4 sinais de que uma pessoa não está (tão) afim de você:

64

O que mais tem no mundo é gente iludida, que todo mundo percebe que ela está sobrando, menos ela mesma! Alguém avisa antes que ela tente pular da ponte ou comece a falar que ninguém presta?

Pois é meu amigo(a), muitas vezes não é que as pessoas não prestam, é você que perdeu tempo demais com o duvidoso. E aí, é claro que só poderia resultar em trauma de vida mesmo. Quer comer cocô e não sentir fedor? Não pode, né?

Como nem todo mundo tem um amigo sincero para te dar uns toques, lá vai a tia Luiza mais uma vez listando alguns sinais claros de que você precisa de um “chá de semancol” para mudar de trilha, antes que você caia no buraco que ela guarda para você. Tropece, mas não caia e vem comigo! (me senti o Amary Jr agora kkkk).

1- Você procura mais a pessoa do que ela te procura:

Você procura a pessoa mais do que ela

Tem gente que insiste em se enganar para não tomar maiores providências: fala que o parceiro(a) está ocupado, que estuda  e trabalha demais e que por isso ainda não teve tempo de dar a atenção merecida. Outras pessoas vão além e acrescentam que o amor da vida é antissocial, não gosta de telefone e que é por isso que ele não procura, que é uma característica pessoal dele e blablabá….

Sério, quando é que você vai se tocar que, por mais que a pessoa seja tudo isso que você está falando, quem quer dá um jeito? Não adianta, quando você gosta de alguém, você procura. Do seu jeito – nem que seja para chamar para ler um livro ou conversar por meia horinha ao vivo, mas procura.

Se a relação chegou ao ponto em que você sempre tem que resolver tudo e inclusive procurar por um pouco de atenção, de duas uma: ou seu amorzinho sofre de folga crônica, ou não gosta tanto assim de você. Eu no seu lugar pularia fora em qualquer um dos casos. Ok,ok, eu teria uma conversinha antes, mas se mesmo assim nada mudar, não me interessa mais saber se a pessoa gosta ou não gosta de mim, se é do caráter dela ou não: eu não vou ser feliz assim e isso já basta para dar um basta!

2- Você sente que não é amado, nem procurado “de graça”:

Você sente que não é amado, nem procurado "de graça"

Sabe aquela frase que diz “Não sou eu que sumi, é você que não tem mais problemas ou necessidades que envolvam a minha pessoa!”. Pois é, se alguém só te procura para sexo, para falar de problemas ou para te pedir ajuda, saia fora! Isso significa que ela não gosta o bastante de você, ou até gosta, mas o tanto que ela gosta dela mesma mascarou o sentimento por você – com direito a cobertura de egoísmo e uma pitada de descaso. O que no fim, dá quase na mesma.

Uma pessoa que ama, procura sim quando “há interesses”: isso é normal, é humano e faz parte da convivência. Mas ela também te procura por nada, só para te contar como o dia foi bom e dividir demais notícias, bem como momentos agradáveis, contigo. E mais do que isso: ela também quer saber sobre a sua vida, inclusive quando você está com algum problema. Ela sabe ouvir, não só falar. Ela quer o seu bem, não só que você ajude no bem estar dela. Ela também pode te dar presentes a troco de nada, não necessariamente materiais, pois ela terá prazer em te ver feliz e em dividir parte da vida contigo.

Sabe aquela pessoa que se preocupa em ligar para saber se você melhorou da gripe e ainda por cima te leva um remedinho acompanhado de uma sopa, sem você nem precisar pedir? Pois é, essa merece muitos pontos a mais no céu e no seu coração. <3

3- Quando vocês finalmente se encontram, nunca é do jeito que você esperava:

Quando vocês finalmente se encontram, nunca é do jeito que você esperava:

Sexo até rola, mas a pessoa logo quer ir embora? E em casos mais extremos, também te usa para pagar alguma continha básica, dar um rolé no shopping e, depois que consegue o que quer, sempre tem algo importante para fazer que não envolva ficar um pouco mais com a sua pessoa?

É, se você se der um pouco de valor, vai concordar comigo: nessas horas seria muito melhor nem ter saído com essa cruz!

Não adianta, quem está afim sempre alonga as coisas: A pessoa transa, mas logo te convida para ver um filme, te oferece um lanche, etc. Ela também conversa de uma forma que você sente que ela realmente gosta da sua companhia, não apenas dos seus dotes – sejam eles sexuais ou não.

Com o mundo egoísta do jeito que está, quem doa um pouco de si para você já demonstra um claro sinal de envolvimento, ou no mínimo de respeito e consideração. Do contrário, você só vira um objeto mesmo, uma comidinha de final de semana, um ouvidinho de pinico, e outras coisitas a mais que tenho certeza que você não quer ser.

4- E as amizades? E a família? Já viram mais gordo(a) que você?

Não apresenta aos familiares

Tá bom. Sei que se vocês começaram a ficar faz pouco tempo, tem mais é que continuar “na ficação mesmo”. Relacionamento é coisa séria e só vale a pena quando ambos têm certeza disso. Porém, se você entra no grupo daqueles que ficam a meses ou até mesmo a mais de ano, mas até hoje você nunca foi apresentado(a) para ninguém, aí o caso é sério e de duas uma:

1- Ou você realmente não é o único a sentir o calor dos lábios/piroca/pepeca de mel dele(a) (sim, a pegação não se limita apenas à sua digníssima pessoa e por isso você nunca será o(a) oficial).

2- Ou ele(a) está sozinho e ainda assim prefere morrer desse jeito do que te assumir.

Preciso dizer que as duas alternativas são péssimas e significam que você não causou nenhum tuntz tuntz maior no coração?

Se você foi apresentado(a) para os amigos, nem considero grandes coisas. É só apresentar para os amigos que podem saber e isso não impede ninguém de continuar comendo “o resto”, e até mesmo avisar a “camaradagem” que você é só um passa tempo que ele(a) arrumou por aí. Você é tipo aquela pessoa legalzinha, mas não para assumir. Sabe como é, né?

Gente interessada mesmo apresenta é para a família, para a sogrinha, sogrinho e por aí vai. Entendeu?!

Como saber se uma mulher está afim de você? Assista ao vídeo e aproveite para assinar o canal e não perder mais nenhuma atualização =)

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.