Você deixaria o seu bebê junto com um animal de estimação?

7

Você deixaria o seu bebê, principalmente se ele for recém nascido, ter contato muito próximo com o animal de estimação da casa?

Esse vídeo mostra o primeiro contato dos animaizinhos com os bebês. Algumas mães ficaram um tanto quanto assustadas com a possibilidade do animal lamber o filho delas, outras deixaram lamber inclusive a boca da criança.

As opiniões sobre isso são diversas. Alguns alegam que esse contato direto entre a criança e o animal é bom para fortalecer o sistema imunológico desse mini ser humano, já outras pessoas acreditam que, ainda que a criança tenha sim que fortalecer o seu sistema imunológico, o contato direto com as bactérias de um animal seria um pouco pesado para um corpo ainda tão frágil e desprovidos de defesa.

Assista ao vídeo e tire suas próprias conclusões. Só sei que eu ri demais da parte do gatinho marrom que fica assustado com o bebê kkkkk.

O vídeo é lindo, mas não deixa de levantar uma questão de utilidade pública. Será que tem um médico ou um veterinário aqui entre nós para nos dar uma opinião a respeito do assunto e que possa acalmar, ou assustar de vez algumas mamães?

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Talita Yung

    Deixo meu filho com 2 cães. Um de pequeno porte e outro de médio.
    Isso de deixar animal lamber, já foi desmistificado. O animal doméstico tem de tomar anualmente 3 vacinas, o que ajuda na prevenção de doenças dele, e quando cuidado como se deve, não há como transmitir doenças às crianças.
    Fora que alguns pediatras já afirmaram que ajuda (e muito) na imunidade da criança…..

    • Eu confesso que com lambida na boca eu tenho um pouco de receio, pode ser crendice, mas sou meio bunda mole nisso kkkk

      • Talita Yung

        Kkkkkkkkkkkkkkkkkk…….

        Olha a situação, Lú….
        Lello acordando…..

  • Luiza sou Médica Veterinária ! Portadora de Lúpus, uma doença no qual o meu sistema de defesas ataca meu próprio corpo! Por conta disso, tomo remédios para suprimir as defesas do meu corpo, o mesmo remédio que uma pessoa transplantada toma pra não rejeitar o orgão !

    Trabalho em 2 petshops, atendo criadores, e NUNCA fiquei doente por conta dos animais !

    O maior problema que vejo é que no meu consultório chegam várias mães com informações equivocadas de Médicos, principalmente pediatras. Várias vezes por exemplo, tenho que abrir um livro de parasitologia pra provar que a chance de se pegar Toxoplasmose do gato é uma em um milhão , já a chance de pegar comendo carne crua é enorme !

    As pessoas precisam procurar fontes confiáveis, e acima de tudo levarem seus animais no veterinário para vacinas anuais e check ups. Um animal, vacinado e vermifugado não têm a capacidade de nos passar uma doença grave, e isso vale para um bebê saudável !

    O problema é que a maioria dos Médicos não se informam corretamente sobre zoonoses e acham mais fácil dizer que o bicho tem de ser abandonado .

    Por isso o meu conselho é sempre procurar um Médico Veterinário capacitado, que acompanhe teu animal, faça todas as vacinas e vermifugações necessárias e que tire todas as dúvidas !

    Na minha família, todos cresceram com animais , desde bebês e assim têm sido, de geração pra geração !

    Um grande beijo !

    • Opa! Nada como uma visão de quem entende!! Obrigada!!!
      Mas será que mesmo assim não é bom evitar “lambida na boca”? ou você acha que nada a ver e pode deixar?
      Beijos e obrigada mais uma vez, queria mesmo a opinião de uma pessoa que entende disso!

  • Olá -Luiza..

    Boa tarde…

    Não sou a favor de
    ver criança deste modo muito adjunta de animal. A criança precisa de proteção higiênica
    e ficar perto ao animal pode contrair germes. Ainda é recém-nascido e precisa
    que os pais mantenham o animal um pouco distante e não acompanhante dormindo
    com a criança.Eu adoro animais,mas acho que tem hora para ser apresentada ao
    bebê. O cachorro é bonitinho, pode ser mancinho e pode até ser engraçado, mas
    ter cuidado é tudo para o neném.

    Compartilhe sempre suas notícias comigo,pois adoro
    prestigiar os amigos e comento quando entendo pois apesar de não escrever muito
    bem expresso minha opinião de minha maneira qual entendo a notícia.

    Abraços sempre.

    ClaraSol.

  • Marcelo Torres

    Pergunte ao pediatra. Ele vai dizer os riscos…

    A pediatra dos meus filhos é contra (ela, como médica, não me recomendou e eu acatei).