Minha namorada me pressiona para casar, mas eu não quero!

32

Leitor: Olá, acompanho o site tem muito tempo, tenho 20 anos e estou namorando faz 5 meses, minha namorada tem 22 e mora numa cidade próxima da minha, 18 km, isso nunca foi um impedimento para o namoro visto que nos víamos todo dia na faculdade e nos finais de semana ia visitá-la. Pois bem, a dúvida é que recentemente ela começou a pressionar para nos casarmos, pois ela foi criada no meio rural e ela tem essa mentalidade de casar rápido, só que eu não quero casar tão cedo e nem noivar, pois quero ter uma vida financeira estável e uma casa e essas coisas, para só depois pensar em casar, já deixei bem claro pra ela e e ela diz o que importa é o amor, e sinceramente não sei o que eu faço, aceito um noivado meio que forçado, mesmo não tendo uma condições de proporcionar um conforto para ela? Amo muito minha namorada, então o que eu faço?

Ela quer casar e eu não

Me diga uma coisa: você já viu alguma coisa forçada resultando em coisa boa?! Nunca aceite algo forçado, nem se for comida para agradar a sogra, quem dirá um casamento!! Ficar com uma pessoa para o resto da vida é algo muito sério e não depende só de um querer, depende dos dois quererem. Entendo perfeitamente essa mentalidade que muita mulher tem em querer se casar cedo, porém, se essa não é a sua, vocês tem que chegar em um consenso, não em uma imposição só porque “alguém prefere assim”, concorda?

Infelizmente, para se casar não é só o amor que basta. Ele só basta em filmes e novelas românticas, na vida real é fome no estômago e goteira no telhado! Já ouviu aquela música que fala que a fome bateu na porta, o amor saiu pela janela? É triste, mas é mais ou menos isso, rsrs. Tudo bem que o dinheiro não é tudo na vida, mas ele compra casa confortável, comida boa e paga as contas. Ou seja, ainda que o amor importe muito e seja super lindo ter esse ideal romântico e desapegado, na vida real, sem a parceria dele com o dinheiro nada feito – até porque a gente se casa para ser feliz, não para ter uma vida mais dificultosa do que já estamos vivendo no momento. Tudo bem que você não precisa ser o homem mais rico do mundo, tampouco ter o melhor emprego do mundo para se casar, porém, se você acha que o que vocês dois ganham juntos não dá para enfrentar as responsabilidades de um casamento e se você acha que juntar duas barrigas agora só deixaria as coisas ainda mais difíceis do que já estão, entendo perfeitamente o seu medo em se casar no momento. É claro que pode ser que vocês se casem com uma mão na frente e outra atrás e dê tudo certo, porém, convenhamos que quando algo é bem pensado e estruturado as chances de sucesso são sempre maiores, concorda?

Muitas mulheres tendem a ter uma visão um tanto quanto romântica do matrimônio, achando que se casar é uma forma de melhorar de vida, e até mesmo de adquirir segurança. Sem contar que muitas ainda acham que juntar os trapinhos é motivo de orgulho: “já pesquei o meu peixe, não sou encalhada e nem vou ficar para a titia que nem fulaninha de tal, oba!!”. Inclusive, curiosamente muitas pensam que a encalhada é sempre mais triste do que a casada e que está assim porque “ninguém quis”, pensamento esse que acaba se tornando mais um motivo para elas quererem se casar logo e mostrar para a sociedade que “são moças de família e aliança no dedo” rsrs. Se elas estão amando, aí sim que elas têm pressa mesmo e querem garantir o romance, digamos assim, ainda mais de perto rsrs. Porém, é claro que você não vai e nem deve se deixar levar por esse tipo de questão cultural. A propósito: eu pessoalmente acho que namorar é a melhor fase da vida e sinceramente ainda não entendo por que tanta gente ainda se desespera com a ideia de não se casar. Isso que eu chamo de vontade de querer ter garantias e perder mimos que, convenhamos, os homens em geral só costumam dar para as namoradas quando eles ainda estão conquistando-as (não brigue comigo, mas em geral é isso, kkk).

Se como você mesmo disse você a ama, deixe isso bem claro a fim de que ela não pense que o problema é falta de amor ou enrolação, ao mesmo tempo em que você tem que deixar claro que você quer fazer as coisas com calma para que vocês (não só ela, mas você também!) se sintam bem, felizes e confortáveis no casamento. Fale que, tal como você mesmo sugeriu na pergunta, ao contrário dela, você não acredita que só o amor basta e que ainda que você a ame, você não se sentirá confortável se casando assim e que espera que ela compreenda. Enquanto isso e já que você só não se casa por falta de condições, se esforce para mudar logo de vida e ter uma condição financeira razoável, porém, faça tudo de acordo com os seus limites, vontades e condições. Dê o seu melhor, se mesmo assim você ver que ainda não é o suficiente para se casar, continue namorando. O que não dá é você fazer algo forçado e depois chegar lá e passar dificuldades. Sem contar que em caso de você ceder contra a sua vontade e dar em osso, sabe-se lá se nisso você também não acaba magoado e culpando ela por ter te forçado a fazer algo que você não queria e que deu errado. Tudo bem que se você aceitou, no fundo a culpa é sua que se submeteu a uma vontade que não era própria, mas sabemos que nem sempre na hora da raiva a gente tem essa autocrítica toda, rsrs. Ainda que seja ruim ficar sobre pressão, acredito ser pior ainda entrar em uma situação que você já estava com maus pressentimentos, entende? Uma coisa é dar errado algo que você acreditou que daria certo, porque nisso entra uma fatalidade que simplesmente aconteceu e que você nem imaginava que fosse dar errado, outra coisa completamente diferente é entrar em algo que você já imaginava que fosse dar errado e que acabou dando errado de fato, entende?

Sei que falar isso é brega e batido, mas siga o seu coração, não que isso seja garantia de que tudo dará certo e que o seu pressentimento seja realmente verdade, mas acho melhor errar algo que você acreditava ser o certo do que o contrário.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.