Meu namorado me mimou um monte e agora quer que eu seja independente.

21

Leitora: Boa tarde, estou há 2 anos com meu namorado, eu tenho 18 anos e ele 26. Nós dois trabalhamos bem próximos e desde que a gente começou a se conhecer, ele sempre pagou as contas de tudo. Isso me incomodava um pouco no começo, mas depois eu me acostumei. Depois que começamos a namorar, eu me afastei do “mundo”, não saio com minhas amigas, não tenho amigos, mas não me sinto mal por isso, as vezes sinto um pouco de falta, mas logo passa. Além dele pagar tudo pra mim, ele me busca todos os dias na faculdade, me busca em casa no final de semana, quando eu durmo na casa dele, ele que faz o café pra mim, se eu preciso ir em algum lugar, ele que me leva, enfim ele faz de TUDO pra mim. E há um tempo atrás ele veio me dizer que eu precisava ser mais independente, disse que eu estou dependendo dele pra tudo. Fiquei um pouco chateada por ele falar isso, acho que eu não estava enxergando o que estava acontecendo. Até pensei em mudar, mas não sabia por onde começar. Penso que por ele ser mais experiente que eu, me apeguei muito nele e esqueci de viver. Sinto insegurança por isso, acho que ele pode se interessar por outra mais independente, sei lá. Me ajudem por favor, como eu posso ser independente dele emocionalmente e financeiramente tbm? Bjs.

Ele me mimou tanto e agora quer que eu seja independente

Putz, quem é que não se acostumaria com a vida mansa, né? Quem é que não quer sombra e água fresca todo dia? Ai meu Deus, cadê alguém para me abanar aqui? Delícia kkkk. Te entendo minha amiga, ser acostumada com o bom e depois quererem tirar o doce da boquinha dá um sabor amargo da peste. Porém, se você trabalha, tem dois pés e dois braços, a situação é bem mais fácil do que você imagina!

Para começar, pelo o que você falou, ele não faz bem te sustentar, mas sim é… ops.. era daquele tipo cavalheiro à moda antiga que paga a conta e te dá carona quando você precisa. Bem, quanto ao caso da carona, se você não tem carro e ele gosta de você, acho que é uma questão de bom senso e de ser gente boa com você ele continuar fazendo isso, até porque vocês estão juntos há dois anos e você não é nenhuma biscate que quer dar o golpe da gasosa nele. Porém, se ele quer que você fique independente, assim será! Não que ele mande em muita coisa rsrs, mas sim porque ser independente só te trará benefícios, a começar pelo fato de que para viver no mundão de hoje não está fácil não: os relacionamentos não duram mais nada, e acredite, quanto mais você souber se virar, melhor!! Até porque vai que um dia você leva um pé na bunda? Aí você vai fazer como? Sei lá, acho que todos nós precisamos ter “um plano B do se vira nos 30” e isso serve para a vida toda.

Para a sua felicidade, nada que ele faz por você é “ó meus Deus, se ele não fizer eu vou morrer”. Pelo o que você disse, ele faz apenas pequenas gentilezas, que não incluem pagar o seu aluguel,  nem seu IPTU ou seu IPVA rsrs. Então, você depende muito menos dele do que você imagina e agora só te falta ficar independente nos pequenos detalhes. Se hoje em dia ele não vê mais o que ele fazia por você como um agrado, mas sim como um peso, mãos à obra e vamos nos virar. Até porque você não precisa e nem merece ganhar agrado de quem está fazendo de má vontade.

Ele não quer fazer café da manhã para você? Ok, é só você levantar a bunda da cama, fazer o seu próprio café e tomar. Se ele não quer te dar carona mesmo você não tendo carro (pelo o que deduzi), ok, ajude com a gasolina ou pegue um busão e ponto. Se tiver muito tarde e estiver perigoso em um dia que você for vê-lo e você achar absurdo rachar a gasosa, simplesmente fale que não irá vê-lo porque não está afim de andar no perigo noturno e ponto. Não peça carona para ele e simplesmente não vá. Se ele realmente quiser, ele que vá te buscar na sua casa, mas deixe claro que ele fez isso porque quis e se ofereceu e não porque você pediu (se não é mais coisa para ele jogar na sua cara depois).Quando vocês forem sair, ofereça ajuda para pagar a conta e se você não ganha bem, é só ir em algum lugar mais barato. É claro que no começo será difícil, porque será uma mudança de vida para você, mas depois valerá a pena porque se não for por prazer, melhor que não seja. Depois, cabe a você perceber se ele fez isso porque se preocupa e porque realmente quer que você fique independente, ou se é porque ele já não está mais tão afim e consequentemente não quer mais te agradar tanto.

Acho que você está fazendo tempestade em copo d’água em relação a isso, se você tem saúde, tem pé, mão e braço, é só não aceitar mais tanto as cortesias dele, até porque cá para nós que é muito broxante aceitar coisas de alguém que está sem vontade. Se ele não quer mais fazer, “beleza”, faça você e aí depois veja se é esse o tipo de homem que você quer para a sua vida. Sei que tem muita gente que vai falar que mulher que fica com um homem porque ele mima é interesseira, mas quem é que não tem interesse em um relacionamento? Acho muito hipócrita quem chama o outro de interesseiro, como se 100% da população não fosse: o que muda é o interesse, tem mulher que gosta do cara que leva café da manhã, tem homem que gosta de mulher que aceita ser Amélia, e por aí vai. Cada um com o seu gosto e quem sou eu para julgar. Justamente por isso te digo: independentemente das críticas sociais, você sabe qual é o seu gosto e se depois dessa mudança você achar que não está mais confortável com ele, parta para outra. Sei que tem homem que vai falar que se você largar ele só porque ele não é mais cavalheiro é porque você é uma puta interesseira, mas falar isso seria que nem falar que homem que reclama que a mulher está gorda só vê o corpo nela. Todo mundo tem suas preferências, todo mundo tem os seus gostos, todo mundo é fútil (em maior ou menor grau) e ninguém se apaixona ou fica atraída de graça: tem gente que gosta do homem porque ele é malandro (ô se tem!), e tem gente que gosta do cara porque, entre outras coisas, ele é cavalheiro e querendo ou não, o amor não é construído apenas pelo lado romântico e sublime, mas também a partir de dados “fúteis”, como peito, bunda,  e por que não um cara que te trata bem e cuida do seu bem estar? Isso aqui é mundo real, não é o céu com os anjinhos puros não!

Seja independente, porque você só tem a ganhar, se depois você ver que mesmo sendo independente você quer um cavalheiro (sim, porque uma coisa não anula a outra e uma mulher pode muito bem ser independente e mesmo assim querer um cavalheiro), continue sendo independente que é tudo de bom e depois arrume um cavalheiro para a sua vida. Dane-se isso de machismo ou feminismo, você pode ir muito além disso e ter o seu gosto pessoal, da mesma forma que ele gosta de mulher independente, você pode gostar de cavalheiros ou até mesmo de ser passiva. Vai de você e do perfil que você procura para a sua vida. Depois da sua independência com coisas do dia a dia, a independência emocional virá como consequência e você se sentirá muito mais livre para “escolher um pouco mais no amor”. Pode apostar.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.