Eu estou atrás do meu futuro e meu namorado só quer vida mansa!

23

Leitora: De uns tempos pra cá, tenho reparado que meu namorado, que já tem 20 anos, não quer nada com a vida, não quer trabalhar, na faculdade é desleixado, já pegou 7 depês e está atrasado 3 períodos. E já eu, também com 20 anos, acordo cedo para trabalhar e já estou na metade da faculdade. Não sei mais o que fazer, não quero passar a minha vida sustentando homem, não que eu queira ser sustentada por ele, só quero um futuro bom, queria que fosse junto com ele, mas ele não entende isso. Não sei mais o que fazer.

Namorado imaturo só quer vida mansa

Dizem que as mulheres amadurecem mais rápido do que os homens, será verdade? Não sei, só sei que nesse caso o seu namorado parece não estar muito ciente das responsabilidades da vida, muito menos das responsabilidades de um futuro com um relacionamento sério como o casamento da forma que você parece estar.

A realidade e os interesses dele estão completamente diferentes dos seus. Ao que tudo indica, ele deve morar com a mãe, ter comida pronta, roupa lavada e mais alguns chamegos que fazem com que ele simplesmente ache a vida muito boa como está: pegar sol pra quê se tenho sombra? rsrs. Como ele deve ser, se não totalmente, em grande parte sustentado pelos pais, também deve achar que dinheiro cai do céu ou que pelo menos é mais fácil de conquistar do que é de fato, tanto que ele não se esforça nem um pouco para dar uma ajudinha nesse quesito. Resumindo, o presente está tranquilo demais para ele pensar no futuro, entende? E não é porque você está pensando no futuro que ele tenha que pensar também. Quer dizer, pensar ele até pode, mas não da mesma forma que você!

Tem coisas na vida que a gente só aprende na prática e esse parece ser o caso dele: se ele não ficar convencido de que trabalhar e estudar será algo realmente bom para ele, por que ele vai fazer? A situação está muito cômoda e ele parece estar tranquilo o bastante a ponto de achar que você não gostaria menos dele porque ele é, digamos assim, um pouco desligado. Ele ainda não chegou naquela fase que a maioria dos homens chega, de pensar que estudar e trabalhar fará dele um bom partido, não só para você, como para 99% das mulheres! E a gente sabe que mulheres e relacionamentos em geral movem o mundo, rsrs! É claro que não é só disso que é feito um bom partido e nós mulheres sabemos bem disso, mas não é o que os homens em geral pensam, sabe? Eles pensam que com um bom trabalho e uma grana razoável, metade da vida deles já estaria garantida e que ia chover mulher na horta deles (desde que inventaram essa lenda de que mulher gosta de dinheiro nunca vi tanto homem sedento por trabalho kkkk). Ao contrário dessa maioria, seu namorado não pensa nisso e isso acontece: ou porque ele é a exceção da exceção dos super bem resolvidos mesmo sem seguir o padrão social, ou porque ele realmente ainda não acordou para as responsabilidades da vida, entende? Ou seja, está imaturo demais para coisas que envolvam responsabilidades. Se a responsabilidade for um futuro casamento então, nem se fale!

Eu, como mulher, entendo perfeitamente o que você quer dizer: não é que você queira alguém para te sustentar, mas você quer alguém que cresça junto contigo. Assim, se você está correndo atrás do milho para fazer o fubá e ele está na rede com preguiça de chegar até a plantação, fica realmente complicado, né? Ninguém gosta de ter responsabilidades e obrigações, mas infelizmente a vida é feita disso e, se quisermos viver relativamente bem nela, temos que encarar esses caroços no angú e é bem nesse ponto que você tem que trabalhar com ele.

Você já tentou explicar que o amor precisa de, entre outras coisas, admiração para dar certo e que esse jeito desligado dele só beneficia a ele mesmo que está folgadão com essa história enquanto todo mundo rala? Se ele te ama de verdade, acredito que ele vai querer te agradar e conquistar a sua admiração. Ainda que você use da boa educação que mamãe te deu, se  você mostrar que isso é realmente importante para você e não ficar apenas falando por alto com medo dele se ofender, quem sabe ele melhora um pouco? Note que as pessoas mudam quando elas querem, não quando a gente quer, e para ele querer, é necessário que você explique a importância que essa mudança teria não só na sua vida, mas também na vida dele. Ou seja, ele tem que entender que vai mudar também por ele mesmo, não só porque “a namoradinha quer”.

Há quem diga que o trabalho e o estudo dignificam o homem e você pode mostrar exemplos práticos do porquê isso acontece. Fale que infelizmente hoje em dia sem dinheiro e estudo a gente não consegue fazer muita coisa. Com o estudo ele ganhará não só conhecimento e um diploma, mas também o respeito de muita gente. A gente sabe, né, quando conhecemos alguém, a primeira coisa que, não só a mãe como todo mundo, pergunta é: Ele tem estudo? É dedicado e esforçado? Faz o quê da vida? Quanto ao dinheiro, você pode falar que ele pode até não comprar a felicidade, mas compra uma casa confortável, um carro que fará ele se livrar do busão lotado, comidas que ele gosta de comer e brinquedos para os filhos de vocês, etc. Ele precisa se convencer de que ele tem algo a ganhar com isso e que sair do ócio não só mudará a vida dele, mas também aumentará a autoestima dele consideravelmente, bem como a admiração das pessoas que estão à volta. Quem é que não quer ser reconhecido e admirado?! Agora só falta torcer para que ele realmente entenda o sentido da coisa. Se não entender, passe para frente ou se prepare para cuidar de um “filho grande” por um bom tempo!

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Sebastião Júnior

    Quem lida bem com encosto é mãe de santo. Dê um ultimato a seu namorado para que ele tome juízo. Ponha-o contra a parede e faça ele ver que vai perder você se não mudar. Certas situações exigem dureza nas ações, i.e., ou você endurece a palmada ou a criança vai continuar não reconhecendo a sua autoridade. E por falar nisso, cuidado para não virar mãe do seu namorado.

    • بيان بيان

      Ótima opinião!

      Pela escrita reconheço que és um homem inteligente.

  • josé

    Calma ele vai tomar juízo !isso e questão de tempo ,depois dos 30 anos nós homens criamos certa maturidade !rs
    vc disse que não quer sustentar homem ,então larga ele !
    vai viver sua vida pq seu namorado não e o único homem na terra .

    • Thomaz Aquino

      Duvido…kkkk vc sabe quem vai ser o que com 22 anos aprox.

    • Bruno Cézar Scarpati

      só que não kkkkkkkkkkkkkkkkkkk,serio tomar cerveja e gritar pelo seu time,sem falar que curtir musicas ruins como sertanejo unversitário não te deixa maduro ,brigar por picuinha com sua mulher, vc é ainda um criança de 3 anos de idade num corpo de 30,sem falar que não para de beber e sente a ressaca,e reclama pqp vc precisar ir num médico para se curar

      • Bruno Cézar Scarpati

        e o que aprendeu na escola e faculdade?esqueceu?aposto que perdeu muita coisa importante para a vida como fisica quimica,muita coisa que podia ser usada agora,mas vc está trabalhando muito,sem tempo pra nada

        • Bruno Cézar Scarpati

          vc é infantil,pois,não saber discutir e conversar até no transito querer brigar para descontar a raiva ,e fazer o que o estado quer e não pensar em si próprio ou em suas propias vontades,não procurar aprender coisas novas porque acha que ter formado ou trabalhando em uma área só,o conhecimento naquela área pra vc já te faz um expert,mas se vc só sabe trabalhar,não sabe cozinhar,lavar ou outras coisas vc é um merda que só faz uma coisa só.

  • Luciano Vitoriano

    Ele não tem que fazer nada, quem tem que fazer é ela. Choquei? Consegui a atenção? Ótimo, então, vamos ao argumento. Se a experiência de outra pessoa serve para alguma coisa (o que eu, particularmente duvido, uma vez que cada um vive uma realidade infinitamente incomparável com a outra), conto minha experiência. Tive uma namorada com quem ficava muito triste pelo fato de que, justamente, eu queria alguém para crescer comigo, mas ela não queria saber de assumir nenhuma responsabilidade: não gostava muito de estudar, não queria saber de trabalhar, não queria sair da casa dos pais, etc. Por mais toques e conversas que tivemos, nada foi capaz de tirá-la desta posição. E nem deveria, uma vez que, com razão, foi dito que se o outro “não ficar convencido de que trabalhar e estudar será algo realmente bom para ele, por que ele vai fazer?”.
    Isto posto, o fato é que os maiores problemas de relacionamento acontecem porque nos relacionamos com uma ideia, mais do que com uma pessoa e, por isso, quando essa pessoa não corresponde mais a ideia que fazemos, queremos mudar a pessoa. House era quem dizia que “people don´t change”, né? E, mesmo, they don´t. Não pelo outro. Não se não for internamente. Por isso, ficar martelando, batendo, esperando que o outro mude para que se encaixe no padrão de conduta que NÓS queremos é a maior perda de tempo e fonte de sofrimento que pode existir dentro de uma relação. Fico pensando, por exemplo, será que ele também não gostaria que ela fosse mais relaxada com as coisas, desse menos importância à carreira, e tal? Mas ele faz alguma coisa? Pelo jeito, não. Isso, porque, ao que parece, ele a aceita como ela é.
    Long story short, no meu caso, terminei o namoro e, claro, depois de algum tempo de análise, ficou claro que se ficamos juntos durante aquele tempo, mesmo com tanta diferença de visão de mundo, era porque alguma coisa ali funcionava e continuaria funcionando, se o desejo não houvesse mudado.
    Se eles estão juntos e se a ideia de se separar não passa pela cabeça, é porque a relação satisfaz em algum nível – e estou falando em níveis inconscientes, mesmo – então, a única escolha disponível é: aceitar o pacote todo ou assumir a responsabilidade sobre a própria vida e terminar o namoro (ainda que isso signifique ficar um tempo solteiro, o que, para muitas pessoas, parece uma condenação à morte).
    Nada impede e, de fato, é importante que ambos conversem sobre o assunto mas as expectativas sobre o outro devem sempre ser mantidas mais baixas do que normalmente fazemos. Oras, se, muitas vezes, a gente não consegue controlar nem o que a gente pensa ou faz, imagina do outro…

    • Lay Bayer

      Adorei seu comentário estou te aplaudindo de pé!!!

  • Thomaz Aquino

    Não da pra viver com alguém , que tem objetivos diferentes….acontece muito qd somos muito jovens , ficamos com alguém pelo simples fato de gostar da pessoa independente do que ela proporciona , principalmente Mulheres , depois de alguns anos os objetivos mudam…e interesses também..por isso o grande numero de separações…antigamente o foco era imposto pela sociedade em geral , cada um com seu papel ,o Homem como mantenedor a Mulher como do lar ,o Homem era respeitado a Mulher tambem, o capitalismo não era tão selvagem como Hoje em dia , os valores eram outros…o consumismo não era tão focado como hoje..pessoas quase não tinham opções de carros , roupas , viagens eletro eletrônicos , o tempo que não havia sequer tv , geladeiras…Ao passar dos anos cada vez mais nos tornarmos escravos de tudo isso …poucos vivem no campo sem estas coisas …o basico já se foi e muitos tem que lutar muito mais que antes pelo básico que tb ficou muito caro , aluguel por exemplo , em meados dos anos 60 o Governo Brasileiro entendia que um salario minimo teria que sustentar uma Mulher e dois filhos pagando aluguel.
    Hoje eles entendem que tanto o Home quanto a Mulher devem dar lucro , não importa os filhos ou a Familia .Hoje Mulher é mantenerdora e Homem é objeto….kkkk , claro que não da certo isso…se até Mulher é cobrada como mantenedora …o problema não é se vagabundo , é ser duro…se for Milhionario até vagabundar é chique…kkkk, conheço uns que só viajam…

  • Joao

    engracado porque um amigo passou pela mesma coisa.. e mulher vivia reclamando e estudava muito para concurso… um dia ele escreveu os dois… ele passou e ela ate hoje viva as custas dele. relaxar ajuda a tranqulizar na hora de tomr juizo… veja o exemplo do steve jobs.

    • Bruno Cézar Scarpati

      steve jobs era muito inteligente por isso criou apple,era o seu objetivo

      de vida

  • aline

    Eu ja tive dois namorados assim e logicamente, eles sao EX. E acredite, admirar alguem por seu esforço e dedicação é uma parte importante do relacionamento. Logico que o cara nao precisa ter doutorado ou que seja viciada em trabalho, mas é diferente quando voce enxerga no seu amado uma pessoa dedicada e comprometida. Isso passa segurança, responsabilidade e comprometimento, uma pessoa que nao se compromete nem com ela mesma vai se comprometer com outra?
    Se voce acha que o caso dele nao esta TAO perdido, afinal ele tem apenas 20 anos e pode nao ter acordado para vida, continue com ele. Agora se essa situacao te incomoda a ponto de mudar os sentimentos que sente por ele, melhor cada um ir pro seu canto. O legal de namorar ou casar nessa vida é ter um companheiro para caminhar lado a lado, dividir experiencias e te ensinar sempre, para isso precisa de um minimo de sintonia com seus objetivos para que voce nao mude seus sonhos por conta da preguiça dos outros.

    • Bruno Cézar Scarpati

      mas é importante doutorado

  • Stan Lewis

    Jogue umas indiretas nele, fale que os namorados de suas amigas estão
    estudando bastante, estão traçando metas pro futuro, estão se
    empenhando, tente demonstrar que tu realmente gosta disso! Faça ele
    perceber por conta própria que se ele não se esforçar ele vai te perder!

  • anbr02

    Olha, eu gosto da minha vida ganho bem o suficiente pra mim viver perfeitamente bem sem precisar acordar cedo ou prestar contas a alguém e só trabalho quando eu quero e não pretendo mudar.
    minha namorada me aceita assim e se não aceitar digo pra ela procurar outro. é o que digo para a menina da postagem,
    Não esta satisfeita termina a relação e parte pra outra, arrume uma pessoa que se encaixe sobre o que vc pensa da vida e do futuro.

  • Roberto

    Meu caso é com A namorada. Ela se formou no início deste ano e, desde então, está sem trabalhar. Manda currículos, faz entrevistas, mas nada de ser chamada. Até aí, tudo bem. Tem que se ter paciência. Acontece que a rotina dela é deprimente. Mora com os pais, come, dorme e perde tempo na internet, principalmente Facebook. Pior que ela é super competente, inteligente, mas não se aprimora, não corre atrás de fazer um curso, alguma atividade, qualquer coisa que lhe traga satisfação. Está acomodada. A desculpa é sempre que não tem dinheiro. Enquanto isso, eu trabalho, ganho razoavelmente bem, guardo mais da metade do meu salário todo mês, tudo em prol do planejamento financeiro, pensando no casamento e ela nada! Vejo que seus pais são muito passivos e, por isso, tento ser eu o conselheiro, mas ela não aceita e diz que tenho uma imagem errada dela. Nessa, acabo sendo o vilão, o crítico. Não sei mais como agir.

    • Jean

      Ótima discussão, acabei de terminar um namoro hoje, realmente relacionamentos hoje em dia está muito complicado, não entendo mais a cabeça das pessoas, ela tem 23 e eu 28, tenho um pensamento muito diferente do dela quando se trata do futuro, ela não pensa em estudar, trabalhar, uma vez falei para ela fazer a faculdade e arrumar um serviço bom, nisso ela pegou e disse que não precisava porque já eu estava ganhando bem, nisso foi a última gota, mas acho que fiz a coisa certa mesmo..

      • guih manhaes

        concerteza vc fez a coisa certa, imagina essa mulher futurament??? vc ira estar cansado de tanto trabalhar e ela torrando seu dinheiro todo, vai dizer q vc não da assistencia e vai arranjar um amante…. isso é fato… conheço muitas assim.

  • Christiane

    Estou na mesma, não sei mais o que fazer, preciso de ajuda. Moro com meu namorado, trabalho de manhã e estudo a noite, ele tem 30 anos e eu 23, está cada dia mais difícil. Ele não me ajuda nem arrumar a casa, sobra tudo para mim, tenho que chegar do trabalho fazer almoço, arrumar a casa, lavar roupa. Eu falo com ele mas ele sempre arruma uma desculpa, diz que tem depressão… já tentei ajudar de todas as formas, ele depende da mãe e eu nunca pedi ajuda pros meus pais, me sustento sozinha e ajudo pagar o aluguel. Para terminar tudo isso só ta me fazendo mal, estou super nervosa, irritada com tudo… as vezes só sei chorar de tristeza. Amo ele mas assim não ta dando, pior é que as vezes falo em terminar e ele diz que vai se matar!

    • guih

      terminaa , não vai se matar nada, tive um ex marido que dizia q iria se matar se terminasse, era um encostado , tinha 39 anos e eu 23 , ficamos 4 anos juntos e mandei ele embora muitas vezes, recebi uma herança e enkuantu tinha dinheiro ele vivia dizendu q ia s matar e tals , eu mandava embora e ele n ia… quando o dinheiro acabou d tanto ele torrar, ele foi embora sm esforço nenhum eu so disse vamos terminar como tantas outras vezes, e descobri q ja estava com outra.

    • Jean Carlo Ribeiro

      Realmente Christiane, deste jeito que anda não está certo, um conselho que te dou, melhor terminar agora do que levar deste jeito, ele vai ter que criar juízo e melhorar, como já se passaram tantos meses nem sei se estão juntos ainda. Mas o mais estranho é isso mesmo, tantas pessoas reclamando, homens insatisfeitos com mulheres que não querem nada e mulheres reclamando dos homens, na minha visão, há muitas pessoas com os mesmos problemas, se ambos que passaram com este problema se conhecessem talvez daria para ser mais feliz, porque isso que acontece somente faz as pessoas ficarem mais desanimadas com relacionamentos.

  • Josinalva Sá

    Muito boa a discussão mesmo. Vejam minha situação. Tenho 34 e ele 33. Já sou concursada estável e atualmente estou fazendo mestrado. Ele já passou por 3 cursos de graduação e não concluiu nenhum. Estamos junto há 10 meses. Nos conhecemos em BH, porém somos de estados diferentes. Já conhecemos a família um do outro. Foi tudo tranquilo. Como terei que voltar ao meu estado no inicio do ano que vem por causa do término do mestrado e retomar meu trabalho (estou de licença) começamos planejar de morarmos juntos. Ele teve que desistir do curso em BH e voltou para casa dos pais dele. Como ele já vinha pensando em mudar de curso mais uma vez já estava escrito no ENEM (para tentar o o quarto curso). Eu estava tranquila até ele passar 20 orando comigo. Comecei a perceber o quanto ele era folgado, sem noção das coisas. Os planos seria ele ir para o meu estado e começar um outro curso por lá. Tudo estaria tranquilo se ele optasse por um curso noturno ou matutino para sobrar tempo pra trabalhar. a . Só que o cara agora invocou que quer fazer o curso da melhor forma possível. Não quer trabalhar oito horas, quer viver de bolsas e projetos de extensão. Além do disso, dome horrores. Não quer trabalhar mais quer vida mansa. A mãe sempre dá dinheiro a ele. O desejo dela é vê-lo formado. Eu ando angustiada com a situação. Porque ele é um bom companheiro para os momentos de lazer. Se gostasse de trabalhar acho que seria um bom marido mesmo, pois é uma pessoa boa e muito carinhosa comigo. O problema é que quando olho para o futuro só me vejo trabalhando oito horas por dia e proporcionado caprichos e vaidades dele. Tenho que decidi. Ando angustiada com a situação. Ainda mas quando algumas amigas ficam me dizendo que mulher tem prazo de validade (por causa da maternidade). O pior, tenho muito medo da solidão 🙁