Minha mulher não deixa eu pagar as coisas para ela, mesmo ela trabalhando em casa!

50

Olá Luiza, gostaria da sua opinião. Sou homem, 34 anos, casado há 10 com a mesma mulher a quem amo muito. Ela trabalhava e antes do casamento me disse: “Caso você queira ter filhos, tudo bem, mas neste caso eu não irei mais trabalhar fora”. Concordei. Desde então só eu trabalho, tivemos nosso filho e vivemos em harmonia. Sou funcionário público, temos nossa casa nova, carro novo, contas em dia, dinheiro guardado, etc. Mas ela não aceita que eu compre nada e nem dê nenhum dinheiro a ela. Ela fica usando roupas velhas, o mesmo óculos por vários anos até não enxergar direito e está se cuidando bem pouco. Tentei conversar, insisto para comprar as coisas que acredito que ela queira e lembrei-a que quando fizemos o nosso “trato” estaria subentendido que eu faria todas as despesas, inclusive tudo que ela quisesse e precisasse. O que posso fazer? Estou agindo errado com ela ? Obrigado.

Minha mulher não deixa eu pagar as coisas para ela, mesmo ela trabalhando em casa!

Primeiramente, queria te parabenizar pelo seu bom senso: hoje em dia, o que mais tem é casal onde um sempre quer tirar vantagem do outro, seja o homem que quer que a mulher pague as contas, mas não quer cuidar de casa, seja a mulher que se dispõe a apenas ser sustentada sem dar nada em troca, como se fosse uma prostituta de luxo. Acho o seu pensamento bastante coerente e espero poder te ajudar.

Desde que ela não seja uma pessoa naturalmente desleixada e desligada – antes mesmo de te conhecer – para mim está claro que ela acha que você já faz muito por ela e que ela não quer te dar mais trabalho do que pensa que já dá. Assim, ela acabou incorporando que não precisa de mais nada e que o dinheiro é seu, não dela. Logo, que não seria justo gastá-lo, entende? Acredito que ela está valorizando demais o seu trabalho e pouco o dela: explique que não é porque você ganha um dinheiro todo final de mês e ela não, que o que ela faz não tem valor. Eu no seu lugar contaria até uma piadinha que rola na internet que soma o preço de uma babá, uma dona de casa, uma enfermeira, entre outras profissionais e que diz que uma mulher presente não custa nada e vale muito mais do que isso, até porque tem amor, né? Explique que se você tivesse que pagar tudo o que ela faz para uma profissional, sairia é muito mais caro e você teria que vender os olhos da cara, rsrs. Sem contar que, como bom funcionário público, o seu emprego é estável, vocês tem uma poupancinha e não tem porque ela segurar tanto.

Sei que estou falando tudo ligado a dinheiro, mas é porque acho que o maior problema de vocês gira fundamentalmente em torno dele: ela deve achar que você rala mais do que ela e aí fica com “dó de você”, mas se você explicar que você nem trabalha em 365 dias do ano, tem férias e décimo terceiro e ela não, quem sabe ela não se anima mais um pouco ainda? kkk. Explique que você está se sentindo mal com isso, que quer ver ela bonita, bem cuidada e que isso seria inclusive um presente para você e para o casamento de vocês dois.

Ela parece ser uma pessoa que pensa muito mais na família do que nela mesma e é justamente por isso que você tem que também “jogar” com esse lado familiar e de casal, sabe? Explique que, por exemplo, ao trocar o óculos, isso não faz bem só para ela como mulher, mas também para você como homem que se sente protegendo a sua (linda e bem cuidada) esposa. Explique que do mesmo jeito que ela quer cuidar de você, você também quer cuidar dela e ela não está deixando. Explique que da mesma forma que ela se sente bem sem gastar nada, que você se sente mal em não tirar “nenhum” dinheiro do bolso. Fale que você quer negociar um meio termo e se mesmo assim ela continuar mal cuidada, pergunte se ela se sentiria melhor com vocês pagando uma profissional para fazer o que ela faz, ao mesmo tempo em que ela procuraria um emprego na rua. Sem contar que o fato dela não só já ser casada (comodismo para muitas mulheres) + o fato de só ficar em casa (“me arrumar para quê se só fico aqui e com um homem que já sei que me ama independente de qualquer coisa?”), podem estar estimulando ainda mais esse lado dela.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Mel

    Senti que esse tal “trato” que vocês fizeram foi o que desmotivou a sua mulher. Acredito que seria melhor você dizer a ela que diante dessa situação, prefere que o trato seja reconsiderado. Ela precisa ter novos estímulos para se arrumar pois a vida de dona de casa é uma rotina terrível. Ela tá precisando é sair mais de casa, seja para se divertir ou se sentir produtiva.

    • É verdade! Ela também pode estar meio “depre” e por isso não se arruma mais tanto. Eu quando to depre fico virada pelo menos kkk Só que no caso dela pode ser só desmotivação por não ter “para onde ir” mesmo.

      • Lay Bayer

        Concordo com vc Lú e digo mais ”alguns” homens querem sair pra trabalhar e deixar uma mulher dentro de casa pra lavar passar, cozinhar e cuidar dos filhos e ao voltar querem casa arrumada, filhos dormindo , jantar quentinho e uma mulher linda e arrumada como nas novelas, meus amores sinto muito mas isso não existe.

        • Não mesmo. Se me deixar o dia todo em casa eu fico é virada na jiboia kkkk

          • Lay Bayer

            Duas, sou energia pura pra mim não tem tempo ruim pra se divertir!!!

          • Vc é de onde mesmo Lay? Daqui certamente não é kkk

          • Lay Bayer

            Sou soteropolitana, mas estou morando há 3 anos no RJ, fiquei curiosa pq que não poderia ser ”daqui” ou dai me perdi kkk

      • Mel

        pois é Luiza, talvez essa situação (parar de trabalhar) não tenha sido exatamente o que ela pensava e agora está sem forças pra mudar tudo.

        • Eu acharia o ó ser dona de casa justamente por essas e outras
          mas gosto é gosto. Pena que as vezes esse tbm não é o dela. Só não sei se ela sabe disso kkk As vezes a gente só sabe o que gosta quando acontece mesmo, espero que algo que ela goste em breve aconteça na vida dela, sem ela precisar ter que ”visualizar” antes.

    • WILLIAM HADDAD

      analise sabia …

  • Carlos

    Uma mulher que perdeu a vaidade! Que interessante, é a própria Amélia da antiga canção.
    E o mais curioso está no fato de que é o homem que está reclamando. As mulheres questionam muito o fato dos homens historicamente as separarem em duas categorias: Santas ou Putas.
    Sua mulher parece a tal “Santa”. Apesar de todo esse falatório sobre $$$, o problema não seria SEXO?

    • Dono da pergunta

      Não, não é.

  • Não tenho absolutamente nada para comentar. Sua resposta foi SENSACIONAL !! Clap clap clap !!!

  • Lay Bayer

    Não entendi bem mas acho que vc deve conversar mais com sua mulher! Sim tenho umas perguntas;
    1ª Esse desinteresse começou agora ou já faz algum tempo?
    2ª Já pensou em fazer uma terapia de casal, ou estimular ela á fazer uma caminhada,academia ou um curso.
    3° VC a considera uma pessoa feliz?
    As vezes o homem pode achar que colocar dinheiro em casa e sustentar a mulher é o bastante pra ela ser feliz mas não é, só quem já experimentou largar o emprego e sua vida social pra ficar em casa e fazer os serviços domésticos e maternos sabe o quanto isso é tedioso e desestimula qualquer um com o passar do tempo, não que o filho seja o problema filho é uma dadiva mas sim a rotina. Tenho um caso na família que uma pessoa ficou depressiva apenas por ter largado sua vida empresarial pra ser dona de casa e isso é a nossa realidade atualmente. Quer um conselho de ouro? Estimule sua mulher a ter vida fora dos muros da sua casa, a passear, viajar andar de bike pq ninguém merece uma vida monótona, e se vc á ama também quer ve-la feliz!!

    • Dono da pergunta

      Ola Lay Bayer, eu sou o autor da pergunta à Luiza. Achei seus comentários, assim como os dela, muito inteligentes então seguem as respostas:
      1 – Começou há uns dois anos;
      2 – Ela não se interessa por nenhuma das opções;
      3 – Não a considero feliz.
      Na verdade acho que ela está com um começo de depressão, como disse a Luiza em outro post. Tentei conversar com ela mais de uma vez e ela sempre diz que a culpa não é minha. Sempre fala que o mundo é muito cruel, que só existem notícias ruins e que o ser humano deveria ser eliminado do planeta. Tenho medo que isto vire síndrome do pânico.

      • Baby Lemonade

        O mais complicado é a gente conseguir ajudar a pessoa que amamos quando ela entra em um quadro depressivo…Acredito que a sua esposa é uma pessoa introspectiva,talvez não goste de ficar expressando como se sente etc,e gente com essa característica absorve demais “o peso do mundo”.Acho que seria legal vc ser mais enérgico nesse caso,apenas perguntar se ela se interessa por isso ou aquilo talvez não ajude mais pq na letargia em que ela se encontra fica mais complicado tomar uma decisão por si própria.Nesse caso tome uma atitude pelos dois e leve-a a uma terapia,pelo menos com a proposta de “trocar uma idéia” com um/uma profissional, e se ela se sentir bem naquele ambiente,estimule-a a continuar e seja bastante participativo(acompanhando-a,perguntando como foi…) em relação a isso.A partir disso aí,outras atitudes bacanas podem frutificar…conforme ela for se sentindo melhor vc pode propor outras coisas,sair para caminharem juntos(exercício libera um monte de endorfinas e fazer essa prática juntos fortalecerá a amizade/relação de vcs,já vi uma pesquisa dizendo que casais que fazem exercícios juntos são mais felizes :D),pegar um cinema no shopping e de quebra vc olhar “uma roupa que ficaria linda nela” e comprar,”como quem não quer nada”.Um passo de cada vez.Acho que o que ela mais precisa agora é de uma assistência profissional para botar para fora os sentimentos retidos e trabalhá-los de uma maneira salutar.Por mais que vc seja um bom marido companheiro e dedicado,tem questões que devem ser complicadas para a sua esposa conversar contigo,talvez ela não se sinta bem ou não queira dramatizar.

      • Lay Bayer

        Olá fico grata pela elogio, mas vamos ao que interessa, por experiencia familiar vou te contar o que fizemos pra ajudar quem precisava. A depressão e a síndrome do panico andam de braços dados mas geralmente a síndrome do panico aparece após a depressão então o que podemos fazer é tentar impedir que ela chegue á depressão, e se ela já estiver com um quadro depressivo tratar antes que evolua para uma síndrome. Eu sei que ela não quer ir pra lugar nenhum e que é difícil chegar pra ela e falar ” Amor vc está depressiva vamos cuidar disso” então já que ela não quer vc tem que agir como a Baby falou abaixo leve ela a uma terapia vc sozinho não é o suficiente para ajuda-la nesse momento vc é a pessoa mais importante e correta para auxiliar a sua esposa na minha família eu fui a 1ª pessoa que percebeu o caso e fui logo agindo não esperei piorar a pessoa não queria e depois de falar com o médico ela me olhou nos olhos e disse que me odiava por expor ela aquilo depois de 4 sessões ela admitiu estar mal e deu o aval para iniciar o tratamento hoje 1 ano e pouco depois ela diz que eu fui o anjo dela e que já está muito bem não 100% mas a evolução e diária tanto pro bom quanto pro ruim então amigo corra e a ajude a sua mulher vc pode ser o herói dessa historia Boa Sorte e que Deus esteja sempre com vcs.

  • Só de passagem

    nossa, cada mulher um mundo… do jeito que mulher gosta de cartão e roupas, mas vamos lá, eu tb acho que algo se perdeu no acodou de vcs, algo ficou no meio do caminho e é preciso resgatar, só muita conversa, outro comentpario que li e estou de acordo é q talvez o lado “amante” de vcs dois esteja adormecido. vida estável, concurso, é de certa monotona… avalie tudo 360°, talvez o lado lutador, destemido de vc msmo tenha adormecido tb.

  • Miguel

    Não gosto muito dessas coisas de um ”bancar” o outro então prefiro me abster..

    • Miguel, mas você acha que ele estaria “bancando” a leitora?
      Ela cuida da casa toda, dos filhos, etc oq eu acho um trabalho lazarento kkk

      • Miguel

        Como ela não tem um emprego ( trabalho ela tem e muito dentro de casa) remunerado então automaticamente se entende que quem ” banca a casa” é o marido. O que eu quis dizer é que não acho muito legal esse estilo de vida, minha mãe sempre trabalhou fora aliás meus pais trabalham juntos então não consigo ver de forma positiva quando só um tem um emprego.

        • Anonimus

          desculpe pergunta mas fiquei curioso..seus pais trabalham juntos como assim???

          • Miguel

            Eles são dentistas trabalham juntos no mesmo consultório.

          • Anonimus

            aaaa tá entendi agora kkkk

        • Baby Lemonade

          Eu acho mais adequado também e até enriquece a vida de casal,pois cada um exerce o seu potencial profissional e consequentemente se sente mais útil também.Até pq ser dona/dono de casa já faz parte da rotina mesmo,a pessoa chega cansada do trabalho mas tem que preparar a janta,dar uma varrida na casa etc.

          • Miguel

            É o ideal mas minha mãe nunca foi de chega em casa e fazer as coisas porque com 4 filhos sendo 3 mulheres ela queria chegar e ver a casa brilhando hahahaha e aí se não estivesse…

          • Baby Lemonade

            Kkkkkkkkkk!!!E tu ajudava ou só ficava “de perna pra cima”,hein? XD

          • Miguel

            Eu arrumava só o meu quarto, sabe como é único filho homem e ainda o caçula, elas mesmas não deixavam eu limpar a casa hahaha mas depois que fui morar sozinho tive que aprender e hoje passo até roupa!

          • Baby Lemonade

            Kkkkkkkkkk,é mimo demais! XD

          • Miguel

            Sim eu era muito mimado por elas principalmente na infância hahahaha

          • Baby Lemonade

            Acho massa homem “dono de casa” também.Meu namorado mora só e o apartamento dele é todo lindinho,limpinho e arrumado e ainda por cima ele gosta de cozinhar,então viro a chef assistente dele,kkkkk!!!XD

          • Lemon

            Ô Miguel se tem 3 irmãs??? Tem alguma solteira aí pra apresentar pra gente? HAHAHHAHAHAHA levando em consideração sua genética elas devem ser belas! HAHA

          • Miguel

            Tenho sim..duas já são casadas mas mesmo que não fosse jamais apresentaria elas para vocês! hahaha

          • Lemon

            HAHAHAHA mas nos somos caras legais 🙂 você deve ser ciumento HAHAHAHAHAHAHAHAHAAHA

          • Miguel

            Ciumento com as minhas irmãs? Imagina…

            Hahahahaha

          • Lemon

            Eeeeita |o| melhor não mexer contigo né? HAHAHAHAHAHAHA to só dando febre…

          • Miguel

            É melhor mesmo!! hahahaha sim eu sei também to zuando haha

          • Lemon

            Ufa! Já tava com medo de tiro mas então e a sua irmã…brincadeira! HAHAHAHHAHAHAHHAHA

          • Miguel

            Vai brincando vai….

          • Lemon

            Tá parei!! HAHHAHAHHAHAHHAH

      • Baby Lemonade

        Nossa,essa aí rala demais viu…Trabalhar fora de casa é um lazer comparado a ser dona de casa.

        • Sei não Baby. Depende do tamanho da casa, se os filhos são tranquilos e ainda trabalha de segunda a segunda. Sem contar que ela não recebe “dinheiro em mãos”, ou seja, ainda é um trabalho de certa forma humilhante para algumas mulheres (pq fica a sensação que é um trabalho sem valor, visto que não existe remuneração). Claro que nem todas pensam assim, mas geralmente é isso. Tanto é que ela não quer aceitar nada vindo dele, parece que nem ela mesma valoriza o próprio trabalho.
          Eu nunca fui dona de casa, nem pretendo ser pq acho que é um trabalho muito injusto e pouca gente valoriza. Só se ela for “dondoca”, aí é mole, mas se ela tiver casa grande, filhos que dão trabalho, ter que fazer comida, lavar louça (louça é um lance que brota e NUNCA termina kkk) etc, Jesuis amado, eu não ia querer estar na pele dela kkk

          • Baby Lemonade

            Então,por isso mesmo que eu falei que “trabalhar fora de casa é um lazer comparado a ser dona de casa”,justamente por isso,vida de dona de casa é duro e trabalhar fora durante a semana tem horário para começar e terminar,além de vários benefícios.Acho que vc interpretou ao contrário o que eu falei,rsrs. :p

          • Carai Baby, c ta coberta de razão

            tava maconhada kkk eu acho que misturei os comentários ai respondi um juntando com outros pq as vezes eu leio vários de uma vez pelo meu email, mals kkk

            porra q susto q c tinha me dado. Tenho horror a ser dona de casa

            mas mt gente gosta, c é?

          • Baby Lemonade

            Kkkkkk,imaginei que poderia ter rolado uma confusão das idéias XD

  • Mixirica

    Quando me casei, tinha um trato de que ela passaria 2 anos em casa proposta feita por ela mesma e tive o mesmo problema e depois de muitos anos ela e falou que não se sentia bem se achava uma exploradora se fizesse isso (coisas de criação). Posso dizer que com o passar dos anos ela está curada, agora gasta o dela e o meu sem problema nenhum kkkkk

  • Suzana

    Essa mulher é uma sortuda, pra meu marido me da um carro foi dois anos. Cartão de crédito então nem se fala. Se fosse meu marido assim já tinha depenado ele. Kkkkkkkkk

    • Wana

      Fantasma Esperto sabe para quem aparece.

    • Dono da pergunta

      Não diria que ela é sortuda porque não sou rico. Mas de fato eu teria muito prazer em dar um carro a ela caso ela aceitasse tirar carteira de motorista. E se ela fosse “depenadora” o cartão de crédito teria um limite baixinho….rs.