Por que eu insisto em um relacionamento que só me faz mal?

66

Leitora: Namoro há 5 anos e meu relacionamento é de vindas e idas, brigamos o tempo todo, ele é uma pessoa que me faz mal mas mesmo assim estou com ele… Quando nós brigamos ele termina comigo, aí ficamos dias sem nos falar direito, depois a gente volta e depois a gente briga.. esse relacionamento já não está me fazendo bem e mesmo assim eu insisto nesse relacionamento.. sempre sou eu que corro atrás dele me humilhando… não aguento mais isso… como devo agir??

Só ando angustiada, triste e as pessoas falam que não preciso passar por essa situação… é um cara que me trata mal, é ignorante, não me oferece nada de bom etc..

Preciso muito da sua ajuda, o que de devo fazer??

Como me livrar de um relacionamento ruim?

Ave Maria! Corre que lá vem ladrão de paz interior! Ainda que seja difícil admitir, e até mesmo reconhecer, será que você não tem aquele problema clássico do “gostar de sofrer”, bastante comum em pessoas com baixa autoestima? Provavelmente você pensa que não encontrará alguém melhor do que ele e que você merece pouco, mas acredite: só se você pecou muito e puxou muito o cabelo da sua irmã para merecer um figurão desses, rsrs! Sem contar que não ter “nada” é melhor do que essa situação. Ou seja, mesmo que ninguém além dele te quisesse (o que acho extremamente improvável e é só dar tempo ao tempo que alguém aparecerá), é bem melhor ficar sozinha do que com uma pessoa vampira dessas.

Olha o tipo dessa figura: te trata mal, é ignorante e não te oferece nada de bom. Fala sério, até ficar sozinha em casa comendo quentinha requentada e assistindo reprise de novela é melhor do que ficar com uma pessoa dessas, porque assim pelo menos você não fica com a autoestima no ralo e nem com os nervos à flor da pele com vontade de se atirar da ponte de tanto que ele te afeta! Se valorize minha amiga, porque  correr atrás de uma pessoa que te trata assim é o cúmulo da falta de amor próprio. E sabe o pior? Provavelmente ele percebe sua fraqueza e justamente por isso acaba te destratando, do tipo “eu faço o que eu quero e a boba ainda se humilha correndo atrás de mim. Eu que bato e ela que me pede perdão!!”. Onde já se viu isso?! Com tanta submissão vinda da sua parte ele acabou se folgando, e mais do que isso, perdendo totalmente o respeito por você! É como se ele soubesse que não precisa se privar de nada e nem ter educação porque você aceitará numa boa. Ok, as vezes você até late, mas logo logo se arrepende e corre atrás de quem você acha ser o seu dono. Resumindo, não adianta nada!! Com uma namorada que aceita um mimado desses, adeus boa educação que ele recebeu da mamãe e aí é só chumbo na sua cabeça! Infelizmente, respeito é algo que se conquista e se você não fizer isso, não é todo mundo que te dará de graça. Até porque, nem todo mundo é tão bom assim e muitos ainda se aproveitam da fraqueza alheia para se sobressair e humilhar. É como se ele sentisse que não precisa de nenhuma regra social de boa educação e convívio, que é só fazer o que der na telha e dizer o que ele pensa que está tudo certo, não importa se isso te magoa ou não. Moleza para ele: pra que ele vai aprender a limpar a caca que ele faz se você vai lá e limpa pra ele? Você deixou ele mal acostumado e se você não mudar isso, você só vai sofrer humilhação atrás de humilhação.

Está claro que ele acha que você não vive sem ele, porque é isso que ele vê quando te chuta e indiretamente você pede mais ao pedir para voltar, entende? O lado bom disso tudo é que se é você que sempre corre atrás, é só você tomar vergonha na cara e simplesmente não correr mais! Eu sei que no começo não será fácil, seus dedinhos e pezinhos irão coçar e você vai ficar doida para ligar ou ir até a casa dele, até porque você já está acostumada com essa situação. Porém, o bom disso tudo é que do mesmo jeito que a gente se acostuma com as coisas ruins, a gente também se acostuma com as boas! Acredite, ser feliz também vicia, só que você tem que se esforçar para que isso aconteça, pois é como eu disse: no começo você vai estar na força do hábito, tipo ratinho acostumado a sempre responder do mesmo jeito a certos estímulos, porém, você deve se esforçar para mudar a sua frequência não só mental, mas também as suas atitudes. Assim, se você acha que você vai ficar se coçando muito para ir lá chorar atrás dele, combine com uma amiga que toda vez que você tiver vontade de ligar para ele você vai ligar para ela! Arrume uma amiga ou um parente gente boa para fazer isso, ou melhor, se possível arrume mais de uma pessoa para você ter mais opções e não deixar ninguém saturado demais. Fazer isso te deixará distraída, bem como tirará boa parte da sua ansiedade.

Uma outra atitude legal de se fazer nesse meio tempo é aproveitar para fazer coisas que você gosta, ainda mais se envolver cansaço físico como os esportes: vá para academia, corra, nade, faça o que puder que te distraia e te canse. A sensação pós-atividade será dupla: você se sentirá mais calma e fazendo algo por você, o que aumentará consideravelmente a sua autoestima, do tipo “nossa eu consegui ficar um dia todo sem ele, fiz um monte de coisa por mim e ainda estou me sentindo super bem!”. Isso vai te mostrar que você é mais forte do que você imagina, sem contar que, com o passar do tempo, você ainda verá que está “engostosando” e aí será um pulo para você se sentir cada vez mais capaz de conquistar novos olhares, pois infelizmente na nossa cultura parece que temos que gostar primeiro do nosso físico para nos garantirmos no psicológico. É claro que no começo você terá algumas recaídas psicológicas, mas nada que com um pouco de boa vontade e noção do que é bom para você não seja capaz de controlar. Sem contar que ele poderá vir a te procurar, só que se ele fizer isso só depois de te ver superando, pense que provavelmente ele não estará te procurando porque gosta de você, mas sim porque está perdendo a cachorrinha mansa dele. Até porque convenhamos que se ele gostasse de verdade, ele não precisaria te tratar que nem lixo para saber do seu valor.

Gravei uma dica rápida e prática para esquecer alguém!

Não se esqueça de também ler o post com dicas para levantar a autoestima, você está precisando!

 Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.