Sou lésbica e adoro provocar meu amigo hétero!

11

Leitora: Bom dia, 

Sou lésbica assumida, mas há um mês tenho flertado e provocado um grande amigo heterossexual. Ele tem uma queda por mim e eu o acho charmoso. Minhas provocações são mandar frases picantes em relação ao sexo e fotos nuas. Eu já me exibi nua para ele diversas vezes e gravei até um vídeo me tocando por ele. Resultado, eu quero transar com o homem, mas não admito dar para ele. O rapaz é inteligente, percebeu minha intenção, mas não sei responder se transo ou não. Eu estou numa crise existencial, mas seria uma traição para mim se eu der para ele. Propostas foram feitas, mas todas recusadas. Por favor, me ajuda. 

Lésbica mas adora provocar o homem

Você manda foto pelada, frases picantes e fala que o cara “é inteligente e percebeu sua intenção”. Depois dessa, até se ele fosse burro ele perceberia kkkkk. Mas olha, se você está com tesão e está livre, solta e desempedida, não vejo problema nenhum você dar para ele. Se você fosse como eu que, por ideologia pessoal, não é a favor de sexo assim logo de cara, ou fosse religiosa, ou tivesse medo de transar, gamar e o cara te largar, eu até entenderia você não transar de primeira e diria que seria arriscado. Porém, se você quer mais é dar e se divertir e o único motivo para não fazer isso é o fato de você ser lésbica, acho bobeira se limitar só por causa disso. Definições como “hétero”, “lésbica”, “gay”,  nem sempre caem como uma luva em todas as pessoas, e você é uma delas. Se você está sentindo atração por um homem, já dá para notar que lésbica, lésbicaaa você não é, certo? Se fosse para te rotular, talvez você fosse “bissexual”, mas não se preocupe com isso, essas definições são apenas rótulos para facilitar a encontrar as caixinhas, se você já sabe quem é você, não há necessidade de se limitar tanto assim.

Se o seu leque de opções é maior do que quem gosta de apenas um sexo, qual é o problema de fazer a felicidade do garoto enquanto você faz a sua também? Só cuidado que o que mais tem é homem “pirado em uma lésbica” e que adoraria se envolver com uma só para depois tirar onda com os amiguinhos. Sei que isso que eu falei pareceu idiota e coisa de gente criança, mas fazer o quê se o que mais tem no mundo é gente que não cresceu? É óbvio que você não vai deixar de fazer o que você tem vontade só para pagar de legal para os outros: só falei isso a fim de levantar a hipótese de que às vezes não é só você que é “a lésbica que quer brincar com um hétero”, mas ele também pode ser “um hétero que tem fetiche com lésbicas e adoraria esse troféu”. No mais, se ambos querem brincar, é só descer para o “play”. Só não fique se garantindo muito como a “dominadora” da situação. Palavra de quem conhece muito homem que fala que é liberal e a favor da liberdade sexual, mas adora mulher que fica mandando foto pelada e que paga de lésbica só para brincar e quem sabe ver se no futuro ela não se envolve até mesmo em um “trio” (ele+duas mulheres), sem se envolver emocionalmente com ela. Não se esqueça que, tirando as exceções, a tara de muitos homens por lésbicas não é nem devido à orientação sexual delas, mas sim para facilitar o sonho de ter duas mulheres na cama +  eles ostentando ser o pica das galáxias. Sei que o que falei pareceu um tanto quanto machista, mas não adianta se iludir: a maioria dos homens ainda é machista.

Eu  no seu lugar só estaria preocupada por motivos maiores, e não por ser cabeça dura, tal como você parece ser. Você não pode colocar na sua cabeça que “só porque você é mulher você só pode vestir rosa”. Você veste o que você quiser e quando estiver afim. Se você não é comprometida e não deve nada para ninguém, viva. Só cuidado com essa de mandar foto peladona mostrando a cara poque já já você encontra um vídeo seu rodando aí pela internet: seja porque ele resolveu mostrar para um amigo que “jurou” que não ia mostrar para ninguém e acabou mostrando para geral, seja porque roubaram o celular dele ou porque deu a louca e ele quiser ser otário mesmo. Não sei não, mas acho que se há uma chance de dar merda, é melhor não arriscar. Se for fazer algo, faça pelo método tradicional, porque tecnologia demais nessas horas pode te atrapalhar.

No mais aproveite e seja feliz. Pense pelo lado bom: se tudo der certo, vai ficar mais fácil de apresentá-lo para aquela sua tia preconceituosa que nunca curtiu muito te ver com outra mulher kkkk

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.