Ele está crescendo na carreira e eu estou morrendo de ciúmes disso!

20

Leitora: Olá, Luiza! Tenho 33 anos, sou mãe solteira e namoro um rapaz de 31 há 3 anos. Meu namorado é uma ótima pessoa, caseiro, pacato, trabalhador e apaixonado por minha filha. O lado chato é que ele é uma pessoa introspectiva, não gosta de diálogos sobre a relação, não aceita toques e nem cobranças de nenhum tipo (ou algo que ele entenda como cobrança), nunca se coloca no meu lugar em nenhuma situação e é uma pessoa sem iniciativa e mais apático na forma de amar. Ele é formado em informática (eu sou concurseira, meus pais me mantém, passei 7 anos trabalhando em comércio e dei uma parada para estudar almejando algo melhor) e conseguiu um excelente emprego para ganhar em dólar. Ultimamente ando me sentindo um lixo, já que ele já tem um apto e um carro, é independente e eu ainda não tenho nada a oferecer nesse aspecto. Ando com muito ciúme e insegura, com medo de ser trocada, já que meu pai passou anos colocando na minha cabeça que o valor do ser humano é o que ele tem, muito mais do que o caráter ou bom coração. Tenho medo dessa ascensão “subir à cabeça” e ele perder a simplicidade de ser comigo e botar a perder todos os nossos planos de casar e ficar juntos.

Ele está crescendo na carreira e eu estou morrendo de ciúmes disso!

Putz, todo mundo sabe que quando é um pai ou uma mãe que diz algo, o peso é tipo 110% pelo simples fato de que eles são desde cedo o nosso padrão pra tudo na vida, né? Porém, acredito que no fundo você já saiba que as coisas não são bemmm assim como o seu pai diz. Veja por você: tudo para você é dinheiro? Você respeita e gosta das pessoas só pelo status delas, ou por demais atributos, tais como simpatia, vibe bacana, bom humor, etc? Pois é. Sem contar que quando rola “discriminação social”, costuma ser mais quando a pessoa não tem dinheiro de nenhum lado, ou seja, que nem a família tem um tostão ou até mesmo “estudos”, o que não é o seu caso. Tudo bem que vocês já estão acima dos 30 anos, mas mesmo assim cabe o que vou dizer no decorrer desse texto…

Também não vou menosprezar o poder do “ego”. Sei que, como você ainda não conseguiu “nada individualmente”, é difícil se imaginar no futuro, porém, para se acalmar, pense em duas coisas:

A sua situação é temporária

Se você estudar direitinho e fizer a sua parte, não terá como você ficar “pobre”, a não ser que você perca o seu tempo de vida inteiro pensando na conquista alheia (dele) e acabe estagnando as suas. Ou seja, quanto mais você se centrar nos outros, menos tempo você terá para você mesma e para conquistar os seus sonhos. Assim, ao invés de pagar de “invejosa” (normal, todo mundo tem seus momentos), pague de “egoísta positiva”, onde você tirará esse desconforto como lição para estudar e se esforçar mais, não para entrar em depressão e em um ataque de neuras.

Tente ficar feliz pelo seu parceiro também

Pensando apenas no dinheiro em si e por si, imagine se ao invés de um, fossem dois “sem dinheiro”. Óbvio que grana não é tudo, mas compra fraldas, brinquedos, ingressos para cinema, carro para levá-los para o hospital em casos de urgência, etc. Veja isso como um facilitador da vida do casal e seja mais agradecida.

Quanto a ser trocada por outra, relaxa, todos nós podemos ser trocados. Só tenha em mente que, se isso acontecer, não será por um motivo, mas sim por vários, do tipo ele te achar “uma zoião chata”, entre outros adjetivos negativos – não porque você ainda não é completamente independente, né? Até porque, se ele for minimamente inteligente e ver que você está estudando e se esforçando, verá que você é batalhadora (=admiração) e que para você conseguir tudo que quer será apenas uma questão de tempo. Sem contar as demais qualidades que ele viu em você e que tenho certeza que você tem…

Na minha opinião, o único ponto negativo e que achei “grave” é o fato dele não gostar de conversar e de achar que tudo é cobrança. Imagine ficar com alguém assim pelo resto da vida? Explique para ele que ninguém gosta de “ser lembrado”, nem de ter responsabilidades, porém, isso faz parte da vida de todo homem maduro, que pretende ter uma família (ou ele não pretende?). Avise-o o óbvio de que, se ninguém é igual a ninguém, vocês precisam conversar sobre certos pontos de vista afim de chegar a uma conclusão em comum, o que não significa que alguém esteja certo ou errado, mas sim que de tempos em tempos, alguém terá que ceder. Tente fazê-lo associar o diálogo não como um problema, mas sim como algo que, ainda que cause um desconforto momentâneo, a longo prazo só fará o casal ganhar.

Por fim, o fato dele ser egoísta contigo e só ver o lado dele, pode acabar te inspirando – ainda que inconscientemente – a ser ainda mais preocupada apenas com o seu lado também (= ser egoísta como ele) e não ficar tãooo feliz assim ao ver as conquistas dele. Conversem seriamente sobre essa falta de parceria: vocês já estão com idade o bastante para saber que isso só vai criar um monstro ente vocês.

Esse vídeo também pode te ajudar:

Instagram
Share.

About Author

Luiza Costa

Brasiliense morando em Curitiba. Escritora, blogueira, youtuber. Espero te encontrar todos os dias nas redes sociais pra que possamos debater os mais variados temas e crescermos juntos.

  • Rodrigo Silva

    Para mim era um peso de 110 Toneladas.

  • Pécheur

    Porque você está com uma pessoa que você não gosta? Sim, porque para sentir inveja do crescimento do parceiro, ao invés de orgulho, é impossível você gostar realmente dele.

    • J.G.

      Veja bem,acho que vc está simplificando bastante as coisas.Estou com o meu namorado HÁ 3 ANOS e fui extremamente companheira e parceira todo esse tempo,ou vc acha que a vida dele era só maravilhas?Passamos por muitas provações e dificuldades financeiras,”paguei o preço” por amor,se vc soubesse de metade dos nossos desafios não seria tão categórico assim,não julgue o todo olhando apenas uma parte.

      Outra coisa:estou insegura sim e acredito ser um aspecto absolutamente normal.Sou ser humano e não sou infalível.A maioria das minhas amigas já estão encaminhadas na vida a nível profissional e a minha preocupação maior é a demora em conseguir me firmar para tb acompanhá-lo no progresso profissional e juntos celebrarmos.

      Sou totalmente consciente da realidade do mundo e sei que existe mulheres “mais interessantes” por aí,já formadas etc e tal…Minha preocupação era unicamente ele perder a cabeça e se deslumbrar num mundo mais elitizado,já que são muitas facilidades e benefícios para quem sobe de patamar a nível material.

      Mas graças a Deus,ele está me surpreendendo e vejo o quanto sou amada e que caráter de verdade dinheiro nenhum do mundo compra.Ele tem me mostrado que vai continuar sendo do mesmo jeitinho simples e pacato,o que muito me deixa feliz.Ele se mantendo assim,pode virar um bilionário que para mim está ok.

  • Laura Silva

    Ele deve ter estudado sistemas da informação ou ciências da computação, deve ser um analista, um programador, um engenheiro, um arquiteto de software, enfim….. falar que é formado em informática é uma definição muito simples para quem trabalha em TI. Fique feliz por ele porque se ele conseguiu um emprego para ganhar em dólar é sinal de que é muito competente no que faz. Entendo o fato de você se sentir insegura, mas corra atrás dos seus sonhos, não por ele, mas por você. Você tem uma filha, quer maior motivação do que essa? Pense nela. Resolva isso ou essa pendência que você tem consigo mesma vai te perseguir em qualquer relacionamento que você vier a ter (caso não dê certo com ele).

    • Ou ao menos usar de inspiração pra ser melhor, não pra ficar deprê né =(

    • J.G.

      Não vi necessidade de especificar a área dele(tb não gostaria de me expor mais),já que o problema não era a formação profissional dele e sim outros aspectos do nosso relacionamento.Claro que a galera que trabalha com TI ficaria ofendida lendo a pergunta(eu falando sobre “formado em informática),mas como aqui é basicamente um bate papo informal,não me senti obrigada a usar um termo mais sofisticado.

      Obrigada pelo toque,gostei bastante do seu ponto de vista :*

  • Frederico

    Acredito que existem muitos problemas entre os dois para causar toda está insegurança nela,não é o simples fato da ascensão do rapaz e sim esse distanciamento entre os dois,falta de diálogo, de sintonia mesmo,provocando o receio de um fim no relacionamento .
    Eles tem que se entender primeiro e procurar se colocar dentro de um mesmo círculo,onde aquilo que é bom profissionalmente para um, será para os dois .

    • Carlos

      É verdade. Deve ser apenas a ponta do iceberg. Parece haver problemas bem mais sérios com a perguntadora. Ela já deve estar dominada pelo medo há mais tempo.

      • Frederico

        A situação seria ótima em se tratando de um casal com afinidades e que está se preparando para um futuro casamento.

    • J.G.

      É bem por aí,sinto que “o buraco é mais embaixo”…Obrigada por me fazer refletir sobre isso.Se estivéssemos bem embasados no diálogo,acredito que eu não passaria por esses momentos de angústia.

  • João Kamen Rider

    ” ele já tem um apto e um carro, é independente” se ele tem só isso já ta ficando louca imagina se fosse minha namorada já tinha cometido suicídio o que ele tem são items mais básicos que alguém esforçado consegue bola para frente mulher se só com isso ele se acha o rei do mundo já demonstra que ele tem cabeça fraca isso nós dias de hoje não é nada.

    • Mas é aquela, se vc não tem nem uma bicicleta, fica superestimando o que os outros têm, um clássico do ser humano

      • J.G.

        Kkkkkkkk,isso mesmo!Como estou “subindo ladeira” ainda a nível profissional,quem tem uma coisinha a mais já me desperta angústia e oscilações na auto estima por ter mais de 30 e ainda não ter me estabilizado.

  • Monalisa

    Difícil ter uma relação em que o outro não está disposto a receber criticas e cobranças. Sendo que isso é normal. é necessário dialogo para a relação evoluir. O “discutir a relação” é visto como bicho de sete cabeças. Mas ele não precisa ser utilizado único e exclusivamente para coisas ruins. Nem precisa ser anunciado “vamos discutir a relação” . Simplesmente uma conversa durante o almoço numa boa já resolveria. rsrs. Não tem como ter relação saudável sem dialogo, terá que encosta-lo na parede e mandar a real para ele.. rsrs
    Pelo que entendi, seus ciumes não seria inveja, e sim dele ganhar muito e te abandonar por você não ter nada a oferecer certo? Se ele te amar mesmo, ele vai esperar pacientemente e ira te apoiar nos seus projetos e te motivar. Não perca seu foco. Estude porque você quer passar, e não para competir com ele, quem ganha mais. Até porque se vocês terminarem um dia, colhera os frutos do seu esforço. Então faça por você, só por você.

    • Pois é, o povo não gosta de DR, mas e se não der pra ter DR, pé na bunda o povo gosta?

      • Paulo

        Nao precisa de DR é falar de algo que nao gostou quando acontecer sem fazer doce. eu mesmo interpreto tudo exatamente, se ficar com graça de falar uma coisa querendo dizer outra é caixão pois vc fazer o q for falado.

        • J.G.

          Eu fazia isso de dizer na hora,mas ele se estremecia agoniado e rolava briga de toda forma.Se alguém tiver uma receita de conversar-sem cobrança-acertar as coisas sem conflito eu tô aceitando,rsrs.

    • J.G.

      Esse lance de “conversar durante o almoço” achei massa,Monalisa.Acho que vou tentar dessa forma para ver se a gente consegue entrar na sintonia.Ele é um cara super travado e ansioso(mas finge que não é) e qualquer ponto de tensão já o faz se encolher e entrar na concha,é uma questão delicada e tô vendo que é o calcanhar de aquiles do relacionamento.Eu sou muito de conversar e expor os meus sentimentos,já ele é mais gestual…após uma briga prefere se acalmar e agir carinhoso em vez de conversar a respeito e pedir desculpas.Em alguns momentos essa tática funciona,já em outros precisamos realmente conversar para nos ajustarmos e aí é que fica o nó na história :p

  • Talvez essa falta de diálogo.. e a sua neura com o que ele possui estejam te omitindo quais seriam os reais possíveis problemas no seu relacionamento.
    O que os pais dizem muitas vezes são medos deles mesmos que se projetam em cima de você… para que você seja aquele algo mais que eles não conseguiram ser. Mas nem sempre essas máximas dos nossos pais, são absolutas verdades que respondem todas as dúvidas e solucionam todos os problemas do universo.
    Quando um homem se apega a criança da mulher com quem ele se relaciona, é um indicativo muito forte de que realmente ele te quer por perto como parte da vida dele.. tenha parte disso em mente quando a insegurança te atacar…
    Sugiro que vocÊ meça em que pontos seja válido discutir a relação… e quando também não é tão necessário assim…Talvez em alguns momentos você seja a chata que cobra desnecessariamente, ou em outros ele seja ainda leigo em matéria de diálogo…. dosar esse equilíbrio é realmente um grande desafio.
    E lembre que nada, nenhuma comparação de outra pessoa desapropria o melhor que você possui… Não é a sua relação perdurar ou terminar hoje, que determinarão quem você é e onde você pode chegar. Seus sonhos e objetivos são coisas que só você determina e que você deve sempre fazer por vocÊ…
    Valorize o relacionamento que segue em frente com você, mas deixe que cada um tome seu rumo se as direções se tornarem opostas e jamais queira que seu filho seja aquilo que vocÊ não foi. Extraia as lições desse ultimo parágrafo que dificilmente você vai sofrer…

  • Pinóculos

    Com o que vc aprendeu na sua familia(seu pai disse que as pessoas valem o que tem), tinha mesmo que se transformar numa pessoa ressentida e invejosa. Coitado do seu namorado, a pior macumba(se isso existe) é a inveja.