta. E a mesma coisa acontece com as mulheres. Elas estão cada vez mais safadas e interesseiras.
    Moral da história: Chifrudo não tem passado. É sempre bonzinho.
    A imensa maioria das mulheres não gosta de cafajeste e não se envolve com ele por opção. Um homem desses é esperto e chega sempre em pelo de cordeiro. É envolvente, cativante, cheio de gentilezas, dizendo que você é maravilhosa, inteligente, que está envolvido, e bla bla bla. Só mostra as garras depois que a presa já está garantida. Mas aí, a mulher já está apaixonada e fica difícil pular fora. Eu já namorei um desses. Falo por experiência própria.

    Com relação a mudar a forma de comportamento, não vejo o porquê. Não nos esqueçamos da lei da ação e reação. É melhor agir conforme dita a consciência. Se sendo bom já está difícil achar companhia que preste, imagine sacaneando as pessoas com quem nos deparamos pelo caminho.

    • Samuel

      Olha a Mika, tem estilo em garota? hahahaha Bela na foto.
      Falei da foto, agora falo do comentário. MIka, cafa virar bonzinho? Você realmente sabe o que é um cafa? E mulher realmente não curte o envolvimento com um cafa, até porque as chances de se envolver com um é mínima, se não for quase impossível. Você está confundindo cafa com galinha, comedor, pegador ou mulherengos, assim como a maioria das pessoas que falam sobre cafao fazem. Cafa não é isto. É apenas uma das características dos perfis básicos de cafajeste que existem.
      Agora, que mulher se derrete, mesmo que discretamente pelo galinhão do pedaço, e muitas se entregam mais facilmente á ele que ao bonzinho do pedaço, isto é fato.

      • Mika

        Samuel, meu querido, eu tinha certeza que você ainda iria dar o ar da graça nesse post.. Ele é a sua cara! E, como era de se esperar, o discurso é o mesmo de sempre. Os homens são coitadinhos e as mulheres safadas!
        Ok, isso aqui é um blog e todos têm o direito de expressar sua opinião, inclusive você. Só que tem uma coisa que tem me incomodado ultimamente. Como um franco atirador, entra com a sua UZI e abre fogo contra o inimigo (todos que não comungam com a sua fé). Expressa-se com ar arrogantemente professoral, como se só você entendesse do assunto e o “resto”, meros neófitos, não passasse de um bando de ignorantes. Em seu vocabulário é raro ler-se “acho”, “penso” ou “acredito”. Em geral, você “sabe”, “conhece”, ou “é Fato!”. Em seus comentários fica evidente a tentativa de desqualificar a pessoa em lugar de argumentar sobre o que foi escrito. Você não lê o texto com atenção? Ou será que desvirtua propositalmente?
        Se reler meu texto com mais atenção vai perceber que eu não disse que cafajeste vira bonzinho, eu quis dizer que ele “se diz” bonzinho. Assim como você, não acredito que cafajeste mude.
        Nenhum de nós sabe o que é um cafajeste? Só você? Parece-me que o conceito que todos estão usando aqui, inclusive a Luisa, é o mesmo. Só você insiste em mudá-lo, atribuindo-lhe uma conotação diversa da mais comumente usada. Pra quê? Novamente, desqualificar as opiniões.
        E seus conhecimentos sobre mulheres são tão surpreendentes que nem nós mesmas sabíamos que pensávamos ou éramos tão moralmente baixas e egocêntricas… rs.
        E só pra ajudá-lo a compreender o conceito mais popular do vocábulo, segue a definição do respeitado HOUAISS:
        CAFAJESTE
        substantivo de dois gêneros ( 1843) pej.
        1 indivíduo sem refinamento no trato social e que se veste ger. de maneira peculiar, denotando mau gosto ‹ de paletozinho curto, apertado, e com ar de c. ›
        2 ( 1882 ) indivíduo de baixa condição social; pessoa a quem não se empresta importância
        3 indivíduo sem nobreza de sentimentos, de caráter malformado, em quem não se pode confiar; canalha, velhaco
        4 indivíduo atrevido, provocador
        adjetivo e substantivo de dois gêneros pej. ( a1862 ) que ou quem não é estudante; futrica

        adjetivo de dois gêneros pej.
        5 que tem modos grosseiros, ordinários, abusados
        6 desordeiro, valentão

        7 infame, vil, canalha
        8 que tem o chamativo mau gosto considerado típico dos cafajestes; acafajestado ‹ um terno muito c. ›

        • Samuel

          Mika, do jeito que fala estou começando á me sentir um boogieman! hahahaaaaa Em momento algum, seja neste ou outros textos, eu afirmo que homens são coitadinhos e mulheres totalmente safadas. Homens podem, e a maioria o é, por quais motivos sejam, responsáveis por atos monstruosos. E quando querem sexo então, podem ser pior, bem pior. E mulheres também, não pelo sexo apenas, mas pelo que podem ganhar entregando o corpo.
          E por favor, não entenda minha divergência das tuas opiniões como ataques pessoais, creio que você não é tão dodói assim, né?
          Não sou o que descreve, e não desqualifico ninguém que não siga minha fé. shauhsasuauhasuh O fato de vocÊ não ter conhecimento sobre algo não é desqualificação, apenas desconhecimento, á não ser que isto seja um concurso de conhecimentos.
          Te acho muito inteligente, fato, e por isto debato contigo.
          Mas sabe um coisa que me incomoda? Opinião. Exatamente isto. Com a inclusão digital, que nada tenho contra, muitos se acham no direito, e realmente tem tal direito, de serem opinativos. E aí mora o perigo. O querer ter, independente do que seja. Ter opinião é mais importante do que a real importância sobre o que constitui a base que sustenta a opinião. Muita gente baseia suas opiniões em mentiras e conhecimento estéril e quer propagar isto como verdade, e se você discorda, é esquizofrênico por não aceitar.
          Eu não dou opinião, eu não acho nada, pra mim não existe talvez ou quem sabe ou pode ser, não existe mulher meia grávida, ou é ou não é.
          Só existe uma verdade, apenas uma! E as pessoas, na tentativa de serem sempre aceitas e nunca precisarem mexer o traseiro gordo pra mudar e corrigir o que há de errado, criam inúmeras verdades, inúmeros Cristos, numa tentativa de assim serem sempre aceitos como são, sem mudança e adequação.
          A verdade é radical, assim como a matemática, certo?
          Então não espere eu dizer que acho, que penso, que pode ser, porque o que eu falo eu vivo e acredito, eu procuro a raiz de tudo o que penso pra que eu não cometa erros. Minhas idéias são coerentes com minhas práticas, ou pelo menos procuro adequar.
          Veja o que afirmou, então não desvirtuei nada :”” Aí, o coitadinho fica magoado, vira o bonzinho que foi enganado e diz que mulher nenhuma presta. E a mesma coisa acontece com as mulheres. Elas estão cada vez mais safadas e interesseiras. “”
          Eu não afirmo que apenas as mulheres podem ser tão baixas moralmente e egocêntricas, mas toda a espécie humana, quando se afastam de determinados códigos morais e éticos que os tornam capazes da sadia convivência.
          Mika, eu quero me entender com você, e juntos ganharmos mais conhecimento, porém produtivo e transformador, não morto e estéril. E já que teu dicionpario lhe definiu o que significa o termo, muito bem descrito, dê-se também o trabalho de pesquisar o termo num compêndio psiquiátrico, onde a figura do cafajeste, ao contrário de todo este glacê comercial e romantizado que lhe atribuíram, para que venda como ícone de consumo, é muito mais cru e sem graça.
          Cafajeste é apenas um homem desequilibrado mental e emocionalmente, com um comportamento narcisista, manipulativo e autodestrutivo.

        • Alessandro Garçom Sentimental

          Mika, eu considero você uma mulher muito inteligente. E acho engraçado alguém tentar se passar por inteligente justamente com você só porque ligou o gerador de lero-lero…

    • Alessandro Garçom Sentimental

      “..O mundo não se divide entre pessoas boas e Comensais da Morte, todos temos luz e trevas dentro de nós. O que importa é o lado pelo qual decidimos agir. Isso é o que realmente somos…” Sirius Black, Em “Harry Potter e a Ordem de Fênix”

      Terminado o momento Nerd adolescente, vamos lá.
      Mandou bem, Mika. Para variar.

    • comedor de vacas no cio

      Estava indo bem até falar essa asneira: “a imensa maioria das mulheres não gosta de cafajeste”. A maioria DIZ que não gosta, mas na prática ficam com eles e deixam os bonzinhos chupando dedo. Qualquer um percebe que as coisas são assim, o próprio texto da Luiza, que é mulher veja só, admite que as coisas são assim. Tem que estar muito desesperada pra ganhar a discussão a qualquer custo para apelar pra uma inverdade tão gritante.

  • Joe Travolta
    • Alessandro Garçom Sentimental

      “O povo que diz”, “Senso comum”. E você, o que pensa por si só?
      Eu tenho uma amiga, que se auto-rotula como safada. Ela liga muito para aparência, condição financeira, procura ex-namorados apenas para sexo, gosta de curtir. Nada que eu condene, pois para mim o que vale é que a companhia dela como amiga, me faz bem (E não acho que ela cometa nenhum pecado, pois aparentemente, é sincera com as intenções) E sabe o que faço para ela não me “usar”? Simplesmente, digo NÃO quando ela sugere a idéia. Difícil isso, não é? Acho que o sentimento tem que vir aliado à uma boa dose de racionalismo, de auto preservação. Fica minha amiga vivendo a vida dela do jeito que acha melhor, e eu do lado dela, como AMIGO.

      • Mika

        Pois é, Garçom, que tipo de raciocínio se pode esperar de uma pessoa que só se excita com 1.Filme Pornô, 2. Filme Pornô, 3. Filme Pornô, 4. Filme Pornô, 5. Filme Pornô… ?

        Não importa o que digam, ele só entende Hummmmmmm… Yeahhhh… Fuck Me! Fuck Me! kkkkkkkkkkkkkkk

  • Fabíola Oliveira

    Desculpe a sinceridade, Luíza, mas não acho que o fato de a menina que tava procurando um namorado em um programa de televisão ter dito que gosta de cara com pegada queira necessariamente dizer que aquele ” candidato” teria o direito de praticamente agarrá-la já em um primeiro encontro, uma vez que qualquer homem de bom senso que ouvisse uma mulher falar isso, entenderia de pronto que essa tal pegada teria que ocorrer em momento oportuno e quando ambos já tivessem algum envolvimento…. Depois quem disse que ter pegada signifique ficar querendo agarrar uma mulher de forma que a deixe muito mais constrangida que molhada? Ter pegada significa, antes de tudo, saber envolver uma mulher.

    O que acontece é que determinados homens, e eu acho que isso é a maioria, quer só um pretexto para usarem de libertinagem e eu acho que a gente, que é mulher, tem que ter muito cuidado ao afirmar determinadas coisas porque, a contrario sensu, podemos estar afirmando inconscientemente outras porque se você acha que um homem tem o direito de ser libertino com uma mulher pelo simples fato de ela dizer que curte homem de pegada, estará, por outro lado, dizendo que uma mulher que sai de casa usando uma roupa mais curta pode ser estuprada, que um homem por conta disso pode passar a mão nela porque, ao vestir esse tipo de roupa, ela estaria ” convidando homem”. Então, para mim, afirmar isso que foi dito no texto é um tanto quanto perigoso, pois, inconscientemente, pode-se estar afirmando inúmeras outras coisas…

    Eu mesma há muito tempo escrevia textos eróticos e todas as vezes que um homem era um tanto mais saidinho comigo, uma amiga minha sempre atribuía isso aos meus textos. Tá bom! E os que não conheciam o meu blog e agiam da mesma maneira? Como justificar esse comportamento, então?

    Então repito: muitas vezes o cara quer só uma desculpa para colocar para fora seu pior lado e, para isso, ele vai se valer de qualquer coisa que a gente disser e que poderia dar margem a essa libertinagem que ele tanto quer botar para fora, precisando apenas de uma desculpa para não admitir para si próprio que ele é um safado sem noção.

    • Samuel

      Fabíola, na verdade, quando um cara mais malandro com mulheres, principalmente as safadas, escuta de uma mulher que curte pegada, ele interpreta da seguinte forma: o básico eu já pratiquei e cansei, tô rodada e pra sentir tesão tenho de ser quase violentada.
      Nunca ouvi de uma virgem o desejo por uma atitude sexual mais agressiva, é justamente o contrário, vá com calma, pisando no freio.
      Quanto mais ” experiente ” na cama uma mulher é, de mais acessórios físicos e emocionais esta mulher precisa pra sentir o mesmo estímulo que uma virgem sente só ao abrir o sutiã e deixar que tirem sua calcinha.

      • Fabíola Oliveira

        Desculpe a sinceridade, Samuel, mas eu não vejo coerência alguma nesse seu discurso e olha que eu gosto muito dos dois textos que você escreveu aqui para o blog. Para falar a verdade, são os textos que eu mais gosto.

        Mas esse seu comentário, no meu sentir, encontra-se completamente desprovido de coerência… Depois que nem é tão verdade assim que as virgens não curtem um cara com pegada… O povo tem mania de colocar mulher virgem em um pedestal…

        Depois que a maioria das mulheres, independente de ser mais recatada ou mais saidinha curte um cara com pegada, que saiba envolver sexualmente uma mulher…

        Tem muito cara que olha para mim, por conta de algumas coisas que eu já escrevi, e acham que já pode, chegar, chegando… Então, esse conceito de safada pode muito bem ser relativo… E muitos ficam um tanto frustrados depois que percebem que a imagem que tinham de mim não corresponde à realidade. Tenho certeza de que se você lesse algumas coisas que eu já escrevi, me enquadraria no hall das safadas rodadas e não tem nada a ver, Samuel…

        Mas eu não me preocupei muito com o que vão pensar de mim pelo que escrevo, pois nunca tive vergonha alguma de ser Fabíola!

        • Samuel

          Fabíola, sério que curtiu os textos assim? Olha o xaveco garota .. sahusausuausuahsuh
          Bom, para que continuemos nesta discussão saudável, te convido á me descrever o que você acredita ser ” PEGADA “.

    • Poxa mulher, você leu direito o texto? kkkkkkkkkkkkk

      Eu não disse que é “necessariamente”, inclusive é bem esse o ponto que toquei

      ” será que ele interpretou mal, ou será que ela se expressou mal e tudo foi parar aí?”.

      Isso foi uma pergunta para debate, não uma afirmação =) Eu também não acho que ela falar que gosta de quem tem pegada quer dizer que ele pode pegar ela, mas acho que ele pode ter entendido errado sim. Nisso um interpreta de um jeito, o outro de outro e aí dá essa bagunça. Enfim, não disse quem está certo ou errado, só acho que de fato os dois podem ter se interpretado mal, até porque ela não explicou cientificamente o que “é ter pegada” para ela e aí o cara se sentiu o gostoso e já foi pro ataque, simples assim. Ninguém afirmou nada rsrs

  • Joe Travolta
  • Joe Travolta
  • Celso Antonio

    Caraca…e ainda tem mulher em 2013 que insiste nessa idéia acreditando que pode transformar o caráter de homem.Galerinha,as pessoas podem dissimular atitudes mas jamais sentimentos :

  • NAFO

    ”Aceitamos o amor que achamos merecer”

  • Andrei

    Essa Fabíola é invejosa pra caralho. Só sabe puxar saco de homem. Cada dia ela dá em cima de um aqui nos comentários. Sem contar que ela só responde pergunta de macho. Vai arrumar namorado minha filha que você tá precisando.

    • Mika

      Tsssssssssssss… Mas que coisa feia Andrei. Por que baixar o nível desse jeito? Faltam-lhe argumentos?

    • Fabíola Oliveira

      Boa noite, Andrei, dizer que eu só respondo pergunta de homem é mentira porque eu já respondi perguntas de várias mulheres aqui. Mas muita mulher mesmo! Depois que, para ajudar, eu não faço distinção alguma se a pessoa é homem, mulher, travesti, transexual… Para mim, tanto faz. Eu só acho que você antes de comentar, tem que se informar melhor para não ficar dando mancada à toa porque fica feio para você falar e não saber argumentar e ainda construir um conceito em cima de uma mentira.

      Ah! e tô louca mesmo para arranjar um namorado não porque eu esteja pejorativamente precisando como você colocou, mas por que todo ser humano precisa de um companheiro e eu não fujo à regra. Mas esse companheiro tem que valer a pena porque não sou qualquer uma, o que significa dizer que ele não poderia ser, por exemplo, você.

      Não tenho a menor vergonha de me mostrar a Fabíola que sou. Então, vou ficar “dando em cima” de quantos homens eu achar inteligentes e que tenham comentários com argumentos bem mais abalizados que os seus que, ao que parece, encontra-se mais fundado em uma profunda antipatia por minha pessoa do que na razão, na lógica.

      Eu não sou invejosa. Sou apenas o tipo da pessoa que quando não concordo com algo, fala. Se não ser invejosa for concordar com tudo… Então..

      Ah! e outra:não preciso ter inveja de ninguém porque conheço meu potencial, bem como minhas incapacidades e procuro a duras penas aceitá-las e compensá-las com o que eu tiver de melhor.

  • Jonas

    Olá amiga, muito bom o post, mandá lá pro janalinks.com este e outros que você tiver, para bombarem ainda mais, como vi que seu blog tem um conteudo bem bacana, os 10 primeiros links que você mandar serão liberados!!!!!!

    Abração!

    www janalinks com

  • Aline

    Texto fantástico. Sou muito grata por saber valorizar o homem fantástico que tenho na minha casa já minhas amigas todas com acima de 30 de idade solteira de tanto arrumar traste.

    • Luciano Silva

      mas quem escolhe o traste ? conscientemente ou não ela da preferencia sempre para uma pessoa que tem bom papo que sabe iludi, uma pessoa assim sabe o que dizer na hora certa tem uma labia talves uma pessoa que não se expresse tão bem seje descartado como ” uma carta fora do baralho ” força de expressão o que ela quer mesmo que involuntariamente é o cafajeste, mesmo que seja sempre a mesma história de decepção e tudo o mais ela não vai procura mesmo com suas decepções alguem mais timido que não consegue se expressar muito bem experiencia própria ja vi algumas que eu gostava e que mesmo que ela sabendo o que sentia fazia questão de passar na minha frente com o novo namorado por não ter tanta desenvoltura em converssa e não me destacar perante as outras pessoas ainda me encontro sozinho 30 anos sem ter sequer beijado mas tudo bem sei que o mundo não vai mudar por minha causa e nem tenho nehuma intenção que isso aconteça. Se eu não for como eles sei que vou morrer sozinho, ja conheço as regras do “jogo da sedução”. As mulheres instintivamente tem que escolher os parceiros que lhes dão os melhores genes para procriação como aparencia, dinheiro e poder alguém que se destaque para que seus filhos tenham chance maior de sobreviver e ter uma condição de vida melhor então timidos pobre ou comum são praticamente descardados, alguém ai viu alguma mulher atrás de um cantor famoso , ator ou jogador de futebol por que ? alguem ai viu uma mulher que disse que se apaixonou por um mendigo? por que ? Sei a resposta e sei as regras de sedução que as mulheres querem dinheiro e poder e dizer que seu escolhido é isso ou aquilo destaque, status, genes superiores e poder escolhas. Sei que sou dos inferiores e aceito o rótulo mas por favor cartas na mesa e sinceridade foi tudo o que sempre quis. A propósito atualmente me satisfaço com compahia de prostitutas não estou a procura de nenhum relacionamento so estou expondo minha opinião ja beijei elas e fiz sexo com elas devidamente protegido.

      • Mika

        Luciano, sua visão sobre relacionamentos é totalmente deturpada. Conhece as regras do jogo da sedução? Então porque não as aplica? Acredita mesmo que num país com tanto pobre só se dá bem no amor quem tem fama e dinheiro?
        Nem vou comentar mais nada sobre seu texto. Faço-lhe um desafio. Aponte-me 5 qualidades e 5 defeitos seus, seu tipo físico e as qualidades que considera importantes numa mulher. Aí conversaremos sobre suas chances de marcar algum tento nesse jogo.
        Só pra constar: Perto de onde trabalho tem um morador de rua que sempre fica no mesmo lugar. De vez em quando converso com ele e pergunto como está (ele andou adoentado recentemente). Um dia desses passei por ele e percebi que havia um moça sentada ao lado dele. Quando o cumprimentei, ele respondeu animado e me apresentou a “amiga”. Depois disso, volta e meia vejo os dois juntos por ali. Como se pode ver, mendigos também se apaixonam.
        Abçs,

      • cachaceiro

        cara não é bem assim não, de que o cafajeste sabe dizer o que ela quer ouvir e um cara decente não?, não me considero cafajeste, mas hoje meu status é muito melhor que antes, isso de elas falarem que eles sabem o que falar é balela, quando eu era um cara mais legal com as mulheres do que sou hoje, eu sempre soube o que dizer quando a mulher mais precisava ouvir e nem por isso fui tratado no quesito de elas quererem ficar comigo, sabe por que? porque essa coisa de CAFAJESTE já vem desenhado na mídia e na cabeça feminina cara, não sou um cara bonito, mas o CAFAJESTE é sim aquele cara de boa aparência senão de rosto é de aparência física cuja a mesma enfeitiça as mulheres, veja por exemplo nas novelas e cinemas se os caras que fazem esse tipo de personagem não são os caras bonitos, eu nunca vi um cara de aparencia normal ou abaixo do normal se enquadrar no perfil CAFAJESTE, então meu caro não acredite que somente os CAFAJESTES são os unicos que sabem dizer oq elas precisam ouvir, o fato é que, as mulheres já tem na cabeça de quem elas querem ouvir elogios cara, se vc não tem esse perfil na sociedade, tipo: no bairro, trabalho, colégio. agora vc, o cara legal e honesto, se vc der forças, levantar a moral de uma mulher nos momentos que ela mais ela precisa, ela o verá apenas como um bom amigo pra desabafar as lágrimas que o peste ruim causou nela (falo por experiência própria), agora se aquele cara que as outras amigas desejam e faz sucesso pegando uma e outra nos variados ambientes conforme citei, ele pode dar um simples elogio que ela vai estar disposta a deixar que ele aproxime aos poucos e quando ver já tão nos amassos e sabe por que? porque é dele que ela queria ouvir isso e não de você, o cara bom, mas que ela sempre o achou sem graça e que só vai servir de amigo pra aparar as tristezas que ela tem com o mau elemento, aí conforme o amigo Joe Travolta disse, depois de quebrarem a cara bastante a pra lá dos trinta e poucos anos e com a dignidade e sem o fogo da essencia da paixão, muitas desejam o cara legal que tanto desprezou, sabe pra que? pra poderem se acomodar e ter uma vida de mulher casada e bem tratada que não tiveram com os cafajestes (vi muito isso no trabalho, mulheres já velhas e com filhos doidas pra arrumar um companheiro e casar). eu disse bem, casar, isso não quer dizer que vc que vai dar essa chance a ela, ela vai te amar e ser fiél a você não, ela quer um companheirismo, sabe no natal, ano novo, aniversário, viagem? depois de velha ela vai querer viver isso tudo com o cara legal, porque na boa fase dela o CAFAJESTE só iludia ela e queria o lindo corpo e a boa performance de total entrega sexual dela, o cara bom vai ser só o bom companheiro dela e não aquela paixão que incendeia como o bom canalha provocava nela, e digo mais a vc, é arriscado as escondidas, como existe muitas por aí, ficarem se encontrado com o mesmo cara que a fez sofrer enquanto vc estar cuidando da casa e dos filhos dela, PORTANTO AMIGO, REPENSE, TRABALHE, INVISTA EM VC, como vc mesmo disse, vc tem 30 anos, quando vc estiver estabilizado der valor as mulheres que não te desprezou nessa vida, se possível, curta sua vida dos sonhos que vc sempre desejou em sua adolescencia e ninguém te dava oportunidade, falo isso porque sei como vc se sente, de raiva eu abandonei esse negócio de amor e fui estudar e passei num concurso e hoje minha situação financeira é bem legal e tenho pra onde curtir, e sabe que acontece, vejo garotas que hoje tão com filhos e amarradas e de cara quebrada por não terem mais a aparencia bela que tinham na época,se lamentando de não me terem dado uma chance no passado, fica a dica, invista em vc e se possível pega essas menininhas novinhas e gostosinhas, pois vc é um ser humano e merece também curtir o bom da vida e não ficar bajulando resto dos outros.

  • Cachaceiro

    uns CAFA já são de nascença, mas hoje em dia o percentual dos CAFA tá aumentando pelo fato de no passado ter sido o cara legal e serem dispensados e tratados como um ser assexuado, até mesmo fofo demais quando se aproxima de alguma mulher com a boa intenção de namorá-la e são posto na famosa ratoeira da amizade, e quando estão namorando não tem o devido valor, pois como muita das vezes são sempre tachado como o sem atitude, de não fazer o namoro pegar fogo e mais, acabam sendo visto pela própria companheira como um ser não competitivo com as demais mulheres.

  • Cachaceiro

    uns CAFA já são de nascença, mas hoje em dia o percentual dos CAFA tá aumentando pelo fato de no passado ter sido o cara legal e serem dispensados e tratados como um ser assexuado, até mesmo fofo demais quando se aproxima de alguma mulher com a boa intenção de namorá-la e são posto na famosa ratoeira da amizade, e quando estão namorando não tem o devido valor, pois como muita das vezes são sempre tachado como o sem atitude, de não fazer o namoro pegar fogo e mais, acabam sendo visto pela própria companheira como um ser não competitivo aos olhares das demais mulheres.

    • Essa é a teoria que eles contam e sinceramente acho isso preocupante.
      Onde será que tudo isso vai parar?
      O que eu também me pergunto é se esses “ex bonzinhos” não pegam muita bisca por aí e nisso acabam se traumatizando achando que todas são iguais.É que nem mulher que pega um monte de malaco e acha que nenhum homem presta.

      • augusto.

        A mulher moderna pediu para ser dessa forma, então que aguentem as consequencias

        • Mika

          Pois é, Augusto. A mulher antiga aguentava coisa muito pior. E que bom que nossas mães tiveram a coragem de se rebelar contra tantas injustiças. Hoje, estudamos, trabalhamos, votamos, conquistamos maior independência e participação na sociedade, escolhemos com quem e quando queremos casar, ou pedir o divórcio sem ficarmos marcadas como imorais… Entre erros e acertos, a vida da mulher moderna é infinitamente melhor do que a de nossas bisavós. Aos poucos estamos reeducando vocês a nos tratarem não como propriedade, mas como parceiras de vida. O caminho da igualdade e do respeito que merecemos é longo. Quem sabe daqui a algumas décadas…
          Abçs.

  • Zumnupy

    Se tornar “Cafajeste” e achar que vai encontrar relacionamentos sadios e duradouros é um engano.

    Acho que quem se decide por isso até vai conseguir mais mulheres.

    Só que as mulheres que eles pensavam que iriam conseguir desse jeito e as que vão realmente “pegar” são totalmente diferentes.

    Eu penso que “bonzinhos” não serem muito apreciados pelos “cafajestes” acaba sendo bom para eles. Relacionamentos entre os dois tipos só geram dor, principalmente para os chamados “bonzinhos”.

    Considero ser ‘Bonzinho” um espécie de filtro anti sofrimento que muita gente não usa, apenas para sofrer depois.

  • Hamilton

    Bom… pela conversa ainda bem que ficou muito bem explicado o sentido da palavra “Cafajeste”. E é esta a verdade realmente das coisas atualmente. Boa parte das mulheres, nem todas, preferem este tipo de homem, pois é ele que oferece falsas ilusões para a mulher e as aventuras que elas gostam. Os homens tem que ficar espertos como foi dito, porque quando a beleza acaba e esse tipo de mulher acorda para a realidade, ela procura justamente aquele cara que ela cansou de dizer NÃO, ou que era “bom demais para ela”. Ela vai ao encontro do bonzinho com uma desculpa patética, e é claro, o trouxa acredita e entra num relacionamento de péssima qualidade, pois sofre da tal chamada carência afetiva ou acha que realmente a mulher gosta dele. Ainda há o risco dessa criatura ainda se encontrar com o cafajeste que via antes para continuar com as suas aventurinhas deliciosas por sinal, mas e o bonzinho??? Como fica??? Fica lascado e ainda sentir a cabeça pesada pela quantidade de chifres que pode vir a tomar ao longo desse fantástico relacionamento.

  • Igor Barros

    Curso para ser malandro é uma boa ,mas, tem um detalhe malandro agente já nasce, não adianta querer ser tem que ser! Caso contrario na tentativa de querer ser vai deparar-se com determinadas situações que só o Bom Malandro original e´capaz de se sobressair… como diria o grande Bezerra: Malandro é Malandro e Mané é Mané…

  • augusto.

    É por isso que eu falo. No quesito de relacionamentos tem mais é que mandar tudo para o alto mesmo, chutar o pau da barraca e com vontade. No meio disso tudo, só “vence o jogo” quem tiver um gelo no lugar de um medíocre coração batendo. Quando eu escuto mulher falando de amor, já me revira o estômago de asco, ou então aquelas que em entrevistas mentem dizendo que “falta homem romântico no mercado”, pois é, ou desligo urgente a tv ou ela vai voar na parede. A sociedade moderna não sabe o que é respeito, o que é amor, pois são pessoas medíocres e superficiais.

  • FORÇA E HONRA

    É isso ai gente tem terreno pra todo mundo afinal são 7 bilhões de habitantes no planeta, so na minha cidade a estimativa e de 10 mulheres par cada homem, dessas 10 tem umas curtem os cafajestes outras curtem os caras mais tranquilhos e prestativos nao curto esse termo bonzinho porque ninguém e bom totalmente, o mesmo os homens com relaçao as mulheres e comum ver mulher dizendo tem hora que da vontade de jogar tudo pro alto porque os caras so querem mulheres cachorronas como tem os homens cachorrões tbm. E la na frente na plenitude da maturidade oq todos querem e ter alguem ficar de boa e curtir a vida em paz.

  • Sérgio.

    Mulher gosta de homem cafajeste. Ponto. Coma uma e comerá outras 10.

  • Vinícius Queiroz

    Mandou bem no texto, sofri uma desilusão amorosa a dois anos e meio atrás, desde então decidi por me tornar um cafajeste, cheguei à simples conclusão de: já que elas só valorizam os cafajestes, então partiu ser um deles, e o pior de tudo, é que isso aconteceu com uma mina que eu a conheci na igreja, só pra piorar a situação, então de lá pra cá as coisas têm melhorado um pouco.