Ele me pediu em casamento: aceito ou não aceito?

53

Leitora: Tenho 27 anos, namoro há 10 meses. Eu e meu namorado (29) temos uma relação maravilhosa, nos damos muito bem, nunca brigamos e damos certo em basicamente tudo, somos um casal maduro e sempre nos entendemos em basicamente tudo. A mãe dele gosta muito de mim, ele é filho único, a minha família também gosta muito dele, desde o início do namoro fazemos planos de casar, ter filhos, viajarmos juntos e outras coisas mais que um casal normal que vive bem faz junto. Ele tem 2 empregos, tem uma vida financeira boa e é super responsável, já tem casa própria, tudo que uma pessoa que está namorando e que faz planos precisa ter para uma vida a 2. Eu sou estudante, vou demorar 2 anos pra me formar, tenho emprego fixo e sou bem independente e resolvida. Só que ele me surpreendeu com uma pergunta: “quer casar comigo?” Fiquei sem saber o que responder, pois fiquei com dúvida, 10 meses é pouco tempo de namoro, não posso negar que nos damos muito bem, mas estou insegura quanto ao tempo de namoro, me ajuda o que eu devo fazer, aceito ou não o pedido dele?

Ele me pediu em casamento: aceito ou não aceito?

Começou com essa de “não sei se aceito” é porque a resposta é “não”. Bem, ao menos por enquanto. Casamento é algo muito sério: ótimo que ele é legal, que te trata bem, tem um bom emprego e blablabla. Nota 100 e estrelinha da tia para ele. Porém, sabemos que um casamento é muito mais do que isso, ainda mais para vocês que se conhecem há apenas 10 meses, né?

Não estou querendo colocar urucubaca no namoro de vocês, até porque todo casamento que deu certo teve que passar antes pelos 10, 11, 12 meses e por aí vai, concorda? Porém, convenhamos que estatisticamente os casamentos que mais deram “sucesso” são os de pessoas que se conheceram bem antes de tomar um passo maior.

“Ah Luiza, mas eu tenho uma amiga que namorou 3 meses, se casou e vive feliz até hoje – mil anos depois”.

Parabéns para ela, mas você concorda que se ela tivesse esperado, provavelmente estaria casada do mesmo jeito? Ou seja, nesse caso em específico, a gente nunca perde nada em esperar. Ao contrário disso, fazer tudo às pressas pode resultar em uma baita dor de cabeça. Eu no seu lugar esperaria por pelo menos 3 anos de namoro, porque é o tempo do namoro entrar em crise e vocês superarem ou então seguir adiante de vez, sabe? Até 1 ano de namoro é muito pouco tempo de convívio, a gente vê mais coisa boa do que coisa ruim, muito pouco tempo de “emoção”, sabe? Daí, se depois de certo tempo vocês continuarem com essa afinidade linda assim, aí sim se case.

“Ah, então com 3 anos de namoro já é garantia de que o meu casamento vai dar certo?”

Claro que não, mas concorda que com 10 meses de namoro é menos ainda? Eu penso assim: tendo em vista que vocês se gostam e que o casamento é só algo no papel, que mal tem esperar? O amor continuará aí =). Sem contar que, tal como eu disse, se você está na dúvida, já é mensagem de papai do céu que a resposta é “curta um pouco mais”, né?

Diga que você quer curtir um noivado antes, essas coisas de mulher, que também quer terminar os estudos e que se sentiria mais confortável se casando quando tivesse um tempo maior livre – até porque cá para nós, se casar pra não conseguir ver o bofe com essa rotina de trabalho e estudo que você está ninguém merece, né?

Explica direitinho que ele vai entender, aí quando bater a certeza no seu peito você sobe lá na igreja, conversa com o padre e arrasa!

“Ah, mas e se ele ficar chateado porque eu disse “não”?”

Aí duas coisas:

1- já se nota que ele não consegue entender muito o seu lado, só o dele, o que é péssimo para um casamento. Sem contar que cá para nós, ele não entender que dez meses é pouco é brincadeira, né?

2- Você também não tem muita saída, visto que você não pode se casar confusa só para ele não ficar de bico.

Boa sorte!

Já assistiu as breves dicas para o seu relacionamento dar certo?

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.