Como chamar a atenção de uma pessoa para um segundo encontro?

14

Leitor: tenho 21 anos e considero-me bissexual. Meu caso é o seguinte: Nunca tinha transado com um rapaz e de uns tempos para cá, isso tinha se tornado um grande objetivo, porém nunca achava o cara certo (meus amigos dizem que escolho muito). Apareceu o carinha em questão. Acabou acontecendo. Sabia eu que ia ser só aquilo, que muito provavelmente não ia ser importante para o rapaz, porém, depois que rolou, pego-me pensando nele. Queria ter a oportunidade de conhecê-lo melhor, mas ele mora em outra cidade e não parece ser um fã de Facebook (não curte nenhuma página, não comenta muita coisa…), ficando difícil descobrir seus assuntos para interagir com ele. Nós só trocamos Facebook, não trocamos telefone. Não queria parecer o clássico caso do “virgem” que se apaixona por quem lhe foi o primeiro, sei que isso pode ser assustador para um homem (talvez para uma mulher também). Não foi o sexo que me fez ficar assim por ele, mas o que conheci dele. Sinto que estou indo por um caminho que posso me ferrar muito, por isso queria uma dica vossa. Gostaria de um artifício para chamar a atenção dele, para nos conhecermos melhor, ou um jeito de tirar isso da minha cabeça, caso nada seja possível. Conto com vossa ajuda!

Como chamar a atenção da pessoa pra um segundo encontro?

Eu ia dizer que em parte pode ser “amor de pica, que bate e fica”, mas se você diz que não é, tudo bem! Não que você não tenha gostado da pessoa dele, nem de outras qualidade que pelo visto ele tem, mas é que na minha opinião não tem jeito: para pessoas exigentes como você, a primeira vez é sempre especial e sempre tem um “q” a mais se comparado com aquelas pessoas que veem o sexo apenas como sexo. Pode não ser SÓ sexo, mas que ele contribui para o clima de romance de um virgem, isso contribui!

De qualquer forma, não interessa tanto o fato do sexo, mas sim que você se interessou e ponto final, né?! Tudo bem que ele não te deu o telefone: hoje em dia o povo troca mais facebook e whatsapp mesmo, kkkk. Entendi também que, por sua vez, ele não é muito ligado à essa rede social, porém, concorda comigo que se ele se interessar por você ele vai se esforçar mais para entrar? Eu já vi muitos casos assim, de gente que mal acessava alguma rede social ou até mesmo lugares físicos, mas depois que teve um interesse lá, passou a frequentar mais. Certamente ele não acessa muito o facebook porque não vê nada que seja digno dele perder o tempo dele. Se tiver você por lá, quem sabe, hehe…

O bom da relação de homem com homem e que meus amigos gays sempre dizem é que não tem aquele mimimi todo que nem costuma ter quando tem mulher envolvida, sabe? Pode ser por questões culturais, mas isso não importa: o fato é que entre vocês o papo é sempre “mais reto” e você pode se aproveitar disso. Você não precisa ir lá puxar papo com ele todo virado no “e aí, vamos transar de novo?”, muito menos todo cheio de mimimi e romantismo dizendo que ele foi o primeiro, que você gostou muito e blablabla. Acho que “putaria demais” no começo pode te fazer ficar só para isso, e romantismo demais pode assustar, porque parece coisa de carente necessitado: o ideal é sempre o caminho do meio, como dizem os budistas.

Por que não puxar um assunto normal, marcar um novo encontro, etc? Tudo bem que ele mora em outra cidade, mas se ele gostar de você, acredito que não é difícil para que ele te chamar para passar uns dias na casa dele, ou até mesmo ele mesmo dar uma passadinha por aí. Tudo vai depender do interesse que ele teve por você e você sabe disso. Como se trata de um relacionamento à distancia, infelizmente você tem basicamente o bom papo a seu favor, visto que você não pode ir pegar um ônibus e bater lá do além, né? Quer dizer, até pode, mas eu no lugar dele me assustaria um pouco, kkkk.

E em relação a amigos em comum, vocês têm algum? Se sim, você também pode usar isso a seu favor, dando um jeito de se encontrar com ele através dessa pessoa. Porém, ainda assim o melhor mesmo continua sendo bater um papo, porque nisso já aconteceria o “desenrolar da boiada” que te faria ver se ele está muito ocupado para você ou não. Só tome cuidado para não cair em um mal que acredito ser dos homens em geral: eles não têm assunto, começam uma conversa e nem sabem o que dizer! Ou ficam com aqueles papos clichês de: o que você faz da vida? Como foi o seu dia hoje? Sério, brota uma raiva em mim quando me abordam assim que você não faz ideia kkkkk.

Também achei genial a sua tentativa de tentar fuçar comentários, comunidades e demais coisas que ele curte, pena que você não conseguiu muita coisa por lá =(. Se você não tem isso, tente pensar no papo que vocês bateram no dia que vocês se conheceram: foi sobre o quê? Música? Pessoas? Piadinhas e humor negro? Certamente algo fez vocês terem o contato que gerou os amassos e aí cabe a você resgatar detalhes na sua mente. Tente se lembrar também se ele usava blusa de alguma banda, seriado, sei lá! Ou tinha algum acessório assim. Reproduza a situação na sua mente e coloque na cabeça que quando você for conversar com ele, não seja sem assunto que nem 90% dos homens. Outra coisa que ajuda é saber a faculdade que ele faz: não deu para você saber nem isso?

Assista ao vídeo que fiz sobre transar ou não no primeiro encontro. Agora já foi, mas pode te valer em uma próxima.

E o que não fazer em um primeiro encontro?

Como você não tem muito o que fazer que não seja tentar interagir até o momento de você ser aceito ou ignorado, te indico a leitura das dicas para engatar e manter um bom papo!! Esse é um post por muitas vezes voltado para heterossexuais, mas não tem muita diferença na essência da coisa!

Quanto à segunda parte da sua pergunta, que foi relacionada a “tirar isso da sua cabeça”. Calma, você ainda nem levou um fora! =) Deixe para pensar nisso quando for o caso!

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.