Dicas: como fazer um bom sexo oral em um homem?

56

Não faz muito tempo que desafiei os nossos leitores a escreverem como seria um sexo oral perfeito para eles. Ia falar ”boquete”, mas nosso costume de “santidade” ainda não se adaptou bem a esse termo chulo e vulgar (falar não pode, mas fazer eles gostam! kk). Enfim, recebi alguns e-mails masculinos, e eis aqui um apanhado do que achei mais completo. Fiz questão de deixar mais de um leitor para que as meninas tirem suas próprias conclusões. Ah, a última colaboração é de uma leitora! Achei legal colocar uma mulher, pois às vezes elas sabem de coisas que os homens ainda não se tocaram de forma consciente que funcionam, mas que elas fazem e eles adoram =). A leitora não me disse a nacionalidade dela, mas não é brasileira.

Dicas para fazer um om sexo oral em um homem

Leitor 01:

Sobre o sexo oral, a grande maioria das mulheres são esforçadas, mas não fazem certo, então vou tentar ajudar vocês meninas…

Para começar, apenas passe a língua por ele, como se estivesse degustando… quando a coisa começar a ficar mais animada, coloque o pinto do cara na boca e CHUPE de verdade. A grande maioria das mulheres apenas desliza o pinto do cara para dentro e para fora da boca, achando que estão arrasando… pois é, não estão.

Para o sexo oral ser bem feito, a mulher precisa chupar de verdade e não apenas ficar com aquela boca mole que normalmente fazem. É gostoso sentir a sucção, então chupe com vontade, precisa fazer aquele barulho de quem está chupando, isso é muito bom e dá uma sensação deliciosa.

Outra coisa deliciosa é tentar colocar ele todo na boca, homem adora ter todo seu membro dentro da boca da mulher, por isso as melhores são as que conseguem fazer o “garganta profunda”.

Infelizmente, isso não é para todas, mas as que conseguem são as que fazem maior sucesso entre nós homens, ficamos loucos com isso.

Mas atenção, não faça isso se você usa aparelho nos dentes, pois os ferrinhos lá do fundo, dos últimos dentes, sempre pegam na glande, e isso dá uma aflição enorme… Normalmente não machuca, mas qualquer descuido vai ferir o membro do cara e aí já era.

Não esqueçam dos testículos, lambê-los, chupá-los, mexer neles com as mãos… isso é muito bom e faz toda a diferença. Mas é claro que o cara precisa ter o cuidado de cortar seus pêlos baixinhos né, senão torna-se ruim para a mulher colocar a boca ali para brincar com as “bolinhas”.

Não tentem masturbar o cara por muito tempo, para ser sincero, vocês mulheres não sabem fazer isso, vocês não conseguem o ritmo, velocidade e pressão do membro em suas mãos. Podem perceber que nenhuma de vocês (ou quase nenhuma) já fez um homem gozar usando suas mãos né? Pois é, porque não dá, realmente não dá.

Brincar masturbando ele um pouco é gostoso, mas não demore muito fazendo isso, pois a glande precisa estar sempre úmida, se ficar seca dói, então deixa sua boca ou sua língua na glande enquanto você o masturba ou enquanto ele se masturba.

Por último, “os finalmentes”: o que vc faz quando o cara for gozar?

-Tira a boca e faz careta? Isso vai broxar ele.

-Deixa ele gozar em sua boca e depois cospe? Ele vai adorar ter gozado em sua boca e vai se sentir “rejeitado” quando você cuspir o sêmem dele.

-Você deixa ele gozar em sua boca e engole tudo? Meus parabéns, você deixou seu homem feliz e fez um sexo oral completo e maravilhoso.

Resumo do melhor sexo oral que a mulher possa fazer:  

– Comece lambendo….
– Chupe com vontade, fazendo uma boa sucção.
– Coloque todo o membro dele em sua boca, passando pela garganta se for preciso.
– Mexer, lamber e chupar os testículos.
– Deixe ele gozar em sua boca e engula tudo.
– BOQUETE PERFEITO!!!

Dicas para fazer um om sexo oral em um homem

Leitor 02:

Tenho 30 anos, o nome não importa e vamos lá:

Ao longo de 15 anos, recebi inúmeros sexo orais, aos quais, uns foram bons, outros péssimos e alguns perfeitos da forma que descrevo agora em prol de ajudar:

O sexo oral perfeito não tem mistério. Baseia-se em três “funções” que podem ser exercidas uma de cada vez ou simultaneamente, o que neste caso, o torna inesquecível.

 – A boca tem que deslizar sobre o pênis. Não precisa que mulher o enfie goela abaixo até se sufocar, mas é de suma importância que ela não fique com o pênis dentro da boca parada. Importante também o cuidado pra não raspar os dentes achando que pênis é rapadura.

 – Use a mão pra bater uma bela punheta. Com leveza. Não precisa apertar esgoelando o coitado até a cabeça roxear.

3ª – Lamba o pênis da base até a cabeça, enquanto nos olha com aquela cara de safada do tipo dizendo: “quero ele dentro de mim daqui a pouco”.

Agora torne este momento inesquecível unindo essas funções. Bata a punheta enquanto o chupa e só pare algumas vezes justamente pra lamber da base e inclusive o saco.

Observações:

– Um movimento sempre tem que estar acompanhado de outro.

– Se estiver lambendo o saco, dá pra bater ao mesmo tempo.

– Se estiver batendo, dá pra ficar nos olhando com cara de safada ao mesmo tempo e cuspindo nele pra deixar bem molhado e não doer.

– Se estiver chupando o pau, dá pra bater ao mesmo tempo.

E pelo amor de Deus, se caso se proponha a receber o gozo, abra a boca, ainda que não engula, mas mulher de boca fechada enquanto gozamos na cara dela é broxante. Ou gosta ou tem nojo. Não dá pra ter os dois. Se tem nojo, direcione o pênis pra região dos seios, é mais bonito.

dicas-sexo-oral

Leitora:

Confesso que só hoje conheci o seu blog, bem como o seu desafio sobre o sexo oral. Nunca respondi a nenhum desafio online, seja em que contexto for. Mas o seu desafio “mexeu” comigo. Por quê? Porque não há nada mais prazeroso do que ter o nosso parceiro a ter tanto prazer que dói (força de expressão – espero que entenda), e para chegar aí, sexo oral.

Eu adoro sexo, mas sobretudo o prazer que se consegue tirar e dar no sexo oral, e escrevo-lhe porque de uma forma tão simples você descreveu a importância que o sexo oral pode ter para uma mulher, quando disse que se quer ficar na memória do homem, aplique-se.

Na minha anterior relação, quando eu o conheci, ele dispensava sexo oral, mas coisas mudam e os gostos também. Aprendemos juntos e apesar da separação, o sexo era brutal, porque ambos sentíamos prazer com o prazer do outro.

Para não a maçar mais com um discurso tão longo, na minha modesta opinião, dou minhas dicas para ter prazer no sexo oral e para se superar: umas mais banais que outras, mas para mim são momentos importantes para se chegar ao prazer de ambos:

Não faça sem vontade. O seu parceiro tem que ver e sentir que o seu prazer no acto existe.

Peça para lhe fazer sexo oral como se fosse pedido de autorização (desde que ele não seja precoce). Mas experimente também dedicar-se só ao prazer dele.

Noutro dia, faça o oposto e dê-lhe a ordem de se entregar a si. Diga-lhe que quer muito e que ali, naquele momento, não haverá mais nada do que você a dar-lhe prazer assim e não faça mesmo mais nada (esta é difícil mas vai convencê-lo de que você gosta mesmo e ele a dar-lhe ainda mais prazer).

Peça para ele ver.

Não o deixe tocar em nada (bom, se ele colocar a mão na sua cabeça, é normal), muito menos nele próprio, quando muito, vai perguntando se ele está a gostar, se assim tá bom (mas segura de si, você sabe o que está a fazer e tem que demonstrar). Se ele quiser tocar, pergunte se o está a magoar (eles adoram…).

Fixem os olhos enquanto ele vê todos os movimentos. Deixe-o ver: eles procuram sempre ver na nossa cara o nosso prazer.

No sexo oral, mãos, lábios, boca e língua nunca andam longe. Mas durante uns bons e largos minutos use muito mais as mãos, os lábios e a língua que a boca toda (se é que me faço entender. Bem feito, a tortura é mesmo muito boa, para ambos).

Faça-o pensar. Peça-lhe de manhã para durante o dia lhe dar vontade de o comer todo à noite.

Se tiver dificuldade, o meu maior truque é sentir o desafio de dar sempre mais prazer. Ver nele aquela expressão de ele nem acreditar no que acabou de sentir. Para dar um exemplo, com o meu ex, estávamos a chegar a uma festa, era de noite, pedi para ele estacionar mais afastado porque queria retocar a maquiagem. Ele parou o carro na berma, olhei para ele, toquei-lhe e simplesmente, com aquele ar que todas nós sabemos, disse que precisava de um pouquinho de inspiração para a festa. Ele achava que eu ia dar umas festinhas: ao invés disso, abri o zip dele, pus a mão e logo de seguida a boca. Uns minutos a dar-lhe prazer e quando ele queria mais, eu parei e disse que era só para aquecermos e que a melhor parte ficava para depois. Claro, saímos muito mais cedo da festa porque ele não queria ficar. Continuando….

Faça-se ouvir e faça oral no seu parceiro como você gostaria que ele lhe fizesse a si. Veja e sinta o prazer dele, pois será isso que vai fazer com que não queira parar: e isto é literal. Não gostamos quando eles vão directos ao assunto, mas depois fazemos o mesmo: chegar e terminar. Ele não vai reclamar, mas também não vai adorar. Toque nele como você gosta que ele toque em si. Quando estamos a fazer oral e o homem quer “meter a mão nele”, muitas vezes é bom sinal. Você saberá se quer acelerar ou atrasar. Talvez alterar a velocidade. Se quer mas precisa de mais vontade para fazer (acontecer), use as mãos, brinque muito com ele, sinta o tesão que está a provocar nele. Se assim mesmo não tiver vontade.. bom, há tanta coisa para fazer mesmo. Segundo um amigo meu, há mulheres com mãos melhores que muitas bocas… 

Não falha: falem sobre sexo. Pergunte (não na altura), pode ser de seguida ou no dia seguinte se ele gostou, se achou diferente. Mostre-se interessada no prazer dele e vai ver que repete (e jamais se esqueça de dizer que gostou muito de fazer – vai demorar a convencê-lo). Para mudar mentalidades também seria bom que começássemos a considerar mesmo a possibilidade das mulheres gostarem de ter e de fazer oral. Claro que há quem não goste, mas nem todos gostamos de banana (mau exemplo, mas entendeu).

No que leio, sinto que se expressa o oral como um favor que a mulher faz ao homem. Quando digo a um homem que também gosto de sexo oral, no mínimo acha que exagero, porque infelizmente até em muitas publicações, até nós, mulheres, acabamos por falar assim.

Se for verdade, experimentem dizer a um homem que o vosso prazer vem do dele também, que quanto mais prazer ele tiver, mais você tem. Experimentem só.. Se na verdade você quer fazer mas ainda está a ver se gosta… nunca, mas nunca faça ele sentir que é um favor (e o castigo é seu). Nunca entendi como somos francos com desconhecidos e fingimos ou forçamos com quem partilhamos a nossa intimidade.

***********************************************************************************

Será que nossa leitora é da onde?! Acho que é Portugal =)

Esse negócio de engolir esperma eles adoram, mas eu sinceramente não faria essa parte. Eu sei lá se ele não tem doença… É aquela: é gostoso, mas antes a minha saúde. Eu optaria pela dica de direcionar o amigo para os peitos mesmo kkkk. Na verdade, sexo oral tinha que ser só depois de certa intimidade, ou com um examezinho antes. Pode me chamar de doida, mas com esse monte de gente rodada no mundo, eu que não iria colocar minha boquinha em risco só para parecer a rainha do sexo. MASSS se for namorado testado e aprovado, aí sim vale “tudão”!

Outra dica que parece óbvia, mas muita gente não faz, é a que eu coloquei nesse vídeo e funciona para ambos os sexos!

Assista também:

Vídeo novo no Pergunte toda segunda (e às vezes alguns vídeos surpresas! ).

Assine o Canal e não perca nenhuma atualização.

 Fanpage, InstagramTwitter

Snapchat (pergunteamulher)

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.