Meu marido sempre chega do trabalho estressado e não fala o que é: será amante?

17

Leitora: Olá, bom, meu marido chega sempre do serviço estressado e isso já faz mais de um mês. Quando pergunto a ele o que é, qual o motivo, ele simplesmente diz que não é nada. às vezes quando eu canso de perguntar e me irrito ele diz que eu não o ajudo a se livrar do estresse e realmente eu não estou sabendo lidar com isso. Ele já chegou a me falar que não tem nem mais razão para sorrir, que o único que pode arrancar um sorriso dele é o nosso filho de um ano. Não sei o que fazer, ele não se abre comigo, não sei como ajudá-lo. Às vezes penso que pode ser outra mulher na vida dele, ou ser somente o serviço cansativo, estou desesperada…

Marido sempre estressado e não se abre comigo

Vixi minha amiga, para saber qual é o problema dele só a mãe Diná mesmo: pode ser estresse, pode ser amante, pode ser algo que ele está com vergonha de contar, pode ser tudo! Sendo assim, só te resta esperar que ele mesmo te conte com a própria boca o que está acontecendo. Enquanto isso, fique na sua, porque ficar forçando uma resposta que ele não está a fim de dar só te fará pagar de chata e inconveniente.

É claro que o ideal seria tentar conversar com ele sobre o que está acontecendo e esse seria o conselho número um que eu te daria, porém, se não está dando certo e ele parece estar ficando ainda mais nervoso “cada vez que você abre a boca”, é melhor ir para o plano B, que é fingir que nada está acontecendo. Quando ele chegar em casa, não fique olhando com cara de desconfiada ou super interessada na vida dele: finja que nada aconteceu e continue fazendo as suas coisas de casa/trabalho, etc. Dê oi, beijinho, e tudo normal que os casais fazem, mas não faça perguntas. Não pergunte nem como foi o trabalho dele. No começo vai ser engraçado, porque ele vai estranhar: “Ué, por que “essa chata” não está me fazendo mil perguntas?”, “Ela não vai me atormentar hoje perguntando o que eu tenho?” e sabe-se lá se ele não vai sentir falta de te ver toda preocupada com ele kkkkk. Com o tempo, pode ser que ele mesmo se sinta preparado para conversar melhor com você sobre isso: sabe como é, fingir de desinteressada às vezes é a melhor forma de provocar interesse nas outras pessoas. Enquanto isso não acontece, vá viver sua vida. Faça suas coisas, vá lanchar na padaria, vá para a academia e vá vivendo uma vida normal. Se distancie um pouco dos problemas dele e cuide mais da sua felicidade pessoal, que de duas uma: ou ele vai dar graças a Deus que se livrou de ter que ficar dando satisfação, ou uma hora ele vai acabar se sentindo confortável para te contar as coisas.

Eu sei que é difícil e dá certa ansiedade, mas não se esqueça que tudo deve acontecer no seu tempo e um pintinho só nasce depois de ter sido chocado. Não adianta, mas a gente sempre se sente mais à vontade para contar as coisas para quem não força, e acima de tudo, para quem trata as coisas com naturalidade. Se você for levando tudo numa boa, sem cara de terror e pânico, será questão de tempo para ele ver que você é uma pessoa que não está sendo mais um problema na vida dele, ao estressá-lo ainda mais que nem uma metralhadora perguntadeira, mas sim alguém que ele vê que passa paz e segurança. A partir do momento que ele te ver como um refúgio que traz coisas boas para ele, não como uma chata que só fica fazendo cobrança, será questão de tempo para que, se ele não se abrir, pelo menos fique menos rabugendo.

Acredite, mas o jeito que a gente se comporta com as pessoas reflete diretemente na forma que elas se comportam com a gente. Você nunca reparou naquela pessoa que sempre que você chega perto sente paz? Por sua vez, você já notou a difereça que faz quando você passa perto de uma outra pessoa que sempre fica te enchendo de perguntas ou até mesmo querendo te dar lição de moral? Pois é, cuidado para não ser uma pessoa pesada, e mais cuidado ainda em caso do seu marido ser essa pessoa e você estar levando pedrada à toa.

Por fim, esse é apenas um plano B. Se te cansar demais e você ver que, ainda que o seu marido tenha os problemas dele, não está te fazendo bem viver com essa pulga eterna atrás da orelha, só te resta passar uns tempos na casa da sua mãe, fazer uma viagem ou algo que faça ele sentir um pouco mais a sua falta. Minhas amigas que são casadas há muito tempo sempre dizem que quando o maridão está chato elas viajam e quando voltam eles ficam morrendo de saudades e melhoram pelo menos 50%. Para quem já está na situação feia que você está, não custa tentar, né? Sem contar que se você for para a casa de algum familiar, nem terá do que ele reclamar ao dizer que você vai aprontar na rua, pois família é família. Se nada disso adiantar, comece a cogitar a hipótese de que, ou ele se abre, ou o casamento estará chegando ao fim.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.