Meu namorado me mimou um monte e agora quer que eu seja independente.

21

Leitora: Boa tarde, estou há 2 anos com meu namorado, eu tenho 18 anos e ele 26. Nós dois trabalhamos bem próximos e desde que a gente começou a se conhecer, ele sempre pagou as contas de tudo. Isso me incomodava um pouco no começo, mas depois eu me acostumei. Depois que começamos a namorar, eu me afastei do “mundo”, não saio com minhas amigas, não tenho amigos, mas não me sinto mal por isso, as vezes sinto um pouco de falta, mas logo passa. Além dele pagar tudo pra mim, ele me busca todos os dias na faculdade, me busca em casa no final de semana, quando eu durmo na casa dele, ele que faz o café pra mim, se eu preciso ir em algum lugar, ele que me leva, enfim ele faz de TUDO pra mim. E há um tempo atrás ele veio me dizer que eu precisava ser mais independente, disse que eu estou dependendo dele pra tudo. Fiquei um pouco chateada por ele falar isso, acho que eu não estava enxergando o que estava acontecendo. Até pensei em mudar, mas não sabia por onde começar. Penso que por ele ser mais experiente que eu, me apeguei muito nele e esqueci de viver. Sinto insegurança por isso, acho que ele pode se interessar por outra mais independente, sei lá. Me ajudem por favor, como eu posso ser independente dele emocionalmente e financeiramente tbm? Bjs.

Ele me mimou tanto e agora quer que eu seja independente

Putz, quem é que não se acostumaria com a vida mansa, né? Quem é que não quer sombra e água fresca todo dia? Ai meu Deus, cadê alguém para me abanar aqui? Delícia kkkk. Te entendo minha amiga, ser acostumada com o bom e depois quererem tirar o doce da boquinha dá um sabor amargo da peste. Porém, se você trabalha, tem dois pés e dois braços, a situação é bem mais fácil do que você imagina!

Para começar, pelo o que você falou, ele não faz bem te sustentar, mas sim é… ops.. era daquele tipo cavalheiro à moda antiga que paga a conta e te dá carona quando você precisa. Bem, quanto ao caso da carona, se você não tem carro e ele gosta de você, acho que é uma questão de bom senso e de ser gente boa com você ele continuar fazendo isso, até porque vocês estão juntos há dois anos e você não é nenhuma biscate que quer dar o golpe da gasosa nele. Porém, se ele quer que você fique independente, assim será! Não que ele mande em muita coisa rsrs, mas sim porque ser independente só te trará benefícios, a começar pelo fato de que para viver no mundão de hoje não está fácil não: os relacionamentos não duram mais nada, e acredite, quanto mais você souber se virar, melhor!! Até porque vai que um dia você leva um pé na bunda? Aí você vai fazer como? Sei lá, acho que todos nós precisamos ter “um plano B do se vira nos 30” e isso serve para a vida toda.

Para a sua felicidade, nada que ele faz por você é “ó meus Deus, se ele não fizer eu vou morrer”. Pelo o que você disse, ele faz apenas pequenas gentilezas, que não incluem pagar o seu aluguel,  nem seu IPTU ou seu IPVA rsrs. Então, você depende muito menos dele do que você imagina e agora só te falta ficar independente nos pequenos detalhes. Se hoje em dia ele não vê mais o que ele fazia por você como um agrado, mas sim como um peso, mãos à obra e vamos nos virar. Até porque você não precisa e nem merece ganhar agrado de quem está fazendo de má vontade.

Ele não quer fazer café da manhã para você? Ok, é só você levantar a bunda da cama, fazer o seu próprio café e tomar. Se ele não quer te dar carona mesmo você não tendo carro (pelo o que deduzi), ok, ajude com a gasolina ou pegue um busão e ponto. Se tiver muito tarde e estiver perigoso em um dia que você for vê-lo e você achar absurdo rachar a gasosa, simplesmente fale que não irá vê-lo porque não está afim de andar no perigo noturno e ponto. Não peça carona para ele e simplesmente não vá. Se ele realmente quiser, ele que vá te buscar na sua casa, mas deixe claro que ele fez isso porque quis e se ofereceu e não porque você pediu (se não é mais coisa para ele jogar na sua cara depois).Quando vocês forem sair, ofereça ajuda para pagar a conta e se você não ganha bem, é só ir em algum lugar mais barato. É claro que no começo será difícil, porque será uma mudança de vida para você, mas depois valerá a pena porque se não for por prazer, melhor que não seja. Depois, cabe a você perceber se ele fez isso porque se preocupa e porque realmente quer que você fique independente, ou se é porque ele já não está mais tão afim e consequentemente não quer mais te agradar tanto.

Acho que você está fazendo tempestade em copo d’água em relação a isso, se você tem saúde, tem pé, mão e braço, é só não aceitar mais tanto as cortesias dele, até porque cá para nós que é muito broxante aceitar coisas de alguém que está sem vontade. Se ele não quer mais fazer, “beleza”, faça você e aí depois veja se é esse o tipo de homem que você quer para a sua vida. Sei que tem muita gente que vai falar que mulher que fica com um homem porque ele mima é interesseira, mas quem é que não tem interesse em um relacionamento? Acho muito hipócrita quem chama o outro de interesseiro, como se 100% da população não fosse: o que muda é o interesse, tem mulher que gosta do cara que leva café da manhã, tem homem que gosta de mulher que aceita ser Amélia, e por aí vai. Cada um com o seu gosto e quem sou eu para julgar. Justamente por isso te digo: independentemente das críticas sociais, você sabe qual é o seu gosto e se depois dessa mudança você achar que não está mais confortável com ele, parta para outra. Sei que tem homem que vai falar que se você largar ele só porque ele não é mais cavalheiro é porque você é uma puta interesseira, mas falar isso seria que nem falar que homem que reclama que a mulher está gorda só vê o corpo nela. Todo mundo tem suas preferências, todo mundo tem os seus gostos, todo mundo é fútil (em maior ou menor grau) e ninguém se apaixona ou fica atraída de graça: tem gente que gosta do homem porque ele é malandro (ô se tem!), e tem gente que gosta do cara porque, entre outras coisas, ele é cavalheiro e querendo ou não, o amor não é construído apenas pelo lado romântico e sublime, mas também a partir de dados “fúteis”, como peito, bunda,  e por que não um cara que te trata bem e cuida do seu bem estar? Isso aqui é mundo real, não é o céu com os anjinhos puros não!

Seja independente, porque você só tem a ganhar, se depois você ver que mesmo sendo independente você quer um cavalheiro (sim, porque uma coisa não anula a outra e uma mulher pode muito bem ser independente e mesmo assim querer um cavalheiro), continue sendo independente que é tudo de bom e depois arrume um cavalheiro para a sua vida. Dane-se isso de machismo ou feminismo, você pode ir muito além disso e ter o seu gosto pessoal, da mesma forma que ele gosta de mulher independente, você pode gostar de cavalheiros ou até mesmo de ser passiva. Vai de você e do perfil que você procura para a sua vida. Depois da sua independência com coisas do dia a dia, a independência emocional virá como consequência e você se sentirá muito mais livre para “escolher um pouco mais no amor”. Pode apostar.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Sebastião Júnior

    Luiza, seu conselho está certo. Ainda assim eu digo um pouco mais. Além da independência tenha amor próprio, se valorize em todos os sentidos, garota!

    Não deu pra entender pelo texto, mas se ele faz tudo isso sem você ter pedido, peça a ele pra não fazer mais. E só solicite alguma coisa se precisar mesmo, tente não depender de nada. Uma carona ou outra, pagar uma conta toda aqui e ali até vai, mas não aceite sempre, e seja firme. Na parte de ele tratar bem você enquanto você está na casa dele, existe aí pelo menos um tanto de educação da parte dele. Entretanto, não custa também vc surpreendê-lo de vez em quando.

    Passei por situação parecida com a sua, no caso de me afastar de amigos e da família por conta de uma ex-namorada. E uma coisa eu lhe digo: não vale a pena de jeito algum se afastar das pessoas que você gosta por conta de alguém. Tem dois tipos de afastamento:

    1) afastar-se de todos os seus ex, pra evitar confusões e mal entendidos
    2) afastar-se de amigos e amigas, e da família.

    No caso 1, o afastamento é mais do que saudável.
    No caso 2, você cai numa armadilha que você mesmo cria, pois ao se afastar das pessoas você acaba (querendo ou não) se aproximando demais dele. E isso não é nada saudável. Tenha amigos(as), saia sem ele, e deixe ele sair sem você. Desenvolva a sua confiança em si mesmo e nele. Tente ser feliz sem ele também, e aqui não estou dizendo pra deixa-lo de lado sempre, mas para não ficar sempre do lado dele. Você vai adorar ter seu espaço e ele vai ter o dele também. Com isso ele vai sentir a vontade de estar perto de você.

    Agora, se no fim das contas ele lhe deixar, você vai ter conhecido e reencontrado amigos que lhe ajudaram a passar por essa fase ruim. O mundo tá cheio de homem querendo uma mulher bonita, meiga, educada e de bem com a vida.

    • Luiz Oliveira

      Nos dois casos são armadilhas, SIM pode ser amigo de EX, Sim pode existir ammizade entre homens e mulheres!!!!

      • Sebastião Júnior

        Amizade pura e simples entre homem e mulher pode existir sim.
        Amizade com ex também, mas minhas experiências nesse ultimo caso não foram felizes, portanto tomo isso como “ponto de corte”. Ou fica com o amigo ex, ou fica comigo. Independente da escolha, eu não vou ficar de birra. Se prefere ele então vá em frente e continue a amizade, se me prefere então que sigamos em frente juntos. Só não quero mais em minha vida fantasmas de ex. Como não quero pros outros o que não quero pra mim, então dou meus conselhos com base no que passei na vida.

  • Beatrice

    Já aconteceu isso comigo… Ele queria fazer tudo sempre junto desde o começo do namoro e ficava bravo quando eu fazia alguma coisa sozinha. Coisas simples como ir as shopping com alguma amiga ou até mesmo sair com meus pais se ele estivesse viajando acabavam em intermináveis DRs. Com o passar do tempo eu só estava aonde ele estava, até mesmo ajudar em alguma coisa da empresa em que ele trabalhava como um inventário, por exemplo. Olha que coisa de maluco?! rsrs
    Ele sempre me elogiava por ser companheira para todas as horas e por achar fofo me acostumei, sabe?! Acabei de afastando de meus amigos e da minha família porque tudo tinha que ser como ele queria senão ficava emburrado…..
    Mas essa história foi me cansando porque eu era independente antes dele e via que minha vida estava virando uma vida de uma dona de casa, como aconteceu com minhas avós… e nunca quis isso para mim. Poxa, me formei, sempre trabalhei, comprei minhas coisas. Aí soltei o verbo e falei tudo isso numa briga. Ele por ser machista demais não aceitou e nos separamos.
    Acabamos voltando há pouco tempo, depois dele ver como as mulheres de hoje em dia estão doidas por um mané que banque tudo e nem pensam em trabalhar para se manter…… rsrs… Estamos muito bem, mas agora tenho minha vida e ele a dele. Se ele quiser sair para beber com os amigos para jogar conversa fora, eu deixo porque sei que farei a mesma coisa com minhas amigas. Essa distância às vezes é boa, dá uma saudadinha e sempre temos conversa. Você fica mais interessante e ele sabe que se começar a pegar no pé demais você diz vai ser autoconfiante demais para dizer que desse jeito quem não quer é você e parte pra outra. Eles ficam com medo de nos perder e ficam bem espertinhos, viu?!

    • Alessandro Garçom Sentimental

      Beatrice, boa noite.
      Se me permite, acho que o seu caso era um pouquinho pior, ou melhor, diria perverso. Claro, não acredito que ele tivesse intenção de te prejudicar, assim como acredito que o cara do post também não tinha. Mas no post, parece que as coisas foram acontecendo, meio sem intenção, pela proximidade dos trabalho deles, pelo fato dele ser um cavalheiro… No seu caso, acho que houve uma “tentativa de controle” por machismo.
      E que bom que vocês (principalmente você, por seu relato) tiveram cabeça para resolver. Tem mulher que perde a vida nesse jogo. E depois, sem condições de viver a própria vida, tem que aceitar traições, maridos drogados, violentos. Dos casos que aconteceram próximos de mim de dependência (E até uma tragédia), a mulher inicialmente ela levada pelo comodismo, pelo conforto, e nem percebia que não conseguia mais atravessar a rua sem o marido. Essa dependência pode ser perigosa.

  • Beatrice e Sebastião arrasaram no conselho! Não sei nem o que dizer.
    Mas eu sou o caso 3:
    Eu faço questão de ser independente, mas acho que todo mundo gosta de um agradinho. Porém, se eu ver que a pessoa está fazendo de cara emburrada não vale a pena. Acho que todo mundo deve ser independente e aí só sobraria o que o outro faz de boa vontade e coração aberto. Delícia demais o bofezinho chegar com um mimo, para muitas mulheres como eu é como a gente chegar de lingerie e espartilho para eles rsrsrs. Só felicidade! kkkkk
    (já já chega um homem aqui me chamando de folgada kkkkk). Mas sério gente, não é tipo dar um carro para a mulher, nem pagar o ITU ou IPVA para ela, falo mais de pequenos agrados, tipo um chocolatinho, um presentinho que não precisa ser uma joia, mas sim algo que mostre que você se lembrou da pessoa. Quem é que não gosta? Sei lá, ser independente é uma coisa, porém, sentir que não dá para contar com ele com nada que envolva nenhum tipo de favor é outra (até porque eu sou super prestativa e exijo no mínimo alguém assim não só como namorado, mas como amigo (a) tbm…). E digo mais: eu sou meio doida, para mim que é através de pequenas coisas que vemos as grandes e a vida tem me provado que, na verdade, “essa teoria doida de doida não tem nada” kkkkk.

  • Beatrice e Sebastião arrasaram no conselho! Não sei nem o que dizer.
    Mas eu sou o caso 3:
    Eu faço questão de ser independente, mas acho que todo mundo gosta de um agradinho. Porém, se eu ver que a pessoa está fazendo de cara emburrada não vale a pena. Acho que todo mundo deve ser independente e aí só sobraria o que o outro faz de boa vontade e coração aberto. Delícia demais o bofezinho chegar com um mimo, para muitas mulheres como eu é como a gente chegar de lingerie e espartilho para eles rsrsrs. Só felicidade! kkkkk
    (já já chega um homem aqui me chamando de folgada kkkkk). Mas sério gente, não é tipo dar um carro para a mulher, nem pagar o ITU ou IPVA para ela, falo mais de pequenos agrados, tipo um chocolatinho, um presentinho que não precisa ser uma joia, mas sim algo que mostre que você se lembrou da pessoa. Quem é que não gosta? Sei lá, ser independente é uma coisa, porém, sentir que não dá para contar com ele com nada que envolva algum tipo de favor é outra (até porque eu sou super prestativa e exijo no mínimo alguém assim não só como namorado, mas como amigo (a) tbm…). E digo mais: eu sou meio doida, para mim que é através de pequenas coisas que vemos as grandes e a vida tem me provado que, na verdade, “essa teoria doida de doida não tem nada” kkkkk.

  • Beatrice e Sebastião arrasaram no conselho! Não sei nem o que dizer.
    Mas eu sou o caso 3:
    Eu faço questão de ser independente, mas acho que todo mundo gosta de um agradinho. Porém, se eu ver que a pessoa está fazendo de cara emburrada não vale a pena. Acho que todo mundo deve ser independente e aí só sobraria o que o outro faz de boa vontade e coração aberto. Delícia demais o bofezinho chegar com um mimo, para muitas mulheres como eu é como a gente chegar de lingerie e espartilho para eles rsrsrs. Só felicidade! kkkkk
    (já já chega um homem aqui me chamando de folgada kkkkk). Mas sério gente, não é tipo dar um carro para a mulher, nem pagar o ITU ou IPVA para ela, falo mais de pequenos agrados, tipo um chocolatinho, um presentinho que não precisa ser uma joia, mas sim algo que mostre que você se lembrou da pessoa. Quem é que não gosta? Sei lá, ser independente é uma coisa, porém, sentir que não dá para contar com ele com nada que envolva algum tipo de favor é outra (até porque eu sou super prestativa e exijo no mínimo alguém assim não só como namorado, mas como amigo (a) tbm…). E digo mais: eu sou meio doida, para mim que é através de pequenas coisas que vemos as grandes e a vida tem me provado que, na verdade, “essa teoria doida de doida não tem nada” kkkkk.
    PS> Muita coisa tem a ver com a atitude, com a boa intenção e com a ideia de preocupação, não com o dinheiro em si, só que como o mundo é capitalista nem flores podemos comprar sem dinheiro.

    • Luiz Oliveira

      Morri…………………………………..
      Aonde estão as mulheres que trocam agradinhos??
      Hein hein hein!!!!
      rs

      • Homem que faz agrado = raro
        Mulher que faz agrado = raro
        Solução: Se você for uma pessoa que não se importa com agrado que nem muita gente alega por aí e diz que isso é pura futilidade e não mostra nada, sorte sua! Se não, vai ter que arrumar alguém que faça o agrado, se não fizer tem que aceitar pq vale a pena por outros aspectos e qualidades ou trocar kkk
        Mas eu costumo dizer que agrado que homem gosta costuma ser diferente do agrado que a mulher gosta. Agrado pra muito homem é lingerie e uma noite de sexo, agrado para mulher seria tipo chocolates, flores, etc (bemmmmmmm genericamente falando, porque eu mesma não curto flores, só se for flor fake que não tenha cara de flor de má qualidade kkk)
        Isso de agrado tbm vai do interesse da pessoa: acho que quem tá mais afim pelo menos de início tem que agradar mais, independentemente de ser homem ou mulher (a verdade dói, mas é essa). Se é casal de namorado aí vai da exigência de cada um.
        Eu mesma curto um cavalheiro e curto ser mais levada nessas horas do que levar, mas aí é gosto pessoal e aceita quem quer. Porém, tá cheio de mulher que acha que tem que ser tudo igualzinho pra homem e pra mulher, eu não acho, MASSSS é aquilo, né: o cara tem que achar que vale a pena, se não é melhor arrumar uma que queira tudo de igual pra igual ou que sustente ele (sim, a mulher leva fama de puta, mas oq tem de gigolô por aí me assusta kk).
        PORÉM e grifo: Isso vale para pequenas coisas, não é pagar IPTU, IPA e até o absorvente da mulher kkkk. Eu sou a favor da mulher trabalhar e trabalhar muito, se bobiar até ganhar mais do que o homem, ´PORÉM, pequenas gentilezas pra mim contam mt ponto. Por sinal, isso pra mim não é uma questão de dinheiro, é uma questão de gentileza, de se sentir cuidada etc, Pode até ser coisa barata, não importa, mas acho que o homem tem que ter uma presença diferenciada nessas horas sim. Se tem gente que chama isso de machismo ou coisa de velho, eu chamo de gosto pessoal. Assim como o homem que está comigo também tem o gosto pessoal dele, eu tb tenho o meu. Assim, se eu bato com os interesses dele como mulher e ele bate com os meus como homem, ótimo, se não, ninguém é obrigado a aceitar oq não quer ou causa desconforto e está cheio de gente no mundo pra ver se “bate” kkkk. Acho que nesse caso em específico é que nem ativo e passivo, se os dois querem ser ativos isso não vai dar certo kkkkkk (pelo menos não nesse ponto em específico).

        • Luiz Oliveira

          Tive algumas experiencias com ambos ativos, é meio trash(relação homem mulher gentemm).
          É engraçado sou um cara romantico, gosto de agradar aqui, dar um empurrãozinho ali, tenho meus gostos e talz! Mente aberta, coração aberto, sei bem o que quero para minha vida.

          Não sou machista, mas adoro o charme da mulher, o cheiro, roupa, sapato.Isso me deperta desejo, não apenas sexual, mas desejo de carinho, afeto e atenção, coisas que as mulheres gostam e eu gosto muito. Tem garota que você olha e sente “Hunnn vontade de abraçar e ficar em silencio” outras “Eu meu cadillac e uma noite a fora pelo mundo”, ainda não cheguei na sensação “Filhos e Familia”.

          Mas é engraçado hoje em dia, pelo menos aonde vivo, tudo é meio como uma moeda de troca, ele não faz, eu tb não faço!!! Mas que grande “merda”, as pessoas estão dexando de fazer o que sentem, seguindo regras ditadas por falsos lideres, ideologias vazias e talz.
          Fato, que estou na contramão, prefiro fazer o que sinto vontade, não esperar nada de ninguem e não julgar.
          “Mas faz falta uma moça que abra a porta do carro para eu entrar” ou “que me agarre, jogue na parede e chame de Trex”.
          No meu caso galera, eu vivo a vida como decido viver, GAROTAS NÃO PRECISA SER DIA DOS NAMORADOS, ANIVERSARIO NAMORO, CASADO OU PROCLAMAÇÃO DA REPUBLICA, para dar um agrado aos seu homems ou mulheres. “Manda calar a boca e VIVA A REVOLUÇÃO FRANCESA”.

          Acho que fui claro?????rs

          • Agrado só em dia de aniversário e Natal é o “ó”

          • Luiz Oliveira

            Ninguem mereçe!!! Ninguem……….

  • Capiroto

    Querida leitora.

    O cara está sendo atencioso com você em todos os âmbitos. Claro que eu posso estar errado.

    Simplesmente siga o conselho dele. Corra atrás das suas coisas, saia com suas amigas e veja se ele continua tão cavalheiro como sempre. Se sim, você ganhou na loteria menina! Homens assim são raridade hoje em dia.

    • Ju

      Mas ele não é mais gentil com ela e nem cavalheiro, ele era.

      • Capiroto

        No depoimento dela ela deixa claro que ele ainda continua fazendo as mesmas coisas.

  • Luiz Oliveira

    Grande Luiza, essa foi igual a uma tacada de baseball! Em cheio!!!!
    Sorry baby, todo ser humano nasce livre para fazer suas escolhas, não tem certo e nem errado! O que existe é excesso ou falta, nesse caso, acho que ele foi bem honesto com você(acho que ele te ama), se fosse comigo eu teria surtado um pouco ou muito. E muito excesso no seu caso!!!!!!

  • Tati

    Eu sempre fui independente, trabalho desde os 16 anos, tenho 24 e independência pra mim sempre foi importante pois era algo que meus pais não me deixavam ser, queriam me manter debaixo das asas deles. Namoro a 3 anos e no início me incomodava demais meu namorado pagar sempre todas as contas de quando a gente saía, pra lanchar, pra balada e quando ele não tinha dinheiro pra sair ele não queria sair, mesmo com minha insistência para pagar. Pra ele não é bem um agrado, é uma obrigação masculina. Sair um sem o outro sempre foi motivo de ciúmes, mais a gente faz isso as vezes! Só tem as regras, tem que saber onde e com quem rsrsr. Tenho carro e ele adora quando acontece algo e eu peço pra ele me dar uma carona, esses dias pedi pra ele me buscar pois estava com preguiça de dirigir até a casa dele, foi a melhor coisa do mundo pra ele rsrsr. Quando a gente tem uma briga mais séria a gente fala um para o outro que vai sofrer se terminar o namoro mais que vai passar e vamos viver a vida. Eu não deixei meus amigos e nem minha família de lado, pelo contrário trouxe o bofe pra perto deles, da mesma forma meu namorado fez. Resultado, nós nos amamos muito e vamos até nos casar o/!

  • E.Leifert

    Amizade entre um homem e uma mulher até pode existir, mas para que isso aconteça, não deve haver atração física, caso um ou outro sinta algo, é praticamente impossível manter por muito tempo.

  • Fábio

    Graças a relatos como esse, eu não acredito mais em mulher independente…

  • Rick