Desde que meu marido me traiu e engravidou outra eu sinto “nojo”dele

49

Leitora: Olá, tenho um grande desafio: “o meu casamento”. Já tenho 6 anos que estou casada e de três anos pra cá tenho sofrido muito e cada dia mais. Durante minha primeira gravidez, separei de meu marido e fiquei sem a presença dele durante toda a minha gestação e quando minha princesinha nasceu, voltamos e dias depois ele revelou que havia outra mulher que estava grávida dele, e partir desse dia minha vida nunca mais foi a mesma. Ele disse que queria ficar comigo e minha filha e resolvi continuar, tentei perdoar, mas o filho dele é três meses mais novo que minha filha. Foi um baque pra mim, porque eu o amava demais. Hoje tenho três filhos… todo os dias luto contra mim para perdoar ele mas não consigo e cada dia que passa não sai da minha cabeça o que ele me fez.
Estou com depressão por conta de tantos problemas que tive, uma gravidez complicada com internações e minha filha tem que fazer controle por causa das crises de epilepsia. Ele é um grande pai e tenta ser um bom marido, cuida de mim e da nossa família, se dedica ao máximo… mas não posso dizer o mesmo de mim, quando fazemos sexo, não sinto nada e às vezes sinto até nojo dele, pelos pensamento que me vêm, tenho nojo até quando ele me beija mesmo sem estar grávida. Preciso de ajuda porque nem pra minha mãe tenho coragem de dizer tudo isso…

Desde que meu marido me traiu e engravidou outra eu sinto "nojo"dele

Gente, estou ficando assustada com a quantidade de homens que traem e engravidam outra e por isso pre-ci-so fazer um apelo: Mulheres, conversem com seus maridos. Sei que vocês pensam que eles nunca iriam trair etc, senão vocês nem teriam se casado com eles, certo? Porém, não custa nada conversar sobre camisinha com mulheres da rua. Eu sempre converso isso com os homens da minha vida, falo que pior do que ser traída, é pegar uma DST, né? Se papai do céu ajudar, ele nunca irá te fazer sofrer e te meter os cornos, mas mesmo assim essa é uma informação que precisa ser dada. Vejo que, devido ao fato de muito homem ser acostumado a transar sem proteção em casa, acaba levando esse costume para a rua também. Sei que eles alegam ser mais gostoso e blablaba, mas digam que se nascer uma couve flor na piroquinha deles, não vai ter nada de gostoso. Sem contar os filhos que, ainda que sejam um presente maravilhoso, tem que ser planejado em uma família o mais unida possível, né?

Agora posso continuar: Minha amiga, está na cara de que você não perdoou: tem nojinho dele, não quer fazer sexo e pensa nisso todos os dias. O que mais você quer para se dar conta de que você está forçando a barra e que não está no seu momento de perdoar? Eu no seu lugar explicaria para ele que quero perdoar (você quer, né?), só que não consigo. Pediria a ajuda dele para não me decepcionar mais e esperar mais um tempo para eu (tentar) me acostumar com a ideia. É claro que não teria garantia de perdão e tampouco você teria que fingir “estar bem” durante o processo, porém, será uma tentativa. Note que, por mais que você queira perdoar, o perdão não vem do “nada”, entende? Não é só dizer “perdoei e pronto”. Precisa – e muito – da colaboração dele no dia a dia. Entendo que ele já está sendo um bom pai e um bom marido, mas mesmo assim é necessário que ele conserve isso por um tempo, até você pegar confiança novamente. Explique que é como uma criança aprendendo a nadar: no começo ela pega confiança na água, depois entra com as boias, e só depois de um tempo que tira e perde o medo, entende? Ou seja, vocês ainda precisam passar por todo esse processo.

Outra dúvida que tenho é se você quer perdoar por você mesma ou por causa dos filhos que você tem com ele. Se for por causa dos filhos, cuidado: se ele é um bom pai, continuará sendo independente de vocês estarem juntos ou não. Sem contar que duvido que seus filhos iriam gostar de ver a mãe infeliz, sofrendo “só para manter a família”. Temos a mania de pensar que os filhos sempre querem os pais juntos, “custe o que custar”, sendo que na verdade é claro que eles querem uma família de “margarina”, mas não é a qualquer custo, né? A gente pensa que não, mas as crianças percebem o sofrimento do casal. Sendo assim, é legal pensar: será que meus filhos seriam mais felizes com a gente separado, cada um cuidando bem, porém no seu canto, ou vendo a mãe com aquele espírito pesado ainda que esteja junto ao pai? Pense bem: não adianta você transar e beijar sem vontade só “para não dizer que é solteira”, né? Eu no seu lugar me sentiria meio estuprada. Pode parecer exagero, mas é como eu me sentiria. Lembre-se que querer é uma coisa, conseguir é só dando tempo ao tempo (e aí vocês decidem se durante a tentativa continuariam dividindo a mesma casa ou não). O perdão é lindo, mas não é para todos. Se cobre menos, certo?

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • um certo alguém

    Minha amiga,abra mão dessa droga de relação senão vc vai ganhar um câncer de presente por causa da mágoa retida.Foi uma bela de uma sacanagem a traição dele e ainda por cima deixou “um brinde”(uma criança) na outra para fazer vc lembrar o resto da vida.Tu é muito capaz de ser feliz sozinha sem esse traste,quebra essa corrente que te oprime!

    • Rodrigo MariMoon

      Pois é, né…
      E primeiramente, a culpa foi dela…!
      Tem que ver primeiro porque ela terminou com ele. Porque ele só engravidou a outra porque eles estavam separados nesse meio tempo. E como ela se separou dele, ele tinha todo o direito de transar com outra, já que estava solteiro. Agora, a mulher me vir reclamar que ele teve outro filho ENQUANTO ESTAVAM SEPARADOS e que não aceita isso?!
      A culpa foi dela! Ela que não tivesse se separado dele, já que estava grávida dele.
      Pra mim, os ÚNICOS motivos pra se separar um relacionamento é traição e agressão. Se não houve nenhum dos dois motivos, não tem desculpa pra terminar; aí seria fogo no rabo de um dos dois.

      • Mulhermorena

        Como assim primeiramente a culpa é dela? Pois ela relatou que o filho com a outra é 3 meses mais novo que a filha dela, sendo assim ele já havia traído antes da separação, pelo menos foi o que eu entendí.

        • Rodrigo MariMoon

          Não, ela engravidou e depois largou ele, que transou com outra no período em que estavam separados… Vê de novo, no texto acima.
          A mulher simplesmente acha que o cara tinha que ter esperado ela querer reatar. Eu, hein… Ela quis terminar, e achou que o cara não ia seguir em frente…?

          • lis

            Ela tava gravida ele tinha que ficar la voce gostaria que seu marido sumisse e depois reaparece com uma qualquer gravida olha discupa mais comigo o buraco e mais embaixo com filho sem filho com cachorro, gato nao importa eu nao ia deixar ficar assim nao.

          • Rodrigo MariMoon

            Mas como você viu acima, ela que quis terminar sem motivo.
            Se eu fosse o cara, eu não iria correr atrás de uma mulher que não me quer…

      • Maria

        Aprenda a fazer contas. Eles se separaram mas a outra criança é 3 meses
        mais nova que a dela, logo ele andava pulando a cerca quando ainda não tinham terminado…

  • Miguel

    Imagino como deve estar difícil, você perdeu a confiança nele. Pra mim confiança é tudo e se fosse comigo, acho que me separaria por um tempo, pra pensar e ajustar os sentimentos, pois isso dá uma confusão e incerteza na gente. Tomaria providências legais pra não ser prejudicado caso ocorra o divórcio, mas não iniciaria nenhum processo, só consultaria um advogado e tomaria medidas preventivas contra alguma sacanagem. Perdoar a gente até consegue mas esquecer não. Você tem que decidir o que vale mais pra sua vida. Boa Sorte

  • Pri

    Esse negocio q a Luiza falou de conversar sobre camisinha num caso de traicao eh bem valido mas nao quer dizer ‘solucao’, inclusive ja conversei sobre isso com o meu marido, maaaassss sinceramente, eu nao acho q o homem q nao usa camisinha em casa va trair usando uma, a nao ser q seja planejado, mas se “de repente houver a ocasiao” e ele nao tiver o preservativo e ela tambem nao, vc acha mesmo q ele vai pensar 2 vezes??? hahahaha o mundo seria outro se as pessoas pensassem pelo menos 2 vezes.

    Para a autora da pergunta: Nao entendi pq vc ainda ta com ele se eh pra ser infeliz, (e nao vem me dizer q eh por causa dos filhos, se for pq vc nao tem condicoes de cria-los sozinha nao se preocupe q ele terah q pagar pensao e te dar um lugar pra morar) vc acha q vc seria mais infeliz sem ele? Sinceramente acho q nao, vc ta se torturando com essa situacao. Demorou pra acabar com esse casamento de fachada, amiga. Agora, se vc o ama muuuito e QUER realmente ser feliz com ele, aconselho a ter uma conversa seria com ele, falar tudo o q ta acontecendo e procurar a ajuda de um profissional (terapeuta/psicologo) pra superar isso. Te desejo tudo de bom e espero q os conselhos q vc va ler aqui te ajude.

    obs.: desculpe os erros ortograficos, meu pc nao eh brasileiro e nao sei como faco ou se tem uma maneira pra escrever o portugues corretamente, espero q vcs entendam.

  • Mika

    Leitora: Seu casamento vai mal há 6 anos. Na verdade, alguma vez ele foi realmente bom? Qual a idade de vocês? Namoraram por quanto tempo? Você “enjoou” dele na gravidez? Regula sexo pra ele desde a traição ou já regulava antes? Por acaso você se sente “meio responsável” pela traição? Considera-se uma boa esposa? Ele era confiável antes de se casarem? Você o ama?
    Por que eu fiz tantas perguntas? Porque um casamento é como uma sopa de legumes. Se tem algum ingrediente que você não gosta, ponha de lado e coma o resto, mas se esse ingrediente alterar o sabor de forma a tornar a sopa intragável pra você, terá que jogar tudo fora. Analise se foi essa traição que azedou seu casamento ou se têm mais alguns ingredientes nessa sopa que não descem…
    A Luiza disse uma coisa muito certa: O perdão é lindo, mas não é pra todos! E, infelizmente, você ainda não está pronta pra ele. Vou fazer coro com a Pri e aconselhá-la a procurar um terapeuta pra orientá-la nesse processo. E, de quebra, vai ajudá-la no resgate da autoestima perdida e a se livrar da depressão e do sentimento de culpa (Seria somente ele o responsável por esse casamento estar assim?).
    Não pense apenas no ingrediente que não gosta, pense no sabor da sopa e sua decisão ficará mais fácil.
    Felicidades!

  • Natália

    É… Nunca é fácil. Se eu estivesse no seu lugar, me perguntaria, em primeiro lugar, se é possível o afastamento. Nem que seja apenas o emocional. Digo isso porque suas palavras me passam certa dose de medo de perda não muito saudável nessa situação. Você está num ciclo: ele tenta ser um bom marido, você tenta superar, a situação piora, você o culpa, ainda que a nível inconsciente (ele parece não saber da sua mágoa). Minha querida, é preciso assumir as responsabilidades da sua própria vida, para que assim possa fortalecer sua identidade como pessoa. Faça perguntas a si mesma: por que ainda estou casada? O que me prende a ele? Por que não sou capaz de expor meus sentimentos a ele? Diante dessas respostas, fica a lição que seu perdão superficial te deixou: você é obrigada a lidar com o resto mental da traição, todos os dias. A raiva que permanece em você é dicotômica: ela é imprescindível para te libertar psicologicamente do seu trauma. Mas o segundo sentido foi o tomado por você: a raiva tornou-se seu alimento, seu pão sagrado de todo dia, dando perpetuação a um trauma, cujo aspecto é completamente negativo. A vantagem desse sentido é que reforça a “facilidade” de estar na condição de vítima o tempo todo. Minha cara, ser vítima é menos dolorido, mais cômodo, mas cobra seu preço. Ao longo do tempo, o cobrará com juros. E você continua a pagar por ele. Diante disso, você tem duas opções: a) gasta sua energia para esmiuçar como o seu relacionamento estava e as circunstâncias que o levaram a cometer tal traição; b) saia da sua zona de conforto e construa a sua própria história.

  • Luan

    Moça você vê como esse “perdão” não funciona? “Perdoa” pra tentar manter a união do seu casamento, mas depois disso vê que ele não existe mais. Você não o perdoo e talvez nunca perdoará. E é isso que não quer assumir para você. Ou aceita que não há mais aquela relação ou tenta viver sob essa hipocrisia do perdão: você perdoou o erro, mas não o errante. Será que você preferiu voltar por que teve medo das consequências da separação? Na reposta a essa pergunta fica a diferença entre ser alguém que foi enganada e esta se enganando (sozinha), e uma mulher que ama de verdade e tem coragem de assumir os riscos da vida.Porem acho que existem muito mais conflitos particulares seus envolvidos no seu sofrimento atual do que a história de traição, por isso e por todo o resto te oriento procurar um psicólogo perto de você!

  • josé

    Que situação ruim em leitora ,vc está tão confusa que o ama é no mesmo tempo sente nojo , vc está decepcionanda é magoada ,ficar remoendo isso não faz bem para vc é nem para sua relação com seu marido,se vc está assim é pq nunca vai o perdoar ,se for assim acho melhor vc da um basta nesse casamento !
    Ele já fez e não tem como voltar no tempo!
    Imagina se podemos fazer isso ?voltar e consertar as coisas erradas da nossa vida!
    Fique com Deus e boa sorte .

  • josé

    Luiza conversar sobre camisinha com marido se no caso ele for pular a cerca ,acho nenhuma faz isso pq vai parecer que ela está dando brecha para ele pular ,as esposas não são tão modernas assim tipo “mente aberta “rs

    • mia

      Meu namorado vai viajar, passar o ano novo no Guarujá com a familia (ngm me convidou pra ir junto, então eu nem me meto) mas eu já disse pra ele que se ele for fazer alguma coisa que pelo amor, usasse camisinha.

      • Guilherme

        Sério? Conseguiu ser desprendida assim?

        • Não é isso , né. Não é que ela queira ser traída, mas ela avisou pq querer ser traída ninguém quer, MAS se for que pelo menos não venha DST de brinde, né?

          Pelo menos acho que foi isso que ela quis dizer, rs

          • Guilherme

            Ah, mesmo assim. Eu não conseguiria conversar dessa forma, sério.
            Já chutaria o balde: “se trair, se considere solteiro”. Pq homem pensa com a cabeça de baixo, aí ouve que se fizer algo, use camisinha, já pensa que ganhou o green card.

          • josé

            concordo com vc !

          • Guilherme

            Pode ser que mulher pense diferente, mas se falar isso com homem, ele imediatamente vai pensar: “oba, tá tudo liberado”.

          • Acho que tudo depende do contexto, da explicação. Aí só não entende quem não quer kkk

        • Mika

          Acho que não é tanto uma questão de desprendimento. É mais de realismo. Ninguém espera ser traído, mas a gente sabe que a carne é fraca… rs. Mas concordo com você e o José. Pra muitos homens, um “alerta” desses equivale ao Green Card.

          • Guilherme

            Então, ninguém quer, espera. Mas, esse tipo de aviso para NÓS HOMENS, não tem o efeito que vocês esperam e desejam…hehehe

      • josé

        Guarujá lindas praias,verão e muito calor ,mulherada bonita solteiras e fim de ano todo mundo bêbado!kkkkkkkkkkkkkkk
        brincadeira viu!!!rs

      • Joselito_Silva

        E eu aqui querendo só uma namorada pra passar o fim de ano juntos e tem gente esnobando companhia. O Sistema é chamado Capitalismo Selvagem, cujo principal objetivo é acumular! Nada escapa desta lógica, inclusive as relações sociais.
        Quem pode, pode!

    • Pri

      Nao eh questao de ser mente aberta ou moderninha demais, eu mesma ja conversei com o meu marido sobre isso (assunto normal), mas deixei bem claro pra ele q se eu descobrisse alguma traicao estaria tudo acabado entre a gente, pra sempre! Eu apenas o alertei e dei um conselho sobre o uso do preservativo, mas nao quer dizer q eu aceito traicao, isso pra mim eh o fim!

      • Agora que li sua resposta e já tinha respondido o Guilherme: concordo totalmente contigo!

      • Guilherme

        Eu entendo oq vc e a Luiza quiseram dizer, entendo mesmo. Massss, homem pensa diferente. Vc está pensando na sua saúde, o homem vai achar que dizendo isso, vc tá “liberando” a farra, desde que ele se previna, entende?

        • Nada a ver, ninguém vai falar essa frase em isolado, tem contexto. Casais que se conhecem há tempos sabem muito bem se estão sendo liberados ou não. Só se quiser se fazer de burro, se não não kkk

          • Guilherme

            Olha Luiza, eu respeito sua opinião. Mas, é só perguntar pros homens. Esse tipo de conversa a mulher pode pensar N coisas, o homem só vai pensar uma: “green card”.

      • josé

        vc é uma exceção ,pq maioria não pensa assim,achei legal sua atitude !

    • Eu façoooooo!!! E acho que funciona, pq muito homem não usa pq “acha que não vai pegar nada”, ai eu conto umas histórias verídicas e aterrorizantes que qualquer pessoa de BOM SENSO ficaria com medo kkkk

      • Pri

        hahahahahaha gostei, da uns exemplos aih pra gente vai rs

        • josé

          eu tb fiquei curioso!rs

  • Guilherme

    Olha, esse é um tema em que tem que se pisar em ovos pra poder dar qualquer opinião. Eu abomino e sou contra traição em qualquer nível, e admito não ser capaz de perdoar situações assim.
    Mas, cada cabeça uma sentença, não sou o dono da verdade. Você não parece ter perdoado de forma alguma, ou sequer parece nutrir sentimentos positivos por ele. Você apenas se “acostumou” com a presença e se sente confortável com ele, afinal é um bom marido, um bom pai, não deixa faltar os provimentos da casa. E você no fundo parece ter medo de ser mãe solteira, o que não é tão incomum nos dias de hoje.
    Acredito que você deva pensar o que te mantém com ele, afinal, amor não parece existir, sexo, afeto muito menos. E você não merece estar com alguém por medo de ficar sozinha, ou simplesmente pq se acostumou a tudo isso.

    • Edu

      Já é uma puta sacanagem o cara trair a mulher….pelo menos use preservativo. Já imaginou trazer pra casa uma doença….

      • mia

        Então gente, tenho que ser realista, e se ele fizer algo lá como que eu vou saber também? Mas também não quero ser a chata possessiva ciumenta, as vezes ele nem vai fazer nada, mas melhor ter uma conversa franca.

      • Guilherme

        Então, não tem é que trair e PONTO. O resto é meio complicado de se conversar, na MINHA opinião, claro.

  • Joselito_Silva

    Só confirma o que tanto repito aqui a exaustão, a lógica é perversa, tem homem acumulando relacionamentos enquanto outros não tem nada.
    Mulherada, tem muito homem bom, invisível que está a seu alcance, mas por puro preconceito vocês esnobam e só dão valor ao acumulador de relações, o pegador, olhem mais criticamente com quem vocês se relacionam, nem sempre, ou quase nunca o homem que namorou mais é o melhor parceiro, ou o mais desejado é o melhor parceiro.
    Como vão conhecer a quem nunca deram chance?
    Tem muito homem bom no limbo, depois não reclamem que só existe homem ruim.
    Conselho….

  • Carlos

    Estranho…No título diz que o marido traiu, mas no corpo do texto até parece que se separaram na gravidez e quando o cara voltou, é que ela descobriu que ele não ficou lamentando muito a separação. Esse relato de alguém que sente repulsa a uma pessoa com quem ainda teve mais dois filhos depois de tudo , e pelo próprio relato está sendo um bom pai e marido, reforça a minha ideia de que beira o impossível o perdão por completo. Confiança é algo muito frágil, ninguém é de ninguém. Para um homem é difícil imaginar alguém transando com nojo do outro, nosso corpo dificilmente iria obedecer…
    Leitora, fizeste o relato de um inferno interior. Se vc não romper esta rotina logo, ela acaba contigo.

    • Melissa

      também senti esse “inferno interior”. Mas acredito que tudo que ela projeta nele, na verdade, ela sente por ela mesma… a culpa de ter se separado dele justamente em um momento tão delicado e com isso ter dado a ele a oportunidade de engravidar outra mulher está consumindo ela. Inclusive o fato de ainda ter tido mais 2 filhos só demonstra que há a necessidade aí de ser superior a outra e a forma que ela encontrou foi essa.

  • Clara Sol

    Bom dia
    Luiza.

    Por que a
    amante não procria como a esposa ou é pelo fato de ter traído esta não pode
    engravidar.

    Geralmente
    a amante usa como isca para prender o homem, mas neste caso considero burrice, pois
    não imagino uma mulher mais usar este artifício da barriga.

    Enfim eu
    não perdoaria uma traição, mas se você sente esta falta, por que não tenta
    apagar esta imagem qual ficou de ruim em sua mente e tenta recomeçar do zero.

    Por que
    você fala que ele é um bom pai e então der uma outra chance, afinal o que tem a
    perder, pois ele já te traiu mesmo.

    Tente ,pelo
    menos você se deu esta oportunidade de ter a sua felicidade de volta.

    Agradeço
    por ter compartilhado.

    Desejando
    um ótimo sábado

    Abraços
    sempre.

    ClaraSol

  • Ana Júlia

    Essa história de traição é um assunto bem complicado. Ninguém gosta de ser traído,obviamente. Mas o que eu percebo nos relacionamentos atuais é uma eterna ambivalência,as pessoas querem ter o melhor de dois mundos,querem a estabilidade e a segurança de um casamento,mas também querem a liberdade e a diversidade da vida de solteiro. Não dá para ter as duas coisas,não dá para ficar com um pé em cada canoa. Ser adulto é fazer escolhas e saber lidar com as consequencias dessas escolhas. O que parece é que as pessoas não estão querendo ou sabendo escolher. E falo de homens e mulheres,pq as mulheres também estão traindo. E quanto às esposas traídas,acho que elas sacrificam muitas coisas pessoais para manter um casamento duvidoso. Eu sou contra as mulheres se submeterem a tantas humihações só para manter o macho ao lado. O cara foi lá,ficou com outra e ainda engravidou a mulher,e pelo jeito,ainda estavam juntos,não sei. Cada um sabe de si,cada um sabe onde lhe apertam os calos,mas eu saltaria fora dessa barca furada.

  • Belezinha

    eu passei por isso.. mas no fim a crianca nao sobreviveu, eu nao digo que assim doi menos, porque a crianca ja nao existe, mas a magoa fica e é uma luta constante para tentar perdoar e seguir enfrente. Estou dando o melhor de mim para a relação. O que eu aconselho a você é que faca uma conta, entre ficar com ele e se magoar cada dia mais e ficar sem ele, calcula e vê o que doi menos…no fim voce fara uma escolha acertada.

  • alguém

    Meu caso, minha vida ta de cabeça pra baixo, não sei mais oque fazer meu marido , engravidou outra , tou pra fica louca sem saída, não sei mais oque fazer depois de 4 anos de casamento , me digam alguma coisa ja não sei mais oque fazer, mais ainda continu com ele , mais sinto um nojo da cara dele ,tod vez que eu vejo ele no celula eu penso que ele ta falando com ela , eu não tenho coragem de dizer pra minha mãe! Me sinto tão sufocada com isso

  • Br

    Estou passando por isso, na verdade acabei de descobrir. Estou grávida de 5 meses, nunca nos separamos e ele me traiu, e ainda acabou deixando outra grávida. Tô desolada, acabada, destruída, que dor estou sentindo. Não sei mais o que fazer o que pensar, e ele não queria me contar por medo que eu me separe dele, mas o empurrei contra parede e ele me disse tudo isso! Preferia que ele fosse gay, ou sei lá o que… Meu dor, que dor estou sentindo.

  • Débora Brito

    Sou pessima nesses casos… fazer sexo com nojo, remorso é pessimo, mesmo asim tu já tem 3 filhos com ele? Eita, largada…

    Bom vamos lá. antes de mais nada, vocês estavam separados (porque?) ficaram assim quase um ano e sem previsão de retorno (tentaram voltar antes? você deu alguma esperança?), ele achou que não tinha volta e como o bom macho alfa que alguns (sacanas) são já arrumou outra, ela engravidou, mas era só o passa-tempo, ele queria você… você o aceita de volta só pelo bebê (acho) e hoje vivem uma vida terrível com um complexo de culpa por parte dele e a síndrome da compensação, uma criança doente, uma mulher infeliz…

    Flor, sua relação está fadada ao fracasso ou ao suicídio sentimental… procure uma atividade, torne-se independente, se ão der certo com o cara, sai fora… seja feliz… não se mate… e pare de ter filhos sem amor… eles não merecem esse mundo que você e seu marido estão oferecendo para eles…

    Agora se é apenas despeito por ele ter ficado com outra quando você o largou, perdoa primeiro a si mesma pela burrice (gravidas as vezes fazem isso mesmo) a sua raiva de si mesma deve estar se refletindo nele para se eximir da culpa, depois perdoe ele, já que não tem remédio para passado e no presente ele aparentemente não faz isso… terceiro, pare de se martirizar e martirizar seu marido, se não está dando, de a ele e a si mesma a oportunidade de serem felizes… Sei que você vai tomar a melhor decisão… mas se existe uma fagulha de esperança… liberte-se desse passado e ão ser felizes… você, ele e eus filhos merecem…

  • Ricardo Almeida

    descobri que minha namorada me traía, só descobri graças ao http://www.brunoespiao.com.br