Traio meu namorado o tempo todo e não sinto arrependimento!

23

Leitora: Olá, tenho 28 anos e namoro há 9 anos, mas traio meu namorado com frequência e só com homens casados. Não sinto remorso algum, como se não fosse errado, tento me afastar, ser séria só que não consigo, quando vejo, dei bola e fiz coisa errada. O que fazer? Isso está em mim, como posso mudar esse meu comportamento? Meu namorado já me traiu 2 vezes e me contou, só que eu não tenho a mesma coragem que ele, o perdoei e seguimos, mas eu não consigo mudar, gosto muito dele e ele de mim, mas tenho esse desvio no meu comportamento.

Traio meu namorado o tempo todo e não me arrependo

Tento me afastar, ser séria só que não consigo, quando vejo, dei bola e fiz coisa errada“. “Tento ser séria” foi ótimo kkkk, masss, pelo menos você admite que é malandrinha =)

Será que você trai tanto o seu namorado porque na verdade não se sente satisfeita com ele? Não que isso seja justificativa para meter os chifres: é que nem sempre falamos aqui no site, motivos para trair todo mundo tem e se fôssemos levar tudo tão à sério, todo mundo seria corno e também daria chifres pelo simples fato de que ninguém é perfeito. Porém, será que você na verdade nunca nem o amou de fato? Ou será que você já perdeu a vergonha na cara de vez? Eu não sei não, se você tivesse traído uma vez ou outra, seria errado, mas pelo menos a gente poderia pensar que você agiu pelo calor da emoção, que “fez cagada” mas não pretende mais repetir, etc. Porém, você faz pior, tudo racionalmente e nem se coloca mais no lugar do outro ao pensar apenas em si mesma e na sua diversão: você se tornou uma pessoa extremamente egoísta e sabe disso. E mais: isso já virou rotina!

Sem contar que, para completar o carnaval, ele também já te meteu os chifres e sabe-se lá se isso já virou um surubão do casal do fogo no rabo! A diferença é que ele assumiu, você não.

Você já pensou no óbvio, que é propor um relacionamento aberto? Se ambos sentem tesão por terceiros e já pularam a cerca, será que não é um sinal de que vocês realmente não nasceram para um relacionamento monogâmico? Eu não tenho nada contra ”pegar geral”. Cada um faz o que quer da vida, porém, convenhamos que não é legal fazer “a pegadora” que nem você está fazendo e nem avisá-lo de que você passa o trator por aí. Tudo bem que você não precisa entrar nos detalhes sórdidos, dizendo que você não sente nenhum pingo de arrependimento e sei lá mais o quê: se você der detalhes demais, já já ele vai começar a achar que você é meio psicopata (fria e sem pudores) kkk, mas dizer que você sente tesão por outros homens é algo que, se você não for fazer agora, terá que fazer mais para frente. Isso se você não for descoberta antes! Sabe como é: jogar roleta russa uma vez é perigoso, jogar todos os dias é morte na certa!

Eu sinceramente acho que você faz tanto, mas tanto a mesma besteira, que será questão de tempo para que ele te pegue no pulo e a situação piore de vez. É claro que o ideal seria você ser fiel, monogâmica e ficar bonitinha no seu canto, porém, se você não consegue essa proeza, convenhamos que, pior do que contar que sente atração por outros homens, é acabar sendo pega com outro, né? Se é algo tão forte assim a ponto de você não conseguir mais viver sem isso, seria interessante você abrir o jogo antes que a bosta se espalhe pelo ventilador. É claro que você corre o risco dele te chamar de puta, piranha e tudo o mais, mas se ele descobrir com as próprias mãos, ele vai pensar muito pior de você: vai te achar é puta falsa mesmo. Se for para ser ”vagaba”, que você pelo menos seja sincera, né?

O seu problema é complicado, mas a decisão é simples. Se você quer respeito e quer continuar mantendo o seu namoro, algum sacrifício você terá que fazer: ou parar de vez com essa bagunça, ou abrir o jogo. Já passou da hora de você parar para pensar no outro também. Não pense que só você sente tesão e vontade de pular a cerca para legitimar a sua atitude, tampouco pense que você é diferente e mais intensa do que os demais e por isso está justificado: vontade todo mundo passa ou já passou, mas partir para a prática ou não é uma questão de escolha e de respeito.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.