Traição: ponto de vista de um homem que viu o pai trair a mãe quando mais novo

64

Recebi esse texto por email, achei muito interessante e resolvi postar. Sempre quis saber o ponto de vista de quem viu o pai traindo a mãe, e acho que vocês vão gostar de saber também.

Traição: ponto de vista de um homem que viu o pai trair a mãe quando mais novo

Tenho 19 anos, moro com a minha vó, no momento trabalho e estudo e nunca namorei por opção e me considero uma pessoa diferente das outras pessoas da minha idade, primeiro que não gosto de baladas, não bebo, não fumo e etc… Meus interesses são outros… Sou também uma pessoa verdadeira e odeio falsidade.

Quando eu era pequeno, vi meu pai trair minha mãe. Eu era uma criança esperta, mas o mal dos adultos é que muitos deles não dão chance das crianças ou jovens falarem, simplesmente porque são crianças e jovens e por isso nem sempre são levados a sério.

Cansei de avisar minha mãe de que todos os dias meu pai estava com outra mulher, muitas vezes fazendo coisas na minha frente que não devia, enfim.. ela precisou ver com os próprios olhos a traição para depois dizer: “nossa o L**** tinha razão”. Depois de um tempo, divorciaram…

Minha mãe sofreu muito e meu pai vive até hoje com a mulher que ele escolheu. Ele é feliz e minha mãe também, hoje ela está com outra pessoa…

Eu nunca esqueci o que meu pai fez para minha mãe, nunca. Hoje, quando eu vejo alguém traindo, eu não gosto, não sei se fiquei com trauma, mas a traição me incomoda, porque muitas vezes eu me coloco no lugar da pessoa traída.

Na minha família as traições não pararam por ai, uma pessoa mais nova da minha família (mulher) trai uma pessoa mais velha (homem). Eu vejo essas coisas e não gosto porque é errado e porque não posso ajudar a pessoa traída. Mas o homem é feito de atitudes e responsável pelos riscos de suas escolhas e, esse homem da minha família, fez uma escolha errada e hoje paga o preço.

Com 19 anos eu posso dizer que já vi muita coisa, coisas boas, coisas ruins e muitas dessas coisas ruins envolvem casais que vivem traindo um ao outro.

Hoje em dia é todo mundo traindo, homem e mulher, um traindo o outro, é falsidade total, na maioria dos relacionamentos.

Mulher que trai e fica grávida do amante é o que mais existe! Tem disso na minha família, aliás, eu acho que tem de tudo, por isso que moro com a minha vó, não aguento falsidade e por enquanto não consigo me sustentar….

A maioria das mulheres que conheço traem por sexo, dinheiro ou por fetiche e ficam grávidas do amante, mesmo sabendo que hoje em dia existem muitos recursos para evitar gravidez e doenças.

O pior de tudo é que metade das mulheres que traem, além de casadas não têm renda fixa. O que acontece: acabam ficando grávidas e por não terem renda e não poderem trabalhar, quem acaba sustentando elas e a criança é o marido ou a família. Muitas ficam quietas e mentem, por achar mais cômodo. Não são mulheres suficientes para falar a verdade, ai o marido acaba sustentando a mulher e a criança que não é dele. Ou seja, ele além de ser o traído, paga de otário e depois que passa um tempo e o cara descobre a verdade, ele fica bravo, com razão, age com a emoção e faz besteira.

Sou totalmente contra a violência, mas quando o cara é bravo e descobre uma traição, a coisa fica feia, mas quando o cara é manso e descobre, ele não tem atitude, não faz nada e aceita, e se reclamar, é capaz de apanhar da mulher! E falo isso com certeza, porque vi de perto isso acontecer. Na minha família o cara trabalha, sustenta a mulher e um monte de criança que ele sabe que não é dele, mas por amor às crianças ele sustenta e, quanto mais o tempo passa, mais ela faz filhos. Claro que ela não reconhece o que ele faz e fode com a vida dele.

Hoje entrou uma mulher casada para o primeiro dia de trabalho, ela ficou no mesmo local que eu, mesma sala. Ela é bonitinha e simpática, começamos a conversar e ela começou a falar do marido, reclamar, e ainda disse: “eu arranco dinheiro do trouxa do meu marido, mas agora ele tá mais esperto e me obriga a trabalhar. Como odeio pegar ônibus, preciso ficar grávida logo”. Na maior cara de pau ela disse que já tentou engravidar de um amante mas não deu certo, mas que agora ela parou com o remédio e perguntou se eu queria ser um candidato a pai, para eu não me preocupar que o filho o marido dela que ia sustentar, ela ia fazer ele pensar que é dele, tudo para ela não ter que trabalhar. Ela ficou sem graça com a minha resposta e mudou de assunto rápido.

E se é um cara que tá que nem louco atrás de uma b***** e engravida ela? Ele teria coragem de ser frio a ponto de pôr uma criança no mundo e nem se preocupar? O pior é que existe, e muito, disso.

Aqui no site, tem o caso da moça que disse: Estou apaixonada, grávida do meu amante e penso em abortar. Eu, como homem, não gostei da atitude dela e sinceramente não concordo com a Luiza quando diz: “Eu no seu lugar terminaria meu casamento por pensar que já chegou a um ponto em que eu não teria outra escolha”.

Vejo muitas mulheres, muito imaturas. Algumas até com bastante idade, porém imaturas. Somente uma mulher de verdade e com princípios sabe lidar com certas situações. Uma mulher que não é de verdade, caia fora, porque não está preparada para lidar com situações de riscos. Ela fez sexo com outro cara e sabia das consequências que isso poderia trazer, mas o tesão fala mais alto e muitas colocam tudo a perder por causa do sexo.

Uma criança necessita dos pais juntos, a importância destes na vida destas crianças é fundamental. Os pais precisam ser amigos e terem um relacionamento de respeito e carinho, mesmo que não queiram mais ficar juntos.

Vejo a imaturidade, a falta de amor próprio, a falta de confiança, o egoísmo, a falsidade, correndo soltos nos relacionamentos. O mundo está cheio de mulher que só pensa em macho, querem sexo, sexo, sexo. Tá pior que homem… E o resto que se foda! Crianças? “Ah, tô grávida e penso em abortar!” O mundo precisa mais de mulheres e homens de verdade, vejo que só falta isso.

Outra coisa, eu no lugar dessa mulher, já que está tudo bagunçado mesmo, eu ia abrir o jogo e contar toda a verdade e ainda por cima propor um relacionamento mais aberto. Muitos homens acham o máximo mulher que trai ou fica gravida de outro, porque para eles, que são adeptos de fetiches que para a sociedade é anormal, é um prato cheio.

Conheci casais em crise, que depois que foram viver um relacionamento mais aberto, voltaram a sentir desejo pelo outro, voltaram a se amar e etc… Existe o mecanismo do diálogo e infelizmente poucos usam de verdade. Um diálogo aberto e verdadeiro resolve muitos conflitos.

Outra coisa que acontece muito é homem que entra num relacionamento com mulher que tem filhos e não sabe lidar com a situação, ou seja, ela tem contato com o pai da criança e ele fica inseguro e cheio de dúvidas, isso quando não sabe como agir quando o assunto é o filho da mulher que ele escolheu.

É muito complicado, eu procuro viver com pensamentos positivos e sem prejudicar ninguém, acho isso muito importante.

Sei que não são todas e nem todos que fazem isso, existe mulher e homem de verdade, que vive sem passar ninguém para trás. E admiro muito pessoas assim! Espero que ninguém se ofenda…

Gostaria muito de opiniões e pontos de vista de vocês.

Abraços!

********************

Assista ao vídeo”Você tem medo de ser traído(a)”?! Aproveite e assine o Canal =)

E por que os homens traem?

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Natália

    “Na minha família o cara trabalha, sustenta a mulher e um monte de criança que ele sabe que não é dele, […]” e “Uma criança necessita dos pais juntos […]”. Eu penso o seguinte. Tem responsabilidade aquele que faz o errado e aquele que aceita. Eu sou responsável por aquilo que eu permito que as pessoas façam comigo. Então pagarei o preço por isso. O cara da sua família não é obrigado a criar filhos dos outros homens. É plenamente possível educá-los, sem ter qualquer relação com a mão deles. Tive a impressão que você associa a criação aos pais juntos. Talvez pelo fato da separação dos seus pais ter te trazido tanta dor. Discordo quanto à sua segunda fala. Para mim, dizer que uma criança necessita dos pais juntos é o mesmo que defender que os pais devem ser de sexo diferente (pai do sexo masculino e mãe do sexo feminino). O que precisa é que ambos assumam o papel de educadores, assim como você colocou posteriormente. Por fim, eu simplesmente A-D-O-R-E-I sua fala sobre “porque muitas vezes eu me coloco no lugar da pessoa traída”. Acho que é exatamente essa a saída para a maioria dos nossos problemas. Falta eu me perguntar: “Como será que o outro vai se sentir?”. É isso aí meu caro. Você tem empatia e isso requer que você capte as emoções dos outros. Você está indo no caminho certo. Meus parabéns! P.S.: Não vale mudar depois de mais velho hein?! =)

    • Lola

      Infelizmente os filhos pagam por essas irresponsabilidades dos pais. A separação dos meus pais quando eu tinha 12 anos me causou muita dor, mesmo que não tenha sido causada por uma traição. Tanto que desenvolvi uma psoríase emocional.

      • Natália

        Nossa, Lola… Imagino como deve ter sido difícil. Divórcio tem grandes chances de causar essa instabilidade mesmo… Mas e aí? Hoje, conseguiu lidar melhor com a situação? A psoríase regrediu?

        • Lola

          olha, foi muito difícil. Acredito que a minha recuperação total, digo emocional e física se deu depois de 15 anos após a separação deles. Não conseguia perdoar e compreender minha mãe. A psoríase voltou, mas bem mais amena, após uma decepção que tive por conta de não conseguir engravidar. Mas com uma simples pomadinha e acunpuntura se resolveu.

          • Natália

            Que bom que pode se recuperar e que a psoríase ao menos se amenizou. Eu sou budista. E a oração é feita pelo mantra. Repetindo o mantra, diz-se que estamos orando ou fazendo “daimoku”. E nessa hora mentalizamos todos os nossos pedidos. A partir de agora, o seu pedido estará em minha mente tá? To torcendo por você e por seu bebê. E por favor, quando engravidar, vê se me contaaa! =)

          • Nat linda!

            você tbm acredita na força dos pesamentos positivos?

            tbm sou dessa prática, mas não sou budista!

          • Natália

            Suuuuper acredito, Lu! Acredito em energia, vibrações, atração e tudo mais !

          • Lola

            Nossa, você não imagina como me deixou feliz agora. Sério, tem dia que a gente acorda se sentindo láaaa embaixo, lutando contra o destino, sei lá. Obrigada mesmo!!

          • Lola

            e pode deixar que vc vai saber quando tudo acontecer!

    • Leitor

      Obrigado! 🙂

  • Lola

    Gostei muito, L. Ainda bem que você soube analisar tudo com sensatez. Traição é opção de quem não busca a qualidade do relacionamento. Eu sempre pensei muito nisso, nessa qualidade. Eu sempre fui muito seletiva e por isso demorei muito pra ter um relacionamento. Eu nunca fui igual as minhas amigas que não se importavam em ficar com um monte de garotos enquanto não encontravam o cara certo. Eu demorei e por diversas vezes fui incompreendida, mas acredito que fiz a melhor escolha. Quando finalmente encontrei a pessoa que hoje é meu marido, em menos de 1 ano nos casamos. Nossa sintonia é maravilhosa, tenho verdadeiro orgulho do meu relacionamento. Mas como é difícil alcançar a perfeição, temos um problema: não conseguimos ser pais e isso nos causa um pouco de angústia as vezes. Mas estamos na luta, juntos. Ainda bem que temos um ao outro!

    • Lola, mas vocês já fizeram exames para ver se tem algum probleminha?

      Tem também muita mulher que fala que só conseguiu engravidar depois que relaxou o emocional e se desapegou da ideia de ter um filho. Até faz sentido…

      • Lola

        ixi minha luta já tem 8 anos!! Já fiz 4 fertilizações in vitro que é a única solução pro nosso caso. Nós 2 temos problemas, então é tudo mais complicado…

        • Nossa, OS DOIS? Eu pensaria em um Karma espiritual e tiraria muito proveito positivo disso (acho que a maioria dos karmas servem para nos ensinar coisas boas, não coisas ruins como muitos pensam). Tipo pensaria o que preciso aprender (quem sabe controle mental, essas coisas que acredito) e iria indo, analisando cada coisa, vendo como se comporta, etc, até que quem sabe um dia não acabaria engravidando? Acho que vai muito de acreditar tbm, de fé. Sei que não é tão simples, mas acho que deu para entender. Eu acredito muito na força do pensamento, até mesmo em medidas naturais, e claro, tudo aliado a medicina sempre!

          Pareceu papo de doido, mas é isso kkkk

          • um certo alguém

            Adorei esse conselho Luíza!Acho q eh bem por aí

          • Lola

            eu entendo, já pensei em tanta coisa!! Acho que seria bem mais dificil pra mim se não fosse a fé, sabe? Eu me agarro nela pra encarar tudo.

          • Lola, eu acho que vc vai conseguir!

            Vou me juntar a Nat e te enviar vibrações positivas tbm!!! Já ouvi muita história de mãe que conseguiu bem quando desistiu e “relaxou” sabe. Sinto que seu caso pode ser mais um desses =)

            quando vc menos esperar felicidade

            só não deixe de praticar, o máximo possível kkkkkk Eu tbm leria sobre posições que ajudam, etc!

        • Ana

          Também tento engravidar e não entendo pq tanta mulher engravida se sequer é boa mãe. Muitas vezes até abandonam. Queria perguntar pra Deus pq Ele faz isso… ¬¬

          • Lola

            ai Ana, já me perguntei isso também, mas não questiono mais. Prefiro acreditar que se eu não desistir de fazer a minha parte, um dia terei as respostas.

      • um certo alguém

        Tem mulher tb q precisa fazer tratamento para engravidar apos passar muitos anos tomando anticoncepcional

    • um certo alguém

      Boa sorte Lola!Vamos torcer por vcs e q Deus abencoe a sua relacao!É muito agradavel saber q ainda existe casais felizes,fico com a alma sossegada

      • Lola

        obrigada querida! essa torcida me fortalece mesmo, pode ter certeza!

  • Alex

    Nisso eu sou especialista vivi isso dentro da minha casa por anos, hoje são divorciados, o cara da relato , que hoje não namora talvez condene o pai,mas iniciando uma vida afetiva, vai entender melhor o pai ,não que isso seja certo . Na época era mais novo e reprovava mais oque meu pai fazia não que hoje ache que seja digno de elogios ,me sentia mal pela minha mãe também e querendo ou não os filhos são atingidos ,ouvindo discussões ,etc .
    Confesso que essas traições me faziam na época ver até sexo como algo sujo, mas acho que quando o outro não sabe é até menos mal, no caso da minha mãe mesmo depois de desconbrir tentou continuar com o casamento por algum tempo, e acho que essa humilhação da parte dela,foi o que mais me afetou ,mas hoje não tenho nenhum sequela emocional por conta disso ainda bem .
    Mas confesso que essa experiencia negativa me faz pnsar em ser fiel quando casar ,pq isso afeta outras pessoas além dos 2 conjugues ,fico pensando no caso de te filhos em não faze los sentir oque sentia na época .

    • E como vc descobriu que seu pai traia? E na sua opinião, pq vc acha que sua mãe perdoou?

      • Alex

        Ele confessou pra ela,mas eu já tinha encontrado um preservativo na carteira dele, que homem com 20 anos de casado usa preservativo com a esposa ? , e minha mãe não o perdoou ,tentou continuar no casamento por um tempo pela família,mas se divorciaram uns meses depois.

        • Só um observação… às vezes mesmo casado o cara usa camisinha sim.. pelo menos no meu caso… tive uma namorada que estava se sentindo mal com um anticoncepcional e eu mesmo sugeri que usássemos camisinha um tempo pra que ela não se brutalizasse demais trocando um remédio cheio de hormônios por outro de forma abrupta… Um casal de amigos meus fez a mesma coisa por conselho meu….

          • Alex

            Não era só namorada ? Mas de todo jeito não era o caso do meu pai.

          • just a comment to ligado q num era o caso dele…

  • Melodia

    Estamos cheios de história desse tipo para contar! Cada um tem a sua, ou de família ou de alguém que conhece. Traição sempre existiu, é que antes ela era abafada, e hoje é jogada aos quatro ventos.
    Todos sabem que é errado, mas fazem , dando desculpas de “meu casamento está ruim, o sexo não é mais o mesmo, ele(a) não me da muita atenção, estou cansada do dia a dia em casa, etc, etc”. O interessante é que quem declara isso, nunca tenta resolver esses problemas com o parceiro, e vai resolver a sua parte sozinho para se sentir melhor. O resolver, seria ir em um puteiro ou arrumar amante. “Resolvendo” a sua parte de carência, sexo o que for, e deixando o outro feito um otário, aguentando as coisas chatas do relacionamento sozinho.
    Outro coisa que faz com que o Traidor não tome jeito é perdão do parceiro. Ou por ainda amar, e achar que ele mudará ou por dependência financeira. Acredito que existam casos que a pessoa realmente nunca vá trair de novo, mas esses são raros. Por isso meu pai sempre disse para não depender de ninguém. Por que se trair, ele vai saber que eu não tenho nada que me prenda a ele, e vai pensar mil, vezes antes de fazer isso.
    O chato é que principalmente as mulheres ficam pensando no bem estar da família, filhos, antes de pensar nelas. E suportam viver com alguém que as trai, as vezes por status de “família perfeita”, ou por dependência financeira, comodismo.. etc.

  • Kinkas

    Quando eu converso com certas pessoas da minha convivência que tenho medo de casamento elas acham que é exagero. Vou falar pra elas entrarem nesse site e verem as histórias que rolam aqui rsrs

    O que eu conheço de casada safada é assustador. E homem tambem ,claro. E o pior é que as pessoas não só estão mais sem vergonha, como estão cheias de desculpas esfarrapadas e discursos moderninhos pra justificar traição. É muito complicado.

  • Curiosa

    L**** = Lucas… acertei?

  • Miguel

    Traição é um negocio complicado difícil julgar!! Procuro ser o mais fiel possível em todo e qualquer relacionamento.

    • “O mais fiel possível”?

      • Miguel

        Sim a gente tenta haha

        • Porra Miguel kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          mas pelo menos é sincero =)

          já traiu quantas vezes? Se é que não to perguntando demais kk

          • Miguel

            Valeu pelo sincero hahaha

            Então não considero traição pois estávamos dando um tempo e era festa de universidade mas foi só no inicio depois nunca mais! Como eu disse fidelidade em qualquer relacionamento seja amoroso ou amizade é o mais importante.

          • Essas festinhas ….

            sai dessa vida!

            de brinks, agora que ta solteiro pode! kk

  • Carlos

    Alien, o oitavo passageiro. Lembrei desse filme. Traumas costumam ter essas consequências, se alojam dentro de nós, mas não morrem, um dia o monstro sai.
    Não ter relacionamentos e viver com a avó, o que supõe, sequer ter por perto, uma vida sexual ativa sendo exercida.
    Time que não joga, não perde! O medo faz a gente racionalizar desta maneira.
    A pouco tivemos um relato de uma pessoa assexuada, e sabemos que por alguma razão, certas pessoas optam pela solidão. Acredito que exista muita imposição coletiva, consciente ou não, de que todos devemos ter alguém. No final das novelas “os bons” sempre casam. Na vida real,creio, que nem todos gostem tanto de sexo como apregoam aos quatro ventos. Optar é se libertar, e se a nossa escolha diferi do senso comum, apesar do conflito com nossos pares, pode ser mais valiosa ainda.
    Eu sou partidário da honestidade, como pedra fundamental do convívio, e em todos as áreas. É claro que é apenas uma meta, sei que na jornada de uma vida, é impossível ser cem por cento, mas é para lá que eu miro.
    Um livro polêmico – Os homens, o amor, a fidelidade – da psicóloga francesa Maryse Valliant argumenta em favor da infidelidade masculina. Torci o nariz e acredito que ele tem é uma boa dose de sensacionalismo, mas lá, tem uma afirmação que me fez refletir. “os homens que não têm casos extraconjugais podem ter uma fraqueza de caráter, e acrescenta: “Eles são normalmente homens cujo pai era fisicamente ou moralmente ausente. Esses homens têm uma visão completamente idealizada da figura do pai e da função paternal. Eles não têm flexibilidade e são prisioneiros de uma imagem idealizada das funções do homem”.” Polêmicas à parte, eu concordo que nosso comportamento futuro tem íntima ligação com a vivência do passado.

    Este é todo o drama deste relato, ele não está escolhendo, está fugindo, mas do Alien não se escapa, pois ele reside dentro de você.

    • Luciana

      Há tempos que observo seus comentários e, por vários motivos, suspeito que seja um ex meu. Agora, citando psicóloga francesa, minhas suspeitas aumentaram bastante, rsrs. Sei que prefere preservar sua identidade atrás de sua máscara de pedra e eu, por outro lado, gosto do divertimento da dúvida. Se algum dia eu tiver certeza, arrisco te chamar pelo nome, o que não seria nenhuma exposição, já que o nome é bem comum – e não é Carlos.

      • Carlos

        Se o teu nome for Luciana, nada feito, nunca cruzei com alguém com este nome. Mas eu gosto de ver sincronia nas coisas, embora eu seja bastante cético, e pelo que tem me acontecido atualmente na vida real e neste blog, acho que entrei no cio… É a única explicação!

        • Lola

          o homem de pedra está sendo muito assediado? hahaha Quem mandou ter esse charme dominador e essa mente hábil? Mais um pouquinho e essa máscara revelará o que tanto esconde com esmero.

          • Jéssica

            Lola, acompanho os comentários do homem de pedra tem um bom tempo já e tenho muuuuita curiosidade de ver uma foto dele, aliás, do Omagnífico também kkkkkkkk

          • Iskander M

            Serve uma foto minha?

            http://gshow.globo.com/platb/files/2196/2010/04/Marcelinho-Carioca_400.jpg

            kkkkkkkkkkk, mas só que com 1,78.

          • Jéssica

            kkkkkkkkkkk

          • Carlos

            Não sacaneia os meus assuntos…

        • Luciana

          Não estou te assediando, apenas observando. Mas é fato que um homem que tenha habilidade com as palavras (melhor ainda com um toque de humor), é um dos mais potentes afrodisíacos para mim. E pelo jeito, para muitas outras, rs.

          • Carlos

            Ainda bem que vc percebe e gosta do meu humor. Eu sei que, aqui no virtual, estamos só tirando um sarro. Longe de mim insinuar algo real. Vc deve saber, que às vezes o pessoal daqui quase se mata quando uma mulher elogia um homem. kkkk
            Mas a sincronia com meu mundo real existe, e acho, que isso nem Freud explica.

  • “Lembra Luiza do meu comentário hoje mais cedo das relações humanas de uma forma geral?”
    Rapaz, acho que a companhia da sua avó deve ser o máximo… morei com a minha uma época… e toda avó é meio que mãe duas vezes^^
    Interessante você ver o cara que aceita de forma mansa a infidelidade… e o que agride… porque isso concerteza mostra que abraçar o oito ou o oitenta é prejudicial da mesma forma…
    Existe ao meu ver um grande conflito da ala feminina entre a educação antiga que preparava a garota pra ser a amélia da vida… com o mundo de hoje que oferece o tinder… novos fetiches e 50 tons de cinza.. Porque muitas vezes quando nova ela ve aquele sonho de sair da casa dos pais e morar com o homem lindo e maravilhoso de seus sonhos…até cair o choque de realidade que na verdade o homem é um mortal como qualquer outro e ele não promoveu a salvação dos seus vazios existenciais.
    O homem pelo contrário é pressionado a ser o que come todo mundo… a ser o provedor… a ter valor se ele é rico…e nem sempre ele é o número um de tudo… e quando ele se vê como um reles mortal.. isso fere seu orgulho de tal forma que ele desmorona suas frustrações sobre os filhos e sobre suas esposas….
    Hoje também somos bombardeados por estimulos visuais apelativos… que estimulam a garotada a iniciar a sexualidade de forma muito precoce… mas sem um chamado à responsabilidade…
    O sexo é algo maravilhoso… tanto na sua casualidade… tanto nos sentimentos de laços reforçados nas relações mais meigas… e todos somos livres para usufruir da felicidade desses momentos… e assim queremos… A condição principal para tal… é jamais prejudicar o outro….
    Mas eu quero que você perceba… que antes de prejudicar o outro… a maioria das pessoas se enxerga como a prejudicada… enxerga seu vazio existencial… e terceiriza a sua culpa por algum tipo de desejo incontrolável… ou falha comportamental do companheiro….
    Ainda vivemos num mundo com crianças fazendo crianças…é muito triste mas temos muitos filhos pagando os erros… e pagando as contas das misérias existenciais dos próprios pais…
    Todos pensam… quero amor… quero carinho… quero prazeres… quero realizar sonhos… e quero liberdade…
    Mas a vida é muito além do que simplesmente exigir dela… é ter para oferecer… é saber cobrar do outro… mas também cobrar de si mesmo…e Às vezes fazer o que precisa ser feito…
    Se anular em função do outro… ou rebaixar o outro… são meios de tapar seus próprios buracos emocionais… e não suprí-los… porque é um trabalho longo e árduo de auto conhecimento…
    Assim sendo… pessoas mais estruturadas são mais felizes consigo mesmas… são dotadas de brilho pessoal… e tem a garra de lutar por seus próprios recursos… são livres para escolher… e respeitam a liberdade de escolha alheia…podem casar ou se separar… os filhos serão seus bens amados e bem cuidados… ao invès de desculpas de co dependência ou fatalidade….
    E sim há muitos homens e mulheres que por uma postura… carente ou de caráter duvidoso, são pessoas inaptas a um relacionamento e inaptas a criarem outras vidas… pois mal cuidam das suas próprias…
    VocÊ pode ser emocionalmente mais inteligÊnte…e mesmo assim ter a “agressividade” necessária que todo macho precisa… sair e transar… porque você quer curtir… tanto conhecer uma garota especial e cultivar bons sentimentos e bons momentos… Mas nunca deixe de ser responsável, comprometa-se com seu futuro, com você mesmo…. e honre seus compromissos!

    • Acrescentando a falta de personalidade e “querer pagar de gostoso” pros amigos que f** muita gente, principalmente os homens.

      Sei lá, tem homem que trai pq tava achando bom mesmo, mas ja vi mt caso q era só pra pagar de fodão pros amigos. Triste =( E aí a mulher descobre e ferrou a vida do cara só pq ele quis pagar de “enturmado” panacão kkkk

  • Paulo

    Pergunta. em regiões na qual é aceita a poligamia de forma legal, vc ia se considerar traida se seu marido tivesse outras esposas?

    • Liz

      Se a pessoa já vive nessas regiões onde a poligamia é legal é obvio que ela não se sentiria traída pois aquilo faz parte da sociedade e da cultura do país onde ela nasceu!! É visto de uma forma completamente diferente da nossa não tem nem lógica qualquer tipo de comparação ou a pergunta!

      • Paulo

        valeu por responder, mas o sentido da pergunta seria se vc ou alguem daqui se casasse com alguém de lá.como se sentiria

        • Liz

          Seria um conflito de culturas pois eu nascida aqui não veria da mesma maneira que a pessoa nascida lá haveria um choque entendeu? Não é questão de se achar traída ou não é uma questão de ponto de vista! Se vou me relação com alguém que pertence a cultura poligâmica tenho que estar ciente de tudo por isso essa sua pergunta não tem sentido algum!!! Afinal como eu poderia me sentir traída com algo que para eles é extremamente normal e eu aceitei fazer parte daquilo?!

  • LEITOR

    Olá a todos! mais uma vez obrigado Luiza e obrigado a todos vocês que comentaram! 🙂

  • D.

    Oi, tudo bem? o/

    Eu não sei se foi só impressão minha, mas… fui a unica q achou q o texto não foi nada imparcial?! O.o

    É que, cara… traição é má, toda gente sabe isso! “Toda gente” quer trair, mas não quer ser encornado. Eu posso estar errada, afinal, foi só uma sensação q tive, mas meio q achei q o autor acharia bem pior se tivesse sido a mãe a trair o pai, pela maneira como fala das mulheres.
    É obvio q aquilo q ele escreveu é verdadee acontece muito, mas eu li tudo e no final fiquei me perguntando o porquê de ter escrito e enviado isso.

  • Thomaz Aquino

    Traição e uma coisa que causa danos terríveis a muitas pessoas prejuisos de tempo investido , emocional e outros.. Muitas vezes r epercutem nas crianças e jovens…deveria dar cadeia…

  • JADE CUNHA

    Nunca vi meu pai trair minha mãe, mas no fundo sempre soube que ele fazia isso pelo jeito que ele tratava certas mulheres e por coisas que já o vi fazer e dizer. Lembro bem de um dia falar com ele sobre isso e ele me dizer que não era como eu estava pensando e tal.
    Quando pequena sempre me senti mais próxima do meu pai, ele era meu herói, mas um dia na minha adolescência minha mãe disse que iria se separar por que descobriu um caso dele. Ela não se separou mesmo descobrindo muitos outros e quem ficou marcada fui eu.
    Hoje eu tenho um namorado que compreende tudo isso e em quem eu sei que posso confiar, mas passei anos insegura e sem conseguir me entregar em uma relação, por que se o meu herói não era bem o que eu pensava, por que um homem qualquer seria?
    Desprezo a traição, acho também que se você tem filhos não deve manter o relacionamento por eles, no meu caso eu sei que meus pais se amam apesar de tudo, mas só eu sei o que sinto quando olho pro meu pai agora.

  • Mônica

    Essas questões de família são sempre complicadas, o melhor é pegar o exemplo (do que não quer pra tua vida) e seguir adiante, para alguma coisa a experiência vai servir. Acho que as pessoas podem fazer o que bem entenderem de sua vida, desde que não fiquem enganando o parceiro (parceira) e desde que tenha consciência das consequências que o ato pode trazer, como um filho, e que assuma isso depois.

  • Bieno Lakio

    Deste que eu peguei meu pai com telefone com a amante, eu perdi totalmente o respeito por ele. ( Tanto é que deste então, aliado a outros problemas comportamentais – por exemplo a hipocrisia de falar sobre o passado sexual da minha mãe – pouco converso, sequer tenho vontade de conversar com ele, no dia que consegui minha independência financeira – o mané em vez de me educar, preferia sai e farrear a noite – eu vou sumir do radar dele e até mesmo da minha mãe ) . Quem acha que todo filho aceita traição paterna/materna pode tirar o cavalinho da chuva. Antes de trai, se tiver consideração, vai pensar nos filhos. Que arranjem outra maneira de evitar a traição.

  • Bieno Lakio

    Como os índices de traição estão tão elevadas no seio da ‘Família Convencional’, eu acho justo começar a desconstruir essa ideia da sacralização ao redor da figura do pai e da mãe ( meros depósitos da fertilidade e nada mais ), evitaria muitas dores de cabeça ( a reprodução humana em laboratório e o Estado assumi o papel de pai/mãe seria um caso a se pensar ) . Essa sacralização, sobretudo, da figura da ‘mãe’ santa e imaculada é uma construção social perigosa, sabe-se lá Deus o que eu seria capaz de fazer se a traição tivesse vindo da minha mãe. Já contrai transtorno de ansiedade social – fobia social – nunca trabalhei, nunca namorei sequer ( beijos e sexo ) isso beirando aos 23-24 anos, fruto de um ambiente de instabilidade familiar. Acho que eu teria vergonha imensa de apresentar uma futura namorada a família, caso eu consiga, vai ser as escondidas até que eu saia da cidade, suma do mapa. ( Quero morar no Japão/Coreia do Sul – são minhas verdadeiras obsessões da vida ) .

  • K. Ph.

    Ler o depoimento dele faz acreditar que ainda existem homens que prestam, mesmo tão novinhos… pq chega uma altura que nos desiludimos mesmo de relacionamentos, parece que é só falsidade, sexo e oba-oba… quem pensa (e sente) diferente acaba pagando o preço de se decepcionar ou ficar sozinho…