Será que troco o meu marido traidor por um homem mais jovem e gentil?

36

Leitora: Tenho 52 anos, casada há 12 anos. Estou no segundo casamento. Meu marido tem 49 anos. Durante nosso casamento tivemos relações sexuais nos primeiros dois anos, depois ele não teve mais ereção. Por essa razão fiquei durante 6 anos sem relações sexuais. No início achei estranho, mas depois procurei me acostumar. Há três anos, meu esposo teve que viajar para trabalhar em outra cidade, e lá fixou residência. A cada seis meses vou vê-lo. Fiquei residindo na minha cidade, mas em outra casa. Ele quer que eu vá ficar com ele, mas nesse intervalo, conheci um rapaz 28 anos mais jovem que eu. Ele me trouxe a juventude. Ele é muito sexy, atencioso e  gentil. Gosta de dançar e se divertir. Ele gosta de mim, mas sinto um vazio, pois ele  não demonstra um sentimento forte como eu gostaria e não me sinto segura quando estamos diante de mulheres mais jovens. Além disso, ele é solteiro e não tem filhos. Sei que um dia irá procurar uma mulher jovem. Meu marido já me traiu muito, não sei como, pois não tem ereção. Ele fuma e bebe e quando bebe se torna extremamente insuportável. Não tenho mais paciência com ele. Estou em dúvidas: se peço divórcio e fico sozinha ou assumo minha relação com o jovem. Sei que terei que enfrentar filhos e amigos. Tento ser discreta, mas pessoas já me criticam. O que fazer?

Será que troco o meu marido traidor por um homem mais jovem e gentil?

Que isso!! Seu marido ficou 6 anos sem te comer, te traiu, fica bêbado insuportável e ainda mora longe? Manda benzer e saia fora!!! Não estou achando ele com muita cara de broxa não: como é que ele conseguiu comer as outras? Sinceramente, acho que ele perdeu foi o tesão por você e já faz tempo. É triste, mas vamos encarar a realidade, até porque a química entre vocês não bater não significa que você seja “feia, gorda, boba e chata”, mas sim que ninguém tem afinidade sexual com todo mundo, né? Isso é normal, seu azar foi “apenas” ter se casado logo com um dos “tesão negativo” por você. E tem outra, supondo que ele seja realmente broxa, no mínimo ele tomou o azulzinho com as outras porque ele tinha interesse em trepar, né? Geralmente o homem broxa só perde a ereção, não o tesão! Em outras palavras: quem quer se vira e se ele não se virou nem com o remedinho para te comer é porque não quis.

Agora indo para o novinho, responda sinceramente: você paga as contas dele? Dá algum tipo de conforto que ele poderia estar contigo por interesse? Se não, largue desse seu marido e tire o atraso com ele, oras! Até porque, convenhamos que esse seu casamento já terminou faz é muito tempo: sem sexo, sem carinho e morando a quilômetros de distância? Tá mais é com cara de descarrego e só sobrou a relação no papel, bem como os gastos com passagens aéreas para vê-lo, né? Só prejuízo!

Eu penso que você não deveria comparar o seu marido com o seu amante no sentido de ter que escolher entre um ou outro pelo simples fato de que o caso entre ambos é bem específico e diferenciado. O seu marido você deveria terminar porque independentemente de você ter ou não um amante, essa relação já está mais falida do que fita cassete. Já o novinho (por enquanto) você não deveria assumir porque independentemente de qualquer coisa, ele não te passa segurança, nem amor suficiente para você assumi-lo, entende? Ao mesmo tempo, se ele não é interesseiro, é gentil e bom de cama, tá bom para você começar elevando a sua autoestima e se sentindo desejada: afinal e contas, quem é que não quer um quindinzinho desses depois de ter se livrado de um marido broxa? rs. Só não crie expectativas e use a inteligência que papai do céu te deu para não sair de um problema e entrar em outro, ok?

Quanto às suas concorrentes novinhas e cocotas, acho que esse é outro caso a se pensar: se você já acha que o novinho não te ama o suficiente e, ainda por cima, pensa que a qualquer momento ele poderá te trocar por uma franga nova, eu sinceramente levaria isso como incentivo para pensar em encontrar gente da minha idade – ou ao menos procurar uma terapia para elevar a autoestima e saber lidar melhor com a situação, sabe? Sei que o politicamente correto é dizer que para o amor não existe idade, que tudo que vai contra isso é “preconceito” e blablabla, mas sinceramente? Nesse caso em específico eu iria pelo caminho do que me deixa mais confortável, nem que seja ficar solteira, até porque cá para nós, até o dia de hoje nenhum dos dois parece ser um príncipe super apaixonado disposto a se sacrificar por amor, né?

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Natália

    “Ele gosta de
    mim, mas sinto um vazio […]” e “Sei que um dia irá procurar uma mulher jovem.”. Sabe o que eu acho? Você
    idealizou seu marido. Fatalmente, isso leva a uma desvalorização de si mesma
    como mulher, já que suas projeções serão sempre frustradas. A impressão que me
    passa é que você projeta suas expectativas nos outros: começou com seu marido e
    foi transferida ao jovem “sexy, atencioso
    e gentil”. Acontece assim: você tem necessidade da admiração por
    parte de um homem. Quando vive a perda dessa presença masculina, no seu caso a
    separação, você perde sua autoestima. Com isso, fica dependente, ainda que de
    modo inconsciente, da presença masculina para ter de volta a sensação de ser você
    mesma, que foi perdida há anos atrás. Além de dependente, você é insegura e
    esta amedrontada. Eu diria que é normal, nessas circunstâncias. A falência do seu
    casamento não se deu de uma hora para outra. A posição de vítima dói menos e é
    bem mais confortável. Mas tem seu preço. Sabe qual a saída? Primeiramente, é
    preciso que você recupere o equilíbrio perdido.
    Antes de se envolver com esse rapaz de 28 anos, resgate aspectos importantes da
    personalidade que foram deixados de lado. Se descubra, se conheça. Analise seus
    erros durante o casamento. Depois, recolha as projeções ainda depositadas em
    seu marido e que aos poucos são transferidas. Só depois disso busque um
    envolvimento com outra pessoa. Só quando estiver pronta. E você não está. Minha
    querida, não foi esse moço que trouxe sua juventude de volta. Ela estava aí e foi você que decidiu que estava na hora dela sair. Foi
    você quem a escondeu. Então, traga ela de volta, mas dessa vez de modo permanente. =)

    • Clap clap!!! Arrasou!!!

      fiquei curiosa: posso saber que área vc estuda e que área vc gosta de estudar? (nem que seja por hobby mesmo que já conta muitoooo tb!).

      • Natália

        Oiee! Então. Sou formada em Direito, Psicologia (essa área aqui só por hobby, depois de relacionar com um monte de gente doida e ficar mais doida ainda). Eu atuo na área trabalhista, mas anteriormente trabalhei como delegada. Estive na Delegacia da Mulher, mas aquilo lá acaba com qualquer um. Assim, procurei outra área que me fizesse feliz. Advogar é só o meio do caminho, já que estudo para concurso. A Psicologia surgiu para aprofundar o conhecimento que eu tive na terapia. Ameeei! Quanto à Música, outro hobby, aprendi a tocar violoncelo e acordeon. No começo era porque eu gostava (e precisava), mas depois descobri que dava um dinheirinho… E nos momentos de stress, ao invés de comer, começava a tocar! =) Se bater a curiosidade, pode perguntar mesmo viu?!

        • Adorei a dica pra parar de comer, tem mais alguma? A gorda kkkkkkkkkkkkkk

          Tenho mais uma curiosidade sim (vai dar asa kkk): como foi a experiência na delegacia da mulher? Oq vc mais via lá?

          • Natália

            kkkkkk tem outras dicas sim: procurar outras fontes de prazer, desde que não sejam negativas; comer em utensílios de cor vermelha, como prato e copo; beber mais água, já que a sede emite o mesmo sinal, podendo ser confundido com a fome. Agora, se tiver outros aspectos envolvidos, como ansiedade, angústia… Aí é outra história…
            Quanto à Delegacia, olha… Foi a coisa mais difícil. Via mulheres destruídas. Destruída, mas, tamanha a dependência do parceiro, querendo voltar para casa com ele. O mais comum lá era a violência física e a sexual. E era doído de ver, porque eu imaginava: “Se o físico dela está assim, imagina o emocional”. A parte mais difícil era você tomar conhecimento de casos em que a medida protetiva não era suficiente, em que a mulher ia a óbito. Por isso que hoje eu defendo tanto a condição de não sermos vítimas, do que quer que seja.

          • Esses dias eu vi um jornalista ironizando as delegacias, falando que elas só emitem BO, mas se a pessoa não for pega em flagrante eles dizem que não podem fazer nada. Ele estava falando isso por causa da história de uma mulher que anunciou que estava sendo ameaçada,aí so fizeram BO e como “precisava do flagrante” ela acabou morrendo pq nunca fizeram nada além do BO….

            Qual é sua opinião a respeito? Tanto das leis, quanto do jornalista. (já virou entrevista, mas fiquei curiosa kkk)

          • Natália

            Em relação às leis, acredito que a Lei Maria da Penha cumpre seu papel. Ela tem aspectos garantistas, tornando o procedimento mais rigoroso. Criou um Juizado específico O difícil é a conscientização social, sabe? O problema tá na raiz e a LMP procurou atenuar a consequência disso. Quanto ao jornalista, seria imprudente tecer qualquer comentário, já que não tive acesso à reportagem nem ao processo em si. Mas uma coisa eu posso explicar: feito o boletim de ocorrência, a vítima poderá requerer ou não a medida protetiva. Exemplo de medidas protetivas de urgência é a proibição de contato ou de aproximação da vítima, entre muitas outras. Essa medida é encaminhada ao Juiz, que é quem vai decidir se concederá ou não a proteção. É nesse ponto que surge o problema: enquanto o pedido é encaminhado e se espera pela decisão, o tempo está correndo. É aqui que a vítima fica exposta a seu agressor, entende? Os Juízes muitas vezes concedem tal proteção. Mas há casos em que o próprio Juiz decide não ter os requisitos necessários. E aí… É rezar. Afinal, Juiz não é Deus e ele falha sim. Exceto o Juiz da blitz da Lei Seca. =/

          • Só o juiz da lei seca kkkkkkkkkkk

            Obrigada pelas respostas, devo te encher o saco mais vezes por aqui pois vc é de muita valia!! s2

          • Luuuu, você toca bateria não é ? Tocava?

  • Emily Louise

    Acho que vc não deve ficar com nenhum dos dois… Está bem claro que seu casamento já morreu faz tempo, e em relação ao seu amante, falando sem hipocrisia, um relacionamento onde existe uma de diferença de 28 anos só dará certo se for regado a bastante amor, o que não é o caso, acho que esse relacionamento foi bom para te provar que você ainda está viva, que ainda pode sentir, que ainda pode ser desejada, mas creio que está na hora de seguir em frente e buscar sua felicidade, que ao meu ver, não está ao lado de nenhum desses dois…

    • Concordo! O politicamente correto é dizer que o amor não tem idade, mas na prática a gente vê que não é bem isso que acontece. Eu mesma não iria muito querer uma pessoa muitoooo mais velha, a pessoa ia achar que sabe mt mais do q eu e eu ia me sentir meio fora da lagoa tbm. A não ser que a pessoa mais nova tenha uma cabeça muitooo madura, ou a mais velha não seja daquele tipo que “acha que sabe tudo só pq tem mais idade”. Do contrário, é 90% de chance de dor de cabeça

      • Marcelo

        Politicamente correto tem momentos que só atrapalha. O que faz a diferença é a verdade.
        Um casamento com as características citadas já acabou a muito tempo e essa relação com um homem 28 anos mais novo só dará ou daria certo em pouquíssimos casos, na prática o homem e mulher só estão se “usando” ele porque tem sexo fácil, ela porque tem sexo que a muito tempo não tinha e com um homem jovem o que faz com que a auto estima dela se eleve.
        Não podemos considerar qualquer tipo de relação com amor, a palavra amor está banalizada.
        Essa mulher deve procurar se reencontrar, fazer uma alto análise e buscar um outro relacionamento sem pressa, o mais importante no momento é se relacionar bem com ela mesma.

  • Melodia

    Seu casamento já está terminado, você só precisa ter coragem para colocar um ponto final nele. Eu sei que deve estar com medo de terminar um segundo casamento, sempre é difícil e frustante. Mas não adianta estar casada só no papel, e não viver com a pessoa realmente. As vezes o que pesa é a idade mas você ainda está viva e pode fazer muita coisa. Não deixe de fazer nada com a desculpa de que “ah estou velha” .
    A respeito do cara mais novo, fique com ele mas sem nenhuma expectativa. Dizem “ah que amor não tem idade”, mas na realidade as coisas não são tão belas assim. A vida de alguém mais novo , é bem diferente da de alguém mais velho. A pessoa mais nova tem outra visão de vida, tem coisas para conquistar, é mais frenética. Imagina você “viver para sempre” com alguém 28 anos mais jovem que você? Quando você estiver bem mais velhinha , ele ainda vai estar jovem e cheio de energia. Em questões práticas namorar alguém com uma diferença tão grande de idade não é nem um pouco vantajoso.
    Meu conselho é: Fique com quem você quiser, independente de idade, mas não crie ilusões, nem expectativas. A vida não se resume a “arranjar alguém”, a vida é mais do que isso,e você podia explorar mais dela. Beijos

  • Wana

    Trocar que marido ? De qual casamento vc está falando ? Duas coisas que há muito tempo vc não tem.

  • josè

    Tem uma parte que não entendi !
    Ele traiu ela depois de broxa
    ou foi antes?kkkk

    • Ela falou que foi traida e não sabe como kkkk

      ou seja, acho q ele ja tava com o problema!

      • josè

        Ele broxa consegui trair imagina o danado funcionando direito !!!

        • Guilherme

          Brocha? Ele tá é com o jr esfolado com a meterola com as amantes e não tá conseguindo dar o segundo round.

          • Boa teoria Gui kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

            Pois é, imagina se funcionasse direito q nem o Zé falou kk

            isso na minha terra se chama homem safado mesmo

          • Guilherme

            Nossa, se funcionasse direito a leitora estaria mandando e-mail pedindo doação de hipogloss, cadeira de rodas…
            Se não funcionando o cara tá desse jeito…

    • Wana

      Para de sacanear o cidadão, pois ele tem dedos e linguá. Só aí já são 66,66% de órgãos sexuais, e sendo ele broxa, seriam 100%. Ele só não poderia morder a linguá, pois ficaria muito prejudicado.

      • josè

        Wana lingua e dedo satisfaz uma mulher?rs
        seja sincera!!!

        • Wana

          Sincero. Sou homem. Êta. E na falta de……….deve ser melhor do que nada.

          • Guest

            Eu achei que vc era mulher!kkkkkk

          • josè

            eu tb!rs

  • Baby Lemonade

    Eu no seu lugar:daria um adeus para esse marido sem futuro que só está sugando a tua energia,”tiraria o atraso” com o novinho tudo de bom(mas consciente de que não haveria como evoluir essa relação,ele é um carinha com menos de 30,tem muuuuito o que viver ainda e você não quer viver “na corda bamba” da insegurança,né?)e paralelamente faria uma terapia para elevar a autoestima e limpar as mágoas.Concordo com a Lu,com o tempo eu procuraria alguém da minha faixa etária,acho que as chances de afinidade seriam bem maiores.

  • Mika

    Leitora,
    Sua pergunta me remeteu àquelas provas de múltipla escolha… No meio de várias questões difíceis sempre tem uma “facinha”, que é pra levantar o moral do candidato, e sair da prova com a certeza de que, pelo menos, não tirou um zero.
    Então, vejamos as alternativas:
    a) Ir morar com o marido
    b) Pedir o divórcio e ficar com o Ricardão de 24 anos
    c) Continuar com os dois
    d) Arrumar um terceiro
    e) N D A
    Observe as respostas do pessoal. Alguma destoou? Vá de “e” que não tem erro…
    Felicidades!

    • josè

      d) pq ela já está com muitas dúvidas ,vamos piorar um pouco mais !

    • Eu voto largar os dois e arrumar um terceiro!
      Marquei D, espero acertar na provinha kkkk

      • Mika

        Você caiu na pegadinha da “d”… rs
        Arrumar um terceiro significa ficar com três… A alternativa não fala em largar os dois atuais. Somente a alternativa “e” atende sua proposta…

        O josè estava atento, mas escolheu a “d” só de sacanagem. É adepto do “quanto pior, melhor”… kkkk

  • Guilherme

    Olha, sinto cheiro de mentira do seu marido. Trair sendo brocha? Ele deve tá com o jr esfolado de tanto meter com as amantes e não tá conseguindo fazer a criança subir contigo.
    Aproveite a relação com esse cara mais velho, sabendo que não é mesmo o homem da vida, é muito bonito esse lance de “amor não tem idade”, mas na prática, tem sim.
    Eu me envolvi com uma mulher aproximadamente da sua idade, o sexo era fantástico, mas futuro mesmo, os dois sabiam que não havia.
    E você já se casou duas vezes, vá com calma, aproveite a solteirice…

    • Carlos

      Guilherme, vc que é um estudioso do assunto…
      E se o cabra não estiver mentindo, então estaríamos diante de um LÍNGUA DURA de respeito! Investiga aí! Imagine só, ele é um comedor broxa!
      Que história, dá até pra pagar pela leitura. Com notas de treis real.

      • Guilherme

        Nossa! Língua dura?
        O cara tem uma britadeira dentro da boca…hahahahah.
        Comedor broxa é pra entrar pra história. Chamar o gugu, o programa da márcia goldschimdt.

  • Mika

    Leitora, deixe-me fazer um exercício de imaginação (bem livre) sobre seu casamento.

    Seu marido é um homem egoísta, teimoso, ranzinza e de baixa autoestima. Vocês se casaram por amor, mas a personalidade autodestrutiva dele minou a relação até o ponto em que só você se doava. O “dia” era do trabalho, amantes e amigos. A “noite” era sua, regada à álcool, mau humor, reclamação de tudo (ele não vive dizendo que é tudo culpa sua?). Emocionalmente ele é fraco e sabe que você é a rocha que o sustenta. Aliás, provavelmente a única que o aguenta. Ainda hoje, o principal motivo pra ele querer que você vá pra lá morar com ele é porque se sente sozinho, sem ninguém pra servir de muro das lamentações, pra preparar o jantar ou dar remédio e canja quando ele não passa bem. Respeito, carinho e consideração por você não há mais há séculos… Arrependimento? Provavelmente não!

    Com relação às traições dele, desde que ele não possua algum problema físico ou psicológico específico, é muito provável que elas tenham ocorrido durante o dia, com ele sóbrio (talvez até com uso da azulzinha pra garantir o desempenho). O álcool em grande quantidade tem efeito entorpecente, vasodilatador e produz relaxamento muscular, prejudicando a ereção. Efeito parecido ocorre com o cigarro.

    Com relação à sua traição, acho bobagem assumir esse caso com um homem 28 anos mais novo. Simplesmente aproveite o momento, e vá ficando enquanto houver algum retorno positivo. Entretanto, é necessário manter as aparências enquanto está casada. Continue sendo o mais discreta possível. Ligue o “foda-se” pra essas pessoas que a criticam; elas não pagam suas contas, nem estavam lá pra apoiá-la nas incontáveis noites de solidão e lágrimas que você derramava em silêncio pra ele não escutar (não é assim?).

    Como bem disse a Natália (e outros também), aprenda a se virar sozinha, a não depender emocionalmente de ninguém. Quando conseguir isso, pode mudar de página e ir pra próxima lição.

    Felicidades!

  • Elisandro Daleno

    Esqueçe o marido impotente (nenhum tratamento funcionou?) vai viver tua vida, pois no cotrario ele não pouparia, e além do mais se achou um cara gente boa..queria se sentir segura como? vai casar com ele ou algo assim? vai ter prazer e segue o baile..

  • Pra começar o maior publico desse site é masculino,. quanto mais vc fala, mais eu vejo que não entende nada do blog nem da ideologia dele. Sem contar a sua visível preguiça de ler, pq oq vc fala não condiz com oq faço aqui, tirando a parte do palavrão, que isso falo mesmo kkkkk Agora se palavrão necessariamente tem a ver com inteligencia, foi mal pq sou burra pra cacete kkkkk E quanto aos conselhos, eles são tão ruins que meu livro é um dos mais vendidos da área. Foi mal, vc deve ser muito inteligente

    Namoro há quase 4 anos e se tem uma coisa que sou é bem comida e bem amada kkkkkk E graças ao bom papai do céu ele não é machista que rotula palavreado com inteligencia que nem vc. Acho q vc deve ser bem carente mesmo, pq perder tempo discutindo com gente q vc nem gosta e dando acesso pra um blog q vc nem gosta é algo meio doido. Mas tudo bem, eu adoro mente humana e suas estratégias para chamar atenção kkk

    Beijos