Como dizer para uma pessoa que ela está com mau hálito? Dicas para quem tem esse problema!

10

Nesse post eu darei não só dicas para avisar e ajudar uma pessoa que sofre com mau hálito, como também dicas que servirão para qualquer um.  Existem coisas que é sempre bom saber,  rs.

*************************************************************

Leitor: Oi, sou um garoto de 19 anos e sou gay, decidi recorrer à sensibilidade feminina como uma saída pro meu problema. Sei que à primeira vista parece uma pergunta meio boba, mas é que a situação se tornou um problema de fato entre eu e este garoto que conheci. Então, o que acontece é que, como já disse, conheci um garoto muito legal, bonitinho, que tem gostos em comum com os meus e sabe conversar… Desde então, já saímos algumas vezes pra bater um papo, nos conhecermos melhor, passar um tempo juntos e tudo mais, tudo num clima bem fofinho e romântico… Porém, em nenhuma das vezes eu consegui tomar uma atitude e finalmente beijá-lo, porque ele tem um mau hálito muito forte, sei que pode soar tosco, mas realmente não sei o que fazer. Tipo, ele me contou que já tinha tido uns problemas estomacais antes, e eu deduzi que essa deve ser a causa, sinal de que não é por falta de higiene ou algo do tipo. Mas agora ele tá se afastando aos poucos, provavelmente pensando que eu não tô afim dele, quando na verdade eu tô demais e só fiquei sem reação diante desse problema. O que fazer? Contar? Esquecer ele?? Ajuda, por favor!

Como dizer que a pessoa tem mau hálito?

Dá vontade de chorar, né? A gente demora anos e anos para conhecer alguém legal e quando enfim acontece esse milagre, “plimmm”, a pessoa tem mau hálito! Como diz minha amiga: “éprácabá”, mas não fique triste, porque pelo menos o problema dele não está no caráter, nem na falta de química, problemas esses que ao meu ver são mais graves e muitas vezes irremediáveis. Como você mesmo sugeriu, o maior problema está justamente em falar algo que, apesar de ser simples, mexe completamente com o ego e até mesmo com as “vergonhas da pessoa”, mas eu penso assim: ou você fala ou terá que trocar de bofe (o que não parece ser uma opção para você no momento). Sem contar que, pense só: é claro que ele não ficará feliz e nem dará mil pulinhos animados porque você disse que ele “fede”, porém, pense que ainda que doa para ele, e até mesmo para você falar, isso é algo que será bom para os dois lados, visto que depois do problema resolvido vocês não irão se desgrudar mais! Esse deve ser o primeiro item estimulador para você não só tomar coragem para falar, como também para usar como argumento positivo na hora de conversar com ele.

Mas como avisar algo tão desconfortável de ser dito? Infelizmente não tem muito como ser simpático numa hora dessas, porém, você pode aliviar a tensão perguntando se ele não está gripado, com dor de garganta ou algo do tipo. Tratando isso com muita naturalidade e inclusive dizendo que você também já passou por isso (quem nunca fedeu pela boca?! rsrs). Faça ele ver esse problema como algo sujeito a acontecer com todo mundo que tem boca e é ser humano, pois isso fará com que o papo flua consideravelmente melhor, bem como fará com que ele não se sinta “menor” e “zoado” por você. Na medida que o papo for rolando, provavelmente ele falará novamente do problema estomacal que ele teve, entre outras coisas, e é aí que você entrará com as dicas que darei no decorrer desse post. Tudo acontecerá como se vocês estivessem trocando receitas mesmo, não em tom de cobrança, entende? Você pode inclusive contar sobre uma época que você teve esse problema e aí fez “tal coisa” e funcionou. Quem é que não tem/quer uma receitinha para melhorar o aroma da boca? Dê as suas e pergunte as dele, trocando figurinha mesmo =). Peça ajuda e não se limite apenas a oferecer ajuda, pois isso com certeza o fará se sentir melhor. Façam que nem mulher trocando dica para amanhecer cheirosa para o parceiro (faço isso direto com minhas amigas kkk). Quem não quer?! Nisso ele se sentirá muito menos acoado e verá que não é só ele que tem esse problema. Parece bobo, mas não se sentir um alienígena diferente dos demais é algo muito importante nessas horas.

Tente também não ficar constrangido em suas palavras, pois isso fará o assunto parecer mais grave, visto que ele pensará “nossa, se ele está nervoso e gaguejando assim, a coisa deve ser vergonhosa mesmo”. Se ele ver que você está calmo e leve, ele tenderá a ver o assunto como mais leveza também, entende? Lembre-se que se nossa agitação é contagiante, nossa calma e naturalidade também são!

Eu recomendo você falar tudo com a própria boca, porém, se você ver que simplesmente não consegue, existe um site na internet que te ajuda a dar essa notícia de forma anônima. É o site da associação brasileira de halitose: lá eles não só avisam a pessoa sobre o problema dela, como também dão dicas para melhorar! Só espero que, caso você opte por essa opção, ele não venha te perguntar depois se foi você que mandou o recado, pois aí sim que iria ficar chato. Como disse, eu acho melhor, mais íntimo, e até mesmo mais honesto você se virar nos 30 e dar o recado por você mesmo, então, só recorra a essa opção se você realmente perceber que não teria outra saída fora essa.

*************************************************************

Agora que já dei dicas sobre “como” falar, aqui vai a parte das “dicas para manter o bom hálito“, tanto para dar para ele, como também para benefício próprio! Afinal de contas, é sempre legal manter o seu bom hálito agora que você sentiu na própria pele como é “complicado” sentir um futum =):

Mantenha sempre a higiene, e isso não significa apenas passar a pasta de dente + escova:

Sabemos que grande parte das causas de mau hálito se encontra não só na escovação dos dentes, como também em fio dental mau passado, cáries, problemas na gengiva e até mesmo devido àquela seborreia esbranquiçada ou meio amarelada que algumas pessoas têm na boca.

Observação para todo mundo que lê esse post agora: você tendo ou não mau hálito, nunca deixe de também escovar A LÍNGUA, não só os dentes, porque se você não faz isso, fica aquela crosta nojenta na boca. Peça na farmácia mais próxima de você um escovador de língua, que caso você lave sempre depois que usar durará por um bom tempo. Assim você ficaria com a sua língua saudável, vermelhinha e suculenta para ser beijada rsrsrs.

Quando a causa vai além da higiene bucal:

Há também causas estomacais. Se assim for, o caso é um pouco mais complicado, pois é necessário procurar um médico e apenas a escovação não basta, porém, o lado bom disso tudo é que o tratamento é relativamente fácil de ser combatido: basta obedecer os exercícios e demais itens que o médico pedir, tal como comer de 3 em 3 horas (ficar sem comer por muito tempo dá mau hálito), mascar chicletes e demais estimuladores da produção de saliva (que funciona como um “detergente bucal”, visto que quando estamos com a boca seca também tendemos a ter mais mau hábito), tomar bastante água, etc. Há uma certa polêmica em relação ao mau hálito ter relação com problemas estomacais: alguns especialistas alegam que sim, outros que não. Porém, se o seguro morreu de velho, nesse caso é sempre bom procurar não só um dentista, como também um médico do estômago e até mesmo um endocrinologista para ajudar no caso.

Se alguém já passou por isso ou tiver alguma dica para dar nos comentários, seria ótimo também!

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.