Meu “marido” sai, não tem horário para chegar e nunca atende o telefone!

18

Leitora: tenho 25 anos. Me encontro em uma situação que me tira o sono, me deixa sem saber como proceder e me deixa infeliz. Há 5 anos estou com uma pessoa, 2 anos de namoro e a 3 passamos a morar juntos. De um tempo para cá, minha vida virou um inferno, ele quer sair com os amigos (se deixar, sai todos os dias) nem sempre tem horário para chegar, não adianta eu ligar, chamar… nada!

No sábado ele sai para o bar com os amigos e só volta à noite, bêbado e chato. Sento com ele, converso, coloco meu ponto de vista, já até sai de casa por isso. Ele fala que vai mudar, que não vai ser assim, mas sempre faz a mesma coisa. Não estou feliz assim, não está sendo saudável.

Até já resolvi acabar com isso de vez, sofro muito por isso, ele sempre vai atrás de mim, me pede perdão, mas passa 2 semanas (às vezes menos) e tá ele lá de novo…

Meu "marido" sai, não tem horário para chegar e nunca atende o telefone!

Minha filha, com esse comportamento, de duas uma: ou é drogado, ou prostituído, porque sério, se é só amizade mesmo, por que ele não atende aos telefonemas ou até mesmo te leva junto??? Sei lá, ele pode até não estar fazendo isso, mas fica parecendo é que ele está pegando um monte de mulher, ou no mínimo caçando, porque é isso que qualquer mulher no mundo pensaria com um homem que some com um monte de macho, não atende o celular, não dá satisfação e ainda chega no horário que quer! Vida boa a dele, heim? E namorar sério, ele não quer não?

Uma outra possibilidade, que sinceramente não sei qual é a pior, é ele ter virado um alcoólatra. Me chamou muito a atenção a parte em que você disse que ele sempre chega bêbado em casa, o que me sugere que, caso ele esteja mesmo viciado, realmente te ame e tenha a intenção real de mudar, ele simplesmente não consegue por ser algo maior do que ele (vício é f***). Observe e considere qual opção se encaixa melhor. Sem contar que, cá pra nós, bêbado pra pegar mulher são dois pulos – ou seja, mais uma merda agregada.

Em qualquer opção que seja, a situação está grave e ele terá que decidir entre duas ou uma: voltar a ser solteiro, ou ir procurar ajuda. Se ele alegar que não é viciado, diga: “Ou você está viciado, ou não me respeita mesmo. Escolha qual opção você quer”, porque não tem opção 3 para um homem que fala que vai fazer uma coisa e não cumpre, e bem na sua cara, né?

Imagino que você o ama, mas entenda que se ele continuar a assim, você não terá muitas escolhas. Ou melhor, até terá: ficar sozinha em casa, chorando e tomando um pote de sorvete, enquanto sabe-se lá em que buraco ele se meteu. E claro que se você escolher essa opção, quem terá que procurar terapia será você.

Boa sorte!

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.