Entrevista com um homem colecionador de calcinhas: há “maldade” na coisa?

11

Você homem, me responda: quantas calcinhas femininas você têm em casa? E você mulher, me responda: quantas vezes um homem já pediu para guardar uma peça íntima sua de recordação? Hoje apresento uma entrevista que muita mulher não vai achar nada de mais, porém, eu pessoalmente vejo algumas malícias nessa prática que veremos mais adiante, e que claro, conto com a colaboração do entrevistado em ser sincero com a gente =)

Entrevista com colecionador de calcinhas

** Bom dia!!! Se apresente para a gente:

Eu sou um colecionador de calcinhas, tenho 32 anos, solteiro, sem filho e moro sozinho. Sou heterossexual. Sou formado em comunicação social e trabalho numa agência de comunicação social.

** Como começou o seu gosto por colecionar calcinhas?

A coleção começou com a provocação de uma ex-namorada. Ela tirou a calcinha no carro antes de entrar em casa e guardou no bolso da minha calça. Depois, ao longo dos anos, isso foi aumentando, seja entre as amigas mais íntimas, até as ex-namoradas. Mas tudo foi inspirado e copiado do Wando. Se ele colecionava calcinha, eu também poderia. Assim fiz.

** Uma vez, disse em um post do blog que quando mais nova já tinha pensado em vender calcinhas pela interenet para levantar uma grana, porém, depois que descobri que para vender calcinhas era necessário mostrar fotos do cortpicho nu, comecei a associar isso com um pouco de “prostituição” e imediatamente abandonei a ideia. Nada contra as garotas de programa, mas não é a minha praia. Enfim, você já chegou a comprar alguma peça de uma mulher que te atraiu, ou tudo que você recebe é por doação?

Não cheguei a comprar não. Eu recebo tudo por doação. Nada contra as garotas de programas, mas nunca gostei da ideia.

** A propósito, você considera isso um fetiche ou um hobby?

É um hobby, eu prefiro elas sendo tiradas e entregues a mim.

** E o que você acha de calcinhas sujas? Você diria que quem gosta da calcinha “freiada” já estaria mais para fetichista do que colecionador?

Eu não curto essa ideia de “freiada”. Prefiro as limpas. Gosto de higiene, mas a sujeira deixa para quem gosta.

** E quanto à pessoa que chega ao ponto de comprar calcinhas de desconhecidas na net só porque são gostosas ou tem uma bunda bonita? Você considera isso como fetiche, ou apenas como um gosto pessoal, tal como é o seu caso?

Isso é um gosto pessoal.

Eu tenho que ter uma intimidade muito boa com a mulher. O assunto sexo é sempre presente. Quando elas querem me presentar fora de hora, mas não querem gastar muito, eu peço a calcinha.

A reação de algumas é risada, mas a maioria nem liga e acaba me preseteando com uma.

** A propósito, você já chegou a comprar ou barganhar as peças, ou todo o seu estoque advém de doações dadas por livre e espontânea vontade pelas mulheres?

Elas são de livre doações. Mas eu barganho sempre que posso. A barganha inicia com uma conversa a respeito de coleções. Se eu tenho alguma intimidade com a garota, eu revelo a coleção diferente. A maioria é na cara de pau. Eu digo que quero uma calcinha da mulher, após o susto incial, elas pensam se darão. O segredo é ter uma intimidade grande, falar de tudo e até de sexo. Após ganhar essa confiança dela, eu barganho a peça.

Há mulheres que ficam assustadas e outras dão um sorriso amarelo, mas a minha estatística empírica é que 80% acabaram me presenteando com essa peça íntima. Eu garanto que é isso. A peça também é conquistada em apostas envolvendo futebol. Finais de campeonatos ou jogos entre os times que torcemos, mas a minoria foi conquistada assim. Nesse caso, elas não ficam com vergonha em fornecer a peça e dão risadas quando a aposta é feita.

Entrevista com colecionador de calcinhas

** Como você faz para pedir uma calcinha feminina? Você chega na cara dura e fala “me dá sua calcinha de recordação”? E as mulheres não recebem mal esse seu pedido, achando que você está fazendo isso só para bater uma mais tarde?

A maioria das vezes foi na cara de pau. Eu peço um presente diferente para elas. Uma boa parte entende o presente para colecionar e colaboram. A minoria se recusa, mas sou persistente e continuo a pedir. Uma intimidade grande é precisa para eu ganhar a peça desejada. Mas não nego que para uma BA (Buceta Amiga), eu já bati uma na frente dela, pois ela sempre questionava o motivo para eu sempre pedir a calcinha dela quando transamos ou quando ela está de vestido.

A BA disse que daria a calcinha dela, que estava limpa, sob uma condição. Eu vestiria a calcinha na frente dela e bateria uma na frente dela. Não queria perder a peça, logo eu vesti e bati uma na frente dela.

A minha cara de pau é apresentada sempre após uma conversa sobre sexo ou coleções estranhas. Se tem colecionadores de brinquedos antigos ou de filmes, eu sou um colecionador de calcinhas igual ao Wando. Achava que as mulheres não jogavam a calcinha para ele, mas eu fui ao show do falecido cantor e vi mulheres de diversas idades jogando a calcinha para ele.

** Fala a verdade: você curtiu usar a calcinha? Rsrs. Pergunto isso porque inúmeros homens, inclusive heterossexuais, alegam ter prazer em vestir também!!

Eu curti usar a calcinha para o momento. Na hora foi bom, eu estava animado com a ideia e a mulher foi me excitando cada vez mais até a hora de gozar. Mas eu nunca usei para o meu cotidiano. Prefiro usar para excitar a garota.

Sim, pelo menos duas sentem tesão ao ver o homem usando a peça feminina. Incrível, mas isso acontece, portanto, uso apenas para a excitação própria e da parceira.

** Seja sincero, o hábito por colecionar calcinhas vem muito mais pela mensagem, mesmo que inconsciente, de ser um troféu que mostra quantas mulheres você “comeu” ou até mesmo que “gostaria de comer” do que pelo fator sentimento como o amor por uma mulher, né? Eu não sei, mas eu pessoalmente sempre pensei que um homem que pede minha calcinha estava mais para querer bancar o comedor, do que para apaixonado por mim kkk.

As duas coisas citadas fazem parte. É mais um troféu tanto para as “comidas” quanto para “gostaria de comer”. Não esconderei.

** E você costuma mostrar esses troféus para os amigos íntimos?!

Eu não mostro essa coleção para ninguém. As pessoas mais íntimas sabem da existência, mas não mostro. As peças íntimas foram conquistadas por mim, vai que alguém rouba igual ao personagem da série PSI da HBO, rs!

Existem outras coleções a serem mostradas, mas não a minha. Elas ficam bem guardadas dentro de uma caixa no meu armário. Não existe risco de serem pegas.

** Como disse, eu me sentiria meio objeto se me pedissem a calcinha, porém, uma vizinha minha disse que um cara pediu a calcinha dela e ela jurava que ele estava apaixonado, mas tadinha, não demorou muito para ela perceber que ele só queria umas fodinhas grátis com ela. A seu ver, você sente que a maioria das mulheres que você pede as calcinhas se sentem como eu me sinto (usada), ou se sente mais como a minha vizinha (poderosa)?

A maioria se sente poderosa, desejada, pois devo ser o primeiro a pedir como um troféu. Somente uma se sentiu usada e nunca mais falou comigo.

** Não entendi, a mulher se sente poderosa e desejada por ser um troféu? Explique isso melhor!

Mulher é um bicho estranho, diria a Rita Lee. A maioria gosta de compartilhar com essa coleção e doam peças para minha pessoa. Se sentem poderosas ou símbolos sexuais, afinal, ter uma peça importante do vestuário delas é para poucos. Elas se sentem poderosas e mais sensuais depois que cedem a peça para mim.

** A propósito, isso me lembrou da minha época de escola, no qual os meninos adoravam falar que tinham a calcinha de fulaninha de tal em casa, e aí, claro que era para tirar onda “de que comeu ela”. Depois que fiquei mais velha, vi que essa prática não é apenas coisa da juventude, mas sim dos “bezerrões” também. Você, como homem mais velho, não considera que pegou parte dessa mania de adolescente e que carrega até hoje?

Eu peguei parte, mas não são todas as pessoas que sabem ou todas as mulheres a quem eu solicito essa peça íntima. Eu devo ter essa mania de adolescente até hoje. Mas não consegui transar com todas mulheres em que ganhei a calcinha delas. É apenas uma coleção e estou contente com ela.

** Depois que você vê, sei lá, 50 calcinhas, você pensa “olha só como sou foda, comi 50 mulheres na minha vida”? kkkkk. Muita gente não vê outro motivo para um homem colecionar calcinhas que não seja tirar onda depois.

Cinquenta mulheres comidas ou desejadas. Cabe mais ao desejo platônico de ter aquela mulher comigo.

Entrevista com colecionador de calcinhas

** Certa vez, um colega colecionador de calcinhas disse que, quando quis fazer isso, ele raramente pedia a calcinha com todas as letras, mas simplesmente “catava” a calcinha. Aí se a mulher sentisse falta ele falava que não sabia onde está, ou que estava com ele para usar de recordação. Você já “roubou” uma calcinha?

Sim, eu já roubei algumas peças de ex-namoradas. Uma sentiu falta e perguntou se estava comigo. A calcinha está até hoje, o relacionamento acabou, mas a peça permanece guardada.

A primeira “roubada” nunca esquecerei. Estava na casa da antiga namorada. Ela adora lingeries e apresentava o novo conjunto. Numa dessas idas, eu aproveitei a ausência temporária dela, abri a gaveta e peguei uma calcinha da gaveta das lingeries. A garota separava as peças a serem usadas no dia a dia e outra para o conjunto de lingeries que combinavam. Fui espionar as calcinhas do cotidiano dela. Abro e fico deslumbrado com as peças. Roubei uma usada no cotidiano dela. Foi posta no meu bolso e guardada junto à coleção.

Uma vez, ela sentiu falta e disse que não achava. Procurou até na gaveta da irmã dela e não achou. Ela não achou porque está comigo até hoje. Na época, ela não sabia do fato. Talvez, nem sinta mais falta dela, mas ela está comigo. 

** E se a mulher negar te dar a calcinha, você gosta de ter algum outro tipo de recordação dela? Pergunto isso porque acredito que esse seu gosto também está muito ligado ao fato de você gostar de ter recordações. Ou estou errada?

Eu prefiro guardar a noite com ela, se ela não deu a calcinha, a noite não foi proveitosa.

Se a noite não foi proveitosa, a maioria nem quer papo. Não adianta pedir a peça para elas que não fornecem. A maioria diz que não gostou e nem entregará o pedido.

** E você teria alguma dica para dar para a mulher saber se um homem pediu a calcinha dela porque gosta dela ou porque queria apenas como troféu para mostrar que foi mais uma que ele comeu?

Só digo para prestar atenção na forma em que ele pede. Nunca caia no exemplo do Wando, de colecionar por colecionar ou para mostrar o troféu aos amigos íntimos. Tenha muita intimidade para doar uma peça dessa a um homem.

Aceito calcinhas das leitoras do blog. Se quiserem me mandar, elas serão bem-vindas, rs!

** Muito obrigada pela entrevista, foi um prazer ter te conhecido e muito obrigada por ter sido sincero em todas as respostas!

Eu espero ter contrubuído de boa forma com o site e os comentários serão aceitos sem que eu lance pedra em ninguém. Repito, a leitora que quiser mandar calcinha será aceita, rs!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.