Dicas para finalmente conseguir realizar seus desejos de Ano Novo

50

Dicas para finalmente conseguir realizar seus desejos de Ano Novo

Ano Novo chegando e o mesmo mimimi de sempre: “Ano que vem vou emagrecer”, “Vou ler mais livros”, “Vou ter mais paciência”, enquanto na prática você continua a mesma chupeta de baleia de sempre, choraminga para comprar um livro, gasta toda a sua grana com cerveja e continua brigando com todo mundo e guardando rancor por pouca coisa.

Mas o que será que as pessoas fazem de tãooo errado que esse monte de promessa nunca dá certo?

Pensei em algumas dicas para que finalmente você deixe de entrar na lista de papudos de fim de ano:

Não faça planos anuais, mas sim mensais

“Ano que vem” é algo muito abrangente, mais precisamente 365 dias e é justamente por isso que é melhor planejar as coisas dentro de um prazo menor. Por exemplo, se você pensa que “em 2015 você fará tal coisa”, o que acontecerá é que quando você estiver em Janeiro, você vai pensar que ainda falta Fevereiro, Março e por aí vai, até que quando você menos esperar, já estará em Dezembro e pensará que agora “é Natal e não dá mais tempo de nada”. Sendo assim, planeje que em “Janeiro” será seu período de férias (por exemplo), mas que em Fevereiro você já começará a academia. A medida que o ano for acontecendo, você poderá ir acrescentando coisas – só cuidado para não acrescentar demais, entrar em clima de desorganização e acabar não fazendo nada.

“Deixe tudo pago”

Nada melhor do que mexer no bolso pra se coçar e já ir fazendo as coisas, mas aí a “regra do mensal” vira exceção quando diz respeito à academia e coisas que são fáceis de “dar migué”. Nesse caso, não deixe apenas um mês pago: faça um plano trimestral ou semestral e deixe tudo acertadinho. Assim, você pensará duas vezes antes de desistir e levar prejuízo. Isso serve para evitar as lorotas comuns aos iniciantes a maromba: “ainda estou me adaptando”, “meus músculos estão doendo, acho que não vou hoje”, e assim por diante. Dar migué é fácil no primeiro mês, mas no segundo aumentam as chances de você já ir se acostumando com o plano delícia de verão: afinal de contas, você não quer perder o seu dinheiro e o cérebro está cada vez mais adaptado à nova rotina, né? A lógica é a mesma com outras coisas da sua vida.

Não pense muito

Pensar demais só serve pra te deixar com medo e adiando o que de melhor você pode fazer: quem muito pensa, não tem tempo de ir à luta, ou pior, desiste da luta justamente por ter pensado demais. Pense apenas até chegar à conclusão do que é melhor para você: depois de ter bolado a sua estratégia e já ter se dado conta de que ela vale a pena, evite pensar demasiadamente e simplesmente faça: quando você menos perceber, muita coisa já terá acontecido. “Ah, mas eu gosto de pensar demais”. Se é assim, alimente sonhos, planos positivos, esperanças. Não deixe que o pensamento negativo tome as rédeas e te convença de que “é difícil demais” ou “não é para você”. Se você só descobrirá tentando, certamente se surpreenderá com a sua capacidade. Tentar não custa, já ficar parado sempre sai caro demais.

Por fim…

Se mantenha ocupado

Todo mundo merece férias e lazer, porém, tenha em mente que tudo que a gente faz demais, acostuma e vira rotina. Isso vale tanto para a produtividade, quanto para o ócio. Duvida? Então pense o que você faz nas suas férias: você promete que lerá 3 livros, que caminhará no parque e que fará uma breve viagem às proximidades. E o que você faz? Fica sentado comendo brigadeiro e assistindo TV. Morrendo de preguiça até mesmo de pegar o controle remoto e atender o telefone. Triste vida sedentária e de fracassos….

Do contrário, quando você está trabalhando, pode até reclamar, mas chega em casa e já ajeita o quarto, brinca com as crianças e, como não tem tempo para ficar jogada na cama, acaba pegando o pique para ler um pouco antes de dormir. É claro que nada precisa ser um caso de 8 ou 80: o ideal é ser 40, parar um pouco para despertar a criatividade e ter a certeza de que ter controle do seu tempo é fundamental. Nisso entra uma outra dica: a depender das tarefas, diminua os planos para horários marcados: por exemplo, “8 horas eu levanto, faço meia hora de meditação no horário do almoço, a partir das 20h não entra mais trabalho ou problemas na minha casa”, e por aí vai.

Se você colocar essas dicas em prática você pode até não conseguir 100% das suas metas, mas certamente conseguirá muito mais do que você esperava.

Repasse essas dicas para amigos que você acha que precisa e Feliz Ano Novo!!!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.