Parceiros que vivem no poliamor relatam suas experiências!

24

Poliamor: Nesse vídeo, alguns casais revelam como é viver literalmente a 3, e se for o caso, com mais pessoas também!!! Eles acreditam ser plenamente possível amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo e que isso é algo natural do ser humano. É como uma das entrevistadas disse: “Não amamos nossos pais ao mesmo tempo? Por que não podemos amar outras pessoas também?“.

Porém, há também quem diga que isso é apenas uma desculpa para a “putaria” e para a “promiscuidade”. Outros afirmam que, ainda que o ser humano possa vir a sentir atração por mais de uma pessoa, há que se fazer certas escolhas, abrir mão de algumas para ter outras na vida. Afinal de contas, não podemos ter tudo.

E você, o que pensa a respeito? Assista ao vídeo e tire suas conclusões.

A minha conclusão é: não, eu não tenho preparo psicológico para dividir a marmita não!

Sugestão de vídeo enviada pelo Marcelo Venturi. Obrigada!!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • josé

    Tem mais mulheres do que homens no mundo 7 para cada 1 homem ,então agente tem direito de ter 7 mulheres !rs

    • Quero ver é aguentar todas no sexo, no bolso e nas brigas kkkkkk Só se você for que nem o leitor que falou lá na fanpage do blog que o sonho dele é ter 3 mulheres: uma para lavar, outra para passar e outra para cozinhar ¬¬ kkkk

      • josé

        E mesmo né!7 na TPM e 7 sogras ninguém merece!kkk

        • Viu?! Tem que repensar porque a sua felicidade pode estar mascarada de pesadelo kkkk

    • Jessyca

      José..
      seu imbecil! 😀

      • josé

        Kkkk

  • Massayo

    A mulher pergunta,mas vc não ama sua mãe e seu pai ao mesmo tempo?Essa pergunta é tão idiota!Pois o amor é diferente!O amor de mãe e filho é uma coisa,o amor de mulher e homem é outra!

    • josé

      realmente são amores bem diferentes!

    • Concordo =)

  • Ricardão

    Digamos que quando existe um acordo comum aonde todos concordam ; tudo vale para ser feliz , até mesmo um amor a três ou quatro .Más eu sou bem antigo nesse assunto , ainda prefiro um relacionamento a moda antiga , até que a morte os separe . E mesmo não acreditando em nenhum tipo de religiões ; acho errado adultérios , poligamia , traições etc…É a minha opinião pessoal , sem impor a ninguém , para que não venha a ser confundida com preconceitos .

  • Rodrigo MariMoon

    Pior que é possível sim amar duas pessoas ao mesmo tempo.
    Eu já tive duas namoradas ao mesmo tempo, há dois anos, e eu sabia dividir bem o tempo que passava com uma e com outra, e eu as amava de igual pra igual…
    Acabou porque uma delas disse “ou ela ou eu?!” e tive que escolher apenas uma, relutantemente.
    Pena… Eu me imaginava casado com as duas :/… Kkkkkkkkk’.

    • Flavia

      Concordo com vc, mas a sociedade não permite, e não é todo mundo que pensa assim. Os três precisariam pensar exatamente da mesma forma para dar certo, sem possessividade, sem ciúme bobo, orgulho besta, etc… Acho que tem muita gente por aí vivendo relacionamentos baseados mais em medo da solidão, interesses financeiros e egoísmo do que realmente AMOR.

      • Flavia

        O amor não é excludente

      • Rodrigo MariMoon

        Pois é, né :/…

  • Melissa

    Poliamor de c* é rola. Deixa meu marido fazer uma proposta dessas pra mim pra ele ver. Vou fazer questão de convidar todo mundo pra almoçar e servir um belo prato com veneno pros 2.

  • Mika

    Não sou contra esse tipo poligâmico de relação. Acredito, sim, ser possível alguém amar e desejar mais de uma pessoa, inclusive de sexos diferentes.
    Mas será que foi só eu que não sentiu muita firmeza nesse pessoal aí do vídeo? De um lado, um povo com baixa autoestima que aceita uma relação poligâmica por medo de ficar sozinho. Do outro, gente entediada do casamento que achou uma oportunidade de pular a cerca com o aval do parceiro…
    Tudo sem sair da zona de conforto… sem paixão!

    • Eu tenho um casal de amigo que já tentou fazer isso de ”poliamor”, no caso deles quando se apaixonaram de verdade um começou a ter ciúmes do outro e aí pararam tudo. Hoje eles são casados do jeito tradicional mesmo.

      Eu realmente queria saber se teria mesmo como amar DE VERDADE e ficar a 3. Sei lá, tem que ser muito desapegado, sem ciúmes, possessão e demais adjetivos que não são lá muito lindos mas representam bem o ser humano para conseguir enfrentar tudo isso em paz.

      Eu já aviso que comigo é só a dois mesmo e já me dá dor de cabeça o suficiente kkkkkk

  • Bianca

    Bom, estou em um relacionamento poli que me faz muito feliz e aos meus companheiros também, e eu realmente não dou a mínima para os comentários clichês. Praticar a monogamia não é fácil e fugir dela como padrão me parece menos ainda. A gente aprende com família, amigos, literatura, cinema, tv que devemos procurar uma pessoa com quem seremos felizes e contentes até o fim da vida sem desejar outra pessoa. Sim, é possível amar duas pessoas ao mesmo tempo. Quando boa parte das pessoas descobre que o companheiro escolhido e do qual se gosta muito não é suficiente para seu desejo (sempre há a moça gente boa do trabalho, o cara engraçado do curso de línguas, aquele outro que pega ônibus sempre no mesmo horário). No momento que a pessoa se vê desejando e/ou já gostando de um terceiro, ou quarto (sem deixar de gostar do seu “oficial”) a pessoa começa achar que o problema está nela ou no relacionamento, que estão caindo em tédio, que ela é uma puta ou ele é um canalha por desejar ou estar gostando de outra pessoa sem ter nem tocado na mesma (isso acontece MUITO), etc etc. Quando o problema pode ser mais simples. A monogamia não está lhe atendendo. Não sou a favor da traição. Se você concluiu que ficar em um relacionamento monogâmico não está Ok para você, acabe. Não iluda e nem se iluda também. ^_^

    • Flavia

      Concordo totalmente com você. Pena que meu marido não concorda comigo…. :))

  • Benito Annunciato

    Estou com você Luiza. No meu caso, até o presente momento, não conseguiria dividir nem um “sanduiche”, que dirá uma marmita.

    • É que a gente é “maior” fominha kkkkkk

  • Jessyca Larissa

    Dúvido, DU-VI-DO que as pessoas que aceitam saporra ai já amaram alguém!

    • Flavia

      Pior que já, amam até demais, esse é o problema… Quanto mais amam e recebem amor, mais amor têm a oferecer. Mas sabemos que isso não é um modelo a ser seguido por todos…

  • Depoimento de uma esposa

    Qdo comecei a namorar com meu marido, sempre senti que nossa relação era muito especial. Eu sentia vontade de ser absolutamente leal e verdadeira com ele. Confessei à ele, meu lado masculino de ser em relação ao sexo: Eu gostava ( assim como os homens ) de “variar o cardápio” de vez em quando, rs !!!!! Em resumo: Somos casados, já fizemos vários menage masculino ( sempre relações héteras ), sendo que eu não curto ficar repetindo muitas vezes com o mesmo. No máximo umas 4 vezes. Prá mim, amor agente sente por uma única pessoa. Os outros, são os outros.