Minha namorada tem tanto medo de engravidar que não quer mais transar comigo!

31

Leitor: Eu tenho 21 anos e minha namorada 20. O sexo se tornou um grande problema para o namoro. Nós somos conscientes dos riscos e sempre nos protegemos, ela com pílula e eu com preservativo. Fizemos sexo poucas vezes, a última vez foi há quase um ano. Nessa última vez, ela estava sem tomar anticoncepcional e transamos com camisinha, porém “terminou” com ela me masturbando sem preservativo. Nos dias seguintes ela mostrou-se desesperada, ela estava muito preocupada e achava que poderia estar grávida. Fiz de tudo para tranquilizá-la, a chance de uma gravidez era muito improvável, porém ela teve raiva de mim e me culpou. Brigamos e chegamos a terminar, porém reatamos e desde então não transamos mais. Sempre tento conversar, mas ela afirma que não quer mais saber de sexo por muito tempo. Nós nos amamos muito, eu não penso em terminar mas não consigo mais ficar sem sexo!

Ela não transa comigo por medo de engravidar

Isso que eu chamo de trauma com gravidez!! Confesso que quando era mais nova também já tive um medo extremo de gravidez e doenças, e sabe como eu melhorei e muito? Me informando, pesquisando e estudando sobre todo e qualquer tipo de assunto que me amedronta. Diga-se de passagem: faço isso até hoje e com os mais variados tipos de temas, desde procurar saber como diminuir as minhas chances de fazer uma carne ressecada ao deixá-la muito tempo no forno, até assuntos sexuais.

Muitas vezes, a informação pode até ser a porta para o desespero e para a neurose, mas no caso dela, acredito que será a porta para a tranquilidade. Como assim ela pensa que só de te masturbar ela vai ficar grávida?! Desde que não haja penetração e ela não fique “brincando com o amigo na portinha do paraíso e proximidades”, a chance dela engravidar é ínfima!!! A propósito, pelo o que deu para perceber, ela também tem pouco tempo de prática da coisa, o que explica mais uma vez esse medo com o desconhecido, o que claro não anula o fato de que, se agora ela entrou para o mundo dos adultos, ela tem que se informar!

Não adianta nada ficar criando teorias que têm por base única e exclusivamente uma fobia, porque isso só vai fazer ela ficar com medo de sexo. Para se acalmar, não há respostas do além: ela tem que se coçar, ir atrás e pesquisar muito sobre o tema em lugares confiáveis. Ela também deve ir ao ginecologista e tirar todas as dúvidas e, por desencargo de consciência, até mesmo perguntar sobre a probabilidade de coisas que ela imagina ou ouve por aí. O que não dá é ela ficar cheia de neura e achismo, pensando coisas que, com todo respeito, são frutos de falta de conhecimento de como se engravida, entende? Se ela tem medo de se tornar mãe antes do tempo, tudo bem e isso não só é válido, como comum entre as mulheres, porém, justamente por ter esse medo que ela precisa agir e não simplesmente fechar o paraíso dela rsrs.

A propósito, será que o medo dela é APENAS com engravidar ou (também) teria algum outro motivo? Sei lá, às vezes por um motivo que nem ela mesma sabe ou que ainda não parou para pensar direito. Por exemplo: ela pode ter um trauma passado com sexo, nem que seja dificuldade com chegar ao orgasmo e aí – até mesmo inconscientemente – ela acaba usando esse medo como desculpa para simplesmente não transar mais. É claro que também pode ser apenas esse medo e nada mais, porém, não custa nada pensar em possíveis hipóteses paralelas à essa.

Por que ela não volta a tomar anticoncepcional e usar camisinha ao mesmo tempo? Dizem que nenhum método contraceptivo é 100% seguro, mas no caso ela estaria usando dois, e desde que ela use direito, não entendo por que não transar. Ok, ainda que tenha sido uma situação improvável, tudo bem ela ter ficado com medo de engravidar naquela época, mas convenhamos que o tempo já se passou e ela já sabe que não engravidou. Se ela acha que vacilou porque só usou camisinha e não tomava anticoncepcional na época, é só voltar a usar o combo novamente, oras!

Parece bobeira, mas também acho importante tentar perceber se ela não tem motivos para não gostar de sexo e tentar verificar não só a hipótese que sugeri anteriormente de dificuldade com chegar ao orgasmo, como quem sabe se machucar na hora do ato e até mesmo não ter tesão por você, e nisso ela usa tudo como desculpa – mesmo que inconsciente – para não querer transar. Nesse sentido e ainda que não saibamos se ela iria admitir, acho legal você ter uma conversa aberta e franca com ela, perguntando o que ela acha que você poderia melhorar em termos sexuais. Se o problema não tiver nada a ver com isso e tampouco ela conseguir explicar objetivamente, está na hora de procurar ajuda psicológica.

Por fim, é importante dizer para ela que ela tem que ser sincera tanto contigo quanto com os médicos que porventura vocês procurarem e, acima de tudo, com ela mesma. Não adianta nada ela tentar esconder os verdadeiros motivos, seja por vergonha, algum tipo de tabu, ou até mesmo um trauma, pois isso só prejudicará a qualidade da vida sexual do casal. Ela tem que enfrentar os próprios monstros para se dar conta que não estamos na idade da pedra em que transar era sempre um grande risco de gravidez: hoje em dia, só tem filho quem não toma as devidas precauções. Lembrando que o anticoncepcional só previne gravidez e não previne DSTs, e que a camisinha, desde que utilizada corretamente, previne as duas coisas. Ou seja, com essa dupla dinâmica ela estará blindada e é só curtir!

Relaxe e goze muito! (ó a despedida de mulher safada kkk)

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.